Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Outubro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30420495


Edicão n° 196 de Outubro 2019


Educação Infantil puxa crescimento do nível socioeconômico do RS
04/10/2019

O Idese é parâmetro para avaliar a situação de municípios quanto ao desenvolvimento em
Educação, Saúde e Renda - Foto: Raquel Schneider / Ascom Seplag (foto anexa)
O Rio Grande do Sul registrou crescimento de 0,34% no Índice de Desenvolvimento
Socioeconômico (Idese) em 2016. Na comparação com 2015, o indicador passou de 0,751
para 0,754, o que mantém o Estado no patamar de desenvolvimento médio.

Dos três blocos do Idese, dois tiveram percentuais positivos: o da Educação, com o maior
avanço relativo (1,73%), e o 0,26% da Saúde, o que assegura o segmento no topo do Idese
desde 2009 (agora em 0,819). Fruto do cenário econômico, o Bloco Renda foi o único a ter
retração (-0,89%), acumulando perda de 4% nos últimos dois anos da série.

Parâmetro para avaliar a situação socioeconômica dos municípios gaúchos a partir de aspectos
quantitativos e qualitativos quanto ao desenvolvimento nestas três áreas, a divulgação do
Idese 2016, nesta quarta-feira (2/10), incluiu também os indicadores por municípios e por
Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), além de outras regionalizações
importantes para o planejamento, como as microrregiões do Instituto Brasileiro de Geografia e
Estatística (IBGE), regiões de Saúde e Educação entre outras.

“Mesmo o Rio Grande do Sul apresentando indicadores que o colocam em um nível médio de
desenvolvimento, o Idese nos ajuda a identificar onde é possível melhorar, para onde as
políticas públicas precisam de um olhar mais atento”, destacou a secretária de Planejamento,
Orçamento e Gestão, Leany Lemos. A classificação vigente considera o desenvolvimento alto
aqueles indicadores maiores ou iguais a 0,800, médio os que se encontram entre 0,500 e
0,799 e baixo os que não superam o índice de 0,499.

Educação

O principal desempenho comparativo no Bloco Educação se deu com a Educação Infantil, cujo
Idese registrou ao final de 2016 um salto de 11,76%. O resultado é medido, basicamente,
pelas taxas de matrículas pelo Censo Escolar confrontadas com as estimativas da população
entre quatro e cinco anos de idade.

Responsável pelo estudo, o analista pesquisador Tomás Pinheiro Fiori, alerta para situações
bastante distintas neste segmento: enquanto cresce o nível na Educação Infantil, o sub-bloco
do Ensino Médio teve um recuo de 6,37% ao repetir a comparação das matrículas com as
estimativas de gaúchos entre 15 e 17 anos.

”Como apenas no biênio 2015-2016 esta redução chegou a -9,72% nas matrículas totais,
pode-se estabelecer uma relação entre a conjuntura econômica do país e o possível
deslocamento de jovens em idade escolar para atividades que ajudem a complementar a
renda familiar em tempos de crise”, complementou Fiori, que integra a equipe de
pesquisadores do Departamento de Economia e Estatística (DEE), órgão vinculado à Secretaria
de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag). O pesquisador acrescentou ainda que as
matrículas neste nível de ensino vêm caindo em ritmo mais acelerado desde o início da série
do Idese, em 2007.

Saúde

O Bloco Saúde, embora tenha apresentado avanço mais modesto, é o único do Idese gaúcho a
se manter em nível elevado de desenvolvimento, com índice apurado, em 2016, de 0,819,
com evolução positiva na maioria dos componentes em todos os anos do Idese.

É o caso dos indicadores que medem as condições materno-infantis, que atingiu 0,839 em
2016 (0,69% acima do ano anterior). Nesse sub-bloco, o Idese é estimado a partir de dois
indicadores principais, que são a taxa de mortalidade de crianças até cinco anos de idade e a
taxa de nascidos vivos cujas mães realizaram pelo menos sete consultas pré-natal. “O
desempenho nestes indicadores também é bastante positivo, com destaque especial para a
mortalidade infantil, que se aproxima de índices observados em média nos países mais
desenvolvidos”, destacou o analista.

O bom desempenho gaúcho em saúde decorre do fato de que grande parte dos indicadores
utilizados se refere à mortalidade, sendo a população do RS uma das mais longevas do país.
Quando se trata do índice específico de longevidade e mortalidade, o sub-bloco estimado para
o conjunto do Estado apresenta níveis elevados desde o primeiro ano da série, em 2007
(0,840), tendo alcançado 0,869 na estimativa mais recente, de 2016.

Renda

O Bloco Renda, do Idese 2016, deu continuidade ao processo de retração verificado em 2015,
condizente com a conjuntura econômica nacional. O índice de 0,732 coloca o Estado quase no
mesmo patamar de 2012 (0,730), distante do nível alcançado no ápice da série histórica, em
2014 (0,763).

