Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 21 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26120747


Edicão n° 180 de Junho 2018


GERAL

"Sistema prisional que não recupera é problema do país inteiro", diz Raquel Dodge em seminário internacional


"Sistema prisional iníquo, que não recupera e encarcera mal é problema do país inteiro, e não
apenas de alguns entre nós". Esta é a avaliação da presidente do Conselho Nacional do
Ministério Público (CNMP), Raquel Dodge, feita em discurso na abertura do Seminário
Internacional de Execução Penal, na manhã desta segunda-feira, 18 de junho, no auditório do
CNMP, em Brasília-DF. O evento, que terá a duração de dois dias, discutirá as dificuldades
enfrentadas pelo Estado brasileiro na implementação de garantias estabelecidas
internacionalmente para o problema prisional.

"É preciso refletirmos sobre como tratamos nossos infratores, prevenimos a prática de novas
infrações e como recuperamos, após o cumprimento da sentença, essas pessoas para o
retorno à sociedade", afirmou a Raquel Dodge. "Dada a gravidade do problema, é necessário
que as instituições responsáveis pela execução penal trabalhem em conjunto e encontrem
soluções já a curto prazo, pois não há mais tempo para esperar por respostas de médio e
longo prazo", explicou.

A presidente do CNMP disse também considerar o Seminário Internacional de Execução Penal
como um dos eventos mais importantes já realizados pelo CNMP, por colocar o assunto na
agenda nacional e se propor a buscar reflexões profundas e soluções possíveis. "O que será
tratado aqui é relevante, pois atingirá problemas nodais para as futuras gerações de
brasileiros. Trataremos de frente, sem meias palavras, de questões gravíssimas", falou.

Para o presidente da Comissão do Sistema Prisional, Controle Externo da Atividade Policial e
Segurança Pública (CSP/CNMP), conselheiro Demerval Farias, repensar o sistema prisional é
medida urgente que se impõe a todas as instituições que compõem o sistema de justiça
criminal no País. "Não há dúvidas de que carecemos de alternativas que otimizem o manejo
dos mecanismos legais, judiciais e administrativos disponíveis para a superação da difícil
realidade carcerária Brasil afora", afirmou.

Também compôs a mesa de abertura o conselheiro do CNMP e ministro dos Direitos Humanos,
Gustavo Rocha, que enxerga no diálogo institucional o caminho para que o Brasil avance na
área da execução penal. "Todos temos a mesma opinião de que o sistema prisional precisa
mudar, e isso só será possível por meio de trabalhos conjuntos entre os Três Poderes e o
Ministério Público. Seminários, como o de hoje, com participantes tão qualificados, ajudam
muito na busca de soluções para essa questão, que é muito importante", disse.

Já para o presidente da Unidade de Capacitação do Ministério Público (UNCMP), conselheiro
Lauro Nogueira, "o assunto é extremamente delicado e deve ser priorizado pelo Ministério
Público brasileiro, que, por ser o titular da ação penal pública, deve se preocupar em garantir
o mínimo de dignidade àqueles atingidos pelo Estado na persecução penal.
...

DNIT alerta para bloqueio de pista na BR-116/RS, em São Lourenço do Sul


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), por meio da Unidade Local de
Pelotas, informa que na próxima quinta-feira (21/06) haverá interdição total de pista para a
realização das obras de duplicação no km 459,5, em São Lourenço do Sul. O bloqueio, em ambos
os sentidos da pista, ocorrerá às 15 horas e terá duração de aproximadamente 10 minutos. O
local estará sinalizado, visando a segurança e orientação aos usuários. Mais informações podem
ser obtidas por meio do canal da ouvidoria do empreendimento: 0800 60 11 116. Em caso de
chuva a atividade será cancelada.
...

Sema e Fepam fiscalizam empreendimentos de mineração dentro da APA do Banhado Grande


Técnicos da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e da Fundação
Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) fiscalizaram empreendimentos de mineração
localizados dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) do Banhado Grande, no município de
Santo Antônio da Patrulha.

Durante a operação de quanta (13) e quinta-feira (14), foram fiscalizados 16
empreendimentos entre os quais, lavras de rocha, saibro e areia, beneficiamento de minerais
e áreas degradadas em recuperação. Foram fiscalizados empreendimentos cuja competência
de licenciamento é municipal e também do órgão ambiental estadual.

