Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 28 de Outubro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31649692


Edicão n° 199 de Janiero de 2020


ESPECIAL

Última semana para parcelar o IPVA 2020 em até três vezes


O motorista que pretende parcelar o IPVA em até três vezes tem até o dia 31 de janeiro para
realizar o primeiro pagamento. Quem optar por essa modalidade terá um desconto de 3%
sobre o valor da parcela. As próximas duas serão em fevereiro, até o dia 28, e março, até o
dia 31. Os descontos serão 2% para a segunda parcela e 1% para a terceira.

Também há opção de pagamento antecipado do valor integral do tributo. Quem quitar o IPVA
também até o dia 31 de janeiro pode ter até 22,4% de desconto, considerando uma redução
de 3% no valor do tributo pela antecipação e a soma das vantagens dos programas Bom
Motorista e Bom Cidadão.

A consulta de dados relativos aos veículos, como valores a pagar, multas e pendências podem
ser acessados no site do IPVA ou no aplicativo para dispositivos móveis – IPVA RS –,
disponível gratuitamente na App Store e na Google Play.

O pagamento do IPVA 2020 pode ser realizado diretamente nos sistemas online ou
presencialmente nos bancos credenciados: Banrisul, Bradesco, Santander, Sicredi, Banco do
Brasil (somente para clientes) e Agências Lotéricas da Caixa. Basta ter em mãos o Certificado
de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) ou apenas a placa e o Renavam do veículo.

A taxa de licenciamento do veículo, multas de trânsito e o seguro DPVAT (Seguro de Danos
Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) podem ser pagos
separadamente do IPVA. Um tributo não interfere no pagamento do outro.

Bom Motorista e Bom Cidadão

Os descontos de Bom Motorista e Bom Cidadão podem ser acumulados e são válidos para
pagamento de IPVA antecipado, parcelado ou conforme o calendário de vencimento por
placas.

Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos terão dedução de 15% no
valor do tributo. Para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10%, e para quem
ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%. No Rio Grande do Sul, mais de 1,7 milhão
de contribuintes têm direito ao desconto do Bom Motorista no IPVA 2020, o que representa
45,8% da frota tributável.

O desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dará aos proprietários de veículos inscritos no
programa Nota Fiscal Gaúcha desconto de 5% para os que acumularam no mínimo 150 notas
fiscais com CPF, 3% para os que tiveram entre 100 e 149 notas e 1% para quem acumulou
entre 51 e 99 notas. Esses descontos serão aplicados para 552,6 mil cidadãos.

Dúvidas

Para IPVA de exercícios anteriores (inscritos em Dívida Ativa) os pagamentos devem ser
realizados exclusivamente no Banrisul, Banco do Brasil (somente para correntistas) e Banco
Sicredi.

Para questões referentes a cadastros de veículos, licenciamentos e multas de trânsito, o
contato deve ser feito diretamente com o Detran e CRVA’s. Outras eventuais dúvidas podem
ser esclarecidas por meio do canal Dúvidas Frequentes ou pelo Plantão Fiscal Virtual,
ferramenta online disponível no site da Receita Estadual.

A partir do IPVA 2020, a Receita Estadual e o DetranRS irão utilizar a mesma base de dados
para cadastramento dos cidadãos que desejam receber informações sobre o tributo via e-mail
e celular. Para se cadastrar, basta acessar o site do DetranRS, clicar na opção “Entre ou
Cadastre-se” e autorizar o envio de mensagens por e-mail e SMS. O cadastramento dos e-
mails também pode ser feito nos sites do IPVA e da Receita Estadual.

Serviço

Quem paga?
Todos os proprietários de veículos automotores fabricados a partir do ano 2000.

Como pagar?
Para quitar o imposto, o proprietário deverá apresentar o Certificado de Registro e
Licenciamento do Veículo (CRLV). Junto com o IPVA, é possível pagar o seguro obrigatório
(DPVAT), taxa de licenciamento e multas de trânsito.

Onde pagar?
No Banrisul, Bradesco, Santander, Sicredi, Caixa (loterias) e Banco do Brasil (somente para
clientes).

...

Secretaria Municipal de Serviços Urbanos da destinação correta para mais de 400 unidades de pneus inservíveis


A Secretaria de Serviços Urbanos de Charqueadas vem realizando o recolhimento de pneus
usados e enviando-os para serem reciclados. Isso somente é possível porque o poder público e a
iniciativa privada firmaram convenio através da Agência Nacional da Indústria de Pneumáticos –
ANIP.

Nesta semana foram enviados para descarte correto mais de 400 pneus inservíveis, respeitando
a Logística Reversa, que tem o foco no retorno de materiais já utilizados para o processo
produtivo visando o reaproveitamento ou descarte apropriado de materiais e a preservação
ambiental, conforme disposto na Lei Federal nº 12.305/2010.

Segundo o Secretário de Serviços Urbanos, geógrafo Fernando Araujo Nunes "esta logística não
tem custo nenhum para os cofres públicos, assim que o pneu não tem mais a função pelo qual
foi projetado, ele deve ser encaminhado para um local específico até seu descarte definitivo, em
Charqueadas este local é a Secretaria de Serviços Urbanos. Evitamos assim a proliferação de
inúmeros vetores que podem ser prejudiciais à saúde como por exemplo, a proliferação do
mosquito da dengue".

Os munícipes podem trazer seus pneus inservíveis até a Secretaria de Serviços Urbanos que está
localizada na Rua José Rui de Ruiz, nº 1.110 com atendimento das 8h às 12h e das 13h às 17h
ou para mais informações pelo telefone 3958-8441. ...

Inscrições para o projeto Fábrica de Gaiteiros abrem no dia 1° em Butiá


A Prefeitura de Butiá, através da Coordenadoria de Cultura e Turismo (CCT), estará abrindo
as inscrições para a nova turma do Projeto Fábrica de Gaiteiros. As vagas são destinadas a
crianças e adolescentes de 5 a 15 anos. Os responsáveis dos alunos deverão comparecer
Espaço Cultural, a partir do dia 1°de fevereiro, das 9h às 12h e das 14h às 17h, para
realização da matrícula.

O Fábrica de Gaiteiros é realidade em Butiá há cinco anos. Ao longo deste período, dezenas
de butiaenses passaram pelas aulas coordenadas pela professora Adriana de Los Santos. O
projeto é uma parceria entre o Executivo Municipal e o Instituto Renato Borghetti.
No momento da inscrição, é necessário ou responsáveis legais estejam munidos com o
documento de identificação próprio e do aluno.
...

Charqueadas: Conselho de Sentença do julgamento de três réus do caso Ronei Jr. é dissolvido e júri será remarcado


O pedido de mais informações por um jurado sobre a causa da morte do adolescente
Ronei Faleiro Jr., assassinado na saída de uma festa em Charqueadas no ano de 2015,
levou à dissolução do Conselho de Sentença, decretada nesta quarta-feira, 22, pela
magistrada que presidiu os trabalhos, Greice Moreira Pinz. O questionamento surgiu
após o debate entre acusação e defesa, antes que os jurados se reunissem para a
votação final.

A juíza colocou em votação a necessidade de esclarecimentos de um perito em relação à
causa da morte de Ronei Faleiro Jr. e, como um dos sete jurados votou positivamente,
houve a dissolução do Conselho de Sentença. A tese defensiva de um dos réus, da qual
o MP discorda frontalmente, é de que um problema de coagulação na vítima pode ter
influenciado na sua morte.

O promotor de Justiça Marcio Abreu Ferreira da Cunha, titular da Comarca de
Charqueadas, informou que o Ministério Público apresentará quesitos à perícia e aguarda
a marcação de uma data para o novo julgamento, que ainda dependerá da entrega do
laudo. A intenção é esclarecer qual o grau de influência da síndrome que acometia Ronei
Jr. na morte.

O Tribunal de Justiça informou que a ordem dos júris será mantida. Sendo assim, os
réus Peterson Patric Silveira Oliveira, Vinícius Adonai Carvalho da Silva e Leonardo
Macedo Cunha serão julgados antes de Alisson Barbosa Cavalheiro, Volnei Pereira de
Araújo e Geovani Silva de Souza, cujo júri está marcado para 13 de abril. Jhonata
Paulino da Silva Hammes, Matheus Simão Alves e Cristian Silveira Sampaio serão
submetidos a júri popular em 27 de abril. ...

Corsan lança campanha alertando para forte estiagem e propõe consumo consciente de água


O Rio Grande do Sul está enfrentando um período de forte estiagem e calor constante,
com escasso volume de chuvas e registro de altas temperaturas. Nessas horas, o
consumo consciente de água se faz necessário para garantir o abastecimento da
população. Para lembrar que a cooperação de toda a comunidade é imprescindível nesse
momento crítico do Estado, a Corsan lança nesta quarta-feira (22/1) uma campanha de
conscientização em todos os municípios atendidos, com foco em anúncios de rádio e de
mídias sociais.