Municípios da Serra lideram

Pelo sétimo ano consecutivo na série do Idese, Carlos Barbosa, na região da Serra, figura na
liderança do índice geral do Idese para os municípios, com 0,884, desempenho levemente
superior a 2015 (0,879), mas ainda inferior ao seu ápice de 2014 (0,892).
Evolução

Entre os municípios gaúchos, nenhum apresenta nível baixo de desenvolvimento
socioeconômico, quando medido pelo Idese. No ano de 2016, 423 municípios apresentaram
índices médios, enquanto 74 apresentaram índices altos. Isso significa que cerca de 14,9%
dos municípios gaúchos, onde residem 27% da população gaúcha – mais de 3 milhões de
pessoas –, obtiveram índices iguais ou superiores a 0,800, em 2016.

Em comparação com 2015, foram sete os municípios que caíram do nível alto para o nível
médio de desenvolvimento. No entanto, 13 municípios seguiram o caminho inverso,
conquistando um lugar entre aqueles municípios considerados de desenvolvimento alto.

Entre os piores desempenhos de 2016, a tendência repete 2015, apenas alterando levemente
a ordem os municípios menos desenvolvidos do RS. No ano mais recente, Alvorada caiu uma
posição para assumir o último posto, em 497º lugar, com um índice total de 0,572.

Enquanto isso, Dom Feliciano, que em 2015 figurava na última colocação, melhorou o índice
de 0,567 para 0,589 e, com isso, pular uma posição, agora para 496º. Mais uma vez o
indicador que se destaca é a taxa de matrícula na educação infantil, que o município
conseguiu ampliar de 56%, em 2015, para 89%, em 2016.

Educação nos municípios

Entre os municípios com maiores índices no Bloco Educação, Picada Café, na região das
Hortênsias, se manteve no topo pelo segundo ano consecutivo e pela sexta vez na série de 10
anos do Idese, com índice de 0,848. Seu desempenho é calcado na liderança no sub-bloco de
Educação Infantil (0,965), o que significa quase todas as crianças de quatro e cinco
matriculadas. Na segunda colocação do sub-bloco do Ensino Fundamental (0,886), o que
indica os melhores desempenhos nos anos iniciais e finais avaliados pelo Saeb; além de um
excelente índice no sub-bloco do Ensino Médio, de (0,972), também calcado na quase
totalidade da estimativa de jovens de 15 a 17 anos matriculados em escolas.







