Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26109300


Edicão n° 182 de Agosto 2018


SAúDE

AMRIGS sedia evento Sul-brasileiro sobre manejo da dor


Além de doenças que causam distúrbios no organismo e lesões musculares, o estresse, um
dos grandes males do século 21, também pode refletir em dores físicas no corpo. Diante deste
contexto social, no qual patologias crônicas se entrecruzam com situações pontuais, o
interesse pelo tema da dor vem atraindo cada vez mais profissionais da área da saúde,
resultando em eventos específicos para debater a questão. A Sociedade Gaúcha para o Estudo
da Dor (SOGED) realiza o V Congresso Sul-Brasileiro de Dor e o I Congresso Gaúcho de
Cuidados Paliativos.

Durante a solenidade de abertura, na sexta-feira (24/08), o presidente da AMRIGS, Alfredo
Floro Cantalice Neto, destacou a situação da Região Sul do Brasil que, de acordo com dados
da própria Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED), concentra a maior quantidade de
pacientes com dor crônica, no Brasil.

- Com o aumento expressivo de diagnósticos nos últimos anos, é importante disponibilizarmos
espaços para a promoção de debates científicos para aprimorar o conhecimento dos
profissionais e de pesquisadores, oferecendo opções para o bem-estar dos pacientes. Além
disso, devemos estar atentos às mudanças culturais, que refletem na saúde da população,
pois já sabemos que os hormônios do estresse, como cortisol, aumentam a percepção da dor
- comentou Cantalice Neto.

A pesquisa divulgada pela SBED no ano passado aponta que a cada dez brasileiros, quatro
sofrem com algum tipo de dor crônica. A maioria destas pessoas (37%) é mulher, vive nas
regiões Sul e Sudeste, tem, em média, 41 anos e a intensidade da dor que sentem é forte o
suficiente para atrapalhar as suas atividades.

O presidente da SOGED e do evento, Edilson Machado, afirmou que as mudanças
exponenciais, em diferentes contextos, estão mais intensas e evidentes na ciência e na
medicina. Ele ainda relatou o surgimento de equipes multidisciplinares engajadas no
atendimento, ensino e pesquisa, na busca pelo melhor tratamento.

- O programa traz temas atuais, com os mais recentes estudos e tendências no manejo da
dor. Além disso, estamos em sintonia com a Associação Internacional de Estudos da Dor
(International Association for the Study of Pain (IASP), que escolheu 2018 como o ano global
da excelência na educação em dor – explicou Machado.

O V Congresso Sul-brasileiro de Dor e I Congresso Gaúcho de Cuidados Paliativos ocorre nos
dias 24 e 25 de agosto. ...

29 de agosto: Dia Nacional de Combate ao Fumo


O Cigarro e drogas como a cocaína, maconha, crack, entre outras ilícitas, retardam a
gestação, causando alterações menstruais, podendo em alguns casos até antecipar a
menopausa. Quanto maior é o tempo do uso do tabaco, a mulher fumante prejudica, ainda
mais, a saúde dos ovários, destruindo os folículos ovarianos, alterando as características
fisiológicas tubárias, alterando as taxas hormonais, interferindo na gametogênese e
fertilização e dificultando a implantação do óvulo.

Antes de pensar em realizar um tratamento de fertilização, é importante detectar algumas
causas da infertilidade e saber como monitorar este período em casa. “Tanto os homens
quanto as mulheres devem se preocupar com uma das causas que atrapalham a fertilização,
que é o ato de fumar. Parar de fumar ajuda e muito na conquista de ter um filho”, alerta Dra
Adriana Juliani.

Outro fator é a ansiedade da mulher. Um rápido e seguro teste pode responder e ajudar
nestas questões: O Confirme Fertilidade feminino detecta na urina o aumento do hormônio LH
(luteinizante), sinalizando o período de ovulação feminino, determinando os dias de maior
possibilidade para a mulher engravidar.

Uma imagem contendo cartão de negócios

Descrição gerada com muito alta confiançaO Confirme Fertilidade feminino, chegou ao
mercado brasileiro com o objetivo de auxiliar nesse planejamento, monitorando com 99% de
precisão o período fértil, ou seja, o melhor momento para a fecundação.