A ação fiscalizatória resultou na suspensão das atividades de uma lavra de saibro, que estava
operando sem licença ambiental. Também foram verificadas irregularidades na operação de
cinco empreendimentos, que ocasionou a lavratura de autos de infração, além de exigências
de adequações das atividades.

A operação feita por analistas ambientais do Balcão de Licenciamento Ambiental Unificado do
Litoral, da Divisão de Unidades de Conservação da Sema e do Departamento de Fiscalização,
além das divisões de mineração e qualidade ambiental da Fepam, contou com a colaboração
de técnicos da prefeitura de Santo Antônio da Patrulha e apoio de policiais do Comando
Ambiental da Brigada Militar.
...

DNIT/RS promove palestras em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente


Desde 1972, o Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado em 5 de junho como forma de sensibilizar pessoas, organizações e países sobre a importância de proteger a natureza. Em alusão à data, a Unidade Local de Pelotas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/RS), por meio da Gestão Ambiental da duplicação BR-116/RS, realizou, entre os dias 5 e 7, palestras nos municípios de Tapes, Amaral Ferrador e Turuçu.

No dia 5, em Tapes, cerca de 30 alunos do curso de Gestão Ambiental da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) participaram da atividade a respeito do monitoramento da qualidade da água nas obras entre Guaíba e Pelotas. A equipe apresentou os impactos potenciais do empreendimento, os parâmetros analisados e as medidas de mitigação ambiental executadas, incluindo soluções de bioengenharia e de proteção dos taludes e margens dos cursos hídricos. Foram detalhados ainda os parâmetros que permitem calcular o Índice de Qualidade da Água (IQA), o qual classifica a qualidade da água em ótima, boa, razoável, ruim e muito ruim.

No dia 7, em Amaral Ferrador, a palestra Recursos Hídricos e a Gestão Ambiental da BR-116/RS foi apresentada para 31 integrantes do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Camaquã. Na ocasião foram abordados os impactos aos recursos hídricos, os princípios para uma agricultura sustentável e os elementos de constituição das microbacias hidrográficas, como topografia, geomorfologia e cobertura florestal. A equipe falou ainda sobre a execução do Programa de Monitoramento da Qualidade da Água, por meio do qual são coletadas, a cada três meses, amostras em 15 cursos d’água interceptados pelas obras.

Ainda no dia 7, em Turuçu, a Gestora Ambiental recebeu aproximadamente 20 produtores rurais do município para palestra Recuperação de Matas Ciliares e Áreas de Proteção Permanentes, com o objetivo de sensibilizar sobre a importância de manter a floresta preservada na beira dos rios, destacando benefícios como a conservação da biodiversidade, a proteção dos solos e dos recursos hídricos e o bem-estar das populações humanas. A equipe enfatizou os critérios do Novo Código Florestal e mostrou como os sistemas agroflorestais - forma de produção agrícola e florestal que tenta se aproximar ao máximo da dinâmica e estrutura de uma floresta natural - constituem-se em uma alternativa de recuperação ambiental capaz de gerar renda extra aos produtores. A atividade contou com apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Emater.


...

Operação investiga crimes envolvendo mudanças no Plano Diretor de Bento Gonçalves


O Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco –, Núcleo Serra, com apoio das Promotorias de Justiça de Bento Gonçalves e da Especializada Criminal da Capital, deflagrou nesta segunda-feira, 04, a Operação 165, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e colher provas sobre possíveis crimes cometidos na proposição, análise e futura votação do Plano Diretor do Município de Bento Gonçalves.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, sendo quatro em gabinetes da Câmara de Vereadores local e quatro nas casas de parlamentares.

Segundo o coordenador do Núcleo Serra do Gaeco, promotor de Justiça Reginaldo Freitas da Silva, as “apreensões foram autorizadas pela Justiça local e servirão para instrução e comprovação em procedimento investigatório criminal e inquérito civil que foram instaurados para investigar os fatos”. A denúncia foi levada ao Ministério Público por pessoas da comunidade e, em parte, confirmadas por parlamentares inquiridos pelos promotores de Justiça. Conforme o apurado, teria sido oferecida proposta financeira para que parlamentares propusessem e futuramente aprovassem emenda ao projeto que alteraria o índice de construção em área valorizada da cidade.

