Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 06 de Abril de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31099115


Edicão n° 202 de Abril de 2020


Vigilância passará a testar para o coronavírus apenas casos de pessoas internadas
23/03/2020

A declaração de situação de transmissão comunitária do novo coronavírus no Rio Grande
do Sul, anunciada na sexta-feira (20/3), provocou uma mudança no monitoramento dos
casos no Estado. A partir de agora, serão investigados laboratorialmente somente os
casos graves que necessitem de internação hospitalar. As definições foram descritas em
uma nota informativa disponível aqui.

Para os casos leves, sem necessidade de internação, chamados de síndromes gripais, a
recomendação é o isolamento domiciliar do suspeito e de pessoas que residem na
mesma casa por 14 dias. A medida foi adotada já que não é mais possível identificar a
fonte de transmissão da doença, o que indica que o vírus já circula entre a população.
Por isso, deixa-se de trabalhar com os critérios de viagem ao exterior que vinham sendo
adotados até então.

O plano de contingência para a Covid-19 está em revisão final pelo Centro de Operações
Emergenciais (COE) para adequações em consonância com as orientações do Ministério
da Saúde, previstas para esta semana.

As notificações feitas até agora por parte dos municípios e que já tiveram amostras
encaminhadas para o Laboratório Central do Estado (Lacen) seguirão o processo de
análise até serem concluídas.

Síndromes gripais

Os casos de síndrome gripal são caracterizados por febre de início súbito (mais de
37,8°C) acompanhada de tosse ou dor de garganta e, pelo menos, um outro sintoma
(como dor muscular, nas articulações ou de cabeça). Em crianças, o critério é a febre e
outro sinal respiratório (tosse, coriza ou congestão nasal).

Esses casos poderão ser atendidos ambulatorialmente numa Unidade Básica de Saúde
ou outro serviço com esse propósito, evitando a procura de emergências hospitalares na
ausência de sinais de maior gravidade, como dificuldade para respirar. Para casos leves,
o protocolo é de isolamento domiciliar obrigatório de 14 dias para os casos suspeitos e
para os respectivos contatos que morem na mesma residência (intradomiciliares), sem a
necessidade de coleta de amostra para análise laboratorial. Essas medidas estão
previstas na Portaria da Secretaria da Saúde Nº 211/2020, publicada na sexta-feira
(20/3).

Casos graves

Os casos que terão análise para o novo coronavírus, causador da doença Covid-19, são
os de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Essas já são as mesmas situações
que o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) investiga para os outros vírus
respiratórios mais comuns em circulação no país, como os influenza A e B,
parainfluenza, adenovírus e vírus sincicial respiratório.

Profissionais da saúde e segurança

A exceção para o protocolo estabelecido são os profissionais das áreas da saúde e
segurança. Para que os contingentes de trabalho nessas áreas essenciais não baixem em
virtude de afastamentos por síndromes gripais, esses profissionais serão testados
(mesmo sem necessitar de internação) para o coronavírus quando estiverem com
sintomas. O fluxo operacional específico para esse público será definido pelo Centro de
Operações de Emergência para o coronavírus do Estado em breve.

Essa e outras estratégias de testagem (inclusive para segurança pública) serão
reformuladas e orientadas em um novo documento a partir da disponibilidade de testes
rápidos anunciados pelo Ministério da Saúde e da aquisição de um quantitativo extra
pelo Estado.






Edicão n° 202 de Abril de 2020
06/04/2020 - Estado distribui cloroquina para o tratamento de casos críticos de Covid-19
06/04/2020 - Governo e UFPel assinam convênio para realizar testagem de coronavírus por amostragem
06/04/2020 - Hospital São Vicente de Paulo, de Osório, recebe 10 leitos de UTI para ampliar atendimento à Covid-19
06/04/2020 - Aulas programadas na rede estadual de ensino iniciam nova etapa
02/04/2020 - Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica oferece aulas EAD sobre doenças genéticas raras
02/04/2020 - AMRIGS pede apoio às orientações da OMS na prevenção da COVID-19
02/04/2020 - Pele dos profissionais da saúde que atendem na linha de frente contra o coronavírus exige cuidado
02/04/2020 - Como lidar com a saúde mental das crianças e dos adultos no isolamento social
02/04/2020 - AMRIGS reforça pedido para que população mantenha cuidados rigorosos na prevenção da Covid-19
02/04/2020 - Hospital Moinhos de Vento utiliza telemedicina para humanizar atendimento a pacientes na UTI adulto
02/04/2020 - Conheça os benefícios para lojistas e consumidores do Cadastro Positivo
02/04/2020 - Riscos de infecção por Covid-19: gestante feto e recém nascido
02/04/2020 - Fundação Liberato colabora com produção de protetores faciais
02/04/2020 - Unificação de calendário escolar é definida em webconferência organizada pela Seduc
02/04/2020 - Saiba como será a entrega dos Kits de Merenda Escolar para o responsável pelo estudante cadastrado no Programa Bolsa Família
02/04/2020 - Equipe da Secretaria de Saúde começa a vacinar contra a gripe idosos acamados. Eles estão sendo atendidos em casa.
02/04/2020 - Atualização Boletim Covid-19
02/04/2020 - Guaíba aguarda recebimento de Vacinas através do Ministério da Saúde
02/04/2020 - Boletim Atualização Covid-19 em Butiá
02/04/2020 - Ação da DuZeca Pizzaria leva mensagem de apoio aos profissionais do Hospital de Butiá e SAMU
01/04/2020 - Farmácia do Noel
01/04/2020 - Pediatras destacam mecanismos fundamentais para crianças com deficiência no período de isolamento
01/04/2020 - Asilo Padre Cacique reforça apelo por doações
01/04/2020 - O combatente imprescindível
01/04/2020 - Psicólogos da Secretaria de Saúde realizam atendimento online, em Butiá



Edição n° 202 - Abril de 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 202
  • Edição n° 201
  • Edição n° 200







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821