Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 31 de Março de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31083494


Edicão n° 201 de Março de 2020


GERAL

Banrisul prorroga dívidas dos próximos 60 dias pelo aplicativo


A partir desta segunda-feira (23/3), clientes do Banrisul podem solicitar a prorrogação
de dívidas por meio aplicativo Banrisul Digital.

A prorrogação das responsabilidades dos próximos 60 dias dos contratos vigentes e
adimplentes pode ser feita a partir da realização de uma nova operação com a mesma
taxa do contrato original, de clientes Pessoa Física e Jurídica - micro e pequenas
empresas com faturamento médio mensal de até R$ 600 mil.

A nova operação, no valor das duas prestações prorrogadas, poderá ser feita em nove
parcelas, com 90 dias de carência para o primeiro pagamento, totalizando prazo de 12
meses. As demais parcelas e condições do contrato original permanecerão inalteradas.

Para solicitar a prorrogação, o cliente deve acessar a opção “Empréstimos" no app
Banrisul Digital e, na sequência, a opção “REPAC”.

As modalidades de empréstimo que não estão contempladas nesse modelo de
prorrogação são as operações de cheque especial, cartão de crédito, crédito consignado,
financiamento imobiliário, crédito rural, desenvolvimento e câmbio, que têm políticas de
renegociação específicas.

A prorrogação de parcelas pelo aplicativo Banrisul Digital estará disponível até o dia 31
de maio. Em breve, serão divulgadas informações sobre o REPAC de crédito imobiliário,
rural e desenvolvimento. ...

Campanha do governo do Estado conscientiza população sobre cuidados para se evitar avanço do coronavírus


A Secretaria da Saúde montou ainda em janeiro um plano hospitalar de contingência e
enfrentamento ao coronavírus, com a destinação de leitos de enfermaria e UTI para o
tratamento dos casos, com previsão de expansão de acordo com a evolução dos níveis
da pandemia no Estado.

Os decretos e suas atualizações:

• Decreto 55.115, de 12 de março de 2020: dispõe sobre medidas temporárias de
prevenção ao contágio pelo novo coronavírus no Estado.
• Decreto 55.118, de 16 de março de 2020: estabelece medidas complementares de
prevenção ao contágio pela Covid-19.
• Decreto 55.128, de 19 de março de 2020: declara estado de calamidade pública em
todo o território do Estado do Rio Grande do Sul para fins de prevenção e de
enfrentamento à epidemia causada pela Covid-19.
• Decreto 55.129, de 19 de março de 2020: institui o Gabinete de Crise para o
Enfrentamento da Epidemia Covid-19, Conselho de Crise para o Enfrentamento da
Epidemia Covid-19, Grupo Interinstitucional de Monitoramento das Ações de Prevenção
e Mitigação dos efeitos da Covid-19 no sistema prisional do Estado do Rio Grande do Sul
e Centro de Operação de Emergência – Covid-19 do Estado do Rio Grande do Sul.
• Decreto 55.130, de 20 de março de 2020: altera o Decreto 55.128, de 19 de março de
2020, que declara situação de calamidade pública em todo o Rio Grande do Sul para fins
de prevenção e enfrentamento à epidemia causada pela Covid-19. ...

Seapen e Susepe emitem nota técnica restringindo acesso a presídios por conta do coronavírus


A Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) e a Superintendência dos Serviços
Penitenciários (Susepe) editaram, no fim da tarde desta segunda-feira (16/3), uma nota
técnica contendo recomendações para garantir a integridade de pessoas em privação de
liberdade, suas famílias, bem como dos servidores responsáveis pela custódia e escolta
dos apenados. Todas as medidas estão baseadas em recomendações de órgãos de saúde
e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Os termos da nota técnica (acesse link abaixo) foram validados pelo governador Eduardo
Leite em reunião realizada no Palácio Piratini. Também participaram o vice-governador e
secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior; o secretário da Administração
Penitenciária, Cesar Faccioli; a secretária da Saúde, Arita Bergmann; e o
superintendente da Susepe, Cesar da Veiga.

Faccioli sugeriu, ainda, a criação de um comitê interinstitucional de monitoramento das
ações sobre o Covid-19, com a participação de todos os poderes e instituições com
atuação no sistema prisional. "Neste momento, a prevenção é um ato de
responsabilidade que deve ser compartilhado por todos", afirmou o secretário da
Seapen.

