Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 22 de Agosto de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
29855709


Edicão n° 194 de Setembro de 2019


Brasileiros atingem maior índice de obesidade nos últimos treze anos
26/07/2019

A prevalência da obesidade volta a crescer no Brasil, é o que aponta a Pesquisa de Vigilância
de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de
2018, do Ministério da Saúde. Sobre esse índice, houve aumento de 67,8% nos últimos treze
anos, saindo de 11,8% em 2006 para 19,8% em 2018. O Brasil nos últimos três anos
apresentava taxa estáveis da doença. Desde 2015, a prevalência de obesidade se manteve em
18,9%.

Em 2018, os dados também apontaram que o crescimento da obesidade foi maior entre os
adultos de 25 a 34 anos e 35 a 44 anos, com 84,2% e 81,1%, respectivamente. Apesar de o
excesso de peso ser mais comum entre os homens, em 2018, as mulheres apresentaram
obesidade ligeiramente maior, com 20,7%, em relação aos homens,18,7%.

O Vigitel também registrou crescimento considerável de excesso de peso entre a população
brasileira. No Brasil, mais da metade da população, 55,7% tem excesso de peso. Um aumento
de 30,8% quando comparado com percentual de 42,6% no ano de 2006. O aumento da
prevalência foi maior entre as faixas etárias de 18 a 24 anos, com 55,7%. Quando verificado o
sexo, os homens apresentam crescimento de 21,7% e as mulheres 40%.

Na contramão do aumento dos percentuais de obesidade e excesso de peso, o consumo
regular de frutas e hortaliças cresceu 15,5% entre 2008 e 2018, passando de 20% para
23,1%. A prática de atividade física no tempo livre também aumentou 25,7% (2009 a 2018),
assim como o consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas caiu 53,4% (de 2007 a 2018),
entre os adultos das capitais. Também ao informar que receberam o diagnóstico médico de
diabetes (40%), entre 2006 e 2018, os entrevistados demonstraram ter maior conhecimento
sobre sua saúde, o que os motivaram a buscar os serviços de saúde, na Atenção Primária,
receber o diagnóstico e iniciar o tratamento.

"Nós temos um aumento maior da obesidade em decorrência do consumo muito elevado de
alimentos ultraprocessados, de alto teor de gordura e açúcar. Então, o incentivo ao consumo
de hortaliça entre as crianças e os adultos é fundamental. Está acontecendo uma mudança de
comportamento, de paradigma importante no Brasil. E também, compete a nós, a gestão,
ampliarmos o incentivo ao consumo de alimentos mais saudáveis e também promover a
economia local, com o consumo de hortaliças. Quanto mais próximo de casa eu compro o
alimento, mais saudável ele é, e mais fresco eu vou consumi-lo", afirmou o secretário de
Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira.

Para avaliar a obesidade e o excesso de peso, a pesquisa leva em consideração o Índice de
Massa Corporal (IMC). Por meio dele, é possível classificar um indivíduo em relação ao seu
próprio peso, bem como saber de complicações metabólicas e outros riscos para a saúde.

O Vigitel é uma pesquisa telefônica realizada com maiores de 18 anos, nas 26 capitais e no
Distrito Federal, sobre diversos assuntos relacionados à saúde. Assim, entre fevereiro e
dezembro de 2018, foram entrevistados por telefone 52.395 pessoas.

HÁBITOS SAUDÁVEIS
A prática de alguma atividade física no tempo livre, pelo menos 150 minutos na semana,
aumentou 25,7% (de 2009 a 2018) no Brasil, saindo de 30,3%, em 2009, para 38,1% em
2018. Os dados apontam que a prática de alguma atividade física no tempo livre é maior entre
os homens, 45,4% do que entre as mulheres 31,8%. Quando verificado a incidência por faixa
etária, o aumento é mais expressivo na população de 35 a 44 anos, com crescimento de
40,6% nos últimos dez anos. Em relação à inatividade física entre os brasileiros, a pesquisa
apontou queda de 13,8%, em relação a 2009. O percentual de inatividade entre as mulheres
foi 14,2% e entre os homens de 13%.

