Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 04 de Junho de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31252013


Edicão n° 204 de Junho 2020


Motociclistas são quase 40% dos condutores no Estado, aponta DetranRS
29/07/2019

Para o Dia do Motociclista, lembrado em 27 de julho, o DetranRS realizou levantamento do
perfil do condutor de duas rodas no Estado.

Há 1,9 milhão de habilitados nesse segmento. O número representa 38% do total geral de
condutores no Estado, que chegou a 5 milhões em junho de 2019. Cerca de 139 mil têm
Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apenas para conduzir moto (A) ou ciclomotor (ACC). A
grande maioria tem CNH combinada, sendo quase 70% aptos a conduzir moto e carro
(categoria AB).

Outros dados levantados na pesquisa: em sua maioria, são homens (80%), mas o percentual
de mulheres sobre duas rodas aumenta ao longo dos anos. As condutoras, que hoje
representam 20% do total (380 mil), já tiveram uma diferença proporcionalmente maior em
relação aos homens. Em 2009, elas eram 14%, ou 182 mil habilitadas para dirigir moto ou
ciclomotor.

Em relação à faixa etária, está um pouco mais concentrada no intervalo entre 26 e 40 anos
(42% do total). Menos de 3% dos habilitados são jovens abaixo de 21 anos. Essa experiência
se reflete também no tempo de habilitação. A maior parte, 66%, tem licença há mais de 10
anos e cerca de 40%, há mais de 20.

Além de ser um meio de locomoção, a moto é instrumento de trabalho para parte dos
condutores. Do total de habilitados, 23% têm autorização para exercer atividade remunerada
com o veículo.
nfrações e acidentalidade

Somente 13% dos habilitados na categoria A e ACC somam pontos ativos em seu prontuário,
ou 252 mil de um total de 1,9 milhão de motociclistas. A grande maioria dos que registra
infrações (98%) acumula menos de 20 pontos. Somente 4,3 mil contabilizam mais de 20
pontos ativos.

A fragilidade natural do motociclista se traduz em números trágicos de acidentalidade. Nos
primeiros cinco meses do ano, 163 motociclistas e 20 caronas de moto perderam a vida no
trânsito gaúcho, 27% de um total de 675 vítimas.

Um pouco menos afetados do que os condutores de veículos, que representaram 28% do total
das vítimas, os motociclistas foram os mais vitimados nos acidentes. Considerando que as
motos representam 17% da frota gaúcha (1,2 milhão de um total de 6,8 milhões), o
percentual é muito alto.

Para o diretor-geral do DetranRS, Enio Bacci, esse é um problema tão grave que demanda
políticas públicas específicas por parte do Estado. “Precisamos melhorar a formação, mas só
isso não basta. Levantamento do programa Vida no Transito, que mapeou todos os acidentes
com motos na capital entre 2012 e 2014, apontou que 31% dos condutores de moto que
contribuíram para a ocorrência de acidentes de trânsito não eram habilitados. Isso quer dizer
que estão dirigindo sem nenhuma formação, sem ter conhecimento das regras elementares do
trânsito e sem conhecer também a sua própria fragilidade.”

Programa Motociclista Seguro

Identificados como as principais vítimas do trânsito na capital, os motociclistas são alvo
prioritário das ações do Vida no Trânsito, programa coordenado pela Secretaria Municipal de
Saúde, com a participação do DetranRS e DA Empresa Pública de Transporte e Circulação
(EPTC).

Para proteger esse público foi criado o programa Motociclista Seguro, que propõe ações de
educação, fiscalização, comunicação e engenharia de tráfego aos respectivos gestores na área
de trânsito e saúde. Recentemente, o programa envolveu também as revendas de motos da
Região Metropolitana no trabalho de prevenção e de promoção da segurança no trânsito entre
os motociclistas.

Texto: Mariana Goldmeier Tochetto/Ascom DetranRS






Edicão n° 204 de Junho 2020
02/06/2020 - Com avanço da crise, dificuldades em pagar as dívidas se agravam para famílias que ganham menos de dez salários mínimos
02/06/2020 - Estresse na pandemia pode provocar problemas na pele
02/06/2020 - Secretaria de Saúde de Butiá amplia espaço físico para retornar consultas no Posto Central
01/06/2020 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
01/06/2020 - Farmácia do Noel
01/06/2020 - Diante da pandemia saiba como fugir de crenças limitantes que impedem o sucesso
01/06/2020 - Manejo dos pacientes com câncer hereditário na pandemia da COVID-19 é tema de live
01/06/2020 - CEHM-RS e Sociedades de Especialidades posicionam-se contra redução de honorários na telemedicina
01/06/2020 - Prefeitura de Eldorado do Sul investe em mais segurança.
01/06/2020 - Mapa de contágio do Corona Vírus no município
01/06/2020 - Encaminhamento de carteiras de identidade é retomado no Estado
01/06/2020 - Com adaptações na rotina, equipes de fiscalização mantêm preservação do ambiente durante a pandemia
01/06/2020 - Agências FGTAS/Sine dispõem de mais de 800 vagas de trabalho no RS
01/06/2020 - BM monta esquema especial e garante formatura de 41 novos soldados durante pandemia
01/06/2020 - Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza é prorrogada até 30 de junho
01/06/2020 - No Dia Mundial sem Tabaco, um alerta sobre riscos da Covid-19 em fumantes
01/06/2020 - Dados do Covid 19 em Butiá
01/06/2020 - Qualificação para gestores da Rede debate processo educacional pós-pandemia do coronavírus
01/06/2020 - General Mourão rebate ataques contra Bolsonaro: “Deixa o cara governar!”
01/06/2020 - Conheça as intérpretes que traduzem em Libras as aulas do Pré-Enem Seduc RS



Edição n° 204 - Junho 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 204
  • Edição n° 203
  • Edição n° 202







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821