O produto pode ser encontrado em farmácias e drogarias a preços acessíveis. Os interessados
também podem adquirir o Confirme Fertilidade pela Web através do site
www.confirme.com.br, além de obter descrições do produto.

Sobre o Confirme Fertilidade

Objetivo: Ajuda a mulher descobrir os dias de maior fertilidade ao detectar o pico de LH, de
24 a 48 horas antes da ovulação.

Como funciona: através de uma amostra de urina, o teste detecta o aumento do hormônio LH
(Hormônio Luteinizante). O hormônio é produzido durante todo o período menstrual, porém
no meio do ciclo a quantidade dele aumenta, indicando o pico de ovulação, onde as chances
de engravidar são maiores. Como o espermatozoide pode sobreviver até mais que 72 horas, é
possível ficar grávida mantendo relações sexuais três dias antes do primeiro dia fértil.

Precisão: 99%

SAIBA MAIS SOBRE A LINHA CONFIRME

Pensando nas mulheres a Analitic Tecnologia de Precisão criou em 1999 a Linha Confirme.
Com a ideia de monitorar e pormenorizar o sofrimento do desconhecido através de
autotestes, além da vantagem de poder realizá-los no conforto do seu lar.

Pioneira do segmento, a Linha Uma imagem contendo clip-art

Descrição gerada com alta confiança traz todos os resultados dos testes através da urina com
a mesma precisão que os testes de sangue feitos em laboratórios e de forma menos invasiva
do que exames clínicos específicos.

Para mais detalhes, basta acessar o site da Uma imagem contendo clip-art

Descrição gerada com alta confiança: www.confirme.com.br ...

Daltonismo: um distúrbio que exige atenção e cuidado


Apesar de não ser considerado um problema de risco, o daltonismo é uma alteração no
funcionamento da visão que exige cuidado e muita atenção.

Segundo a médica associada da Sociedade Brasileira de Genética Médica – SBGM, Juliana M
Ferraz Sallum, o padrão de herança é ligado ao X recessivo e causa alteração na visão das
cores, principalmente entre o vermelho e verde e dos tons terra da mistura destas duas cores.

- Como os homens só tem um cromossomo X, se esse tiver uma mutação a doença aparece.

As mulheres têm dois cromossomos X, então se tiver apenas um mutado será portadora do
gene alterado, mas não apresenta a doença. Entretanto poderá passar para seus filhos com
risco de 50%.

Os filhos homens que receberem o gene serão daltônicos. As filhas terão visão de cores
normal, mas serão portadoras do gene, com risco de transmitir para seus filhos - explica a
oftalmogeneticista associada da SBGM, Juliana M Ferraz Sallum

A identificação é possível, geralmente, a partir de cinco anos de idade nas consultas
oftalmológicas. É comum que aos 5 anos seja possível fazer um teste de Ishihara, que
apresenta pontos coloridos que formam números. A percepção dos números por um daltônico
é diferente do indivíduo normal. A médica explica que não há indicação de avaliações no pré-
netal pois o problema não é grave ou debilitante. O diagnóstico pode ser feito pelo teste de
cores nos primeiros anos de vida.

- O sequenciamento do gene relacionado ao daltonismo é possível mas só tem uso para
pesquisa. Não há mudança na conduta clínica, por isso o teste genético não tem indicação -
completa.

Todo daltonismo é genético, mas não há indicação de tratamento. Hoje, existem lentes de
óculos que ressaltam as tonalidades vermelhas. Alguns daltônicos tem curiosidade de
experimentar essas lentes para ter uma percepção mais próxima dos indivíduos com visão de
cores normais. Em estudos experimentais já se inseriu o gene da opsina por Terapia Gênica
em primatas. Mas como se trata se problema que não causa limitação na capacidade visual,
não há indicação da aplicação desta terapia em homens daltônicos. ...

