Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 03 de Julho de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31317562


Edicão n° 205 de JULHO 2020


PEIC indica continuidade do quadro de endividamento e de inadimplência dos gaúchos
11/12/2019

O resultado da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência das Famílias gaúchas (PEIC-
RS) no mês de novembro registrou um percentual de famílias endividadas de 67,1%,
avançando na comparação com novembro do ano passado, quando o percentual
marcava 64,1%; ante o mês anterior (68,3%) houve queda. A pesquisa divulgada pela
Fecomércio-RS nesta terça-feira (10) pode ser conferida completa aqui.

Segundo a Fecomércio-RS, os resultados apontam para a continuidade do quadro de
endividamento que vem sendo verificado nos últimos meses, com a persistência das
dificuldades das famílias em quitar contas em aberto. Porém, houve desaceleração nos
indicadores de inadimplência na margem, com a piora influenciada pelos resultados de
famílias com rendimentos maiores que 10 salários mínimos.

Em relação à percepção quanto ao nível de endividamento, o percentual de famílias que
se consideram muito endividadas teve leve redução na margem ao atingir 17,2%, ante
17,5% no mês anterior. O cartão de crédito continua como principal meio de dívida,
citado por 77,2% dos endividados, seguido por carnês (28,3%), crédito pessoal (13,0%)
e financiamento de casa (11,9%); 7,9% referiram ter dívidas com cheque especial.

Na avaliação do presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, apesar da queda na
Selic estar impulsionando o crédito e, consequentemente, o consumo das famílias,
algumas modalidades, apesar de apresentarem redução nos juros, permaneceram com
taxas bastante elevadas. Na análise divulgada pela Fecomércio-RS, cartão de crédito e
cheque especial, com taxas médias de 285,4% a.a. e 305,9% a.a., costumam ter um
impacto significativo na configuração da inadimplência. “Esses tipos de dívida, caso
fiquem em aberto, acabam se tornando dívidas que crescem muito rápido com o passar
dos meses, implicando uma maior dificuldade das famílias para quitá-las”, explica Bohn.






Edicão n° 205 de JULHO 2020
01/07/2020 - Farmácia do Noel
01/07/2020 - Centro de enfrentamento ao coronavirus iniciou atendimentos em Butiá
01/07/2020 - Nota Oficial: Supermercado Paulinho
01/07/2020 - Polícia Rodoviária Federal prende traficante com crack na Barra do Ribeiro
01/07/2020 - Temporal provoca danos estruturais em culturas e criações
01/07/2020 - Preço do teste Covid-19 na rede privada pode ser consultado no aplicativo Menor Preço
01/07/2020 - Rio Grande do Sul atinge meta da Campanha de Vacinação Contra a Gripe
01/07/2020 - Estado agiliza ações para liberar rodovias atingidas por temporal
01/07/2020 - Estado tem um infectado a cada 214 habitantes, aponta quinta etapa de pesquisa de prevalência de Covid-19
01/07/2020 - Prefeitos relatam dificuldade para conseguir medicamentos
01/07/2020 - Inscrição para Bolsa Juventude Rural é prorrogada até 24 de julho
01/07/2020 - RS Seguro amplia de 18 para 23 os municípios priorizados no programa
01/07/2020 - Justiça nega liminar que pedia anulação de processo seletivo para Agentes de Saúde
01/07/2020 - Defesa Civil de Butiá atende chamados após fortes chuvas e rajadas de vento
01/07/2020 - Atualização Boletim Covid-19
01/07/2020 - Vacina da Gripe
30/06/2020 - Centro Administrativo do Rio Grande do Sul recebe iluminação arco-íris no dia do Orgulho LGBT
10/06/2020 - Nota Oficial: Supermercado Paulinho
10/06/2020 - Corsan investe R$ 91,5 milhões no esgotamento sanitário de Guaíba



Edição n° 205 - JULHO 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 205
  • Edição n° 204
  • Edição n° 203







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821