Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 22 de Fevereiro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30982518


Edicão n° 200 de Fevereiro 2020


Dia Mundial de Saúde Mental chama atenção para aumento de adoecimentos no século XXI
10/10/2019

Adoecimentos mentais têm crescido mundialmente e já estão entre as principais causas de
incapacitações no século XXI. Especialmente a depressão, tida como fator de maior risco de
suicídio em todo o mundo. Em 10 de outubro é celebrado o Dia Mundial de Saúde Mental. E
justamente a promoção da vida e a prevenção ao suicídio foi foco da Secretaria de Saúde
(SES/RS), deste ano, junto ao Setembro Amarelo.

No Rio Grande do Sul, além da depressão e transtornos de humor, é também fator
preocupante o uso de álcool e outras drogas, em especial o crack, “por toda a questão social
envolvida”, informa a especialista em saúde Marilise Souza, que atua na Política Estadual de
Saúde Mental da SES. Segundo ela, é elevado o número de usuários de álcool em solo gaúcho,
que se revela “um adoecimento mais crônico, contínuo, ao longo da vida”.

Marilise destaca que o papel da Secretaria é incentivar a implantação da Rede de Atenção
Psicossocial (Raps), composta de dispositivos que atendam aos municípios, com papel de
cofinanciar os serviços, bem como fazer o monitoramento e avaliação e capacitar os
profissionais. “O objetivo é fazer com que os serviços estejam nos municípios e funcionem
bem”.

Mas um problema, diz, é que a maioria dos municípios gaúchos é de pequeno porte e não
possui sequer os mecanismos especializados, que são os Caps (Centro de Atenção
Psicossocial). “É uma característica do nosso Estado, 75% municípios gaúchos possuem menos
de 15 mil habitantes e este serviço é para municípios acima deste total”.

Algumas regiões possuem vazios de atendimento porque não tem população suficiente. “Então
temos um aparato para atuar junto com a atenção básica”. São os NAB (Núcleo de Apoio à
Atenção Básica) e os Nasf (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), de responsabilidade do
Ministério da Saúde”. Tratam-se de equipes especializadas que dão o matriciamento para a
atenção básica que é, em geral, a porta de entrada para os serviços.

Porém, dependendo da gravidade do sintoma, o usuário pode ter acesso a outros pontos da
rede. “Casos graves e persistentes vão para esta rede especializada no município que tiver”.
Uma rede composta pelos Caps e os ambulatórios de saúde mental. E, quando há riscos e
necessidade de internação, são acionadas as instituições hospitalares. Marilise destaca que o
usuário de saúde mental possui uma característica específica, que é a de reinternações. “Por
isto é importante ter uma rede articulada”.

Além disto existe a rede de reabilitação, com unidades de acolhimento nos municípios após
período de desintoxicação. Outra estratégia utilizada na atenção à saúde mental é a chamada
redução de danos, que são práticas adotadas para reduzir os danos associados ao
uso/dependência de drogas.






Edicão n° 200 de Fevereiro 2020
14/02/2020 - Galeria da Penitenciária de Arroio dos Ratos passa por operação de revista
14/02/2020 - Operação afasta prefeito, secretários e vereador por suspeita de crimes licitatórios
14/02/2020 - Ex-presidente de Câmara de Vereadores é condenados a 04 anos de reclusão por fraude em concurso público
14/02/2020 - Acidente com morte na BR 290 próximo ao Posto do Roque
13/02/2020 - Para curtir a praia com as crianças em segurança
13/02/2020 - Saiba o que é preciso observar nas pintas da pele
13/02/2020 - Parque Itapuã inicia última fase do projeto-piloto de reabertura das praias
13/02/2020 - Ações educativas e fiscalização marcam atuação da Balada Segura no Litoral
13/02/2020 - Universidade Estadual recebe inscrições para cursos de especialização
13/02/2020 - Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo já pode ser impresso em casa
13/02/2020 - Calendário Esportivo 2020 é divulgado pela Prefeitura de Butiá
13/02/2020 - Transporte Escolar Consciente. Seminário pioneiro da Prefeitura de Guaíba sobre a segurança das crianças.
13/02/2020 - Nova etapa de vacinação contra o Sarampo
13/02/2020 - Circuito Verão Sesc terá Futevôlei em Guaíba
13/02/2020 - Passe Livre Estudantil
05/02/2020 - Delações Premiadas e prisões preventivas
05/02/2020 - Como diferenciar doenças respiratórias comuns de um eventual caso de gravidade do coronavírus
05/02/2020 - Qualificação com solidariedade em Sapiranga
05/02/2020 - Ajorsul apoia campanha de conscientização contra óculos falsificados
05/02/2020 - Iniciam as obras da Havan em Guaíba
05/02/2020 - Encontro com os coordenadores regionais organiza início do ano letivo de 2020
05/02/2020 - Plano de monitoramento do coronavírus é apresentado aos coordenadores regionais da Saúde
05/02/2020 - Rodeio de Charqueadas está próximo
05/02/2020 - Prefeitura de Charqueadas abre Processo Seletivo Simplificado de Estagiários para Monitoria Educacional e Digital
04/02/2020 - Comprovação do direito da Aposentadoria Especial
04/02/2020 - O que fazer quando acontecem os pequenos ferimentos em crianças
03/02/2020 - Música auxilia no tratamento de pacientes com câncer
03/02/2020 - Dia 5 de maio é último prazo para o recadastramento biométrico para os eleitores de Eldorado do Sul
02/02/2020 - Agentes Comunitários realizam atualização de cadastros
01/02/2020 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/02/2020 - Farmácia do Noel
01/02/2020 - Serviço de Contabilidade
01/02/2020 - Tintas em Arroio dos Ratos
01/02/2020 - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos



Edição n° 200 - Fevereiro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 200
  • Edição n° 199
  • Edição n° 198







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821