Entre as principais medidas contidas na nota técnica, estão a suspensão de visitas pelo
prazo de 15 dias, a contar do dia 23 de março de 2020. Antes disso já serão
implementados protocolos de restrições preventivas.

Reforço em materiais
de limpeza e higiene

A partir desta terça-feira (17/3) e até o dia 22/3 serão suspensas as visitas de idosos
(acima de 60 anos), de crianças até 12 anos incompletos e gestantes. Além disso, fica
estabelecido o limite de um visitante por preso. Também estão suspensas visitas de
organizações da sociedade civil (OSC) e de instituições religiosas, bem como aulas de
Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Haverá, ainda, a publicação de orientação conjunta com o Judiciário, tratando da
suspensão temporária da realização de audiências com escolta de presos.

Como ação imediata, foi criada uma central de informações para o sistema prisional e
adquiridos lotes de máscaras e de álcool gel. A distribuição será feita pela Susepe.

Segundo o superintendente Cesar da Veiga, “as casas prisionais receberão reforço em
materiais de limpeza e higiene, esforço concentrado que será executado pela Divisão de
Segurança e Escolta”. Foi solicitado apoio ao Depen para o envio de lotes
suplementares. ...

Novas tecnologias auxiliam no controle da frequência nas escolas


segurança em uma instituição de ensino não é um diferencial. Já se tornou exigência, tanto
para garantir a tranquilidade dos pais, quanto para acalmar quem está dentro desse ambiente.
A partir do uso de novas tecnologias no controle de acesso, no entanto, está indo além do
simples controle de entrada e saída. Um bom sistema permite controlar, ainda, a frequência
dos estudantes às aulas, inclusive com a disponibilização desses dados por meio do portal do
aluno. Dessa forma, os responsáveis têm acesso às informações e podem verificar
inconsistências.

“Por isso o controle de acesso é tão importante. Ele dificulta esse tipo de evasão e promove a
segurança das crianças durante o período de aulas. Aliás, alguns sistemas vão além. Eles
oferecem recursos que notificam os pais, por meio de aplicativo, sempre que esse aluno
registra entrada ou saída. Portanto, ele inibe completamente iniciativas fraudulentas”, explica
o representante comercial do JPG Group, Paulo Sérgio Gomes.

Entre as alternativas utilizadas estão complexos sistemas de monitoramento em vídeo,
alarmes e, principalmente, opções de controle de acesso, as já conhecidas catracas. Instaladas
nos pontos de entrada e saída dessas instituições, elas ajudam a organizar o fluxo de pessoas,
limitando quem pode ou não circular naquele espaço. Por meio da integração com outros
equipamentos, como leitores de digitais ou cartões personalizados, esses equipamentos
ajudam a distinguir alunos, professores e outros empregados dessas instituições de possíveis
invasores.

No caso de entrada temporária de visitantes, sejam eles pais, funcionários terceirizados ou
prestadores de serviço, esses controles também garantem uma efetividade maior no
acompanhamento dos acessos. Isso porque permitem uma integração para cadastro dos
dados do visitante de forma que seu acesso tenha uma validade específica – a qual será
definida pela escola.

“O controle de acesso em escolas que atendem esse perfil pode trazer algumas soluções
bastante assertivas. A ativação das catracas, por exemplo, pode ser permitida somente na
presença dos pais. Se a criança tentar passar o cartão ou inserir sua digital em outro contexto,
sua saída será bloqueada. Nesse caso, o pai, a mãe ou o responsável pelo menor são quem
autoriza, com o próprio cartão, essa saída. O sistema reduz consideravelmente as chances de
a criança ser levada por algum indivíduo não autorizado”, completa Paulo Sérgio Gomes.

Outra solução consiste na integração do controle de acesso com o smartphone do responsável
pela criança. Por meio de um aplicativo com software integrado aos controles de acesso, é
possível saber a localização exata dos pais ou da pessoa autorizada a buscar os pequenos.
Assim, quando esse indivíduo entra no raio da escola, o cartão do filho fica automaticamente
liberado para passar na catraca, o que auxilia muito em relação ao tempo de espera, trânsito
e, também, no aumento do nível de segurança.