IPE isenta obrigatoriedade de deslocamento para pacientes em tratamento oncológico


Com o compromisso de melhor atender os beneficiários do plano, o IPE Saúde, por meio da
Ordem de Serviço 08/2018, não exigirá mais que todo paciente com solicitação médica para
tratamento oncológico seja encaminhado para confirmação presencial de peso e altura. Por
determinação da auditoria médica do IPE Saúde, poderá ser indicada a confirmação presencial
de peso e altura de pacientes em tratamento oncológico. Quando necessário, essa confirmação
será realizada nas regionais no interior ou na sede na capital.

A medida foi tomada considerando o risco de complicações advindas dos tratamentos médicos de
maior complexidade, especialmente oncológicos, e também o risco de agravamento do quadro
clínico dos pacientes, em virtude do deslocamento. ...

Providências tomadas pela Saúde garantem atendimentos do Samu


Em virtude da paralisação das atividades dos telefonistas e radio-operadores que atendem ao
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) pelo número 192, desde as 19 horas do
dia 13 de agosto, a Secretaria Estadual de Saúde (SES/RS) informa que:

- A tendência é de normalização do serviço. Funcionários da Secretaria foram remanejados
para atuar no atendimento aos chamados. Também reforçam a equipe servidores cedidos pela
Secretaria de Saúde de Porto Alegre.Neste momento, o serviço está com cerca de 60% de sua
capacidade e retomando gradualmente o ritmo normal.

- Não houve até agora nenhum registro de prejuízo à saúde dos pacientes.

- Para garantir a preservação do atendimento à população, nesta manhã (14/08) a
Procuradoria-Geral do Estado autorizou a Secretaria a fazer o pagamento direto aos
trabalhadores da empresa.

- A greve atinge apenas os telefonistas e operadores de rádio do SAMU, não afetando os
socorristas, motoristas e médicos. Os grevistas são funcionários terceirizados da empresa FA
Recursos Humanos, contratada pela SES. O Estado vem mantendo em dia os pagamentos à
empresa, que não vinha fazendo os repasses aos salários dos seus empregados, o que gerou
a insatisfação e a paralisação.

- Somente no mês de julho a Secretaria não efetuou o repasse, justamente porque a empresa
não comprovou o pagamento aos seus funcionários.

- A SES informa também que a rescisão do contrato com a FA Recursos Humanos é iminente,
tendo em vista a falta de comprometimento da empresa, que possui três contratos com o
governo do Estado. ...

Uso do celular e o impacto na fertilidade


O Brasil é um dos líderes mundiais no uso de telefones móveis. Aqui, o número de celulares
excede o de habitantes. Há décadas, muitas pesquisas buscam avaliar os efeitos adversos da
radiação eletromagnética dessa tecnologia sobre a saúde humana. Recentemente, um estudo
apontou que há efeito prejudicial desta radiação não ionizante sobre a reprodução humana.
Vale também para a rede sem fio conhecida como wireless.

Uma pesquisa mostrou que a radiofrequência dos aparelhos celulares prejudica a qualidade
dos espermatozoides. Há impacto sobre a motilidade e a morfologia espermática,
condicionados pelo efeito térmico e não térmico sobre os testículos, que, por serem órgãos
superficiais, absorvem mais energia radiante. Ocorre ainda produção de radicais livres no
esperma, além de estresse oxidativo, o que favorece a fragmentação do DNA espermático.
Isso, somado aos demais fatores, tem importância na etiologia da infertilidade masculina. Os
efeitos negativos estão diretamente relacionados ao tempo e à maneira que se usa o
aparelho. Quando carregados nos bolsos das calças, os celulares oferecem maiores riscos.

Em testes, verificou-se que ratos (machos e fêmeas) expostos a radiofrequência celular de
uma a dez horas diárias, em modo stand-by, apresentam pior prognóstico reprodutivo.
Observou-se um decréscimo significativo na produção de embriões no primeiro estágio de
clivagem para duas células e maior número na parada de desenvolvimento embrionário. O
índice de “embriões de boa qualidade” também diminuiu significativamente. Naqueles que
sofreram maior radiação em stand-by, ou em uma hora diária no “modo ativo”, houve
diminuição expressiva de nascimentos. A duração da gravidez também foi maior.

