Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 21 de Janeiro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30921069


Edicão n° 199 de Janiero de 2020


Rio Grande do Sul registra os primeiros casos de sarampo em 2019
12/09/2019

A Secretaria da Saúde (SES) divulgou nesta quinta-feira (12/9) uma nota técnica sobre
o sarampo. Os primeiros casos do Rio Grande do Sul foram confirmados nesta semana.
São sete casos que tiveram início de sintomas entre a primeira e a última semana de
agosto. Seis deles foram em residentes em Porto Alegre e um em Dois Irmãos. As
medidas de bloqueio, com a vacinação de contatos próximos, já foram realizadas pelos
municípios. Todos têm histórico de viagem a locais com circulação do vírus (São Paulo e
Europa) ou vinculação a esses, por isso são considerados importados.

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus. Sua transmissão ocorre
quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. Qualquer
indivíduo que apresentar febre e manchas no corpo (exantemas) acompanhado de tosse,
coriza ou conjuntivite deve procurar os serviços de saúde para a investigação,
principalmente aqueles que estiveram nos 30 dias anteriores em viagem a locais com
circulação do vírus. No Brasil, são 2,7 mil casos somente nos últimos 30 dias, mais de
98% deles em São Paulo. Casos suspeitos devem ser informados imediatamente às
Secretarias Municipais de Saúde ou para o Disque Vigilância, por intermédio do número
150.

O primeiro caso do ano no RS foi de uma jovem de 18 anos, residente em Porto Alegre,
que em julho esteve na Itália e em São Paulo, dois locais onde há circulação do vírus.
Apesar dos sintomas, ela não teve o diagnóstico inicial para sarampo. O caso foi
identificado após a confirmação de outros três com os quais ela teve contato e que
residem na mesma moradia: duas delas também de 18 anos e uma de 25. Assim que
houve as confirmações, a vigilância realizou uma ação de bloqueio, com a vacinação de
53 pessoas (contatos próximos) que não estavam vacinados mas que não tinham
sintomas da doença.

Outros dois homens residentes em Porto Alegre, de 21 e 30 anos, também tiveram o
sarampo confirmado após viagens a São Paulo. O mais velho, inclusive, relatou contato
com colegas de trabalho que posteriormente confirmaram a doença. Nos dois episódios
a vigilância da capital também realizou ações de bloqueio, com a vacinação e
acompanhamento de mais de 90 pessoas, todas sem sintomas. Por último, uma jovem
de 21 anos, de Dois Irmãos, também com histórico de viagem a São Paulo no último
mês, teve o caso confirmado. A Secretaria de Saúde do município acompanha 14
contatos da pessoa, todos assintomáticos.

A mais efetiva forma de prevenção é a vacinação. Para ser considerada vacinada, a
pessoa precisa ter o registro em caderneta de vacinação conforme esquema vacinal. A
rede pública de saúde disponibiliza gratuitamente a vacina tríplice viral para a população
de 6 meses a 49 anos de idade e para profissionais de saúde e demais pessoas
envolvidas na assistência à saúde hospitalar.

São considerados vacinados:

– Pessoas de 12 meses a 29 anos que comprovem duas doses de vacina com
componente sarampo/caxumba/rubéola;
– Pessoas de 30 a 49 anos que comprovem uma dose de tríplice viral;
– Profissionais de saúde, independentemente da idade, que comprovem duas doses de
tríplice viral.

Histórico do sarampo no RS:

2019: 7 casos (até 10/9)
2018: 47 casos
2012-2017: sem casos registrados
2011: 8 casos
2010: 7 casos
1999: último caso autóctone do RS

Há 20 anos o Rio Grande do Sul não registra casos autóctones de sarampo. Depois de
1999, todos as confirmações são referentes a pessoas que pegaram a doença em
viagem ao exterior ou a outros Estados ou que tinham ligação com essas. Por isso, as
cadeias de transmissão são consideradas importadas.