Ainda sobre a questão de crianças pequenas, é importante ter cautela na hora da escolha dos
equipamentos que vão ser instalados nas unidades de ensino. O uso da catraca convencional
de quatro ou três braços não é aconselhável já que, ao final do giro, há um pequeno solavanco
do aparelho, que pode bater nas costas ou na nuca do aluno pequeno. Para evitar esse tipo de
situação, o ideal é investir em controle de acesso com amortecimento de giro, como já
acontece na maior parte das tradicionais escolas de grande porte. Esse sistema permite uma
rotação mais suave, não causando o solavanco e, consequentemente, inibindo o risco de
atingir na criança.

Fonte: PlayPress ...

Governador entrega quase R$ 4 milhões em viaturas e equipamentos à Polícia Civil


Com R$ 3,9 milhões de investimento, o governador Eduardo Leite e o vice-governador e
secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, fizeram, nesta quinta-feira (12/3), a
entrega de 31 viaturas, 250 computadores, 15 notebooks e 13 binóculos para reforçar o
trabalho da Polícia Civil à chefe da corporação, Nadine Anflor.

“São quase R$ 4 milhões investidos em viaturas e equipamentos que qualificam a atuação da
nossa Polícia Civil, pois darão melhor estrutura técnica para os agentes”, destacou Leite após
a entrega simbólica das chaves.

“Importante frisar que estas viaturas são as últimas sem a semiblindagem. O Estado já fez um
processo de registros de preços para aquisição dos veículos, que são um pouco mais caros por
conta da blindagem do capô, do para-brisa e das portas laterais, mas vão garantir maior
proteção à vida dos nossos policiais e aprimorar o enfrentamento à criminalidade”,
acrescentou o governador, destacando que essas futuras viaturas serão destinadas também
para a Brigada Militar.

Segundo Ranolfo, a entrega feita nesta quinta-feira “representa a priorização do governo para
o investimento qualificado na Segurança Pública, uma das premissas do RS Seguro, tanto para
melhorar o serviço ao cidadão quanto para oferecer melhores condições de trabalho aos
agentes”.

Além disso, o Estado obteve o descontigenciamento de valores do Fundo Nacional de
Segurança Pública que, somados aos cerca de R$ 10 milhões que o Rio Grande do Sul já
recebeu, irão representar R$ 30 milhões para investir na área nos próximos meses.

“Temos ainda o PISEG (Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública).
Ontem (nesta quarta-feira), reunimos operadores de segurança de todas as regiões policiais e
de todas as nossas vinculadas com o objetivo de orientar essas pessoas que estão lá na ponta
e prepará-las para explicar o programa e fomentar os empresários das suas regiões a
colaborar, por meio da compensação de até 5% do ICMS devido em prol da Segurança”,
acrescentou o vice-governador.

O QUE FOI ENTREGUE:

1) 10 viaturas ostensivas (com logotipo da Polícia Civil)

Os recursos, que totalizam R$ 923 mil, são do saldo de um convênio de emenda parlamentar
de bancada de 2017.
Elas serão distribuídas a 10 delegacias, todas localizadas em Porto Alegre:

• 3 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 4 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 8 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 10 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 11 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 12 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 14 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 16 ª Delegacia de Polícia Distrital
• 20 ª Delegacia de Polícia Distrital
• Delegacia de Polícia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam)

2) 21 viaturas discretas (sem logotipo)

O investimento de R$ 1,6 milhão foi doado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública
(Senasp) para o Projeto Modernização das Delegacias de Homicídios.
As viaturas serão distribuídas para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, na
capital, e delegacias de homicídio de diversos municípios.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 12/3/2020 - Governador Eduardo Leite durante entrega de
viaturas, computadores, notebooks e binóculos para a Polícia Civil, na tarde desta quinta-feira
(12/3). Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini.
Diversos órgãos da Segurança Pública gaúcha serão beneficiados com notebooks e binóculos -
Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
3) 250 computadores
O investimento de R$ 1,25 milhão é oriundo da Consulta Popular 2018/2019 e do Fundo
Estadual da Segurança Pública (Fesp) 2019.
Os equipamentos serão distribuídos para vários municípios do Estado, incluindo os integrantes
do RS Seguro. ...

Paraná recebe grande evento sobre transformação digital no RH 4.0


Após grande sucesso em Curitiba e em São Paulo, o Employer Summit chega aos
Campos Gerais do Paraná para realizar mais uma intensa imersão na transformação
digital. O evento voltado para profissionais de Recursos Humanos e administradores é
gratuito e acontece em Carambeí, no dia 18 de março. Além disso, conta com a parceria
da Frísia Cooperativa Agroindustrial e da transnacional Microsoft.

