Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 06 de Junho de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31256482


Edicão n° 204 de Junho 2020


Governo e UFPel assinam convênio para realizar testagem de coronavírus por amostragem
06/04/2020

A pesquisa que estimará o percentual da população gaúcha infectada pela Covid-19 deve
começar na próxima semana. Durante a realização de uma videoconferência nesta
sexta-feira (3/4), o governador Eduardo Leite disse que as amostragens epidemiológicas
sequenciais serão coletadas com apoio de cinco universidades, em um esforço
coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) em parceria com o Estado. O
convênio foi assinado nesta sexta.

“Essa testagem vai nos ajudar a entender o perfil da população infectada e em quais
regiões a prevalência é maior. Aliados a outros dados, como internação em hospitais em
leitos clínicos ou de UTI, os resultados mostrarão a evolução do vírus de forma mais
consistente, e não apenas com a confirmação de casos”, explicou Leite. A partir do que
for concluído, o governo poderá traçar políticas de distanciamento social e de reforço no
atendimento hospitalar em regiões específicas.

Sob a coordenação do reitor da UFPel, Pedro Curi Hallal, o trabalho da epidemiologia da
Covid-19 mobiliza um grupo de especialistas de outras quatro universidades federais no
Estado – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Santa
Maria, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre e Universidade
Federal do Pampa.

O Estado já recebeu os testes, que foram enviados para Pelotas. A partir daí, será
iniciada a etapa de coleta e de aplicação dos questionários nas regiões previstas pelo
estudo, de maneira simultânea. Cada universidade parceira supervisionará uma região
pré-determinada. As equipes que farão a testagem já estão em treinamento.

Dos 48,9 mil testes disponibilizados pelo Ministério da Saúde ao RS, 20 mil destinam-se
à pesquisa, que ganhou notoriedade nacional e será replicada em outros Estados. Os
testes já foram validados e estão sendo enviados para Pelotas. A partir daí, começa a
etapa de coleta e de aplicação dos questionários nas regiões previstas pelo estudo, de
maneira simultânea.

Diante da impossibilidade material de testar a população em geral (atualmente os
diagnósticos são realizados em casos de internação), o estudo de prevalência da doença
é um mecanismo seguro para estimar o percentual de infectados a partir de testes em
pessoas selecionadas.

A ideia surgiu nas discussões internas do Comitê de Análise de Dados sobre a pandemia,
instituído em março pelo governador, e que tem no comando a titular da Secretaria de
Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), Leany Lemos. "O Rio Grande do Sul não se
guia por achismos. Estamos buscando, nas evidências, as melhores informações para
tomar decisões bem embasadas. A pesquisa vai avaliar como estamos e projetar um
quatro de evolução", descreveu.

Em videoconferência com o governador e com a secretária, o reitor Hallal detalhou como
surgiu a ideia da pesquisa e quais são os principais objetivos do estudo. “Pensamos em
retornar ao básico: pesquisa de campo. Temos de contar quantos casos temos dessa
doença. Estudando 4,5 mil pessoas em todas as regiões do Estado, vamos saber qual
percentual está infectado. Duas semanas depois, voltaremos às regiões, e
entrevistaremos outras 4,5 mil. Serão quatro grupos de 4,5 mil entrevistados. Com a
quantidade de infectados a cada momento, saberemos a velocidade com a qual a
epidemia está se expandindo no Estado, além do percentual de infectados
assintomáticos ou com sintomas leves”, elucidou.

Os resultados de cada leva de 4,5 mil entrevistas serão publicados em tempo real, em
um prazo de até 48 horas, e divulgados à sociedade.

O estudo é viabilizado com apoio da iniciativa privada. Da capital, há investimento da
Unimed Porto Alegre e do Instituto Cultural Floresta. O Instituto Serrapilheira, do Rio de
Janeiro, também contribuiu.

A PESQUISA

Epidemiologia da Covid-19 no Rio Grande do Sul: estudo de base populacional e
validação de testes diagnósticos.

Objetivos principais

• Estimar o percentual de pessoas infectadas no RS através de inquéritos
epidemiológicos sequenciais.

• Conhecer a evolução (velocidade) que o coronavírus vem se alastrando.

• Identificar o percentual da população que é assintomática (não manifesta sintomas da
doença).

• Auxiliar o governo do Estado e demais organismos na definição das estratégias de
enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Regiões onde será aplicada

A partir de critérios do perfil populacional (IBGE), a pesquisa de campo ocorrerá em oito
regiões intermediárias:

• Caxias do Sul
• Grande Porto Alegre.
• Ijuí
• Passo Fundo
• Pelotas
• Santa Cruz do Sul/Lajeado
• Santa Maria
• Uruguaiana

Número de testes que serão aplicados

• 18 mil testes, divididos em quatro rodadas a serem implementadas com intervalo de
duas semanas, com coletas nas residências. A cada etapa, novas pessoas serão
diagnosticadas.









Edicão n° 204 de Junho 2020
02/06/2020 - Com avanço da crise, dificuldades em pagar as dívidas se agravam para famílias que ganham menos de dez salários mínimos
02/06/2020 - Estresse na pandemia pode provocar problemas na pele
02/06/2020 - Secretaria de Saúde de Butiá amplia espaço físico para retornar consultas no Posto Central
01/06/2020 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
01/06/2020 - Farmácia do Noel
01/06/2020 - Diante da pandemia saiba como fugir de crenças limitantes que impedem o sucesso
01/06/2020 - Manejo dos pacientes com câncer hereditário na pandemia da COVID-19 é tema de live
01/06/2020 - CEHM-RS e Sociedades de Especialidades posicionam-se contra redução de honorários na telemedicina
01/06/2020 - Prefeitura de Eldorado do Sul investe em mais segurança.
01/06/2020 - Mapa de contágio do Corona Vírus no município
01/06/2020 - Encaminhamento de carteiras de identidade é retomado no Estado
01/06/2020 - Com adaptações na rotina, equipes de fiscalização mantêm preservação do ambiente durante a pandemia
01/06/2020 - Agências FGTAS/Sine dispõem de mais de 800 vagas de trabalho no RS
01/06/2020 - BM monta esquema especial e garante formatura de 41 novos soldados durante pandemia
01/06/2020 - Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza é prorrogada até 30 de junho
01/06/2020 - No Dia Mundial sem Tabaco, um alerta sobre riscos da Covid-19 em fumantes
01/06/2020 - Dados do Covid 19 em Butiá
01/06/2020 - Qualificação para gestores da Rede debate processo educacional pós-pandemia do coronavírus
01/06/2020 - General Mourão rebate ataques contra Bolsonaro: “Deixa o cara governar!”
01/06/2020 - Conheça as intérpretes que traduzem em Libras as aulas do Pré-Enem Seduc RS



Edição n° 204 - Junho 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 204
  • Edição n° 203
  • Edição n° 202







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821