Um outro estudo, com ratos expostos a ondas eletromagnéticas de aparelhos celulares de
terceira geração, por 60 minutos, não encontrou alterações significativas na fertilização in
vitro. No entanto, parâmetros como taxa de fertilização, clivagem embrionária e formação de
blastocistos tiveram piores desfechos, principalmente quando os espermatozoides receberam
radiação, parecendo sofrerem mais o impacto do que os oócitos.

Para além do efeito térmico das ondas de radiofrequência, a diminuição do sistema
antioxidante e o aumento dos radicais livres – que configuram o estresse oxidativo –
provocam uma cadeia de eventos biológicos, incluindo danos à membrana das células
sexuais. Isso também pode levar a uma significativa falha reprodutiva.

Não podemos negar os benefícios que os telefones celulares nos trouxeram: a portabilidade, a
mobilidade, os recursos inteligentes etc. O uso excessivo, no entanto, pode nos deixar em
estado de frenesi, vício ou mania, a ponto de se tornar uma ameaça à saúde. Portanto, para
crianças, jovens e adultos em fase reprodutiva, é fundamental usar essa tecnologia fantástica
com inteligência e moderação.

por João Michelon, ginecologista do Fertilitat - Centro de Medicina Reprodutiva ...

O corpo para verão deve começar a ser construído agora


O verão começa apenas em dezembro, mas não é só lá que devem começar os cuidados
com o corpo. Dietas e tratamentos “milagrosos”, além de não recomendados, não
causam o efeito esperado, frustrando muitas pessoas, pois, cuidar do corpo leva tempo.
Existem diversos tratamentos eficazes na hora de conquistar o corpo desejado, mas para
entrar em forma para o verão é preciso começar meses antes. Confira alguns
tratamentos inovadores e que têm despontado na área da estética corporal!

Firmess®
A flacidez da pele é, ao lado das estrias e celulites, uma das maiores preocupações das
mulheres com o corpo. Geralmente é mais comum em regiões como o abdômen, parte
posterior do braço, glúteo e parte interna da coxa. O Firmess® é um inovador
tratamento genuinamente ortomolecular desenvolvido pela equipe de Pesquisa e
Desenvolvimento da Bothanica Mineral®. Ele busca atenuar a flacidez tissular e
muscular.
A Dra. Michelle Cordeiro Sanz, Fisioterapeuta e Pós-graduada em Dermatofuncional,
explica que a indicação é que o tratamento varie de 8 a 12 sessões, com duração de 1
hora cada, duas vezes por semana, associados ao uso de cosmecêuticos da linha home
care da Bothanica Mineral®.

Striort®
O Striort® é um tratamento que melhora em até 80% as estrias brancas já na primeira
sessão. O indicado é que seja feita 1 sessão por mês, média de 3 sessões no total. O
método não é invasivo e pode ser feito em qualquer parte do corpo. É indicado para
adolescentes, mulheres adultas e até mesmo para terceira idade. Como muitos outros
tratamentos, é recomendado evitar a exposição ao sol, por isso, o melhor é fazer antes
do verão, quando a incidência do sol é maior. Recentemente o Striort® passou por uma
atualização, o que o deixou ainda mais moderno e eficaz.

Lipoescultura Gessada® Exclusive
A gordura localizada é uma preocupação de pessoas de todas as idades. Uma alternativa
não invasiva e com excelentes resultados é a Lipoescultura Gessada® Exclusive, que é
um tratamento que varia de 6 a 10 sessões, de 1 hora cada. Após essas sessões, é feita
uma reavaliação para observar a necessidade de mais sessões, que dependem de como
o corpo de cada um responde. O procedimento pode ser associado a técnicas manuais
ou a técnicas com equipamentos, como a eletroterapia, mas, somente o uso dos
cosmecêuticos ortomoleculares já traz resultados bem satisfatórios. As sessões podem
ser aplicadas de 2 a 3 vezes por semana.
Segundo a Fisioterapeuta Dermatofuncional Dra. Andressa Moraes, a Lipoescultura
Gessada® Exclusive também atua no tratamento da flacidez e das celulites e pode,
ainda, auxiliar no emagrecimento.