Nesta edição, o Summit vai trazer palestras sobre como a transformação do mundo
digital pode impactar o setor do RH 4.0. Outra atração é o debate com especialistas na
área, que irão compartilhar seus pontos de vista em painéis dedicados para a discussão
desse tema. O evento ainda vai apresentar cases que tiveram sucesso com as
transformações tecnológicas e como as empresas estão se organizando para lidar com
essa constante mudança.

Entre os convidados do evento está Marlos Melek, o juiz federal do Trabalho que foi um
dos escritores da nova reforma trabalhista no Brasil. Também irá participar do encontro,
o coach de performance Fawez Tarbine, que falará sobre midset e transformação digital
no setor.

As Cooperativas Castrolanda e Capal; as empresas Atlas eletrodomésticos, JMalucelli e a
Agrária são algumas presenças confirmadas nos painéis e apresentação de cases.

2019

No evento que foi sediado em Curitiba no ano passado, a Electrolux mostrou aos
convidados como foi realizado o redesenho global dos processos de pessoas na empresa,
estratégia que envolveu múltiplas áreas do RH. Já O Boticário mostrou seu case de
sucesso e discutiu sobre a digitalização do RH dentro da corporação.

Apresentação de cases

As empresas que desejarem apresentar seus cases de sucesso no maior matchmaking
para networking da região podem se inscrever até 6 de março no link
http://bit.ly/2vslGie. Já os interessados em participar como ouvintes devem fazer o
registro por meio do link http://bit.ly/2PJ44FA. É importante lembrar que as vagas são
limitadas a 250 pessoas, por isso é recomendado garantir o ingresso o quanto antes.

Locomoção

Os interessados em participar do Employer Summit que residem em outros locais podem
fazer o deslocamento para Carambeí por meio de veículo pessoal, ônibus rodoviário ou
até mesmo avião. Conhecido como Aeroporto Sant'Ana, o Aeroporto Municipal de Ponta
Grossa está localizado a apenas 35 km de Carambeí e é uma ótima alternativa para
aqueles que desejam vir de locais mais distantes.

Fonte: Comunicare Agência
...

Efeitos da estiagem refletem na produção das culturas de verão, informa Emater


Conforme números preliminares, as culturas de verão, especialmente milho e soja,
tiveram grandes perdas em decorrência dos efeitos da estiagem que atinge o Rio Grande
do Sul. Com a confirmação desses dados, mesmo com o resultado negativo na produção
e produtividade, esta ainda será a quinta maior safra de verão da história do Estado,
com produção de 28,7 milhões de toneladas e um impacto econômico no valor bruto
superior a R$ 32 bilhões. Este levantamento sobre a situação das lavouras da safra de
verão 2019/2020 foi apresentado na manhã desta terça-feira (3/3) na Expodireto
Cotrijal, durante o tradicional encontro da Emater/RS-Ascar – conveniada à Secretaria
da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural – com a imprensa, em café da manhã
organizado na Casa da Família Rural.

O diretor técnico da Emater/RS, Alencar Rugeri, apresentou os dados coletados em todo
o Estado, considerando a situação das lavouras até final de fevereiro deste ano.
Analisando cada cultura, as grandes perdas envolvem as safras do milho, grão e
silagem, e da soja. A área de plantio do milho no Estado, considerando a estimativa
inicial e a área atual, teve aumento de 1,5%.

Porém, os reflexos da estiagem apontam redução superior a 20% na média de produção
e na produtividade da cultura. A produção esperada para esta safra era de 5,9 milhões
de toneladas e produtividade de 7,7 mil kg/ha, mas o cenário encontrado a partir do
levantamento indica redução de 21% na produção (4,6 milhões de toneladas) e
produtividade média de 5,9 mil kg/ha (redução de 22,3%).

Em relação ao milho silagem, a situação não difere. A redução da produção e da
produtividade chegam a cerca de 20%. A expectativa de produção inicial era de 12,5
milhões de toneladas, e a estimativa atual é de 9,9 milhões de toneladas, redução de
20,7%. Em comparativo com a safra passada (2018/19), a cultura do milho reduziu
18% da sua produção (em torno de 1 milhão de toneladas a menos).