Com o intuito de aumentar o hábito da prática de atividades físicas e reduzir as doenças
relacionadas ao sedentarismo entre os brasileiros, o Ministério da Saúde, lançou em 2011, o
Programa Academia da Saúde. Atualmente existem 4.838 polos habilitados e 1.475
funcionando em 1.100 municípios. Entre janeiro e junho deste ano, o Ministério da Saúde já
repassou R$ 24,2 milhões para custeio dessas unidades.

MUDANÇAS NA ALIMENTAÇÃO
Uma mudança significativa entre os hábitos alimentares dos brasileiros é o aumento de 15,5%
no consumo recomendado de frutas e hortaliças pela Organização Mundial da Saúde (cinco
porções diárias pelo menos cinco vezes na semana) em comparação com 2008. Em 2018, o
percentual do consumo chegou a 23,1% em comparação com os 20% de 2008. A pesquisa
Vigitel apontou ainda que o consumo é mais frequente entre as mulheres, 27,2% do que entre
os homens, 18,4%. Embora o crescimento, apenas 23,1% dos brasileiros - 1 entre 4 adultos -
consomem o recomendado.

O Guia Alimentar para a População Brasileira é o principal orientador das ações de promoção
da alimentação adequada e saudável e traz recomendações para promover a saúde e evitar
enfermidades. As informações também são úteis para a prevenção e controle de doenças
específicas, como a obesidade, a hipertensão e o diabetes.

Outra importante mudança é a redução de 53,4% do consumo regular de refrigerante e suco
artificial entre os adultos. A diminuição foi identificada, entre 2007 a 2018, em todas as
faixas-etárias e em ambos os sexos. Os dados, apontam queda mais expressiva na população
de 55 a 64 anos, que representou uma redução de 58,8% no período avaliado. A pesquisa
aponta ainda que o consumo dessas bebidas é maior entre os homens, 17,7% do que entre as
mulheres 11,6%.

Em novembro de 2018, o Ministério da Saúde fechou acordo estabelecendo metas de redução
do açúcar em produtos industrializados, como, bebidas adoçadas, biscoitos, bolos e misturas
para bolos, produtos lácteos e achocolatados. O acordo deve resultar na redução dos teores
em mais de 50% dos produtos destas categorias. Segundo estimativas das indústrias, serão
reduzidas 144 mil toneladas de açúcar nos produtos até 2022.

DIAGNÓSTICO DIABETES
O Ministério da Saúde tem identificado nos últimos anos que os entrevistados no Vigitel têm
demonstrado maior conhecimento sobre sua saúde, resultando no crescimento do diagnóstico
de doenças, como a diabetes. Um dos fatores que tem contribuído para essa mudança é o
aumento do acesso às Unidades Básicas de Saúde (UBS), na Atenção Primária. De acordo com
os últimos dados do ministério, 7,7% da população adulta brasileira foi diagnosticada com
diabetes em 2018, o que representou aumento de 40% em relação ao ano de 2006, 5,5%. As
mulheres apresentam maior percentual de diagnostico com 8,1%, do que em homens 7,1%.
Em ambos os sexos, quanto mais jovem, menor o percentual de diagnóstico.

De 2008 a 2018 o Ministério da Saúde ampliou em mais de 1.000% o acesso a medicamentos
para diabetes no Brasil. Em 2018, foram distribuídos 3,2 bilhões de medicamentos para o
tratamento da diabetes no país, beneficiando uma população de 7,2 milhões de pacientes. Em
2008, o quantitativo distribuído foi de 274 milhões de unidades, que atendeu a 1,2 milhão de
pessoas com a doença. Atualmente o SUS oferta de forma gratuita o tratamento
medicamentoso para a doença, entre eles, cloridrato de metformina, glibenclamida e insulinas
NPH e regular. Em 2018, a pasta investiu R$ 726 milhões na aquisição dos medicamentos.

Dados da pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) 2018, apontam que o
aumento no acesso de medicamentos para diabetes tem impacto diretamente na diminuição
de internação hospitalar e mortes relacionadas ao diabetes no Brasil.