O nome da operação (165) corresponde ao número de uma emenda parlamentar que teria sido proposta. Participam da operação, também, os promotores de Justiça Alécio Silveira Nogueira, Elcio Resmini Meneses e Gílson Borguedulff Medeiros. ...

Eleições 2018: documento é assinado entre MP e MPF para uniformizar atuação


Foi assinada na quarta-feira, 30, instrução normativa conjunta entre Ministério Público Estadual e a Procuradoria Regional Eleitoral no RS com o intuito de uniformizar uma atuação conjunta com os promotores Eleitorais para as eleições de 2018, em especial porque a atribuição para a quase totalidade dos procedimentos perante a Justiça Eleitoral, nessas eleições, será do órgão do Ministério Público Federal, enquanto as ilegalidades podem ocorrer em qualquer parte do Estado.

O documento foi assinado pelo procurador-Geral de Justiça, Fabiano Dallazen, e pelo procurador Regional Eleitoral, Luiz Carlos Weber. O coordenador do Gabinete de Assessoramento Eleitoral, Rodrigo López Zilio, também participou do ato.

A Portaria Conjunta nº 01/2018, tem por objetivo, além da orientação, a delegação aos promotores Eleitorais de algumas atribuições, em especial aquelas de natureza investigatória. ...

Comércio eletrônico é tema de palestra em Pelotas


O comércio eletrônico e todas as suas oportunidades de negócios serão tema de palestra na cidade de Pelotas (RS). A atividade acontece no domingo (06/06) no Curi Hotel, em Pelotas (RS), das 9h às 18h. O tema será apresentado pelo executivo de TI e Professor de Extensão da PUC/RS em Marketing Digital, com grande experiência no tema, Ulisses Giorgi. O palestrante é formado em Ciência da Computação pela UFRGS, tem mestrado em Sistemas Distribuídos e Reativos pela mesma instituição. Possui MBA Extension em Negociação e Liderança em Harvard.

O evento conta com o apoio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Outras informações podem ser obtidas no site https://www.lucrodigital.com.br/ev-presencial-pelotas.

Sobre o Palestrante:

Começou sua carreira no Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO), depois foi consultor de TI na ONU e em seguida seguiu carreira como Executivo de Informática, atuando como Diretor de TI na Dell Computadores, empresa onde ficou por 13 anos e liderou times com mais de 100 pessoas ao redor do mundo (India, EUA, Brasil e Irlanda). Saiu da Dell para se dedicar aos seus empreendimentos online.

Dos prêmios em sua carreira, dois se destacam: um de inovação que lhe rendeu uma reportagem na revista Veja (a reportagem pode ser acessada aqui ou diretamente no Acervo Digital da Veja – o login é gratuito) e outro onde conquistou o tão cobiçado CIO 100 (veja aqui) – por liderar um dos 100 projetos mais inovadores do mundo em 2011. É também autor do livro Tribo do Mouse – Histórias, Dicas e Truques do Mundo Corporativo.

Mesmo assim, considera o maior prêmio de sua carreira o sucesso que vem trazendo a diversos empreendedores que desejam abrir sua loja virtual.

Hoje, além de fundador de CTO da LucroDigital, é professor do curso de extensão em Marketing Digital na PUC/RS e provê consultorias na área de e-commerce, repassando a fórmula do E-Commerce Vencedor, que atalha o caminho para o sucesso de qualquer loja virtual no Brasil.

Fonte: PlayPress ...

Lançamento de Campanha do Agasalho marca encontro de primeiras damas


A Campanha do Agasalho 2018 do Estado será lançada nesta segunda-feira (4), às 16h, durante o encerramento do 4º Encontro de Primeiras Damas - Protagonistas da Solidariedade. O evento será realizado na Sala da Música do Multipalco, no Theatro São Pedro, com a presença do governador José Ivo Sartori e da secretária do Gabinete de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori.

No dia, será apresentado o conceito da Campanha do Agasalho deste ano, que visa incentivar a arrecadação de qualquer tipo de agasalho, principalmente de peças infantis.

O Encontro de Primeiras Damas, organizado pelo Gabinete de Políticas Sociais, será realizado a partir das 14h, também na Sala da Música, do Theatro São Pedro. Durante o evento será discutido as possibilidades de utilização de incentivos fiscais como o Programa Nota Fiscal Gaúcha, Lei da Solidariedade, Pró-Esporte, Pró-Cultura e Campanha Escolha o Destino.