Pequenas atitudes diárias fazem a diferença na preservação dos recursos hídricos e
também na conta de água. Hábitos que levem ao desperdício devem ser evitados.

Dicas para usar água com responsabilidade:

Não deixar torneira aberta enquanto lavar louça ou roupa.
Evitar banhos longos e procurar se ensaboar com o chuveiro desligado.
Fechar a torneira ao escovar os dentes.
Optar por vassoura e balde para lavar o quintal.
Usar regador para molhar plantas nos horários de menos incidência de sol.
Colocar o máximo de roupas na máquina a cada lavagem.
Regular válvulas de descarga.
Ficar de olho em vazamentos e torneiras pingando.

Texto: Ascom Corsan
...

Executivo e legislativo solicitam cursos técnicos e profissionalizantes para Eldorado do Sul


Qualificar a mão de obra para o mercado de trabalho e oferecer oportunidades de
emprego aos jovens de Eldorado do Sul. É o que o Prefeito em exercício, Ricardo Alves
Santos e o Vereador Juliano Soares estão trabalhando para conseguir ao município. Na
manhã desta segunda-feira (20), ambos estiveram na Secretaria Estadual de Educação,
para protocolar a entrega de um ofício à Secretária adjunta da pasta, Ivana Flores, a fim
de solicitar a inclusão na grade curricular das escolas de Ensino Médio, instaladas na
cidade, de cursos técnicos e profissionalizantes.

Considerando que Eldorado do Sul possui uma grande quantidade de jovens e que estes,
em sua maioria, não têm opções de aperfeiçoamento para atuar nas inúmeras empresas
de médio e grande porte instaladas na cidade. Na região industrial de Eldorado, existem,
aproximadamente, cerca de 6.000 postos de trabalho, porém, muitas vezes, a mão de
obra advinda do município é pouca competitiva, devido à baixa qualificação técnica e
profissional.

“Para quem quer entrar no mercado de trabalho, a educação técnica é o melhor
passaporte para conseguir o primeiro emprego. Nossa proposta é oferecer aos nossos
estudantes uma educação de excelência. Por isso, estamos lutando para trazer cursos
técnicos e profissionalizantes de qualidade. A reunião, desta segunda-feira, representa
um passo importante nesta direção, para oferecermos uma alternativa de qualificação
profissional aos nossos jovens”, ressaltou o Prefeito em exercício, Ricardo Alves. ...

Paradouro na BR 290 em Eldorado do Sul


O Distrito do Parque Eldorado em frente ao Guaíba Country Club, vem se tornando uma
excelente opção para os motoristas que circulam pela BR 290 e desejam fazer uma parada
na metade do caminho entre Porto Alegre e a fronteira oeste. O local vem sendo usado
como opção para refeições (tanto lanches quanto almoço e janta), principalmente por
turistas argentinos (fofo).

Além de um local com sombra e estacionamento amplo o “centrinho” também oferece
excelentes opções em gastronomia, como bares, restaurantes e lancherias.

A Ribb’s Hamburgueria vem se destacando como uma destas opções para lanches, sorvetes
e um gostoso Açaí a moda da casa. O proprietário Vanderson, garante que o Açaí servido
no Ribb’s Hamburgueria é o melhor da região.
Vale a pena conferir!
...

Chuvas retomam ânimo dos produtores e soja segue em desenvolvimento


Com 99% da área prevista para a safra de 5.978.967 hectares já implantada, as lavouras de
soja no Rio Grande do Sul estão 56% na fase de desenvolvimento vegetativo, 34% em
floração e 10% em enchimento de grãos. De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado
pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (16/1), em parceria com a Secretaria da Agricultura,
Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), na região de Santa Rosa, as condições físicas do
solo em termos de retenção de água têm estabelecido diferentes condições de
desenvolvimento às plantas.

Em parte das lavouras em desenvolvimento vegetativo, vem ocorrendo murchamento de
folhas; naquelas mais adiantadas, tem havido abortamento de flores nas primeiras camadas.
Em solos mais rasos ocorre morte de plantas devido ao déficit hídrico (reboleiras).

Em geral, o desenvolvimento das lavouras de soja ainda é satisfatório, mesmo diante da falta
de umidade e altas temperaturas das duas últimas semanas. A permanência dessas condições
de tempo pode resultar em perdas de produtividade. A irregularidade de chuvas indicará os
percentuais de perdas.

Na Regional de Ijuí, a cultura da soja foi bastante afetada pela estiagem, comprometendo o
desenvolvimento das lavouras plantadas em outubro. Os produtores retomaram as aplicações
de fungicidas de forma preventiva. Há registros de ataque de ácaros e tripes. Na de Soledade,
as condições do tempo ainda não permitiram concluir os plantios previstos para a safra, mas a
boa notícia do período foi o volume de chuva na região (de 40 a 100 milímetros), amenizando
de forma parcial os reflexos da estiagem, principalmente na região do Baixo Vale do Rio Pardo,
onde há registros de mortes de plântulas em lavouras com semeadura tardia.

Em geral, evidenciaram recuperação as lavouras em desenvolvimento vegetativo que tiveram
crescimento e desenvolvimento reduzido no período da estiagem. Há registro de baixa
incidência de pragas, não sendo necessárias medidas de controle.

Potencial produtivo do milho é variado

No milho, apesar das chuvas ocorridas no Estado, os acumulados não revertem o déficit
hídrico em boa parte das lavouras, que tem prejudicado o desenvolvimento da cultura.
Totalmente implantada no RS, a cultura do milho encontra-se 20% em germinação e
desenvolvimento vegetativo, 13% em floração, 28% em enchimento de grãos, 26% maduro e
13% dos 771 mil hectares já foram colhidos.

Na Regional Administrativa da Emater/RS-Ascar de Ijuí, que corresponde a 10% da área
cultivada com milho no Estado, a cultura está em maturação em 50% das lavouras, e
granação em 30%. O potencial produtivo varia muito; diversos municípios apontam perdas
superiores a 50% e em alguns no Corede Celeiro não há perdas.

A colheita do milho avança, chegando a 17% da área cultivada para produção de grãos e 64%
para silagem. As lavouras colhidas para silagem apresentam rendimento de 25 a 30 mil quilos
por hectare, muito abaixo da estimativa inicial. A massa verde está desidratada, com
consequente perda de qualidade. Áreas da região Celeiro apresentam boas produtividades, e a
colheita ultrapassa 35% das lavouras em alguns municípios. Com a melhora das condições de
umidade do solo, os agricultores estão manejando as áreas para o segundo plantio da cultura.

Na região de Santa Rosa, maior produtora de milho do Estado, com 15,4% da área, a cultura
está 42% em maturação, com a colheita avançando para 45% das lavouras, com leve redução
no rendimento, devido à baixa umidade do solo nos últimos dias e ocorrência de poucas
chuvas, atingindo lavouras em plena floração e formação inicial do grão. Tal quadro pode
reduzir a produtividade do milho safrinha e das lavouras semeadas mais no tarde, que se
encontram nos estágios reprodutivos e de enchimento de grãos, notadamente as que mais
sofrem em função da restrição de umidade.

Na de Lajeado, no Vale do Taquari, o milho é cultivado tanto para produção de grãos como
para silagem. Dos 90 mil hectares previstos, 60% se destinam à silagem e 40% para a
produção de grãos. Nesta safra, em função da falta de chuvas, tem ocorrido o corte para
silagem de lavouras de milho, inicialmente destinadas à produção de grãos.

As perdas variam conforme a época do plantio. Das lavouras plantadas no cedo, que
representam 30% do total, a maior parte foi destinada para silagem. Essas foram afetadas
pelo excesso de chuvas durante a germinação e o início do desenvolvimento vegetativo,
principalmente em outubro, onde ocorreram mais que 400 mm de chuvas. As lavouras ficaram
com estande de plantas desuniforme e população abaixo da recomendada. O milho conseguiu
florescer e encher o grão, porém teve perdas em termos de volume e qualidade.

Nas lavouras plantadas em outubro, o milho floresceu em plena estiagem, dificultando a maior
parte da fecundação da espiga. Metade das lavouras foi implantada em novembro e dezembro,
e se encontram em desenvolvimento vegetativo e pré-floração e, apesar de a estiagem ter
comprometido o seu desenvolvimento, não há condições de contabilizar perdas.

Texto: Ascom Emater/RS-Ascar ...

Estado divulga rodovias com radares móveis entre 16 e 19/1


Aproximadamente 80 radares móveis reforçam a fiscalização dos veículos que circulam nas
rodovias do Rio Grande do Sul. Esta semana, os equipamentos operam nas seguintes estradas,
entre outras:

• ERS-389, entre Osório e Torres
• ERS-030, entre Gravataí e Tramandaí
• RSC-265, na região de São Lourenço do Sul
• ERS-129, entre Encantado e Vespasiano Corrêa
• ERS-324, entre Passo Fundo e Casca
• ERS-344, entre Santo Ângelo e Porto Mauá

A divulgação das rodovias estaduais com fiscalização reforçada por radares móveis é informada
semanalmente aos veículos de imprensa. O objetivo é aumentar a segurança dos motoristas na
temporada de verão. A ação é coordenada pela Secretaria de Logística e Transportes, em
conjunto com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), a Empresa Gaúcha de
Rodovias (EGR) e o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM).