Com o objetivo de ampliar cada vez mais o acesso da população à prevenção, ao diagnóstico
precoce e o tratamento, o Ministério da Saúde investirá mais R$ 233,6 milhões na Atenção
Primária neste ano e quase R$ 400 milhões a partir de 2020. Assim, o Programa Saúde na
Hora, lançado em maio, pela pasta, já conta com a habilitação de 300 Unidades de Saúde da
Família (USF), que passam a ampliar o horário de atendimento à população de 56 municípios.






Edicão n° 194 de Setembro de 2019
22/08/2019 - Câmeras de monitoramento trarão mais segurança para Eldorado do Sul.
22/08/2019 - Obras de 11 adolescentes inspiradas em artistas estão em exposição na Fase
22/08/2019 - Nota oficial sobre fato criminoso em escola no município de Charqueadas
22/08/2019 - Instalação de 4 empreendimentos da área de energia vai gerar cerca de 800 empregos durante as obras
22/08/2019 - Encontro estadual discute o fortalecimento da atenção básica
20/08/2019 - Distrito Parque Eldorado tem novo subprefeito
15/08/2019 - Polícia Civil lança campanha para estimular uso da Delegacia Online
15/08/2019 - Prefeitura de Butiá instala câmeras de segurança em todas as escolas municipais
15/08/2019 - Juntos para Competir terá programação especial na 42ª Expointer
15/08/2019 - Prova AMRIGS conta com parceria da Associação de Psiquiatria do RS
15/08/2019 - Carvão: O perigo escuro e silencioso
14/08/2019 - Especialista aponta requisitos necessários para que Acordos Extrajudiciais tenham sucesso
14/08/2019 - O cumprimento de exigências da Previdência no processo de aposentadoria
14/08/2019 - Conhecidos os campeões da superfinal entre Jergs x Cergs nas modalidades futsal, basquete e handebol
14/08/2019 - Prevenção ao suicídio é tema do Setembro Amarelo, com eventos que já começam neste mês
14/08/2019 - Educação bilíngue de surdos é tema de encontro promovido pela Seduc
14/08/2019 - Prefeitura leva jovens para aula de educação ambiental nos ecopontos da Cidade.
14/08/2019 - GPS para 100% da frota de ônibus será apresentado nesta quarta na capital
14/08/2019 - Charqueadas apresenta Projeto de Saneamento nas Estações de Tratamento de Efluentes no complexo prisional do município.
14/08/2019 - Ministério Público denuncia homem responsável por execução filmada em saída de casa noturna
13/08/2019 - Enfrentamento à tuberculose será debatido em encontro no Hospital Sanatório Partenon
12/08/2019 - Cachoeira do Sul recebe palestra sobre Responsabilidade Civil e Ética do Médico
12/08/2019 - Leite materno: a primeira escolha para auxiliar na prevenção da alergia à proteína do leite de vaca
12/08/2019 - Curso da Granpal qualifica equipes de prefeituras da Região Metropolitana
12/08/2019 - VI Simpósio de Processo Civil
12/08/2019 - Audiência de conciliação sobre remoção de famílias da Vila Nazaré acaba sem acordo
12/08/2019 - Porto Alegre inaugura Estação Cidadania da Restinga
12/08/2019 - Novas turmas da capacitação Gestão Ambiental Municipal e Fiscalização estão com inscrições abertas
12/08/2019 - Programa busca corrigir distorção idade-série dos Anos Finais do Ensino Fundamental
10/08/2019 - Prefeitura de Butiá busca ampliar a geração de renda através de projeto realizado no município
10/08/2019 - abinete Itinerante da SMS estará na UBS Chácara nesta segunda (12)
10/08/2019 - Feira de Adoção em Eldorado do Sul
10/08/2019 - CMPC apoia o IV Curso de Formação de Promotoras Legais Populares de Guaíba
10/08/2019 - São Jerônimo comemora os 42 anos do decreto da Escola João Cernicchiaro
10/08/2019 - Prefeitura de São Jerônimo adere ao Programa Criança Feliz
09/08/2019 - Rio Grande do Sul tem queda de 22,7% nos homicídios