Sabonete vegano de urucum

Recentemente a Bothanica Mineral® desenvolveu o Sabonete de Urucum, feito para
prover o melhor da hidratação e esfoliação da pele, a partir dos benefícios do Urucum. O
produto faz parte da linha home care da Lipoescultura Gessada® Exclusive,

Duração
Todo tratamento estético leva tempo, mas para que todos os resultados sejam
eficazes e duradouros até o verão – e depois - é preciso manter um corpo bem
hidratado, uma alimentação equilibrada e uma prática regular de exercícios físicos.
Mesmo que haja certa relutância, com o tempo, o organismo se acostumará com esses
bons e saudáveis hábitos.

Fontes

Profa. Michelle Cordeiro Sanz | Graduada em Fisioterapia pela Escola Superior de
Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (2007). Pós-Graduada em Fisioterapia
Dermato Funcional pela Faculdade Gama Filho localizada em Vitoria (2009). Pós-
Graduada em Fisioterapia Aplicada a Saúde da Mulher pela Universidade Gama Filho
(2014). Realiza atendimentos na aréa de Fisioterapia Dermato Funcional, Saúde da
Mulher, Oncologia e Auriculoacupuntura. Leciona disciplinas de Estética em cursos
técnicos e de aprimoramento em Estética em todo Brasil. Professora convidada da Pós
em Fisioterapia Dermato Funcional INSPIRAR/ES, Pós-Graduada em Procedimentos
Estéticos Faculdade UVV/ES, Pós-Graduada em Estética com Ênfase em Terapias Manuais
Faculdade Estácio Vitória/ES. Professora do Curso de Fisioterapia da Faculdade Estácio
de Sá de Vitória/ES de 2012 a 2016.

Dra. Andressa Morares: Pós-graduada em Fisioterapeuta Dermatofuncional, com
formação Internacional em Drenagem Linfática pela Escola Leduc e também pela Escola
Godoy & Godoy, além de formação Internacional em Diplomatura em Fisioterapia
Dermatofuncional, relizada no Chile. É graduada em Fisioterapia pela Faculdade
Integrada de Santa Fé do Sul – Funec Fisa (2004). Atuou como Coordenadora do Setor
de Fisioterapia da Prefeitura Municipal de Pederneiras, de 2005 a 2012. Atualmente, é
Proprietária da clínica Espaço Andressa Moraes, desde 2005, e Diretora na empresa
Moraes & Tartari – Distribuidora e Cursos, desde 2016. Também é Especialista em
Acupuntura. |

Sobre a Bothanica Mineral®
É uma empresa que segue há 18 anos absoluta no ramo cosmecêutico e nutracêutico
genuinamente ortomolecular e referência nacional no mercado de estética corporal. Está
presente em todos os estados brasileiros e mais 15 países.

...

Rede de clínicas de estética atinge 200 unidades em dois anos


Poucas empresas cresceram tão rápido quanto a EmagreSee, rede de clínicas de
estética. Lançada em 2017, a marca já atingiu 160 unidades vendidas, sendo 70 em
funcionamento. Até o final do ano, a franquia prevê vender outras 40 unidades. A
previsão é que as novas unidades contribuam para um crescimento de 30% no
faturamento da rede, que somente no ano passado alcançou R$ 12 milhões.

Segundo o sócio fundador da EmagreSee, Atylah Marçal, ainda há muito para crescer. A
rede uniu-se à holding de franquias Grupo 10X, do empresário David Pinto, que vem
gerenciado todo o plano de expansão da marca. Serão 500 unidades, nos próximos 5
anos, mantendo uma média de 100 unidades por ano. "A nossa meta é ser a maior rede
de franquias de estética do país. Estamos crescendo muito rápido, pois oferecemos
tratamentos de alta qualidade e profissionais capacitados, aliados a bons preços e
condições de pagamentos interessantes", afirma.