A iniciativa integra a operação RS Verão Total, promovida pelo Governo do Estado até o dia 2 de
março de 2020. ...

Polícia Civil lança campanha de prevenção a golpe contra idosos


Criminosos têm multiplicado formas de aplicar golpes se aproveitando da vulnerabilidade de
idosos. Para ajudá-los a se protegerem, a Polícia Civil lançou na manhã desta quinta-feira
(16/1), em Capão da Canoa, a campanha “Vamos ajudar a cuidar de quem sempre nos
cuidou”. A iniciativa, um conjunto de dicas que explicam como acontecem os tipos mais
aplicados de golpes e orientações para evitá-los, faz parte das ações da instituição na
Operação RS Verão Total, que se estende até 2 de março em todo o litoral gaúcho.

Segundo dados apurados pela Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso de Porto Alegre, no
ano de 2019 foram registrados 204 estelionatos e cinco extorsões contra pessoas idosas
apenas nesta DP. A campanha fará a divulgação, por meio da imprensa e de redes sociais da
Polícia Civil e da Secretaria da Segurança Pública do RS, de cartões com informações sobre
cuidados a serem adotados para evitar os golpes e como as vítimas podem buscar ajuda.

A Polícia Civil disponibiliza um número de WhatsApp para o envio de denúncias e informações
sobre suspeitos de aplicar golpes: (51) 98444-0606. A intenção da campanha é incentivar
toda a população a compartilhar as dicas e conversar com os idosos sobre as formas de se
precaver.

O lançamento da iniciativa ocorreu na abertura do tradicional torneio de câmbio, organizado
pela Polícia Civil e realizado todos os anos com os frequentadores da Praça Boyanowsky, em
Capão da Canoa. O câmbio é reconhecido em Porto Alegre como esporte símbolo da pessoa
idosa. O jogo é adaptado do voleibol, mas conta com número maior de jogadores. As disputas
ocorrem em duas categorias: master (para pessoas entre 50 e 60 anos) e sênior (mais de 60
anos) ...

DetranRS propõe que valores não ressarcidos do Dpvat fiquem como crédito para 2021


O DetranRS encaminhou pedido à seguradora Líder, que administra o Dpvat (Seguro de Danos
Pessoais Causado por Veículos Automotores de Via Terrestre), para que os valores não
ressarcidos do seguro 2020 fiquem como crédito para o exercício 2021.

Proprietários de veículos que pagaram o seguro antes da redução podem solicitar o
ressarcimento neste site. Se não o fizerem, a proposta do DetranRS é que o valor pago a
maior possa ser abatido do seguro no próximo ano. Mais de 500 mil proprietários de veículos
do RS quitaram o Dpvat de segunda (6/1) a quinta (9/1), antes da decisão do Superior
Tribunal Federal que reduziu os valores.

A preocupação do DetranRS é que muitas pessoas poderão enfrentar dificuldades técnicas no
site, não ter conta bancária em seu nome (exigida para a restituição) ou optar por não
solicitar. Para o diretor-geral Enio Bacci, os contribuintes não têm responsabilidade pelo vai e
vem nas decisões a respeito do Dpvat.

“Quem se organizou para quitar o seguro e pagou o valor a maior, na ocasião em que os
valores foram definidos dessa forma, tem direito a ser ressarcido, mesmo que não realize a
solicitação de ressarcimento ou também no caso de ter alguma dificuldade técnica no site”,
disse Bacci.

Restituição

A seguradora disponibilizou um site para encaminhamento da restituição da diferença dos
valores. Será necessário informar CPF ou CNPJ do proprietário, Renavam do veículo, e-mail e
telefone de contato, data em que foi realizado o pagamento a maior e o valor pago. Como a
restituição será feita por meio de depósito, exclusivamente na conta do proprietário, será
preciso informar também o banco, agência e conta corrente ou conta poupança.

O site receberá somente os pedidos de restituição da diferença de valores pagos referente ao
seguro de 2020. A solicitação deverá ser feita no site da seguradora.

Reclamações

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) criou em seu site um canal exclusivo para
reclamações referentes à restituição do seguro Dpvat. Pagamentos em valores diferentes dos
fixados na Resolução CNSP 378/2019 devem ser devolvidos ao contribuinte. O canal pode ser
acessado aqui.

Fonte: Ascom DetranRS
...

Segunda via do documento do veículo já pode ser solicitada pela internet


Proprietários de veículos que desejam uma segunda via do documento do licenciamento anual
do veículo (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) não precisam mais se deslocar
até um Centro de Registro de Veículos Automotores credenciado ao DetranRS. O documento
agora pode ser solicitado pela internet, através da Central de Serviços do site do Detran. A
entrega do serviço também incrementa o repertório de serviços do portal rs.gov.br.

Prazo de entrega

Desde dezembro, a entrega do CRLV pelos Correios não exige mais a assinatura do recebedor.
O proprietário pode consultar no site do DetranRS o prazo de entrega (link consulta de
veículo). Se o prazo já estiver vencido, poderá ser solicitada uma segunda via gratuita. Já nos
casos em que o proprietário desejar solicitar nova via ainda dentro do prazo informado, ele
deverá realizar o pagamento de taxas.

Atualização de endereço

Uma das causas frequentes para o não recebimento do documento é o endereço
desatualizado. Por isso, na Central de Serviços, o proprietário é demandado a atualizar seu
endereço. Se não estiver correto, o proprietário deverá dirigir-se a um Centro de Registro de
Veículos Automotores e fazer a atualização. Na mesma oportunidade, poderá optar por
solicitar a segunda via do licenciamento no próprio CRVA.

CRLV eletrônico

Vale lembrar que o CRLV eletrônico é uma opção prática e econômica, com o mesmo valor do
documento impresso. Quando for processado o pagamento das taxas do novo licenciamento, o
CRLV será atualizado no aplicativo, antes mesmo da entrega do documento em papel. O
licenciamento do ano anterior segue válido de acordo com o final da placa do veículo.

Documento em papel

Embora o Denatran tenha disponibilizado no CRLV eletrônico a possibilidade de impressão pelo
próprio proprietário do veículo, essa versão ainda não está sendo aceita pela fiscalização. O
DetranRS implantará essa modalidade antes de 30 de junho, prazo estabelecido pela
deliberação180/2019 do Conselho Nacional de Trânsito. Hoje, portanto, a única versão
impressa de CRLV aceita no RS pela fiscalização é a produzida em papel-moeda pelo próprio
DetranRS.

rs.gov.br
O rs.gov.br é o portal unificado do Estado, que disponibiliza todos os serviços digitais do
Executivo gaúcho em um mesmo ambiente responsivo (adaptável a qualquer dispositivo, seja
tablet, celular ou computador). Atualmente, há 243 serviços disponíveis na plataforma, sendo
95 deles totalmente digitais. Nele, o cidadão encontra em destaque uma barra de pesquisa e
as demandas mais acessadas, entre outras funcionalidades. A meta do governo é, até o final
de 2022, disponibilizar todos os serviços do Poder Executivo de forma 100% digital. ...

Contratação de temporários aumento cerca de 33% no ano de 2019


Uma oportunidade de trabalho que não se limita ao período previamente estabelecido. Assim
pode ser visto o trabalho temporário que tem registrado crescimento no Brasil. Os reflexos foram
sentidos no volume de contratações efetivadas nessa modalidade pel RH Mattos, empresa que
atua em processos de seleção de: efetivo, temporário, terceirização e estágio; folha de
pagamento, auditoria trabalhista e administração de benefícios.

“Observamos um volume grande de contratações pelo segmento da indústria. Como perfil
solicitado pelas empresas há uma preferência por candidatos com Ensino Médio e formação
técnica na faixa etária dos 25 aos 40 anos”, explica a diretora da RH Mattos, Carmen Jardim.

O tempo médio de permanência, é de 60 a 90 dias. Um dado que chamou a atenção é o elevado
índice de efetivação dos trabalhadores temporários. A média ficou próxima a 80%, o que mostra
que a contratação temporária pode ser uma excelente oportunidade de ingresso ou retomada
para o mercado de trabalho.

Os dados da empresa estão alinhados com a estimativa feita pela Asserttem (Associação
Brasileira do Trabalho Temporário) que calculou crescimento de 23,86% na criação de vagas
temporárias para atender a demanda das festas de final de ano, em comparação com o mesmo
período do ano passado. ...