Situação da doença no país e mundo

Somente nos últimos 90 dias, o Brasil já registrou 2,7 mil casos de sarampo, mais de
98% deles no Estado de São Paulo. Outros 13 Estados (o RS entre eles) já tiveram casos
confirmados. Foram confirmados quatro óbitos por sarampo no Brasil, três em São Paulo
e um em Pernambuco.

O mundo vem enfrentando surtos de sarampo desde 2018, com a confirmação de mais
de 300 mil casos. A região das Américas encerrou 2018 com a confirmação de 16.514
casos, distribuídos em 12 países. Em 2019, até agosto, o continente já registrou 3 mil
casos, em 14 países, sendo 1,2 mil nos EUA.

O Brasil havia recebido o certificado de eliminação do sarampo pela Organização Pan-
Americana da Saúde (OPAS), em setembro de 2016, contudo a confirmação de casos
ainda em 2019 levou a perda do título, tendo em vista que o vírus permanece circulando
por mais de 12 meses no país.

Dose zero

Uma das ações para o enfrentamento ao surto do sarampo no país é a vacinação das
crianças de 6 a 11 meses. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, mais
suscetível a casos graves e óbitos. No Rio Grande do Sul, são cerca de 70 mil crianças
nessa faixa etária. A medida preventiva indica a aplicação como uma “dose zero”, já que
ela não substitui a primeira dose contra o sarampo no Calendário Básico Infantil, dada
aos 12 meses de idade com a vacina tríplice viral (que também protege contra a rubéola
e a caxumba). A proteção é completada aos 15 meses com a tetra viral (que previne
ainda contra a varicela, também conhecida como catapora).

Esta vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança
ter tomado a “dose zero”. A medida deve permanecer enquanto o país não interromper
a transmissão do vírus, que seria ficar 90 dias sem novos casos.

Bloqueio vacinal

Além de vacinar as crianças na faixa etária prioritária, o Ministério da Saúde também
orienta Estados e municípios a realizarem o bloqueio vacinal. Ou seja, quando
identificado um caso da doença, é preciso vacinar todas as pessoas que tiveram ou têm
contato com aquele caso suspeito em até 72 horas. Neste caso, recomenda-se que a
vacinação seja realizada de forma seletiva, em que não há necessidade de revacinação
das pessoas já vacinadas anteriormente e que têm comprovação vacinal. Não é
orientada dose extra para a pessoa já vacinada.

No final do último mês o Estado recebeu do Ministério da Saúde cerca de 138 mil doses
de vacina tríplice viral para as ações de vacinação de rotina, dose extra das menores de
1 ano de idade e ações de bloqueio. Assim, todos os municípios estão abastecidos da
vacina. Um novo lote é previsto para a segunda quinzena do mês, dentro da
programação normal de envio de imunobiológicos do Ministério da Saúde aos Estados.