A maior presença da EmagreSee encontra-se no estado de São Paulo, com 25 unidades
em funcionamento. Neste mês, mais 6 clínicas estão sendo inauguradas em cidades
como Ribeirão Preto, Bragança Paulista e Sorocaba. O empresário avisa, no entanto, que
a rede tem interesse em expandir em todo o Brasil. "Cidades com 50 mil habitantes já
comportam uma unidade da rede", conta Atylah. Outros estados que receberão clínicas
da EmagreSee ainda este mês são Paraná, Rio Grande do Sul e Ceará.

Carro-chefe da EmagreSee

Trabalhando com tratamentos corporais e faciais diversos, como depilação a laser e
rejuvenescimento facial, o combate à gordura localizada através da Criolipólise Método
360° (método exclusivo da rede) é um dos principais focos de atuação da EmagreSee.
"É um tratamento que nenhuma outra clínica de estética possui. Oferecemos aos clientes
um tratamento que elimina até 60% da gordura tratada, o que é mais que o dobro da
Criolipólise Comum", explica Atylah.

A Criolipólise Método 360° já representa 40% de todos os atendimentos da rede e
tornou-se o carro-chefe da marca. "O cliente entra na clínica de um jeito e sai diferente,
mais feliz com o próprio corpo, pois atingiu um objetivo importante para ele", finaliza.

A rede de clínicas EmagreSee é uma das principais redes de estética e emagrecimento
do país, com 140 unidades distribuídas pelo país. Com um portfólio de mais de 30
tratamentos, entre estética corporal, facial e depilação, a EmagreSee é reconhecida por
trabalhar com equipamentos com alta tecnologia e protocolos desenvolvidos por
profissionais altamente qualificados. A EmagreSee é parte da holding de franquias Grupo
10X, que inclui também as redes Medic Mais, Armazém Fit Store e DuckBill. ...

Campanha destaca papel do dermatologista


A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS) está apoiando a
campanha “Sua pele sua vida”, desenvolvida pela entidade Nacional. O objetivo da ação
é promover o engajamento do público, reforçando a importância de se ter um
profissional habilitado para a realização de procedimentos relacionados à pele, aos
cabelos e às unhas, inclusive cirúrgicos e estéticos.

Com um tom de humor, a campanha traz expressões amplamente difundidas entre a
população, tais como: “É sarna para se coçar”, “O barato pode sair caro” e “Pode dar
zebra”. A ideia é esclarecer a todos, usando uma linguagem mais simples, de forma a
facilitar o entendimento e o engajamento das pessoas.

No momento em que está cada vez mais frequente a prática de procedimentos
dermatológicos e estéticos por profissionais não habilitados, a campanha vem trazer a
orientação adequada, evitando, por exemplo, que as pessoas coloquem a vida em risco
ao comprarem pacotes de beleza em sites de compras coletivas ou caírem na conversa
de falsos profissionais.

- É imprescindível que procedimentos dermatológicos, cirúrgicos e estéticos sejam
realizados por médicos especialistas, habilitados e com situação regular no Conselho
Regional de Medicina (CRM). Além disso, é importante que a população exija que todo
procedimento médico seja sempre realizado em estabelecimentos de saúde credenciados
e habilitados a realizar atendimentos, a fim de evitar risco na assistência ao paciente -
destaca a presidente da SBD-RS, Clarissa Prati.

A campanha será divulgada até o final de 2018 por meio de ações sucessivas de
crossmedia. As peças publicitárias serão divulgadas em redes sociais, sites de
formadores de opinião e veículos de comunicação impressos. Além disso, foram
produzidos filmes, que serão exibidos em salas de cinemas, e spots para divulgação nas
rádios nacionais.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia e suas Regionais são reconhecidas pelo Conselho
Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Médica Brasileira (AMB), como
representantes dos dermatologistas no Brasil. Para mais informações acesse:
www.sbdrs.org.br. ...

Profissionais da saúde devem informar anomalias congênitas em registro de nascimento


Publicada no final de junho, a Lei nº 13.685/18 alterou a legislação que regulamenta a
expedição da Declaração de Nascido Vivo - DNV. De acordo com o documento, a partir
de 22 de dezembro deste ano, os profissionais de saúde que atuam em
estabelecimentos públicos e privados deverão informar o Ministério da Saúde sobre os
casos de malformações congênitas comprovados em recém-nascidos.

