Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 22 de Setembro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30152552


Edicão n° 195 de Setembro de 2019


EDUCAçãO

DetranRS abre inscrições para curso a distância de educação para o pedestre


Estão abertas as inscrições para a 27ª Edição do Curso de Educação para Pedestre oferecido pelo
DetranRS. Com início em 16 de setembro, a formação é direcionada especialmente à professores
do ensino fundamental. O curso gratuito é realizado integralmente a distância e tem duração de
20 horas, distribuída em cinco semanas.

Entre os temas abordados estão o papel do multiplicador; aspectos conceituais, históricos e
psicopedagógicos do trânsito, a interdependência entre o quadro de acidentalidade, a dinâmica
do impacto (em caso de atropelamento) e a fragilidade dos corpos; os cuidados para
minimização dos riscos e os princípios que repercutem na qualidade da convivência no espaço
público.

Também serão trabalhadas a abordagem do tema na escola, as diretrizes nacionais de educação
para o trânsito e alternativas didáticas adequadas às características do público infanto-juvenil.

Para inscrever-se é preciso fazer um cadastro no Portal de Educação do Detran, clicando em
Acesso Restrito/Portal de Aprendizagem e em "Criar uma Conta". Depois disso é só clicar em
Inscrições Abertas e solicitar a inscrição.
...

Jovem RS Conectado no Futuro promove empreendedorismo, inovação e criatividade nas escolas


Inovação, empreendedorismo, criatividade e educação. Não mais inusitada, a combinação
dessas quatro áreas é uma adaptação a uma realidade em constante mudança. É com isso em
mente que o governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), lançou, nesta
quarta-feira (4/9), o Jovem RS Conectado no Futuro, um programa estratégico que define as
ações de gestão pedagógica e de planejamento da pasta. A iniciativa promove o
empreendedorismo, a inovação e a criatividade nas escolas, em parcerias com parques
tecnológicos e universidades. A proposta é valorizar, apoiar e dar visibilidade e estímulo ao
crescimento e ao protagonismo juvenil.

Para o governador Eduardo Leite, é fundamental que as escolas contribuam para que os
alunos estejam mais adaptados às exigências do mundo atual. “A educação tem de estar
sintonizada com os novos tempos, que exigem muito mais do que o conhecimento formal.
Demandam o despertar para habilidades e competências que são requisitadas nesse cenário
de uma nova economia, e que exige criatividade, empreendedorismo e inovação”, argumenta.

Com apoio do Ministério da Educação, R$ 10 milhões serão repactuados, neste ano, para
organizar ambiências e infraestruturas. O programa também consiste na maior incubadora de
projetos na área pública brasileira, com parcerias públicas e privadas e gestão de modelagens
inovadoras em educação. A ideia do Jovem RS Conectado no Futuro é potencializar projetos e
vocações já existentes em cada uma das 2,5 mil escolas estaduais, responsáveis pelo ensino
de quase 1 milhão de estudantes.

A Seduc e as entidades parceiras serão responsáveis pela mentoria do projeto. A intenção é,
ao reconhecer a vocação de uma escola, seja conferido um selo que certificará a escola como
inovadora, empreendedora ou criativa e, assim, dar margem para que novos projetos com
essa ênfase sejam desenvolvidos no colégio ou na região em que ele se localiza.

O secretário da Educação, Faisal Karam, reforçou que o programa serve, também, como forma
de motivação, procurando contribuir para que os alunos se mantenham em ambiente escolar.
“Temos distorções sérias de série/idade, provenientes da evasão escolar e da repetência, que
refletem na questão pedagógica. Esse quadro fica mais grave quando o aluno vem fragilizado
em termos de conhecimento e de motivação para estar na escola. O programa surge diante
desse cenário, unindo esforços coletivos de entidades públicas e privadas em prol da
educação”, destacou.

Até o final de 2019, 20% das 2,5 mil escolas da rede receberão selos que irão certificá-las
como escolas criativas, inovadoras e empreendedoras. A meta para 2020 é atingir 40% das
escolas. Em 2021, mais 40% e, até 2022, 100% das escolas estarão certificadas.

O projeto conta com a parceria do Sebrae/RS, da Rede Gaúcha de Ambientes de Inovação, do
Instituto Federal do Rio Grande do Sul, das secretarias da Inovação, Ciência e Tecnologia, da
Cultura e do Trabalho e Assistência Social, da Universidade de Passo Fundo, da Universidade
Federal de Santa Maria, da Universidade Federal do Pampa, da Unijuí, da Universidade Federal
de Pelotas e da Elefante Letrado Plataforma de Leitura.