Atenção com as crianças na água deve ser permanente


As altas temperaturas fazem com que milhares de pessoas desloquem-se ao litoral ou
busquem piscinas para aplacar o calor. Porém, aproveitar as férias não significa redução da
vigilância por parte dos pais, quando o assunto é água. O alerta do diretor científico e diretor
do Programa de Reanimação Neonatal , Sociedade de Pediatria do RS, Marcelo Pavese Porto, é
que o afogamento só ocorre quando há uma falha de vigilância.

- A primeira coisa a fazer é ter o cercamento da piscina por menores que sejam. A cerca tem
que ter uma altura suficiente para as crianças não passarem por cima e um portão que seja
fechado com chave. Em relação à natação, sou francamente favorável como estímulo ao
esporte. Por outro lado, convém lembrar que isso não vale como medida de segurança. É
importante lembrar que uma criança de 4 ou 5 anos, por exemplo, solta dentro d´água não
tem ainda o desenvolvimento neuropsicomotor para sair de uma situação de risco. Por isso
não dá para relaxar nunca – alerta.

A orientação é que a distância entre o adulto e uma criança a ser mantida dentro d´água não
ultrapasse o equivalente um braço de distância. Esse zelo, vai permitir que o adulto pegue a
criança se ela afundar rapidamente. No caso das piscinas pequenas infantis, a guarda também
deve ser mantida.

- Reforçamos sempre que a criança precisa usar boias. Se a criança não quer, não tem
negociação. Segurança não se negocia. Além disso, o acessório precisa ser adequado ao peso
da criança. Há alternativas de coletes e com apoio atrás da cabeça. Esse cuidado é importante
porque em alguns casos o acessório projeta a criança de cabeça para baixo – completa.

No caso do mar, a atenção deve ser máxima. Mesmo crianças maiores e adolescentes não
devem ser deixados sozinhos e estarem bem instruídos. Outro lembrete do médico, é o
cuidado com as atividades muito agitadas na água, pois há risco de batidas em pedras e
bancos de areia que podem trazer sérias lesões na coluna cervical. Além disso, jamais adultos
e crianças devem entrar em águas onde não há guarda-vidas ou que desconhecem a
profundidade. Por fim, é importante lembrar que o risco existe o ano inteiro e não apenas no
verão. O cuidado com as crianças na água deve ser permanente.

Fonte: PlayPress ...

RS tem 99 municípios em alerta ou alto risco de transmissão da dengue


O Rio Grande do Sul tem 99 cidades em situação de alerta ou de alto risco de
transmissão da dengue, chikungunya e zika. O número representa os municípios onde
mais de 1% dos imóveis vistoriados por agentes de endemias apresentaram larvas do
mosquito Aedes aegypti. No ano passado, mais de 1,3 mil casos dessas três doenças
transmitidas pelo inseto foram confirmados no Estado.

O fato reforça as ações preconizadas pela Secretaria da Saúde (SES), principalmente no
verão, quando a proliferação do mosquito aumenta em função das altas temperaturas. O
principal cuidado deve ser em relação a locais com água parada, onde o Aedes deposita
seus ovos.

Entre essas 99 cidades, a situação é de maior atenção em 10 delas. Nesses locais, o
último Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa),
realizado entre outubro e dezembro de 2019, o Índice de Infestação Predial (IIP) foi
superior a 4%. Esses municípios estão localizados majoritariamente nas regiões norte e
missões do Estado. Abaixo, em ordem, a lista das localidades com maiores indicadores:

Posição – cidade (região) / índice

1 – Bom Progresso (Norte) / 8,2
2 – Jaboticaba (Norte) / 7,4
3 – São José das Missões (Norte) / 5,5
4 – Quinze de Novembro (Missões) / 4,8
5 – Alecrim (Missões) / 4,7
6 – Alegria (Missões) / 4,7
7 – Salto do Jacuí (Missões) / 4,5
8 – São Leopoldo (Metropolitana) / 4,5
9 – São Nicolau (Missões) / 4,2
10 – Tuparendi (Missões) / 4,1

Ao todo, 358 cidades realizaram o levantamento no último trimestre. Enquanto 3% e
25% delas apresentaram, respectivamente, índices de alerta e risco, os demais 72% (ou
259 municípios) tiveram a infestação considerada de baixo risco (quando em menos de
1% dos imóveis houve a presença do Aedes). Outras 16 cidades classificadas como
infestadas (quando houve a identificação de larvas do inseto nos últimos 12 meses) não
realizaram o detalhamento da infestação. Somados, são 374 municípios considerados
infestados no RS.

Além dessas 358 cidades, Porto Alegre realiza um outro levantamento, o Índice Médio de
Fêmeas Adultas do Aedes (IMFA). Ele se baseia na vigilância de armadilhas distribuídas
pela Capital e teve, na última semana de 2019, taxa considerada baixa (0,18).

Em relação à população, 92% dos gaúchos (ou 10,5 milhões de pessoas) residem nessas
374 cidades onde há presença do mosquito. Os 10 municípios com alto risco somam 281
mil habitantes (ou 2,5% da população do RS). A lista segue com outras 2,4 milhões de
pessoas que vivem nas 89 cidades com situação de alerta, representando 22% dos
gaúchos. Por sua vez, 49% (5,5 milhões) da população mora em cidades de risco
considerado baixo e 7% (803 mil) em cidades não infestadas.

Clique aqui para acessar mapa com a situação no Estado.

Prevenção contra o mosquito

A transmissão da dengue, zika e chikungunya ocorre pela picada do Aedes aegypti. O
mosquito tem em média menos de 1 centímetro, é escuro e com riscos brancos nas
patas, na cabeça e no corpo. Para se reproduzir, ele precisa de locais com água parada,
não necessariamente suja. Muitos desses locais ficam em pátios e residências. Por isso,
o cuidado para evitar a sua proliferação busca eliminar os possíveis criadouros,
impedindo o nascimento do inseto.

Entre as medidas, recomenda-se:

– Tampar caixas d'água, tonéis e latões;
– Guardar garrafas vazias viradas para baixo;
– Guardar pneus sob abrigos;
– Não acumular água nos pratos de vasos de plantas e enchê-los com areia;
– Manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises;
– Manter lixeiras fechadas e piscinas tratadas o ano inteiro. ...

Investimento de quase R$ 3 milhões garante veículos e equipamentos para Bombeiros


O Corpo de Bombeiros Militar recebeu um reforço em veículos e em equipamentos na
manhã desta sexta-feira (10/1). Com um investimento de quase R$ 3 milhões, 11
veículos e quatro desencarceradores foram adquiridos e entregues à instituição,
contemplando 11 cidades gaúchas.

Ao relembrar os bons índices de redução criminal – o RS encerrou 2019 com a menor
taxa de homicídios da década em proporção à população –, o governador Eduardo Leite
destacou que uma entidade que cumpre uma função fundamental, como o Corpo de
Bombeiros, precisa de estrutura adequada. “É importante lembrar que segurança pública
não envolve apenas o enfrentamento da criminalidade, mas também estrutura para
garantir uma atuação eficaz e segura dos agentes envolvidos”, lembrou.

O investimento de cerca de R$ 3 milhões é oriundo de recursos estaduais, por meio da
Consulta Popular (R$ 1.068.211,41), e de convênio com a Empresa Gaúcha de Rodagem
(R$ 418,8 mil) e com a empresa Fraport (R$ 1.424.875,00). Com a verba, foram
adquiridos um ônibus, dois micro-ônibus, seis camionetas, duas Spins e quatro
desencarceradores (equipamento utilizado para retirar vítimas presas em ferragens).

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel César Eduardo Bonfanti, lembrou que a
instituição se emancipou da Brigada Militar há dois anos. “Nosso crescimento é
constante. Estamos dando melhor resposta na área de prevenção, reduzindo prazos para
liberação de alvarás, e ampliando nossa estrutura”, comemorou.

No período, o Corpo de Bombeiros reduziu o prazo de liberação de alvarás, antes
estimado em 300 dias, para 30 dias – a cidade de Porto Alegre, comentou Bonfanti, se
tornou, inclusive, uma referência em agilidade.

As viaturas e os equipamentos serão utilizados nas diversas missões do Corpo de
Bombeiros, distribuídos em 11 municípios.

Confira o que cada um dos municípios contemplados recebeu:
Um ônibus e uma Spin para o Comando-Geral, em Porto Alegre;
Dois micro-ônibus para a Academia de Bombeiro Militar, em Porto Alegre;
Dois desencarceradores para o 3º Batalhão de Bombeiro Militar dos municípios de Rio
Grande e São Lourenço do Sul;
Uma camioneta Hilux e um desencarcerador para o 6º Batalhão de Bombeiro Militar do
município de Rio Pardo;
Uma camioneta Hilux para o 7º Batalhão de Bombeiro Militar do município de Palmeira
das Missões;
Uma camioneta Hilux para o 12º Batalhão de Bombeiro Militar do município de Cruz
Alta;
Uma Spin para o 8º Batalhão de Bombeiro Militar do município de São Jerônimo;
Um desencarcerador para o 9º Batalhão de Bombeiro Militar do município de Santo
Antônio da Patrulha;
Duas camionetas Hilux para o 11º Batalhão de Bombeiro Militar dos municípios de Santo
Ângelo e Santa Rosa;
Uma camioneta para o 12º Batalhão de Bombeiro Militar do município de Três Passos. ...