A soja também apresentou resultados negativos na estimativa da safra de verão. Entre a
expectativa inicial e a estimativa atual, a redução na produção foi de 16,2%, nos mais
de 5,9 milhões de hectares plantados. Dos esperados 19,7 milhões de toneladas, a
cultura deverá encerrar a safra com produção aproximada de 16,5 milhões de toneladas.
Em comparação com a safra passada (2018/19), a cultura apresenta redução de 10% na
produção.

Os efeitos da estiagem afetaram as demais culturas de verão, como o feijão e o arroz.
Em comparação com a expectativa inicial e a estimativa atual, o feijão teve queda de
7,4% na produtividade e de 8,7% na produção.

Os resultados da safra do arroz também encolheram. A cultura teve redução de 1,8% na
área plantada (são 944 mil hectares de área cultivados atualmente) e,
consequentemente, queda na produção de 1,5% (110 mil toneladas a menos do que
expectativa inicial, que era de 7,5 milhões de toneladas).

A safra das culturas de verão 2019/2020 – diferentemente da crescente produção nas
últimas três safras (2017, 2018, 2019), que encerraram com saldo positivo – deve
finalizar com uma produção de 28,7 milhões de toneladas, ainda assim será a quinta
maior safra de verão da história do RS e gerará um impacto no valor bruto superior a R$
32 bilhões na economia gaúcha.

Reflexo para o Estado

O diretor técnico da Emater/RS, Alencar Rugeri, após anunciar os números de estimativa
da safra, apontou que a redução na produção das culturas de verão já era prevista no
início da safra, em função das dificuldades no clima. “Era uma preocupação constante. A
heterogeneidade na circulação de chuvas contribuiu para esses resultados e isso causará
a redução de rendimento por parte dos produtores”, disse. “Mesmo assim, apesar dos
números, essa é considerada a quinta melhor safra do Estado, em virtude do incremento
acentuado no rendimento de produção dos últimos anos.”

Rugeri afirmou que, por essa razão, a Emater sempre trabalhou em um tripé de ações
que envolvem gestão, planejamento e profissionalismo, para avançar em sistemas de
produção eficientes, considerando a conservação do solo, o uso de tecnologias que
minimizem esses impactos, como irrigação, além das estratégias e políticas públicas que
ajudem a mitigar as perdas.

O secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, participou
do anúncio da estimativa da safra e analisou os reflexos dos resultados e as
consequências da estiagem no Estado. “Nós vemos algumas perdas muito significativas,
em decorrência da estiagem, que ainda deixa o RS em alerta. Podemos ter ainda um
agravamento dessa estiagem nos próximos dias, pois a previsão do tempo é sem
chuvas, o que poderá transformar essa estiagem em seca, agravando ainda mais os
reflexos negativos na safra de verão”, comentou.

Covatti Filho ressaltou ainda algumas ações e políticas públicas que estão sendo
fomentadas no Estado, visando à minimização dos resultados da estiagem, como
incremento de recursos no programa de forrageiras, o programa Pró-Milho RS, além de
outras ações e encaminhamentos de demandas ao governo federal. ...

DetranRS determina suspensão das atividades de credenciados


Mais uma medida é adotada pelo DetranRS para tentar conter o avanço do coronavírus no
Estado. Foi determinada a suspensão das atividades dos Centros de Formação de
Condutores, dos Centros de Registros de Veículos Automotores e dos Estampadores de
Placas Veiculares em todo o RS.

Os Centros de Remoção e Depósito funcionarão em regime de plantão, atendendo a uma
pessoa por vez. As determinações serão publicadas em portarias específicas na próxima
segunda-feira (23/3).

Ninguém sairá prejudicado, pois foram suspensos ou prorrogados os prazos
administrativos. Ainda assim, o DetranRS informa que diversos serviços podem ser
realizados pela internet, por meio da Central de Serviços, ou do portal rs.gov.br.

Se necessário, o cidadão pode contatar o credenciado de sua preferência. As empresas
manterão canal de atendimento eletrônico através de quaisquer meios atualmente
disponíveis para esse fim, como celular (WhatsApp), e-mail ou redes sociais.

Fonte: Ascom DetranRS ...




Edição n° 201 - Março de 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 201
  • Edição n° 200
  • Edição n° 199







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821