“Não deixem que ninguém diga que não podem chegar onde querem”,defende Leite

A cerimônia de lançamento do Jovem RS Conectado com o Futuro quebrou o protocolo ao
contar com o estudante Yago Calabrese, de 15 anos, como mestre de cerimônias. O aluno da
Escola Estadual de Ensino Médio Ernesto Alves de Oliveira, de Santa Cruz do Sul, é um
exemplo do perfil de estudante inovador e criativo que o programa pretende formar e
incentivar.

O também estudante Vinicius Cosmann, 17 anos, da Escola Técnica Estadual Celeste Gobbato,
de Palmeira das Missões, foi chamado ao palco para discursar e fez um apelo às autoridades
presentes. “Acreditem na juventude”, declarou.

Em sua fala, o governador Eduardo Leite relembrou do tempo em que, aos 15 anos, decidiu
ser líder do Grêmio Estudantil da escola onde estudava, em Pelotas. “Também fui um jovem
provocador e questionador. É preciso não só ser jovem de idade, mas de ideias. Não deixem
que nada os desmotive e que ninguém diga que vocês não podem chegar onde querem”,
reforçou.

Selos

Escola inovadora
Estimula os estudantes a desenvolver habilidades e competências que fomentem a inovação, o
pensar e o fazer científico, usando recursos tecnológicos para produzir autoria. Prepara os
estudantes para enfrentar os desafios do século 21 com criatividade, por meio de
metodologias ativas, conteúdos virtuais, resolução de problemas e desafios, estabelecendo
conexões e cooperações com os demais agentes do processo.

Escola criativa
Estimula os estudantes a desenvolver habilidades e competências sócio-emocionais, culturais
e ambientais, por meio de metodologias ativas. Enfatiza a aprendizagem colaborativa dos
estudantes, o sentimento de pertencimento e o reconhecimento de redes de interação,
valorizando e respeitando as diferenças. A premissa básica é possibilitar que os estudantes
encontrem espaços que permitam expressividade, escuta e acolhimento.

Escola empreendedora
Estimula os estudantes a desenvolver habilidades e competências que fomentem o
protagonismo. Enfatiza a aprendizagem criativa e colaborativa, e a “mão na massa”, voltados
para a inserção no mundo do trabalho e na cocriação de soluções dos próprios desafios e da
comunidade. ...

Coordenadores regionais e agentes externos de educação participam de imersão na Seduc


Uma semana de imersão, com conhecimento e troca de informações sobre o funcionamento da
Rede Pública de Ensino. Desde o dia 2 de setembro, quando tomaram posse, até esta sexta-
feira (6/9), os 30 coordenadores regionais de educação e os três agentes de gestão, ligados à
Seduc, estiveram na Secretaria participando de treinamento, e conhecendo os departamentos,
coordenadorias e diretorias.

Na segunda-feira, 2 de setembro, após o evento no Palácio Piratini, foi o momento das
apresentações e compartilhamento de trajetórias. O secretário da Educação, Faisal Karam,
apresentou a equipe do gabinete, os diretores, e um panorama da educação pública no
Estado. “Vocês integram a terceira maior rede de ensino do país. Precisamos estar unidos.
Mais de 900 mil alunos dependem do nosso trabalho e do nosso esforço. Alinhamento e
transparência são essenciais”, declarou.

Ainda durante a segunda-feira, a equipe da Aliança, organização que atuou na escolha dos
profissionais, ouviu avaliações sobre o processo seletivo. “Foi um momento bastante rico e
penso que temos aí um grupo que será capaz de conduzir com segurança as transformações
necessárias na educação do Estado”, destacou Clarissa Malinverni, coordenadora de gestão
pública na Fundação Lemann.

A Casa Civil também teve um momento de fala, em que foram abordadas questões relativas à
Ouvidoria e o Canal Denúncia. Após, pontos importantes sobre relacionamento com a
imprensa, gestão de crises e redes sociais foram trabalhados pela equipe da Assessoria de
Comunicação da Seduc.