Confira como ficam os valores reduzidos do Dpvat para 2020


Depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), tomada na última na quinta-feira
(9/1), que restabeleceu a redução de valores do Seguro de Danos Pessoais causados por
Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat), o DetranRS informa os novos valores
definidos pela Seguradora Líder, consórcio que administra o seguro obrigatório.

A previsão é de que na segunda-feira, dia 13 de janeiro de 2020, a tabela corrigida do
Dpvat já esteja disponível para pagamento na rede bancária conveniada (Banrisul,
Banco do Brasil – para correntistas, Sicredi, Bradesco, Santander e lotéricas da Caixa).

Confira na foto acima como fica o valor do seguro Dpvat 2020 conforme com a categoria
do veículo.

O DetranRS recomenda que, se possível, o contribuinte aguarde a mudança de valores
ser confirmada pela Líder e efetivada no sistema dos bancos. Para quitar o valor do
seguro no RS, não há necessidade de guia ou boleto. Basta dirigir-se ao banco e
informar a placa e o Renavam do veículo.

Mais de 500 mil contribuintes pagaram o seguro obrigatório no RSentre os dias 6 e 9 de
janeiro, antes da redução. Esses proprietários de veículos deverão solicitar à Seguradora
Líder a restituição do pagamento à maior. Consulte informações no site
https://www.seguradoralider.com.br

O prazo máximo para a quitação do seguro obrigatório é o mesmo de vencimento do
IPVA ou, quando o veículo é isento do imposto, no vencimento do licenciamento.

O calendário de licenciamento de veículos do DetranRS para 2020 começa a vencer em
abril e os prazos terminam em julho, conforme o dígito final da placa.

...

RS poderá ampliar para cinco o número de municípios com escolas cívico-militares


Em conversa com o deputado estadual Rodrigo Lorenzoni, na noite desta quinta-feira (9/1), o
governador Eduardo Leite garantiu apoio ao pedido do parlamentar ao Ministério da Educação
(MEC) para uma quinta escola cívico-militar no Rio Grande do Sul.

Lorenzoni informou que, como um dos Estados contemplados abriu mão de uma escola, o RS
tem boas chances de ficar com esse recurso e ampliar o número de cidades contempladas de
quatro para cinco. Além de Uruguaiana, Alegrete, Alvorada e Caxias do Sul, confirmadas em
novembro pelo MEC, Bagé poderá fazer parte do programa federal.

O programa a ser executado pelo ministério, deverá investir R$ 54 milhões em todo o país,
colocando mais de mil militares das Forças Armadas, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar
para trabalhar como monitores, com a contrapartida de 30% de adicional no salário.

“Essa possibilidade é uma importante notícia que o deputado nos traz e apoiaremos o pedido
junto ao ministério para que mais uma escola gaúcha seja contemplada”, disse Leite ...

Corsan apresenta PPPs ao Fórum Estadual de Coredes


O sucesso do programa de parcerias público-privadas (PPP) implementada pela Corsan
(Companhia Riograndense de Saneamento) motivou o Fórum Estadual de Coredes a convidar
o diretor-presidente, Roberto Barbuti, a apresentar e detalhar o projeto na manhã desta
quinta-feira (9/1), durante reunião do fórum na Assembleia Legislativa.

Em sua manifestação inicial, o presidente do fórum, Roberto Luis Visoto, afirmou o “interesse
em conhecer o projeto das PPPs da Corsan, bem como outros projetos que a companhia tem
para melhorar a vida da população do Estado”, ressaltando que o fórum quer participar e ser
parceiro das inovações que estão ocorrendo no setor de saneamento básico.

O diretor-presidente, Roberto Barbuti, destacou a posição do fórum em buscar o planejamento
das ações no saneamento, em parceria com a Corsan, possibilitando atingir os objetivos de
forma mais eficiente, no menor prazo possível. Sobre a PPP para universalização dos serviços
de esgotos sanitários na Região Metropolitana, Barbuti informou que até março o contrato com
a empresa Aegea Saneamento, vencedora da licitação, será assinado e começarão as
operações e investimentos que prevê a elevação do índice de atendimento dos nove
municípios contemplados, dos atuais 32%, em média, para 90% em 11 anos.

O presidente da Corsan lembrou que as PPPs em estudo possibilitarão acelerar a meta
prevista, que é 100% da população ter acesso à água tratada, e para tanto são necessários
recursos de R$ 4,8 bilhões para investimentos até 2030. “No que se refere ao esgotamento
sanitário, a tarefa é mais árdua, porque exige recursos de R$ 9,9 bilhões para atingirmos 64%
de atendimento até 2030. Nem a Corsan, nem os agentes financeiros federais têm esses
recursos, portanto o único caminho para atingir os objetivos é por meio das PPPs”, afirmou o
dirigente da companhia.

O diretor de Expansão da Corsan, Júlio Hofer, fez um balanço das obras de água e esgotos e
destacou as dificuldades em executá-las. “A sociedade exige eficiência e prazos menores,
porém nos últimos anos a Corsan investiu em torno de R$ 300 milhões ao ano. Se
projetarmos isso em dez anos, chegaremos a R$ 3 bilhões, muito aquém das necessidades
para os sistemas de água e esgotos, cujo valor é R$ 17,3 bilhões”, concluiu Hoffer.

A Corsan espera que até setembro deste ano possa publicar as licitações para as PPPs em 18
municípios, contemplando sistemas de água e esgotos. Essa PPP vai beneficiar as cidades de
Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul, Canela, Carazinho, Carlos Barbosa, Estrela, Farroupilha,
Flores da Cunha, Garibaldi, Gramado, Lajeado, Nova Petrópolis, Passo Fundo, Santa Cruz do
Sul, Santa Maria, São Francisco de Paula, Vacaria e Venâncio Aires. ...

RS encerra 2019 com a menor taxa de homicídios da década em proporção à população


A consolidação dos indicadores criminais monitorados pela Secretaria da Segurança Pública
(SSP) confirmou as projeções: o Rio Grande do Sul encerrou 2019 com os menores índices dos
últimos dez anos. Os dados foram apresentados pelo vice-governador e secretário da
Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, na abertura da reunião da Gestão de Estatística em
Segurança (Geseg), na tarde desta quinta-feira (9/1), no Palácio Piratini, em Porto Alegre. O
governador Eduardo Leite conduziu a reunião.

Dezembro chegou ao fim com acumulado de 1.793 vítimas de homicídio no ano, frente às
2.362 registradas em 2018, conforme a atualização da série histórica. Foram 569 óbitos a
menos – redução de 24,1%. Com o resultado, considerando a mais recente estimativa de
população segundo o IBGE, de 11,37 milhões de moradores no RS, a taxa de homicídios caiu
ao menor nível da década, para 15,8 a cada 100 mil habitantes no Estado.

A taxa é cinco pontos menor do que a de 2018, de 20,8 a cada grupo de 100 mil habitantes. O
menor índice anterior (16,8) é de 2010, quando o Estado teve 1.801 mortes por homicídio
para uma população de 10,69 milhões de habitantes.

Na comparação entre o total de pessoas mortas em homicídios, latrocínios e feminicídios nos
últimos 12 meses com igual período anterior, 603 vidas foram preservadas no Estado. O
número de óbitos por esses crimes baixou de 2.571 para 1.968.

O principal fator para esse quadro de retração é o foco territorial empregado pelo RS Seguro.
A partir de estudo técnico, o programa centrou o combate ao crime nos 18 municípios onde se
concentravam os maiores índices de violência.

Esse grupo de cidades foi responsável por 90,6% da redução de homicídios em todo o Rio
Grande do Sul. Significa que a cada 10 homicídios a menos em 2019, nove deixaram de
ocorrer nos municípios priorizados.

“Isso mostra que a nossa estratégia foi acertada, tanto no foco territorial como na integração
de todos os agentes da segurança e das diferentes esferas. Por isso, queria fazer um
agradecimento especial a todos os operadores que, diuturnamente, arriscam suas vidas para
que as demais sejam preservadas”, afirmou Ranolfo.

Porto Alegre contribuiu com quase a metade da retração de homicídios entre os 18 municípios
da lista. A capital, que havia registrado 536 vítimas em 2018, encerrou o ano passado com
318 – queda de 40,7%, com 218 óbitos a menos.

O acumulado de roubos com morte também contribuiu para preservação de vidas no Estado.
Foram 73 ocorrências de latrocínios (com 75 vítimas) entre janeiro e dezembro de 2019 ante
91 ocorrências (93 vítimas) nos 12 meses anteriores – redução de 19,8%. Na capital, 12
pessoas foram mortas durante assaltos no ano passado, uma a menos do que em 2018.