Segundo a presidente da Sociedade Brasileira de Genética Médica - SBGM, Têmis Maria
Félix, no Brasil, o registro de anomalias congênitas não era compulsório. Com o registro
compulsório, pode-se ter dados epidemiológicos exatos das anomalias congênitas e
traçar políticas públicas para prestar assistência, diagnóstico e tratamento para a
população brasileira

O registro de anomalias congênitas foi incluído na Declaração de Nascido Vivo, que é
gerenciada pelo Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) no ano 2000.

- Sem a DNV, que tem preenchimento obrigatório em todas as maternidades, os pais
não podem fazer o registro civil de nascimento dos filhos. Ao longo desses 18 anos,
algumas modificações foram feitas nesse documento – pontua o médico do Hospital de
Clínicas de Porto Alegre, Julio Cesar Loguercio Leite, PhD em Genética Médica.

Até então, era obrigatório constar na declaração: nome e sobrenome da criança; dia,
mês, ano, hora e cidade do nascimento; sexo do recém-nascido; nome e sobrenome dos
pais; profissão, idade e endereço de residência da mãe. A partir de dezembro, os
profissionais de saúde deverão informar também na DNV a existência de malformações
congênitas em recém-nascidos. ...

Alimentação e amamentação são temas de eventos nesta semana


A Semana Mundial da Amamentação será realizada de 1º a 7 de agosto, com diversas
atrações. Entre as quais, acontecem o X Seminário Estadual da Semana Mundial da
Amamentação, o V Seminário Estadual da Estratégia Amamenta Alimenta Brasil e a
Jornada de Aleitamento Materno. Os eventos serão promovidos nos dias 1º e 2 de
agosto, respectivamente.

A realização é da Secretaria Estadual da Saúde em parceria com hospitais,
universidades, conselhos profissionais e instituições da área da saúde. Os eventos são
dirigidos a gestores, profissionais e estudantes que atuam na saúde.

Serão tratados temas como os avanços da Política do Aleitamento Materno do Rio
Grande do Sul nos últimos 10 anos, rotulagem dos alimentos na visão do consumidor e
amamentação e cuidado humanizado da mãe. A Jornada de Aleitamento Materno inclui
temas como amamentação e evidências científicas, importância do ensino teórico e
prático e amamentação e humanização.

O Seminário Estadual da Semana Mundial da Amamentação e Seminário Estadual da
Estratégia Amamenta Alimenta Brasil acontecerá das 8 às 17h no Ministério Público
Estadual (Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80).

A Jornada de Aleitamento Materno será promovida no dia seguinte, das 8h às 16h30min
no Teatro da Amrigs (Av. Ipiranga, 5311). ...

Eventos de dermatologia debatem uso de imunobiológicos e casos clínicos


Nos dias 17 e 18 de agosto, a Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS (SBD-
RS) realizará o 1º Simpósio Gaúcho de Terapêutica Dermatológica: Desmitificando o Uso
de Imunobiológicos e a 2ª Jornada Multisserviços, respectivamente. Os eventos
ocorrerão na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no campus localizado em
Porto Alegre-RS.

O objetivo da primeira parte dos encontros é promover o debate entre profissionais da
área para desmitificar o uso de imunobiológicos. A programação do segundo dia
contempla a apresentação de casos clínicos para discussão da prática dermatológica em
geral, desde casos clínicos até complicações de procedimentos e indicações cirúrgicas.

Os eventos têm inscrição conjunta, com valores atrativos. Além disso, os associados
participantes concorrem ao sorteio de vagas para participação na Jornada Gaúcha de
Dermatologia, que ocorrerá em outubro. Informações no site
http://www.sbdrs.org.br/eventos/jornada-multisservicos, pelo e-mail
inscricoes@aconteceeventos.com.br ou pelo telefone (51) 3019-2444.


