Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 07 de Maio de 2021. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
32331808


Edicão n° 215 de Maio de 2021


Reforma com transparência
05/09/2020

Há várias formas de se fazer uma reforma tributária. Tantas, que provavelmente este é
um dos motivos para a dificuldade de ela sair do papel no Brasil, país em que a
estrutura tributária é reconhecida como complexa, injusta e desestimulante do
desenvolvimento econômico e social.

Propostas de reforma tributária esbarram, quase sempre, na dificuldade de construir
consensos, já que, na maioria das vezes, foram e são desenhadas com a perspectiva de
alcançar uma miragem, ou seja, uma situação em que todos saem ganhando. A conta
nunca fecha, e as reformas não andam.

No lugar de propor uma reforma fatiada ou pontual, optamos por apresentar à discussão
do Rio Grande do Sul uma proposta global, coesa e inovadora, que circunstancialmente
responde ao fim das alíquotas majoradas de ICMS – o que irá subtrair R$ 2,85 bilhões
anuais da arrecadação com o imposto –, mas que pretende ir muito além de uma mera
compensação.

A proposta que colocamos em debate com a sociedade gaúcha pretende instituir um
novo regime, que auxilie no equilíbrio fiscal, melhore a lógica de tributação e, ainda,
incida de uma maneira mais justa sobre parcelas da população, sobretudo as de menor
renda.

Trata-se de uma proposta sem surpresas, que pode ser discutida em sua totalidade, com
transparência e possibilidade de projeção dos seus efeitos. Já iniciamos, inclusive,
conversa com as entidades empresariais e começamos a debater os seus eixos e
detalhes com os parlamentares na Assembleia.

Aliás, abrimos o diálogo antes mesmo de o texto final ser encaminhado ao parlamento,
com o intuito de incorporar visões complementares, encontrar respostas para pontos
que não tínhamos enxergado e localizar a oportunidade de atender outras demandas
históricas do setor produtivo.

É preciso sempre reafirmar que a reforma tributária pressupõe uma reorganização da
distribuição dos custos entre os cidadãos e os diversos setores econômicos. Nunca
haverá uma reforma tributária em que todos os impostos sejam reduzidos, o que não
significa que devamos abrir mão do esforço de simplificação. Mesmo assim, asseguro: a
proposta que se está discutindo não resulta em aumento da carga tributária.

Dada a necessidade de equilíbrio fiscal e diante dos compromissos com a prestação de
serviços essenciais, uma eventual redução de imposto sempre precisará ser
compensada, seja com o aumento de tributo em uma outra ponta ou com reformas
administrativas e de impacto financeiro, como as profundas reformas da previdência e
das carreiras do serviço público que já fizemos no Rio Grande do Sul.

Além de atender demandas históricas de setores da economia, que certamente
impactarão positivamente na nossa competitividade, estamos garantindo que não
haverá perdas substanciais de arrecadação. Seria ilusão prometer o contrário. A
competitividade do Estado não depende apenas do tamanho do imposto, mas, também,
da capacidade de investimento público e da boa prestação de serviços, como os de
saúde, educação e segurança, sem milagres e com responsabilidade fiscal.

Eduardo Leite *

*Governador do Rio Grande do Sul ...






Edicão n° 215 de Maio de 2021
18/05/2021 - Jurassic Lanches
06/05/2021 - Governo Bolsonaro manda mais 243,4 mil doses de vacina para o Rio Grande do Sul
06/05/2021 - Bolsonaro libera mais 165,7 milhões para estados investirem em segurança
06/05/2021 - Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças
05/05/2021 - Definida a utilização das vacinas contra a Covid-19 que chegaram nos últimos dias
05/05/2021 - Ações no mês de maio combatem violência sexual contra crianças e adolescentes
05/05/2021 - Dois acidentes em menos de 7 quilômetros marcaram o início desta quarta-feira (05) na BR 290.
04/05/2021 - Hospitais começam a receber o medicamento etomidato para intubação
04/05/2021 - Governo entrega 221 veículos para BM entre viaturas semiblindadas, motos e ônibus
03/05/2021 - Secretária da Educação visita escolas da capital no retorno das aulas presenciais da Rede Estadual
03/05/2021 - Está mais barato transferir veículo no Rio Grande do Sul
03/05/2021 - Fepam emite Licença Prévia para siderúrgica em Glorinha
01/05/2021 - Farmácia do Noel
01/05/2021 - Primeiro drive-thru da Campanha do Agasalho 2021 será em Porto Alegre, neste sábado, dia 1°
01/05/2021 - Em bandeira vermelha até 10 de maio, Estado mantém publicação diária de dados
01/05/2021 - Ceasa distribui mais de 15 toneladas de alimentos em campanha de combate à fome
01/05/2021 - Polícia Civil ganha reforço de 20 veículos semiblindados para Porto Alegre e Região Metropolitana
01/05/2021 - Municípios recebem R$ 43 milhões para custeio de programas de saúde
01/05/2021 - Estado distribui doses para fechar grupo de idosos e começar a vacinar pessoas com comorbidades
01/05/2021 - Como ficam a volta às aulas em Eldorado do Sul
01/05/2021 - Nova Lei Municipal amplia margem e carência para empréstimos consignados
01/05/2021 - Secretaria da Saúde informa:
01/05/2021 - Guaíba distribuirá Kits de alimentação nas escolas
01/05/2021 - A comunidade tem voz
01/05/2021 - Volta às aulas em Guaíba
01/05/2021 - Boletim Covid 19 em Butiá
01/05/2021 - Solidariedade multiplicada durante a pandemia
01/05/2021 - Programa Qualifica Trans oferece capacitação profissional para pessoas transexuais e travestis



Edição n° 215 - Maio de 2021

Selecionar Edição
  • Edição n° 215
  • Edição n° 214
  • Edição n° 213





  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821