Intensificação de ações
em áreas específicas

Embora sem capacidade para alterar o acumulado ao longo do ano, o resultado isolado de
dezembro representou altas pontuais em alguns crimes no Estado. O mês se encerrou com
171 vítimas de homicídio, duas a mais (1,2%) do que as 169 do mesmo período de 2018.

As maiores altas ocorreram em Santa Cruz do Sul, Sapucaia do Sul (ambos com cinco vítimas
a mais), Pelotas (quatro a mais), Farroupilha, Novo Hamburgo (três a mais em cada) e Porto
Alegre (duas a mais).

Ao detectar essas elevações pontuais, o comitê de análise da Geseg do programa RS Seguro
alinhou a intensificação de ações repressivas pelas instituições vinculadas à SSP, em especial
a Brigada Militar e a Polícia Civil.

Na capital, por exemplo, onde o número de vítimas de homicídio passou de 37 em dezembro
de 2018 para 39 no último mês, o estudo dos dados identificou elevação concentrada na
Restinga, com oito mortes, enquanto a média mensal entre janeiro e novembro no bairro
havia sido de 2,5.

“As investigações policiais em andamento, somadas ao trabalho de inteligência criminal
realizado pela Divisão de Inteligência do Departamento de Homicídios, verificaram que se
iniciou em dezembro uma disputa na localidade conhecida como Vila Bica, onde uma antiga
liderança que perdera o domínio local buscou uma retomada de espaço”, explica a delegada
Vanessa Pitrez, diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da Capital, da
Polícia Civil.

A partir desse diagnóstico, as forças de segurança imediatamente passaram a trabalhar em
estratégias de repressão ao crime na Restinga. Além de ampliar as diligências de policiais da
4ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (4ª DHPP) em busca de informações e para
intimação de testemunhas, foi deflagrada em 27 de dezembro uma ofensiva ostensiva
permanente das DHPPs, denominada Operação Contenção.

Em ação integrada com a BM, a área passou a ter a presença de mais de 60 policiais civis e
militares, que atuaram em coleta de dados, identificação de testemunhas e suspeitos, vistoria
em veículos e busca por foragidos. Em uma das ações, um homem com antecedentes por
envolvimento em homicídios e tráfico de drogas, integrante de uma facção originada no bairro
Bom Jesus, foi preso. ...

Estado e prefeitura da capital tratam da transferência de gestão da Farmácia de Medicamentos Especiais


A transferência da Farmácia de Medicamentos Especiais do Estado para a prefeitura de Porto
Alegre foi tema de uma reunião realizada nesta quinta-feira (9/1) entre a secretária estadual da
Saúde, Arita Bergmann, e o secretário de Saúde da capital, Pablo Stürmer. Um estudo sobre o
assunto está em andamento.

A proposta discutida passa por uma alteração de endereço da farmácia, hoje localizada na
esquina da avenida Borges de Medeiros com a rua Riachuelo, no Centro. Além de uma
readequação da futura estrutura, a escolha do novo local deverá atender a critérios de acesso
fácil por transporte público e acessibilidade, na mesma zona da cidade onde a unidade funciona
atualmente. Por mês, a Farmácia de Medicamentos Especiais do Estado atende a 24 mil usuários
em Porto Alegre.

O próximo passo é a elaboração do convênio para essa finalidade pelos técnicos do Estado e do
Município, prevendo as questões de financiamento para implantação e custeio.

Em 2019, esse mesmo processo foi realizado pela Secretaria da Saúde com a prefeitura de Santa
Maria, que assumiu a gestão da farmácia no município. Porto Alegre tem a última farmácia sob
gestão do Estado. ...

DetranRS recomenda que motorista aguarde confirmação do novo valor do Dpvat


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, atendeu a um pedido
da União e restabeleceu nesta quinta-feira (9/1) a redução de valores do Seguro de Danos
Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat), prevista pelo Conselho
Nacional de Seguros Privados (CNSP), ligado ao Ministério da Economia.

O DetranRS aguarda orientação da Seguradora Líder, responsável pela administração do
Dpvat, e recomenda que, se possível, o cidadão gaúcho aguarde a mudança de valores ser
confirmada pela Seguradora Líder e efetivada na rede bancária conveniada. A expectativa é de
que os novos valores estejam disponíveis para pagamento nos bancos a partir da próxima
segunda-feira (13/1). Os proprietários de veículos que já pagaram o Dpvat devem aguardar as
orientações da Seguradora Líder a respeito da devolução do valor pago a mais.

O Seguro Obrigatório é um dos itens que compõe o licenciamento de veículos, junto com IPVA,
taxa de expedição do documento e multas vencidas (quando houver). Para realizar os
pagamentos no RS, não há guia ou boleto, basta informar a placa e o Renavam do veículo na
rede bancária conveniada. Os interessados em antecipar o IPVA, em razão dos descontos
oferecidos, podem efetuar normalmente o pagamento do imposto e da taxa do documento. A
emissão do certificado de licenciamento (CRLV), no entanto, ficará pendente, aguardando a
quitação do Dpvat.

Consulte a situação do seu veículo e os valores a pagar na Central de Serviços do DetranRS,
acessível pelo site ou no link IPVA e Licenciamento 2020. Após licenciado o veículo, o
documento digital (CRLV-e) já poderá ser gerado em qualquer smartphone pelo aplicativo
Carteira Digital de Trânsito, tendo o mesmo valor jurídico do documento impresso.

O calendário de licenciamento de veículos do DetranRS para 2020 começa a vencer no mês de
abril e os prazos terminam em julho, conforme o dígito final da placa. O prazo máximo para a
quitação do Seguro Obrigatório é o mesmo de vencimento do IPVA ou, quando o veículo é
isento do imposto, no vencimento do licenciamento: ...

Sete praias estão impróprias para banho no Rio Grande do Sul


A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou nesta sexta-feira (10/1) o
boletim semanal da balneabilidade das praias e balneários do Estado da temporada
2019/2020.

As avaliações feitas mostram que, dos 92 pontos analisados, sete estão impróprios para
banho:

Jaguari – Balneário Fernando Schilling
Osório – Lagoa do Peixoto
Pelotas – Balneário Valverde, no Pontal da Barra
Pelotas – Balneário Santo Antônio, em frente ao Hotel Praia Laranjal
Pelotas – Balneário dos Prazeres, em frente à estátua de Iemanjá
São Lourenço do Sul – Praia das Nereidas, em frente ao Hotel das Figueiras
Tapes – Balneário Rebelo
Já os outros 85 pontos analisados estão próprios para banho.

Em Osório, a Lagoa do Peixoto está pela terceira semana consecutiva com o índice de
cianobactérias acima do permitido – 321.729, caracterizando o local como impróprio.

A situação da balneabilidade das praias e balneários do Estado pode ser conferida pelos
veranistas por meio do site e web aplicativo. O trabalho de coleta e análise das informações é
realizado pela equipe da gerência regional de Tramandaí e laboratório da Fepam, em Porto
Alegre. A divulgação dos resultados ocorre sempre nas sextas-feiras.

O Projeto Balneabilidade é coordenado pelo Departamento de Qualidade Ambiental da Fepam
e faz parte do RS Verão Total, projeto que contempla todas as ações do governo do RS na
temporada 2019/2020. ...

Um em cada cinco pacientes avaliados teve câncer de pele diagnosticado


As altas temperaturas são convidativas para o banho de mar, praia e diversão nos parques.
Porém, todos esses momentos de lazer devem ser acompanhados de muita prudência. O
alerta é da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS.

- Todas as pessoas precisam se cuidar, mas quem tem pele clara ou histórico familiar de
câncer de pele precisa ter uma atenção maior. Lesões na pele que não curam ou sangram
facilmente, verrugas que crescem muito rápido e lesões escuras que aumentam de tamanho
ou modificam-se rapidamente precisam ser avaliadas pelo dermatologista - afirma a
presidente da SBD-RS, Dra. Taciana Dal'Forno Dini.

O balanço do mutirão realizado durante o Dezembro Laranja trouxe números preocupantes em
relação a doença. Segundo o levantamento feito com os pacientes atendidos em todo o Rio
Grande do Sul, 17,11% tiveram câncer de pele diagnosticado, considerando os três tipos:
Câncer de Pele Basocelular, Câncer de Pele Espinocelular e Melanoma. A exposição excessiva
ao sol é a principal causa da doença.

- O câncer de pele representa um terço dos cânceres existentes entre a população. No Rio
Grande do Sul, por termos características genéticas de pele mais clara a incidência é maior.
Atuamos sempre na prevenção e no diagnóstico precoce. Existe o câncer de pele chamado
carcinoma basocelular que se manifesta geralmente com uma lesão perolada de crescimento
lento e sangramento fácil. O melanoma é o menos frequente, mas o mais grave. É
fundamental que seja feito o diagnóstico precoce para a melhora no prognóstico - comenta a
coordenadora da Campanha Dezembro Laranja 2019, a dermatologista Dra. Louise Lovatto.