Programação

13h30 - Credenciamento

14h - Abertura oficial

14h20 - Utilização de incentivos fiscais para projetos sociais

16h - Lançamento da Campanha do Agasalho 2018 ...

PRF prende criminosos na BR 116 em Guaíba


A PRF prendeu dois criminosos que estavam com um carro recém roubado na
noite desta quarta-feira (31), na BR 116, em Guaíba. A ação ocorreu após
perseguição em alta velocidade em tentativa de fuga.

Policiais Rodoviários Federais que realizavam policiamento ostensivo em
Eldorado do Sul e deram ordem de parada para um automóvel Ka que
deslocava sentido interior. O condutor do veículo desobedeceu a ordem de
parada e iniciou uma fuga em alta velocidade. Já na BR 116, em Guaíba,
após 5 km de fuga, já com a viatura da PRF no seu encalço, o veículo
colidiu contra a mureta do viaduto do Bairro Santa Rita, onde foi abordado.

Ao contatar o proprietário do automóvel, a PRF descobriu que ele estava
deslocando para a delegacia pois tinha tido o veículo roubado em Porto
Alegre alguns minutos atrás.

Os dois criminosos, de 18 e 19 anos e que já tinham antecedentes por
roubo e receptação, foram presos em flagrante. Após lavratura do auto de
prisão na área judiciária foram recolhidos para o sistema prisional.

...

MP protocola manifestação para garantir liminares em relação à extinção da Cientec


A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público protocolou, nesta quarta-feira, 30, manifestação pedindo ampliação e ratificação das liminares deferidas em 10 de abril pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre em ação civil pública ajuizada pelo MP que suspendeu a extinção da Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec). A manifestação, com pedido de imposição de multa, pleiteia a suspensão dos efeitos do decreto publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira e o cancelamento dos atos de execução que implicam no descumprimento das liminares. A ação foi ajuizada pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público em 27 de março pela promotora de Justiça Luciana Ribeiro Alice.

Conforme a ação, é preciso evitar o risco de prejuízo ao erário pelo descumprimento de convênios vigentes com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), bem como pela não realização do inventário dos bens – tanto da Cientec quanto da Finep. Ainda há risco ao interesse público em virtude da ausência de assunção das funções da Cientec por qualquer órgão público, já que há serviços que são prestados unicamente pela Fundação. Na decisão de abril, a juíza Vera Regina Cornelius da Rocha Moraes destacou que “diante da natureza do serviço prestado pela Cientec, a sua extinção nos próximos sete dias, sem o devido planejamento da transição das atividades causará um risco demasiado grande para a sociedade”.

LIMINARES

Na decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública, foi deferiu o pedido do MP para que sejam cumpridos os convênios firmados e vigentes com a Finep ou que sejam feitas as rescisões formais dos contratos, observando-se a relação custo-benefício ao erário, como já orientado pelo TCU. No caso de rescisão dos convênios, deverá ser apresentada a prévia prestação de contas e devolução dos bens de terceiros e que seja feito um levantamento físico, com a identificação de propriedade e localização dos bens móveis e imóveis. Entre outras medidas, a intenção é que sejam discriminados os valores de compra e importação dos equipamentos e que seja organizado um planejamento da guarda e conservação dos bens.

CONSELHO ESTADUAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Outra liminar deferiu a solicitação do MP para que o Estado ouça previamente o Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, órgão responsável por definir a política estadual sobre o tema e que deverá indicar as prioridades para o cumprimento dos convênios com a Finep e a destinação do patrimônio da Cientec.

BENS MÓVEIS E IMÓVEIS

Também foi determinada, em abril, a proibição do Estado de alienar os imóveis da Cientec onde estão instalados os laboratórios, até a definição sobre a sucessão nos convênios indicados pela Finep como vigentes e o destino dos equipamentos que os integram.

Em relação aos bens móveis, a Justiça já havia determinado que o Estado apresentasse o plano de extinção da Cientec que assegure a destinação do patrimônio conforme suas finalidades legais e conveniais e a sua conservação de forma a evitar prejuízos ao erário. Ainda, deverá garantir a manutenção, sem solução de continuidade, dos serviços que presta com exclusividade no Estado durante o processo de extinção.