Edicão n° 199 de Janiero de 2020
19/01/2020 - Paradouro na BR 290 em Eldorado do Sul
17/01/2020 - Seduc planeja ano letivo de 2020 em encontro com coordenadores regionais
17/01/2020 - Chuvas retomam ânimo dos produtores e soja segue em desenvolvimento
17/01/2020 - Abertura de leitos no Hospital Regional é tema de reunião entre Estado e Fundação de Cardiologia
17/01/2020 - Estado divulga rodovias com radares móveis entre 16 e 19/1
17/01/2020 - Polícia Civil lança campanha de prevenção a golpe contra idosos
17/01/2020 - Evidências de um RS Seguro
17/01/2020 - DetranRS propõe que valores não ressarcidos do Dpvat fiquem como crédito para 2021
17/01/2020 - Segunda via do documento do veículo já pode ser solicitada pela internet
17/01/2020 - Contratação de temporários aumento cerca de 33% no ano de 2019
17/01/2020 - Atenção com as crianças na água deve ser permanente
14/01/2020 - RS tem 99 municípios em alerta ou alto risco de transmissão da dengue
14/01/2020 - Investimento de quase R$ 3 milhões garante veículos e equipamentos para Bombeiros
14/01/2020 - Confira como ficam os valores reduzidos do Dpvat para 2020
10/01/2020 - RS poderá ampliar para cinco o número de municípios com escolas cívico-militares
10/01/2020 - Corsan apresenta PPPs ao Fórum Estadual de Coredes
10/01/2020 - RS encerra 2019 com a menor taxa de homicídios da década em proporção à população
10/01/2020 - Estado e prefeitura da capital tratam da transferência de gestão da Farmácia de Medicamentos Especiais
10/01/2020 - Estado começa distribuição de vacinas pentavalente a municípios
10/01/2020 - DetranRS recomenda que motorista aguarde confirmação do novo valor do Dpvat
10/01/2020 - Sete praias estão impróprias para banho no Rio Grande do Sul
10/01/2020 - Governo apresenta proposta para que magistério recupere aulas e finalize greve
10/01/2020 - Arambaré renova contrato com a Corsan
10/01/2020 - Agentes penitenciários realizam revista na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC)
10/01/2020 - Um em cada cinco pacientes avaliados teve câncer de pele diagnosticado
10/01/2020 - Eldorado do Sul recebe emenda parlamentar do Deputado Federal Márcio Biolchi
10/01/2020 - Ministério da Cidadania libera recursos para instalação de academias de ginástica ao ar livre em Eldorado do Sul
10/01/2020 - Inscrições para participar do Programa Terceira Idade com Seriedade já estão abertas.
10/01/2020 - Empossados novos diretores das Escolas Municipais de Ensino Fundamental e de Educação Infantil de Charqueadas
10/01/2020 - Campanha #Charqueadaseuamoesselugar
10/01/2020 - PIM de Charqueadas realiza Festa de Natal para famílias atendidas pelo programa
06/01/2020 - Segundo período de matrículas da rede estadual começa nesta segunda, dia 6
06/01/2020 - Polícia Civil e BM realizam atividades educativas na beira-mar de Capão da Canoa
06/01/2020 - Viagem Segura fiscaliza mais de 34 mil veículos durante o feriadão
03/01/2020 - Eldorado do Sul amplia cobertura de ESF para 100% das Unidades de Saúde
01/01/2020 - Barbearia Roque
01/01/2020 - Quer vender mais?
01/01/2020 - Tintas em Arroio dos Ratos
01/01/2020 - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos
01/01/2020 - Balanço de 2019 destaca ajuste fiscal e retorno de investimentos
01/01/2020 - Validação facial aumenta segurança do processo de habilitação de condutores
01/01/2020 - Implantação da Rede de Escolas de Governo avança no Estado
01/01/2020 - Estado formaliza doação da área para CT do Internacional em Guaíba
01/01/2020 - Balada Segura dá a largada em ações educativas e de fiscalização no RS Verão Total
01/01/2020 - Coluna da OAB/RS
01/01/2020 - Queimaduras por águas-vivas assustam veranistas nos primeiros dias de praia do verão
01/01/2020 - Transação Tributária
01/01/2020 - 318 famílias recebem seus títulos de propriedade em Eldorado do Sul
01/01/2020 - SMOV constrói nova ponte no Parque Eldorado
01/01/2020 - Cavalgada do Bem arrecada quase uma tonelada de alimentos em Eldorado do Sul
01/01/2020 - Prefeitura disponibilizará exames de laboratório para todos
01/01/2020 - Prefeitura de Butiá antecipa pagamento dos servidores municipais
01/01/2020 - Sorteio IPTU 2020 em Charqueadas
01/01/2020 - Programa Nota Fiscal Gaúcha em Charqueadas
01/01/2020 - Do pedido de socorro à chegada da ambulância
01/01/2020 - Merenda Escolar receberá investimento de R$ 86 milhões no ano letivo de 2020
01/01/2020 - Neste verão, não dê férias para a vida
01/01/2020 - Radares móveis reforçam fiscalização em rodovias estaduais



Edição n° 199 - Janiero de 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 199
  • Edição n° 198
  • Edição n° 197







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821