Um dado relevante, ainda considerando dados do RS, é o histórico familiar de câncer de pele.
Nesse item, quase um terço dos pacientes atendidos (27,77%) relataram ter familiar com
casos da doença. O maior percentual dos casos foi classificado como "outras dermatoses",
com 44,13%; Outras Pré-Neoplasias representou 22,03%. 16,04% apresentou ausência de
dermatoses.

- O verão é uma estação na qual há uma grande exposição ao sol e é preciso uma conduta em
relação a fotoproteção que inclui evitar a exposição entre 10h e 15h, além do uso de chapéu,
roupas adequadas e óculos escuros. A radiação ultravioleta causa tanto o câncer como o
envelhecimento da pele - explica a diretora da SBD-RS, Dra. Juliana Boza.

Em todo o Brasil a campanha atendeu 22.749 pessoas gratuitamente em 123 serviços de
saúde do país. A ação foi realizada no primeiro sábado de dezembro (7/12), sendo
diagnosticados 4.197 casos de câncer da pele. Com o lema "Um sinal pode ser câncer de
pele", a ação contínua ao longo do ano alertando a população sobre as medidas de
fotoproteção, bem como a necessidade de consultar regularmente com um médico
dermatologista.

Fonte: PlayPress ...

Polícia Civil e BM realizam atividades educativas na beira-mar de Capão da Canoa


A Polícia Civil e a Brigada Militar desenvolveram, na manhã deste domingo (5/1),
atividades recreativas e educativas na praia de Capão da Canoa. A oficina de desenho, a
minirrústica infantil, a escolinha de trânsito e o Papo de Responsa/Proerd ocorreram nas
proximidades da Estação de Verão do Sesc, no espaço Baronda. A programação integra
as ações da Operação RS Verão Total, que se estende até 2 de março.

Ao todo, 43 crianças participaram das atividades, desenharam, pintaram, fizeram
alongamento e percorreram a pista circular montada especialmente para a minirrústica.
Durante a preparação da prova de corrida, policiais civis animaram os participantes com
danças e brincadeiras.

Ao final das baterias da corrida, todos receberam medalha. O momento de premiação
das crianças contou com a participação do mascote do Programa Educacional de
Resistência às Drogas e a Violência (Proerd) da Brigada Militar, leão Léo.
Após o encerramento da minirrústica, ocorreu uma palestra do Programa Papo de
Responsa, que abordou a segurança no trânsito. A palestra também contou com a
participação de instrutores do Proerd da BM. Compreendida a parte teórica, as crianças
colocaram em prática os ensinamentos. Com o acompanhamento de policiais civis, os
pequenos percorreram um trajeto montado para os mini buggys da Polícia Civil. O
trajeto conta com semáforo, faixa de segurança para pedestres, controlador de
velocidade e placas de trânsito de forma a simular a realidade do trânsito. ...

Viagem Segura fiscaliza mais de 34 mil veículos durante o feriadão


O feriadão prolongado de seis dias contou com o trabalho preventivo de educação e
fiscalização da Viagem Segura. Em sua 112ª edição, que teve início à zero hora de
sexta-feira (27/12) e se estendeu até a meia-noite de quarta-feira (1/1), a ação
conjunta do Comando Rodoviário da Brigada Militar nas rodovias estaduais, da Brigada
Militar e agentes das prefeituras nos municípios e da Polícia Rodoviária Federal nas BRs
registrou 34.889 veículos fiscalizados, 16.036 infrações, 597 veículos recolhidos e 279
Carteiras Nacionais de Habilitação irregulares. A Balada Segura somou seus esforços aos
da Viagem Segura, com blitze também no Litoral.

No que se refere ao combate à alcoolemia no volante, 10.083 motoristas foram
convidados a realizar testes de etilômetro e apenas 66 foram autuados por teste. Isso
indica que programas como a Viagem e a Balada Segura estão cumprindo seu papel
social.

Os 292 condutores flagrados desrespeitando o Código de Trânsito Brasileiro em relação
a álcool e direção foram autuados, devem pagar multa de R$ 2.934,70 e terão
suspensão do direito de dirigir por um ano (além da retenção do veículo e do
documento). Os testes identificaram 66 motoristas alcoolizados, sendo que 14 foram
levados a delegacias da Polícia Civil por crime de trânsito. Outros 226, que se recusaram
a realizar o testes do etilômetro, também foram autuados, como determina a legislação.

Mesmo com todo o trabalho preventivo de educação e fiscalização empregado na Viagem
Segura, ocorreram nas ruas e estradas gaúchas 16 mortes em acidentes. Houve 263
feridos em 150 acidentes.

Sobre a Viagem Segura

A Viagem Segura reúne órgãos de fiscalização e instituições parceiras para prevenir
acidentes nos feriados e principais datas comemorativas. Polícia Rodoviária Federal
(PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil
reforçam a fiscalização e promovem ações de conscientização com o apoio da ANTT,
DNIT, Cetran/RS, DAER, EGR, Metroplan e Famurs, além de representantes da
sociedade.

Desde seu lançamento, em 2011, foram abordados 5.881.269 veículos, o que
corresponde a mais de 84% da frota do RS, que é de 6.977.604 (até 31/12/2019).

Texto: Ascom DetranRS ...

Eldorado do Sul amplia cobertura de ESF para 100% das Unidades de Saúde


Mesmo com todas as dificuldades recentes no financiamento estadual e federal para a saúde,
Eldorado do Sul investe cada vez mais em qualidade, ampliando as Estratégias de Saúde da
Família para TODAS as unidades de saúde.

A partir de agora, todos os bairros terão agente comunitário de saúde, um profissional que vai
acompanhar de perto as demandas de saúde da população, fazendo visitas domiciliares,
orientando as famílias quanto à utilização dos serviços, desenvolvendo ações educativas visando
a promoção e a prevenção das doenças, além do acompanhamento dos pacientes acamados.

Em 2017, no início dessa gestão, tínhamos cobertura de 19% da população nesse programa, a
partir de agora, chegamos ao tão sonhado e planejado 100%, além da implantação do NASF
(Núcleo de Apoio à Saúde da Família) com profissionais especializados para melhorar ainda mais
a qualidade da saúde pública.
Eldorado do Sul investindo cada vez mais naquilo que mais importa: A Saúde do Cidadão!

Fonte: ASCOM ...

Quer vender mais?


O surgimento da internet mudou muito a forma de compra do consumidor. A geração
atual está cada vez mais conectada, e até mesmo quem não gosta desse meio acaba se
rendendo ou tendo que se acostumar com isso. A internet é necessária hoje em dia e a
propaganda na internet não é diferente.

Imaginem grandes empresas sem seu site próprio ou pelo menos anúncios em jornais
digitais ou em anúncios no Google ? Ou seja, sem nenhuma propaganda na internet.

Impossível imaginar não é mesmo? O que seria delas? Hoje em dia é fundamental o
marketing digital para que qualquer negócio possa crescer, pois as pessoas procuram
cada vez mais pelo que precisam na internet.

Fazer propaganda na internet é ótimo e traz muitos resultados, porém exige grande
dedicação e não é tão simples, NÃO ADIANTA postar somente em redes sociais, onde
APENAS UM PEQUENO GRUPO de pessoas irão ler o seu anúncio.

Assim como a propaganda que já conhecemos, a propaganda na internet também exige
um profissional capaz para se obter tais resultados.

Se você ainda não faz propaganda na internet e agora quer começar a investir, comece
a pesquisar a empresa que vai fazer esse serviço, para saber mais sobre marketing
digital e as diversas estratégias que podem aumentar as vendas da sua empresa.


Anuncie no jornal ECO DO JACUÍ, o jornal ONLINE mais lido da região. ... ...

Balanço de 2019 destaca ajuste fiscal e retorno de investimentos


A gestão do governador Eduardo Leite completa o seu primeiro ano com um balanço de
realizações cujo destaque são ações para alcançar o equilíbrio fiscal e retomar o
investimento público no Estado. Para destacar o conjunto de medidas mais importantes
dos 12 meses iniciais de mandato, o governo editou uma publicação com as principais
conquistas do período.

O documento 365 Dias foi produzido pela Secretaria de Comunicação com o objetivo de
fazer um resumo de 2019. Na primeira parte, a revista destaca 11 pontos que
mobilizaram as equipes de governo no ano, como as ações de reequilíbrio financeiro do
RS Sustentável, a aprovação do primeiro projeto da Reforma RS – adaptando a
legislação gaúcha à reforma federal da Previdência – e o esforço para colocar as contas
da saúde em dia, o que exigiu aportes de R$ 3,2 bilhões.

“Um contexto financeiro adverso precisou ser enfrentado, com medidas de controle de
despesas e modernização da máquina pública. Paralelamente, dívidas foram colocadas
em dia e projetos lançados com o propósito de simplificar a gestão estadual e criar um
ambiente mais propício ao desenvolvimento”, resume o texto de apresentação.