SUCESSÃO

A ação civil pública frisa que é inviável a sucessão da Cientec pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia se não forem rescindidos os contratos e as respectivas contas não forem prestadas. O entendimento é que a ausência de um planejamento adequado da extinção provoca o risco de sucateamento dos laboratórios tecnológicos que possuem equipamentos sofisticados que demandam conservação, climatização, instalação, transporte e reinstalação especializada.
...

Investigação descobre bactéria e fraude em embutidos de frigorífico gaúcho




A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco – Núcleo Segurança Alimentar cumpriram, nesta terça-feira, 29, três mandados de busca e apreensão em dois frigoríficos e um matadouro nas cidades de Bento Gonçalves, Flores da Cunha e Anta Gorda. Os mandados foram cumpridos nas sedes das empresas Aida Alimentos, Matadouro Gavazzoni e R. Moretto – Frigorífico. De acordo com as investigações, os investigados associaram-se para cometer crimes contra a saúde pública através da adição de amido e Carne Mecanicamente Separada (CMS), além de compra de produtos de péssima qualidade para a fabricação dos produtos da empresa Aida. A prática torna os produtos impróprios ao consumo humano.

A intenção das buscas é localizar embutidos adulterados e produtos químicos utilizados de forma irregular, além de documentos e equipamentos eletrônicos. A Operação Incassato (embutido em italiano) é coordenada pelo promotor de Justiça de Defesa do Consumidor e coordenador do Gaeco Segurança Alimentar, Alcindo Luz Bastos da Silva Filho. Também participam os promotores de Justiça Especializada Criminal, Mauro Rockenbach, e de Defesa do Consumidor, André Marchesan. Os trabalhos contam com o apoio de Seapi, Receita Estadual, Fepam, Mapa e Brigada Militar.

A Fepam lavrou dois autos de infração às empresas Aida e Moretto por lançamento de resíduos sem tratamento de efluentes. A empresa Gavazzoni será notificada pela Fepam para adequação à legislação ambiental. O frigorífico Moretto não poderá receber novos animais para abate até a regularização correta dos resíduos da lavagem de caminhões. Além disso, foram coletadas amostras dos embutidos encontrados nos locais para análise pelo Laboratório Nacional Agropecuário - Lanagro.

BACTÉRIA

Laudos realizados pelo Lanagro a partir de fiscalizações da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) na empresa Aida Alimentos constataram a presença da bactéria Listeria monocytogenes na copa fatiada, um agente biológico altamente nocivo e letal. De acordo com o Lanagro, a bactéria é causadora da doença chamada listeriose, infecção que tem incidência baixa, mas alto grau de severidade e alto índice de mortalidade (20% a 30%). A listeriose pode causar problemas sérios em gestantes, recém-nascidos, idosos e pacientes debilitados e imunodeprimidos. Os sintomas iniciais são semelhantes a uma gripe: com febre, mialgias e dor de cabeça, seguidos de complicações, como aborto, feto natimorto, nascimento prematuro e infecções neonatais. A listeriose invasiva, por sua vez, pode afetar o sistema nervoso central e causar meningite, meningoencefalite e abscessos no cérebro. Ela atinge, principalmente, pacientes com mais de 50 anos e causa febre, alterações na percepção sensorial e dor de cabeça.

AMEAÇA A CELÍACOS

As análises dão conta, também, que os produtos pepperoni, apresuntado, presunto cru e presunto tipo Parma continham amido em quantidade superior à prevista na legislação (no caso do pepperoni, presunto cru e presunto tipo Parma, a legislação sequer permite a presença de amido e, em relação ao apresuntado, o insumo estava em quantidade superior à permitida). Além disso, foi encontrado amido em presunto cru tipo italiano fatiado, produto cujo rótulo afirma, nas informações nutricionais, que o percentual de carboidratos é 0% e que o produto não contém glúten. No entanto, como não se tem conhecimento de qual tipo de amido foi adicionado ao embutido, pode haver glúten nos produtos. Isso coloca em sério risco a saúde da população, sobretudo as pessoas celíacas, que não podem entrar em mínimo contato com a substância. O amido seria utilizado para aumentar o peso dos produtos, o que consiste em fraude econômica.

O Lanagro também constatou a presença de nitrito de sódio em quantidade superior à permitida em amostras de mortadela sem toucinho com ervas finas. A utilização do insumo deve ser limitada e atender aos padrões da legislação, pois há estudos que relacionam o alto consumo a alguns tipos de câncer.