09/08/2019 - Novas regras para habilitação de condutores valerão para todos os serviços ativos em 16 de setembro
09/08/2019 - Imama busca apoio da Secretaria da Saúde para colocar Mamamóvel na estrada
09/08/2019 - Final de semana do dia dos pais terá Operação Viagem Segura
09/08/2019 - DescomplicaRS eliminará excesso de burocracia nos serviços públicos
09/08/2019 - Novos talentos têm até sexta para inscrição no Festival de Música
09/08/2019 - Ex-presidente de Câmara de Vereadores tem bens bloqueados
08/08/2019 - Falta de planejamento em obra causa congestionamento gigantesco na Br 290
07/08/2019 - DNIT libera mais 12 quilômetros de pista duplicada no trecho Guaíba - Pelotas da BR 116
06/08/2019 - Eldorado do Sul realizará o Projeto Cultura nos Bairros
05/08/2019 - Projeto leva literatura para mulheres do meio rural em Charqueadas
05/08/2019 - Sine oferece 176 oportunidades de emprego nesta segunda
05/08/2019 - Prefeitura de Charqueadas realiza ações no Bairro Guaíba City.
05/08/2019 - Pesquisa descobre como aproveitar resíduos vegetais para extrair substância para produtos diet
03/08/2019 - Campeonato de Futsal começa neste domingo em Minas do Leão
02/08/2019 - Secretarias da Agricultura e do Meio Ambiente se unem para controlar expansão do javali no Estado
02/08/2019 - Centros da juventude de Viamão e da Restinga formam mais 290 jovens em cursos profissionalizantes
02/08/2019 - Redução da mortalidade infantil avança no Rio Grande do Sul
02/08/2019 - Sine da Capital disponibiliza 154 vagas de emprego nesta sexta
02/08/2019 - Formação para as Equipes Diretivas das Escolas Municipais de Charqueadas
02/08/2019 - Nota de Repúdio ao vandalismo em Charqueadas
02/08/2019 - Novas façanhas na área ambiental
02/08/2019 - Mais segurança para os gaúchos
02/08/2019 - Ministério Público denuncia ex-vereador por apropriação de valores pagos por mais de 5 mil associados de cooperativas habitacionais
01/08/2019 - Farmácia do Noel
01/08/2019 - Quer vender mais?
01/08/2019 - Tecnologia voltada ao setor da construção civil ganha força na 22ª Construsul
01/08/2019 - Prefeitura de Butiá promove 1º Handebol Acamp
01/08/2019 - Butiá terá “Hip Hop na Verde” neste domingo
01/08/2019 - Dnit vai instalar 245 controladores de velocidade em rodovias federais no RS. Eldorado do Sul mais uma vez ficará de fora.
01/08/2019 - Alergia a proteína do leite: o que fazer?
01/08/2019 - Reuniões com a comunidade sobre a liberação de trechos da BR 116
01/08/2019 - Novas perspectivas para o Brasil
01/08/2019 - Intenção de Consumo das Famílias cai pela terceira vez no RS
01/08/2019 - Ministério Público Federal e Estadual determinam a realização de Audiência Pública em Porto Alegre a cerca do projeto Mina Guaíba
01/08/2019 - Concluída a fase de recursos da licitação para o Trecho 3 da Orla
01/08/2019 - Roda de conversa debate a inclusão no ensino fundamental
01/08/2019 - Porto Alegre adere a programa de incentivo ao turismo
01/08/2019 - Mais de 600 pessoas participam do Seminário de Educação de Guaíba
01/08/2019 - Circuito Sesc de Corridas reúne 600 atletas em Guaíba
01/08/2019 - Minas do Leão lança programa que prevê R$ 10 milhões em investimento
01/08/2019 - Operação do Gaeco cumpre mandados em investigação de corrupção no Semae em São Leopoldo
29/07/2019 - Gestão da Saúde implanta Gabinete Itinerante para ouvir as demandas da população
29/07/2019 - RS tem 85 cidades com alto risco de transmissão de dengue, zika e chikungunya
01/07/2019 - Barbearia Roque



Edição n° 194 - Setembro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 194
  • Edição n° 193
  • Edição n° 192







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821