Na terça-feira, 3 de setembro, a pauta contou com o Departamento de Apoio aos Municípios
(DAM), a Superintendência da Educação Profissional (Suepro) e o Departamento de Recursos
Humanos. Os projetos especiais (Cipave, Escola Melhor, Jergs e Escola Aberta), Assessoria
Jurídica e Procuradoria Jurídica também foram detalhados. “A imersão é fundamental para
conhecer os setores, competências e fluxos não só da Seduc, mas principalmente das
coordenadorias. A interlocução com os profissionais na Seduc, bem como com os colegas que
já atuam ou atuaram nas CREs, é muito relevante. Entendo que a continuidade desse
alinhamento é indispensável para que possamos avançar na qualificação do trabalho,
melhorando os índices educacionais e otimizando os recursos públicos” avalia Carine
Imperator Weber, nova coordenadora regional da 7ª CRE (Passo Fundo).

A quarta-feira, 4 de setembro, foi dia de conhecer as instalações da secretaria, no Centro
Administrativo do Estado, e conversar com quem atua nos espaços. Também foi a data de
lançamento do Programa Jovem RS Conectado no Futuro, no Palácio Piratini. No turno da
tarde, ocorreu um treinamento sobre liderança e gestão com a equipe da Aliança; uma
imersão no Departamento de Logística e uma conversa com o Conselho Estadual de Educação.
“Vejo esse momento como a construção de uma nova caminhada, com novas ideias, e a
participação com um foco único”, disse a coordenadora da 12ª CRE, Vera Almeida, que
reassume o cargo.

Dinâmica para o trabalho colaborativo

Na quinta-feira, dia 5, pela manhã, os novos coordenadores regionais participaram de um
Ideathon com a equipe do Centro de Gestão Integrada (Cegin). A dinâmica, que busca
promover a colaboração e o trabalho em equipe, agradou aos participantes. “Foi muito
importante para desenvolver nossas habilidades de gestão. Aprendemos sobre gestão de rede,
trabalho colaborativo e cumprimento de metas, o que dará muita qualidade ao ensino do RS”,
avalia o novo coordenador da 16ª CRE (Bento Gonçalves) Alexandre Misturini. A atividade foi
ministrada pelo professor da Ulbra e diretor de inovação da Rede Gaúcha de Ambientes de
Inovação, Márcio Machado. À tarde, o Departamento de Educação apresentou o trabalho na
área pedagógica, e o secretário de Governança e Gestão Estratégica, Claudio Gastal,
apresentou o planejamento estratégico do governo.

E nesta sexta-feira, 6 de setembro, o Departamento de Planejamento apresentou metas e
objetivos de gestão, seguido, por fim, do Departamento Administrativo, que focou em obras
nas escolas. A semana de imersão se encerrou com a assinatura do Termo de Compliance
pelos coordenadores, e uma confraternização com a participação da equipe envolvida no
projeto. ...

SMEC realiza Desfile Cívico de 7 de Setembro


A Prefeitura de Eldorado do Sul, através da Secretaria de Educação, Cultura, Desporto,
Lazer e Turismo (SMEC), em parceria com as escolas municipais, estaduais e rede
credenciada, promove uma programação especial em comemoração ao dia 7 de setembro,
data de Independência do Brasil.

Centenas de alunos participarão do tradicional desfile cívico, juntamente com os diretores e
professores, que já estão se preparando para tornar este evento muito especial para toda a
comunidade. Venha prestigiar, contamos com a sua presença. Confira as datas e locais: ...

Jovem RS Conectado no Futuro promove empreendedorismo, inovação e criatividade nas escolas


Inovação, empreendedorismo, criatividade e educação. A combinação destas quatro
áreas, que não é mais inusitada, é uma adaptação a uma realidade em constante
mudança. É com isso em mente que o governo do Estado, por meio da Secretaria da
Educação (Seduc), lançou, nesta quarta-feira (4/9), o Jovem RS Conectado no Futuro,
um programa estratégico que define as ações de gestão pedagógica e de planejamento
da pasta. A iniciativa promove o empreendedorismo, a inovação e a criatividade nas
escolas, em parceria com parques tecnológicos e universidades. A proposta é valorizar,
apoiar e dar visibilidade e estímulo ao crescimento e ao protagonismo juvenil.

Para o governador Eduardo Leite, é fundamental que as escolas contribuam para que os
alunos estejam mais adaptados às exigências do mundo atual. “A educação tem de estar
sintonizada com os novos tempos, que exigem muito mais do que o conhecimento
formal. Demandam o despertar para habilidades e competências que são requisitadas
nesse cenário de uma nova economia, e que exige criatividade, empreendedorismo e
inovação”, argumenta.