CARNE MECANICAMENTE SEPARADA

A fraude econômica também foi identificada a partir da detecção de indícios do uso de Carne Mecanicamente Separada (CMS) em produtos onde a prática é proibida (pepperoni) ou em quantidade superior ao permitido pela legislação. No caso do apresuntado, houve adição de 38% de CMS, o que faz com que mais de um terço da composição do produto seja constituída de insumo de custo quase cinco vezes menor que a carne suína e constituída de ossos, carcaça ou parte de carcaça de animais de açougue (aves, ovinos e suínos). Ainda, não se trata de um produto seguro, uma vez que não se sabe qual é a sua procedência. O CMS foi encontrado em vários produtos da empresa.

Além disso, os resultados das análises dos parâmetros como a putrescina e cadaverina podem indicar a utilização de matéria-prima de má qualidade (carne vencida ou em decomposição, por exemplo).

PRISÃO EM 2017

Em abril de 2017, durante operação da Força-Tarefa do Ministério Público Estadual – Programa de Segurança Alimentar, com participação do efetivo da Vigilância Sanitária Municipal de Bento Gonçalves e Estadual, além da Secretaria Estadual da Agricultura, foi constatada a reutilização de carne vencida e imprópria ao consumo humano na confecção de embutidos pela Aida Alimentos. O proprietário, Mauro Francisco Gasperin, foi preso em flagrante por cometer crimes contra as relações de consumo e falsificação de selo emitido por autoridade. Foram inutilizadas aproximadamente três toneladas de produtos impróprios ao consumo, o que gerou denúncia criminal. A empresa foi autuada diversas vezes pela fiscalização estadual entre os últimos dois anos, o que não impediu a continuidade dos crimes.
...

Butiazais de Tapes motivam homenagem a pesquisadoras


Desde o século XIX, diversos naturalistas e visitantes descreveram suas viagens pelo Brasil, e suas obras traziam longas narrativas com destaque de suas percepções sobre o sul do País. Dentre as várias áreas que sempre foram motivo de amplas discussões chamava a atenção extensas áreas com butiazais no Rio Grande do Sul. Estas formações, na região de Tapes, são formadas por grandes áreas de campos, intercaladas com butiazais e com áreas úmidas.

A região sempre teve grande importância econômica em virtude de extensos butiazais que constituíam base para o desenvolvimento econômico regional, e ao mesmo tempo conservavam paisagens e ecossistemas únicos no Estado. Esta situação levou à necessidade de se desenvolver pesquisas que viessem a fornecer elementos importantes para viabilizar o desenvolvimento da região e com utilização de recursos da biodiversidade, através de firmes bases cientificas.

Assim sendo, já desde os primeiros anos deste novo século, iniciaram-se pesquisas com os butiazais, através de parcerias desenvolvidas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Fundação Zoobotânica (FZB), as quais nos anos seguintes passaram a ser incrementadas com projetos internacionais (Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) – BIRD) e parcerias com a EMBRAPA-Clima Temperado.

O produto destas integrações deu origem a vários projetos e atualmente, conta com o desenvolvimento da Rota dos Butiazais, que envolve inúmeras instituições dos mais diferentes setores da sociedade do Rio Grande do Sul, (ONGs, Universidades, Embrapa, Sema, artesãos, prefeituras), e que já está se estendendo além fronteiras (Brasil, Uruguai e Argentina).

As atividades que vem sendo desenvolvidos nestes anos todos, na comunidade de Tapes, levaram à situação de proposta de homenagem aos pesquisadores envolvidos nas atividades. A proposta para a homenagem foi encaminhada à Câmara Municipal de Vereadores pelo Movimento Os verdes de Tapes , e pela Fazenda São Miguel.

Neste sentido, a Câmara de Vereadores de Tapes, aprovou o Decreto Legislativo n° 002/2018, o qual concede homenagem as pesquisadoras Rosa Lia Barbieri, da Embrapa=Clima Temperado e à Luiza Chomenko, da Sema pelos projetos desenvolvidos no “Butiazal de Tapes”, prestando relevantes serviços à comunidade de Tapes.

A data da homenagem será definida nas próximas semanas.


Dúvidas Frequentes
...




Edição n° 180 - Junho 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821