Além dos aspectos financeiros, a primeira parte destaca as medidas de promoção da
segurança pública decorrente do RS Seguro e outras ações estratégicas. Na segunda
parte, as realizações do governo são apresentadas em quatro seções, cada uma
tratando de um dos eixos do Mapa Estratégico que orienta a atual gestão. Estado
Sustentável, Governança e Gestão, Desenvolvimento Empreendedor e Sociedade com
Qualidade de Vida reúnem os vetores de ação e expressam as metas pretendidas pelo
mandato.

...

Validação facial aumenta segurança do processo de habilitação de condutores


Para prevenir fraudes e promover mais segurança na emissão da CNH, o processo de
habilitação agora conta com validação facial. A tecnologia compara a foto anterior no
cadastro do condutor com aquela capturada no momento da abertura do serviço. Imagens
com percentual de similaridade maior do que 90% são homologadas automaticamente pelo
sistema. Abaixo disso é preciso a avaliação manual pelo DetranRS por meio de biometria e
outros métodos que confirmem a identidade do candidato.

A novidade foi implementada de forma gradual nos Estados brasileiros. No Rio Grande do
Sul, a etapa da validação facial começou a ser exigida em 11 de novembro para todos os
serviços, exceto primeira habilitação. Após um mês de adaptações sistêmicas, o número de
condutores que já passaram pela validação facial chega a 110 mil. Desse total, 0,05%
passou por validação manual.

A medida foi instituída pelo Departamento Nacional de Trânsito a partir da Portaria
1515/2018. A validação facial é realizada através de uma API da linha de sistemas de
informação oferecida pelo Serpro. Além de oferecer mais segurança no processo de
habilitação, a Portaria 4934/2019, do Denatran, prevê que a validação facial será exigida
das empresas que oferecem cursos de reciclagem EAD, como forma de garantir a
identidade de quem está realizando o curso. ...

Estado formaliza doação da área para CT do Internacional em Guaíba


Na véspera de completar um mês da sanção do governador Eduardo Leite da lei que
autorizou a doação de uma área do Estado para a construção do novo centro de
treinamento (CT) do Sport Club Internacional, o clube da capital acaba de se tornar o
proprietário do terreno de 736 mil metros quadrados localizado no município de Guaíba.
Nesta quinta-feira (26/12), ocorreu a assinatura de doação definitiva do imóvel em ato
realizado na Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).

Como contrapartida, o clube investirá R$ 3,3 milhões em obras de restauração e compra
de equipamentos para beneficiar a pelo menos quatro escolas públicas – duas em Porto
Alegre e duas em Guaíba – indicadas pela Secretaria da Educação. Conforme
estabeleceu a lei, o investimento na rede escolar representa 20% da avaliação do imóvel
doado para o CT colorado, estipulada na ordem de R$ 16,6 milhões.

Além das obras nas escolas, o clube também irá executar um projeto de iluminação
permanente para as fachadas externas do Palácio Piratini e do Centro Administrativo
Fernando Ferrari (Caff), incluindo o fornecimento de equipamentos e serviços de
instalação. O objetivo com o projeto é permitir a divulgação de campanhas e ações
institucionais de caráter educativo, informativo, social, de prevenção e outros de
interesse público.

Na presença do titular do 14º Tabelionato de Notas de Porto Alegre, Ricardo Kollet, a
assinatura das escrituras de doação teve como representantes do Estado a subsecretaria
do Patrimônio da Seplag, Vânia Knackfuss, e a diretora da Divisão de Escrituração e
Contratos Divisão de Escrituração e Contratos (Diesc), Daniela Beling Pinheiro. Pelo
clube estavam presentes o 2º Vice-Presidente, Alexandre Chaves Barcellos, e o vice-
presidente de Negócios Estratégicos, João Pedro Lamana Paiva.

Quando sancionou a lei de doação, no dia 27 de novembro, o governador destacou que o
crescimento de um dos grandes clubes de Porto Alegre faz com que o Rio Grande do Sul
seja posicionado no mapa como uma das regiões que têm o privilégio de abrigar dois
clubes campeões do mundo.

“Assim como o Estado é laico, também não tem preferências por time de futebol”,
comparou Leite. “Como Estado, olhamos para o futebol pelos benefícios que traz à
sociedade por meio de estímulo à formação de uma categoria de base consistente, que
ajuda a acolher crianças e jovens que estariam mais ao alcance de más influências e que
se encontram ao abrigo de algo que lhes dá disciplinas, um sonho, e energia em algo
positivo”, afirmou Leite na ocasião. ...

Queimaduras por águas-vivas assustam veranistas nos primeiros dias de praia do verão


O verão recém começou e as queimaduras com águas-vivas no litoral encheram os
veranistas de preocupação. De sábado até ontem, 1.401 pessoas sofreram queimaduras
por contato com os animais marinhos no Litoral gaúcho, segundo o Corpo de Bombeiros
Militar do RS (CBMRS).

O alerta da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção Rio Grande do Sul (SBD-RS),
é para que sejam observados cuidados após queimadura por água viva ou mãe d’água.
O contato dos tentáculos das águas-vivas com a pele causa dor e ardência na região
atingida, sendo mais intenso e duradouro conforme a quantidade de tentáculos
envolvidos e a espécie do animal. As águas-vivas que causam sintomas maiores, como
circulatórios e neurológicos, não existem no Brasil.

- Uma recente revisão da literatura médica sobre o assunto mostra que a primeira
medida a ser tomada é a limpeza da região atingida com água do mar, pois a água doce
pode agravar a lesão. A água do mar, quando aplicada sem fricção sobre a pele, ajuda a
não aumentar o dano causado pelo veneno e ainda remove os resíduos dos tentáculos –
explica a presidente da SBD-RS, Taciana Dal'Forno Dini.

Outras medidas a serem tomadas logo após a queimadura objetivam a diminuição dos
sintomas. Várias substâncias já foram estudadas, porém as com maior evidência
científica são a aplicação local de vinagre ou bicarbonato de sódio, que pode ser diluído
em água do mar, e/ou imersão da região corporal afetada em água morna.

Após o alívio dos primeiros sintomas da queimadura, a pessoa atingida pode continuar
apresentando dor, ardência ou coceira leves a moderadas do local. Estes sintomas
podem ser aliviados com o uso oral de analgésicos. Geralmente a pele queimada
permanece vermelha ou rosada por alguns dias, sendo importante a proteção solar
adequada, para não ocorrerem manchas residuais.

Um dermatologista deve ser consultado para esclarecimento e prescrição de terapia
adequada para alívio de sintomas mais intensos ou no caso de complicações.

Fonte: PlayPress ...

318 famílias recebem seus títulos de propriedade em Eldorado do Sul


Após 19 anos de espera, 318 famílias do Triângulo da Progresso, que atenderam ao mutirão
de cadastramento realizado pela Prefeitura, receberam, oficialmente, os seus títulos de
propriedade no último sábado (30). A cerimônia de entrega aconteceu na Praça Central da
Progresso e marcou mais uma etapa do “Regulariza Eldorado”, projeto que tem base na
nova Lei Federal 13465/17.

A ação foi uma realização conjunta do Gabinete do Prefeito, Secretaria de Habitação e
Secretaria de Planejamento. Estiveram presentes o prefeito municipal Ernani Gonçalves, os
secretários municipais João Ferreira (Habitação), Fábio Leal (Planejamento), Paulo Banana
(Obras), Rodrigo Silveira (Administração) e Lodear Hahn (Dunga - Transporte); o
presidente da Câmara de Vereadores, Francisco Morfan (Chico Colono); a diretora de
Regularização Fundiária, Paula Parolli e os vereadores Gelson Antunes, Juliano Soares,
Daiane Gonçalves, Rogério Munhoz e Fabiano Pires. O evento encerrou com a participação
do músico eldoradense Guilherme Grins.

Fonte; ASCOM ...

Radares móveis reforçam fiscalização em rodovias estaduais


Cerca de 80 radares móveis reforçam o monitoramento dos veículos que circulam nas estradas
estaduais do Rio Grande do Sul. Esta semana, os equipamentos operam nas seguintes rodovias:

Rota do Sol, entre Caxias do Sul e Terra de Areia;
Estrada do Mar, entre Osório e Torres;
RSC-453, de Venâncio Aires a Teutônia;
ERS-344, de Santo Ângelo a Porto Mauá;
ERS-342, entre Cruz Alta e Ijuí;
RSC-377, em Alegrete.
A divulgação das rodovias estaduais com fiscalização reforçada por radares móveis é divulgada
semanalmente. A ação – coordenada pela Secretaria de Logística e Transportes, em conjunto
com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), a Empresa Gaúcha de Rodovias
(EGR) e o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) – busca aumentar a segurança dos
motoristas na temporada de verão.

A iniciativa integra a operação RS Verão Total, promovida pelo governo do Estado até o dia 2 de
março. ...




Edição n° 199 - Janiero de 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 208
  • Edição n° 207
  • Edição n° 206







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821