Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 04 de Agosto de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31399889


Edicão n° 206 de Agosto 2020


Queimaduras por águas-vivas assustam veranistas nos primeiros dias de praia do verão
01/01/2020

O verão recém começou e as queimaduras com águas-vivas no litoral encheram os
veranistas de preocupação. De sábado até ontem, 1.401 pessoas sofreram queimaduras
por contato com os animais marinhos no Litoral gaúcho, segundo o Corpo de Bombeiros
Militar do RS (CBMRS).

O alerta da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção Rio Grande do Sul (SBD-RS),
é para que sejam observados cuidados após queimadura por água viva ou mãe d’água.
O contato dos tentáculos das águas-vivas com a pele causa dor e ardência na região
atingida, sendo mais intenso e duradouro conforme a quantidade de tentáculos
envolvidos e a espécie do animal. As águas-vivas que causam sintomas maiores, como
circulatórios e neurológicos, não existem no Brasil.

- Uma recente revisão da literatura médica sobre o assunto mostra que a primeira
medida a ser tomada é a limpeza da região atingida com água do mar, pois a água doce
pode agravar a lesão. A água do mar, quando aplicada sem fricção sobre a pele, ajuda a
não aumentar o dano causado pelo veneno e ainda remove os resíduos dos tentáculos –
explica a presidente da SBD-RS, Taciana Dal'Forno Dini.

Outras medidas a serem tomadas logo após a queimadura objetivam a diminuição dos
sintomas. Várias substâncias já foram estudadas, porém as com maior evidência
científica são a aplicação local de vinagre ou bicarbonato de sódio, que pode ser diluído
em água do mar, e/ou imersão da região corporal afetada em água morna.

Após o alívio dos primeiros sintomas da queimadura, a pessoa atingida pode continuar
apresentando dor, ardência ou coceira leves a moderadas do local. Estes sintomas
podem ser aliviados com o uso oral de analgésicos. Geralmente a pele queimada
permanece vermelha ou rosada por alguns dias, sendo importante a proteção solar
adequada, para não ocorrerem manchas residuais.

Um dermatologista deve ser consultado para esclarecimento e prescrição de terapia
adequada para alívio de sintomas mais intensos ou no caso de complicações.

Fonte: PlayPress






Edicão n° 206 de Agosto 2020
02/08/2020 - Serviços de Contabilidade
02/08/2020 - Telefone de contato do Tudo Fácil mudou
02/08/2020 - Geoportal RS disponibiliza painéis com dados da Covid-19 por município
02/08/2020 - Semana Mundial de Aleitamento Materno terá programação on-line em agosto
02/08/2020 - Brasil extingue documento de licenciamento de veículo em papel-moeda
01/08/2020 - Farmácia do Noel
01/08/2020 - Barbearia Roque
01/08/2020 - Restaurante D'FAZENDA
01/08/2020 - 13ª rodada do Distanciamento Controlado recebe 34 pedidos de reconsideração de bandeira
01/08/2020 - Com novas unidades em Camaquã e São Jerônimo, RS alcança ampliação de 90,6% em leitos de UTI
01/08/2020 - Começa contratação dos contemplados no FAC Digital RS
01/08/2020 - Mais duas mortes na BR 290 no entroncamento de Charqueadas
30/07/2020 - Mais uma morte na BR 290 em Eldorado do Sul no trevo de acesso a Charqueadas



Edição n° 206 - Agosto 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 206
  • Edição n° 205
  • Edição n° 204







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821