Com apoio do Ministério da Educação, R$ 10 milhões serão repactuados, neste ano, para
organizar ambiências e infraestruturas. O programa também consiste na maior
incubadora de projetos na área pública brasileira, com parcerias públicas e privadas e
gestão de modelagens inovadoras em educação. A ideia do Jovem RS Conectado no
Futuro é potencializar projetos e vocações já existentes em cada uma das 2,5 mil
escolas estaduais, responsáveis pelo ensino de quase 1 milhão de estudantes.

A Seduc e as entidades parceiras serão responsáveis pela mentoria do projeto. A
intenção é, ao reconhecer a vocação de uma escola, seja conferido um selo que
certificará a escola como inovadora, empreendedora ou criativa e, assim, dar margem
para que novos projetos com essa ênfase sejam desenvolvidos no colégio ou na região
em que ele se localiza.

O secretário da Educação, Faisal Karam, reforçou que o programa serve, também, como
forma de motivação, procurando contribuir para que os alunos se mantenham em
ambiente escolar. “Temos distorções sérias de série/idade, provenientes da evasão
escolar e da repetência, que refletem na questão pedagógica. Esse quadro fica mais
grave quando o aluno vem fragilizado em termos de conhecimento e de motivação. O
programa surge diante desse cenário, unindo esforços coletivos de entidades públicas e
privadas em prol da educação”, destacou.

Até o final de 2019, 20% das 2,5 mil escolas da rede receberão selos que irão certificá-
las como escolas criativas, inovadoras e empreendedoras. A meta para 2020 é atingir
40% das escolas. Em 2021, mais 40% e, até 2022, 100% das escolas estarão
certificadas.

O projeto conta com a parceria do Sebrae/RS, da Rede Gaúcha de Ambientes de
Inovação, das secretarias de Inovação, Ciência e Tecnologia, da Cultura e do Trabalho e
Assistência Social, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), da
Universidade de Passo Fundo (UPF), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), da
Universidade Federal do Pampa (Unipampa), do Instituto Federal do RS (IFRS), da
Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), da Universidade Regional do Noroeste do
Estado do RS (Unijuí), da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), da Imed e da
Elefante Letrado Plataforma de Leitura.

“Não deixem que ninguém diga que não podem chegar onde querem”, defende Leite

A cerimônia de lançamento do Jovem RS Conectado com o Futuro quebrou o protocolo
ao contar com o estudante Yago Calabrese, de 15 anos, como mestre de cerimônias. O
aluno da Escola Estadual de Ensino Médio Ernesto Alves de Oliveira, de Santa Cruz do
Sul, é um exemplo do perfil de estudante inovador e criativo que o programa pretende
formar e incentivar.

O também estudante Vinicius Cosmann, 17 anos, da Escola Técnica Estadual Celeste
Gobbato, de Palmeira das Missões, foi chamado ao palco para discursar e fez um apelo
às autoridades presentes. “Acreditem na juventude”, declarou.

Em sua fala, o governador Eduardo Leite relembrou do tempo em que, aos 15 anos,
decidiu ser líder do Grêmio Estudantil da escola onde estudava, em Pelotas. “Também
fui um jovem provocador e questionador. É preciso não só ser jovem de idade, mas de
ideias. Não deixem que nada os desmotive e que ninguém diga que vocês não podem
chegar onde querem”, reforçou.

Selos

Escola inovadora
Estimula os estudantes a desenvolver habilidades e competências que fomentem a
inovação, o pensar e o fazer científico, usando recursos tecnológicos para produzir
autoria. Prepara os estudantes para enfrentar os desafios do século 21 com criatividade,
por meio de metodologias ativas, conteúdos virtuais, resolução de problemas e desafios,
estabelecendo conexões e cooperações com os demais agentes do processo.

Escola criativa
Estimula os estudantes a desenvolver habilidades e competências sócio-emocionais,
culturais e ambientais, por meio de metodologias ativas. Enfatiza a aprendizagem
colaborativa dos estudantes, o sentimento de pertencimento e o reconhecimento de
redes de interação, valorizando e respeitando as diferenças. A premissa básica é
possibilitar que os estudantes encontrem espaços que permitam expressividade, escuta
e acolhimento.

Escola empreendedora
Estimula os estudantes a desenvolver habilidades e competências que fomentem o
protagonismo. Enfatiza a aprendizagem criativa e colaborativa, e a “mão na massa”,
voltados para a inserção no mundo do trabalho e na cocriação de soluções dos próprios
desafios e da comunidade. ...




Edição n° 195 - Setembro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 195
  • Edição n° 194
  • Edição n° 193







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821