1º Simpósio Gaúcho de Terapêutica Dermatológica: Desmitificando o Uso de
Imunobiológicos e a 2ª Jornada Multisserviços

Data: 17 e 18 de agosto
Horário: das 8h às 17h30min
Local: Unisinos – campus Porto Alegre
Inscrições até 30/7:
Dermatologista - Sócio SBD: R$ 70,00
Residente ou Cursista de Serviço Credenciado da SBD - Sócio SBD: gratuito
Residente ou Cursista de Serviço Credenciado da SBD - Não Sócio SBD: R$ 140,00
Acadêmicos de Medicina: R$ 50,00 ...

Medicamentos imunobiológicos revolucionam tratamento para doenças dermatológicas


Considerados o futuro da medicina para o tratamento de pacientes imunodeprimidos,
intolerantes aos medicamentos comuns ou pessoas expostas de forma involuntária a agentes
infecciosos, os imunobiológicos têm oferecido alternativas para diferentes áreas médicas. Na
dermatologia, os remédios mudam radicalmente a forma de tratar a psoríase e também já
têm mostrado resultados efetivos para outras patologias dermatológicas. Este foi o tema
central do 1o Simpósio Gaúcho de Terapêutica Dermatológica, promovido pela Sociedade
Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS) promoveu, na sexta-feira (17/08), no
campus da Unisinos em Porto Alegre (RS).

- Acreditamos que os imunobiológicos são uma opção excelente para a psoríase, mas também
passam a ser uma opção para outras doenças dermatológicas difíceis de tratar. Este encontro
teve como objetivo esclarecer seus benefícios e incentivar os dermatologistas gaúchos a
estudarem mais ainda este método que veio para ficar – afirmou a presidente da SBD-RS,
Clarissa Prati.

O evento contou com quatro painéis. Ministrada por Anber Tanaka, a primeira palestra
ofereceu uma exposição geral sobre os imunobiológicos na especialidade.

- Essas medicações conseguem agir em órgãos específicos. Também apresentam melhor
eficácia e controle da doença. Têm mostrado dados seguros e sólidos que garantem
tranquilidade no seu manejo – declarou Tanaka.

Ao defender que o dermatologista assuma o papel de tratar cada vez melhor o seu paciente,
Lincoln Fabricio apresentou os tratamentos mais indicados para pacientes com psoríase.

- Pessoas que apresentam uma doença grave de pele também têm um impacto negativo na
sua vida social. Devido ao seu aspecto físico, a psoríase faz com que cada vez mais o paciente
se isole. A pele é o maior órgão de comunicação humana e paciente sofre quando ela é
comprometida – explanou Fabricio.

De acordo com Daniel Nunes, outro palestrante do Simpósio, a psoríase é tratada,
geralmente, com três medicamentos, que apresentam eficácia menor, permitindo até 75% de
melhora. Já os remédios imunobiológicos podem garantir o desaparecimento dos sintomas de
forma integral.

- Infelizmente, ainda usamos inicialmente a opção mais convencional, pois o acesso é
facilitado pela rede pública de saúde. No entanto, é provável que no próximo ano saia o novo
tratamento da psoríase que inclua a medicação imunobiológica. Talvez não contemple todos
os tipos que podem ser utilizados, mas já será um avanço – explicou Nunes.

Devido ao alto custo, os remédios imunobiológicos para uso dermatológico ainda podem ser
adquiridos somente por via judicial ou em casos comprovados de reumatologia. Desta forma,
o tema ainda exige amplo debate dos especialistas. Para André Carvalho, este ser o assunto
central do Simpósio é muito representativo.

- É importante falar sobre estes remédios. Normalmente usamos para psoríase, mas existem
outras doenças como urticária, dermatite atópica, melanoma e doenças inflamatórias –
destacou Carvalho.

O Simpósio ocorre às vésperas da 2a Jornada Multisserviços, também promovida pela SBD-
RS, no sábado (18/08), no Campus da Unisinos em Porto Alegre (Avenida Doutor Nilo
Peçanha, 1600, bairro Bela Vista). A programação inicia às 8h30min e oferece sete blocos
temáticos. ...




Edição n° 182 - Agosto 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821