Edicão n° 196 de Outubro 2019
18/10/2019 - 15ª Feira do Livro de Eldorado do Sul
18/10/2019 - Alunos de escola de Eldorado do Sul recebem prêmio do Projeto MPT na Escola RS 2019
18/10/2019 - Vem aí o 3° Festival de Danças de Eldorado do Sul
18/10/2019 - Novos casos reforçam importância da vacinação contra o sarampo neste sábado
18/10/2019 - 2º Festival Steam Seduc destaca criatividade e empreendedorismo dos alunos da rede estadual
18/10/2019 - Programa de cuidado com a infância da Secretaria da Saúde recebe prêmio nacional
18/10/2019 - Pinacoteca em Porto Alegre, recebe a exposição Travessia por terra, água e ar
18/10/2019 - Cinco estabelecimentos são autuados pela Força-Tarefa da Segurança Alimentar
17/10/2019 - RS ganha novas Patrulhas Maria da Penha para combater a violência contra a mulher
17/10/2019 - Assembleia homenageia escolas estaduais com melhor desempenho em índice de educação
16/10/2019 - Eldorado do Sul inicia a instalação do sistema de videomonitoramento e cercamento eletrônico
15/10/2019 - Fórum Nacional de Secretários de Habitação atualiza pautas em reunião no Rio Grande do Sul
15/10/2019 - Educadores que fazem a diferença na vida de estudantes
15/10/2019 - Unidades de saúde do município realizam atividades em comemoração ao Outubro Rosa
14/10/2019 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
14/10/2019 - O REFIS 2019 já está disponível! Aproveite a melhor forma de pagamento.
14/10/2019 - Em 200 dias, aplicativo que indica o menor preço alcança 50 mil downloads
14/10/2019 - Mestrado acadêmico em conservação da diversidade biológica está com inscrições abertas
14/10/2019 - Confiança de empresários gaúchos atinge melhor índice desde maio deste ano
14/10/2019 - Reforma Tributária: Não se deve resolver um problema criando outros
14/10/2019 - Prova AMRIGS passará a ser seleção nacional para programas de Residência Médica
14/10/2019 - Tecnologia deve reduzir custo e ampliar acesso a cirurgia bariátrica e tratamentos para obesidade e diabetes
14/10/2019 - Curso sobre Farmácias Vivas prepara profissionais para uso de plantas medicinais
14/10/2019 - Alunos da Escola Eldorado participam de reunião com o prefeito municipal
11/10/2019 - DNIT alerta para serviços de manutenção na BR-116, nesta sexta-feira (11)
11/10/2019 - Governo apresenta reforma estrutural a representantes de policiais civis e agentes penitenciários
11/10/2019 - Convênios com bombeiros civis fortalecem atendimento em rodovias estaduais
11/10/2019 - Margs oferece oficinas gratuitas ao público infanto-juvenil
11/10/2019 - Operação de estreia da comissão de emergências ambientais
11/10/2019 - Uso de meios alternativos de transporte alcança marca histórica na capital.
11/10/2019 - Desequilíbrio financeiro do Estado exige reformas estruturais
11/10/2019 - Rio Grande do Sul é um dos vencedores do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora
10/10/2019 - Dia Mundial de Saúde Mental chama atenção para aumento de adoecimentos no século XXI
09/10/2019 - Cresce o número de pessoas endividadas em setembro
08/10/2019 - Inscrições para o Gauchão de Várzea começam nesta quarta (9) e seguem até 20 de outubro
08/10/2019 - Uma Lei para alertar sobre os riscos do uso excessivo de telas na infância
08/10/2019 - Harmonia no rosto e beleza fazem crescer procura por procedimentos estéticos nos lábios
08/10/2019 - Instituto da Criança com Diabetes participa da campanha nacional da ADJ Diabetes Brasil sobre Retinopatia Diabética
08/10/2019 - Governador inicia debate com a sociedade sobre reformas em carreiras de servidores e previdência
08/10/2019 - Emendas parlamentares garantem R$ 127 milhões para hospitais e instituições de saúde do Estado
08/10/2019 - Resultado da votação para o conselho tutelar no município
08/10/2019 - Prefeitura de Eldorado do Sul adere à campanha Outubro Rosa
08/10/2019 - Atenção para o período de inscrições para as creches e na pré-escola!
08/10/2019 - Outubro Rosa em Guaíba
08/10/2019 - Duplicação da ERS-239 ampliará rota entre Serra e Região Metropolitana
08/10/2019 - Organizado pela Seduc, Ideathon aproxima educadores e alunos
08/10/2019 - Ação conjunta descobre agrotóxicos proibidos e contrabandeados em lavouras de arroz
08/10/2019 - Aquisição de alimentos para merenda escolar será feita por cartão de compras a partir de 2020
08/10/2019 - Porto Alegre sedia a Copa de Ginástica e Dança
08/10/2019 - XXI Gincana Municipal movimentaram final de semana com tarefas antecipadas
08/10/2019 - Butiá Kids é nesta quarta-feira (9)
06/10/2019 - Tintas em Arroio dos Ratos
06/10/2019 - Lançamento do Projeto Memória é nesta segunda em Butiá
04/10/2019 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais: muito além de uma simples adequação
04/10/2019 - Evento debate desafios do atendimento ao paciente em emergências
04/10/2019 - Coluna da OAB/RS
04/10/2019 - Conheça os benefícios dos ovos para uma alimentação saudável
04/10/2019 - Programa “Butiá Mais Seguro” atinge 100 câmeras integradas
04/10/2019 - Instalada Frente Parlamentar em Defesa dos Portadores de Psoríase e Artrite Psoriática
04/10/2019 - Oficina de Restauro recupera peças históricas no Palácio Piratini
04/10/2019 - Educação Infantil puxa crescimento do nível socioeconômico do RS
04/10/2019 - Caminhada inicia atividades do Outubro Rosa em Guaíba
04/10/2019 - Passagem de ônibus a R$ 1 no próximo domingo. Dia será eleição no Conselho Tutelar
04/10/2019 - Prefeitura acompanha ação voluntária na Apae
04/10/2019 - Projeto de tratamento de esgoto do Delta é pauta em reunião na Corsan
01/10/2019 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/10/2019 - Farmácia do Noel
01/10/2019 - Barbearia Roque
01/10/2019 - Preserva Rio Grande - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos
01/10/2019 - Estado libera R$ 31,4 milhões para investimentos na Educação
01/10/2019 - Consórcio antecipa investimento de R$ 2,4 bi em linhas de transmissão de energia
01/10/2019 - Projeto levará exames de mamografia para áreas remotas do Estado
01/10/2019 - Vigilância em Saúde ressalta a importância da prevenção à raiva em animais domésticos
01/10/2019 - Motorista que matou estudante durante racha na Estrada do Mar é condenado por homicídio doloso no trânsito
01/10/2019 - Governo encaminha ajustes finais para cronograma de convocações na Segurança
01/10/2019 - BM recebe reforço de cerca de R$ 5 milhões em viaturas e armamentos
01/10/2019 - Empresários gaúchos mantêm-se otimistas, aponta Fecomércio-RS
01/10/2019 - Divulgadas equipes classificadas para o 1º concurso de Aplicativos e Games da Rede
01/10/2019 - Secretaria da Saúde discute políticas públicas para idosos com Associação Parkinson
01/10/2019 - Eleições para o Conselho Tutelar
01/10/2019 - Outubro Rosa em Guaíba
01/10/2019 - Butiá terá Espetáculo Artístico e Baile da Gincana neste sábado (5)
01/10/2019 - Mais um acidente grave na BR 290 no trecho que já deveria ter sido duplicado



Edição n° 196 - Outubro 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 196
  • Edição n° 195
  • Edição n° 194







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821