Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 21 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26120981


Edicão n° 184 de Outubro 2018


SAúDE

Outubro Rosa na AMRIGS ressalta a importância da mulher conhecer o próprio corpo


A edição de outubro do Ciclo de Palestras, realizada pela Associação Médica do Rio Grande do
Sul (AMRIGS) na noite de quinta-feira (18/10), abordou a prevenção do câncer de mama e a
saúde da mulher. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que mais de 57
mil mulheres tenham sido diagnosticadas com câncer de mama em 2017 no Brasil.

O mastologista José Luiz Pedrini apresentou os diferentes tipos de câncer e ressaltou que não
basta apenas saber que existe o tumor. É necessário saber classificá-lo e selecionar o
tratamento mais indicado. A estimativa é que até 2030 existam cerca de 70 a 80 milhões de
sobreviventes no mundo.

- Todas as mulheres devem fazer a mamografia, mas quem tiver de 40 a 70 anos deve
redobrar o cuidado - alertou.

Obesidade, sedentarismo, uso abusivo de álcool, tabaco e anabolizantes são alguns dos
fatores de risco. Igualmente importante junto com a detecção precoce da doença é o acesso
ao tratamento. A cura envolve remover o tumor antes que ele se espalhe pelo corpo.
Voluntária do Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (IMAMA), Patrícia Chiappin Kauer foi
diagnosticada com câncer de mama na mesma época e realizou o procedimento de retirada
da mama, a mastectomia.

- O importante é que as pessoas sejam bem atendidas e tenham o acesso e tratamento
adequado - afirmou.

Altair Margarida de Conto é voluntária do IMAMA há quase 20 anos e destacou às mulheres
presentes a importância de elas conhecerem o seu próprio corpo. Em seguida, a dupla
demonstrou os movimentos para efetuar o autoexame dos seios.

A realização da mamografia é garantida na legislação. A Lei 11.664/2008 prevê o
oferecimento do exame às usuárias de todas as idades do Sistema Único de Saúde (SUS).
Essa é a única forma de detectar tumores em estágios iniciais e assintomáticos, tornando o
tratamento menos invasivo e aumentando consideravelmente as chances de cura. A Lei
9.797/1999 diz que toda mulher tem direito à reconstrução da mama. Em 2013, foi
sancionada a lei de que tal procedimento deve ser feito logo após a retirada do tumor. A
pediatra Juliana Rizzieri foi diagnosticada com câncer de mama aos 39 anos e foi no Projeto
Camaleão que ela buscou auxílio para lidar com a autoestima e a reinserção social.

- Quando nos encontramos na posição do paciente, descobrimos que empatia nunca é
demais. Precisamos de alguém que não nos olhe como mais um número – disse.

Para ampliar a qualidade de vida, é recomendável reservar um tempo para si, fazer exercícios
por prazer, dormir bem, beber água e mastigar precisamente os alimentos.

O próximo encontro do Ciclo de Palestras AMRIGS será no dia 8 de novembro, às 19h,
durante o Novembro Azul. Os médicos Herbert Sauer e Gerson Junqueira falam sobre câncer
de próstata e saúde do homem. O evento é gratuito e será concedido certificado. Mais
informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3014-2039 ou pelo e-mail
capacitacao@amrigs.org.br. ...

Por trás dos genes: entenda o que faz o médico especialista em genética


O médico geneticista atua na avaliação clínica, diagnóstico, tratamento e aconselhamento
genético de pacientes com diferentes tipos de doenças e condições de saúde. Aproveitando a
passagem do Dia do Médico, comemorado na quinta-feira (18/10), o diretor do Título de
Especialista e Exercício Profissional da Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica
(SBGM), Hector Yuri Conti Wanderley, destaca a importância deste profissional.

- Além do atendimento ao paciente, também damos suporte e prestamos consultoria para
outras especialidades médicas e demais profissionais da saúde. Além disso, recentemente,
contamos com avanços laboratoriais para o diagnóstico de doenças genéticas, consolidando
um novo ramo desta especialidade, a medicina genômica – comenta Wanderley.

O especialista pode atuar na investigação diagnóstica e orientação em casos de esterilidade e
infertilidade masculina e feminina, fertilização assistida, diagnóstico pré-implantacional e
diagnóstico pré-natal. O geneticista também pode ser consultado na triagem neonatal,
defeitos congênitos, problemas neurológicos, deficit intelectual, doenças neurodegenerativas e
câncer. Além disso, o profissional coleta e interpreta dados populacionais de defeitos
congênitos e outras condições geneticamente determinadas e investiga fatores ambientais
que podem causar defeitos congênitos.

Encontrando médico geneticista

Assim como nas demais áreas médicas, é importante que o paciente se certifique, antes de
consultar, que o médico possui o título de especialista. Esta é uma garantia de que o
atendimento será qualificado, visto que o profissional possui formação acadêmico-científica
adequada e está apto a exercer a especialidade.

Os médicos geneticistas com titulo de especialista pela SBGM podem ser encontrados no site
sbgm.org.br ...

Abertas inscrições para contratação de médicos reguladores


O governo do Estado, por intermédio da Secretaria da Saúde, em decorrência da
autorização contida na Lei nº 15.226/2018, torna público que estarão abertas no período
desta quarta-feira (3) até 17 de outubro (dias úteis), as inscrições ao Processo Seletivo
Simplificado para contratação emergencial de Especialista em Saúde na área de
Especialização em Medicina.

Os profissionais serão contratados para exercício exclusivo de funções da área de
Regulação na Secretaria da Saúde para atuar no Complexo Regulador Estadual, composto
pelas Centrais de Regulação Hospitalar e Ambulatorial, Samu 192 e de Transplantes.
...

Pequenos cuidados ao se barbear ajudam a proteger a pele


O ato, muitas vezes diário, de se barbear faz com que procedimentos simples se tornem
importantes para o bom cuidado com a pele. Um dos aspectos mais importantes é
eleger o momento certo para fazer a barba, sendo sempre indicado após o banho por
conta do fato da pele estar com os poros mais abertos e ter menos chances de encravar
o pelo ou ter uma irritação.

- A barba fica mais macia e a pele contribui porque os poros estão mais dilatados.
Assim, há menos chances de ter uma inflamação. O período que é necessário fazer a
barba, varia de pessoa para pessoa, mas recomendamos que para minimizar o
machucado a lâmina, a ser utilizada, seja sempre o mais nova possível. Isso evita que a
peça seja pressionada com força o que causa o machucado - afirma a médica da
Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS, (SBD-RS) Mauren Seidl.

O uso de cremes pré e pós barba são altamente recomendados.

- Existem vários produtos calmantes e hidratantes apropriados. Lembramos sempre que
priorizem os que não usam álcool em sua propriedade. O sabonete deve ser deixado de
fora - completa.

A médica também lembra que o barbeador elétrico agride muito menos a pele e
dispensa o uso de produtos preparatórios. No entanto, o desempenho e eficiência acaba
sendo um pouco menor do que a lâmina tradicional. ...




Edição n° 184 - Outubro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821