Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 22 de Agosto de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
29851954


Edicão n° 194 de Setembro de 2019


Aumento nos casos de hepatite faz Secretaria da Saúde reforçar medidas de prevenção
25/07/2019

O Rio Grande do Sul apresentou em 2018 um aumento no número de casos de hepatites
virais. Ao todo, 7,6 mil pessoas foram diagnosticadas com hepatite A, B ou C no ano
passado, elevação de 14,4% em relação a 2017.

Entre os tipos, o com maior registro no Estado é o C, que teve mais de 5,8 mil novos
casos ano passado. Contudo, o que teve o maior aumento foi o tipo A, com alta de 2,5
vezes em relação ao ano anterior .

Os dados de 2018 foram fechados neste início de mês, que recebe o nome de Julho
Amarelo, em conscientização sobre a doença e tem em 28 de julho o Dia Mundial de
Luta contra as Hepatites Virais. Para o combate à doença, a Secretaria da Saúde destaca
as principais medidas de prevenção, como o uso de preservativos em relações sexuais e
outros hábitos de higiene, assim como o incentivo ao teste rápido nas Unidades Básicas
de Saúde.

As hepatites virais são doenças infecciosas que afetam o fígado. Não costumam
apresentar sintomas. Quando aparecem, os mais comuns são cansaço, febre, mal-estar,
tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes
claras.

A análise do perfil epidemiológico das hepatites virais, em conjunto com o HIV/Aids,
permitiu identificar as áreas de maior risco no Rio Grande do Sul.

São considerados prioritários 62 municípios, levando em conta os índices de hepatites B
e C, Aids e sífilis:

Alegrete, Alvorada, Bagé, Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul, Cachoeirinha, Camaquã,
Campo Bom, Canela, Canoas, Capão da Canoa, Carazinho, Caxias do Sul, Charqueadas,
Cruz Alta, Erechim, Esteio, Estrela, Eldorado do Sul, Estância Velha, Farroupilha,
Frederico Westphalen, Gravataí, Guaíba, Ijuí, Itaqui, Lagoa Vermelha, Lajeado, Marau,
Montenegro, Novo Hamburgo, Osório, Palmeira das Missões, Parobé, Passo Fundo,
Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, São Jerônimo, São Luis
Gonzaga, São Sebastião do Caí, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santana
do Livramento, Santiago, Santo Ângelo, São Borja, São Gabriel, São Leopoldo,
Sapiranga, Sapucaia do Sul, Soledade, Taquara, Torres, Tramandaí, Tapes, Uruguaiana,
Vacaria, Venâncio Aires e Viamão.

SAIBA MAIS

Hepatite A

- Casos diagnosticados em 2018 no RS: 157 (153% a mais que em 2017)

A hepatite A geralmente não apresenta sintomas e está historicamente relacionada à
precariedade de saneamento, com transmissão pela água e por alimentos contaminados.
Contudo, atualmente verifica-se um novo cenário, com um aumento expressivo no
número de casos entre homens jovens e adultos. Esse fenômeno já havia sido
observado no Sudeste e em outros países, onde estudos apontam a população dos
homens que fazem sexo com homens a mais vulnerável.

Transmissão:

- Ingestão de água ou alimentos contaminados pelo vírus

- Contágio oral-fecal

- Contágio oral-fecal durante prática sexual

Prevenção:

- Ingerir água tratada ou fervida

- Lavar bem alimentos crus (frutas, verduras e legumes)

- Cozinhar bem peixes, mariscos e crustáceos

- Higienizar bem as mãos após usar o banheiro

Vacinação:

- Desde 2014, a vacina contra a hepatite A está disponível no Sistema Único de Saúde
(SUS), sendo oferecida no calendário básico infantil para crianças de 15 meses a 5 anos
incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

- Os Centros de Imunobiológicos Especiais (Crie) também oferecem as doses para
pessoas de qualquer idade que tenham: hepatopatias crônicas de qualquer etiologia
incluindo os tipos B e C; coagulopatias; pessoas vivendo com HIV; portadores de
quaisquer doenças imunossupressoras; doenças de depósito; fibrose cística; trissomias;
candidatos a transplante de órgãos; doadores de órgãos, cadastrados em programas de
transplantes ou pessoas com hemoglobinopatias.

Hepatite B

Casos diagnosticados em 2018 no RS: 1.668 (14% a mais que em 2017)

A principal via de transmissão do vírus da hepatite B é sexual, pelo contato com fluídos
corporais ou sangue. Em média, 6% das pessoas infectadas desenvolvem a forma
crônica, situação mais frequente quando a contaminação se dá na infância, em especial
nos bebês. Se a mulher não foi vacinada antes de engravidar, a gestante precisa receber
a vacina hepatite B o mais cedo possível. No total, são três doses, com intervalo de um
mês entre a primeira e a segunda, e de seis meses entre a primeira e a terceira. A
vacina não contém vírus vivo, portanto não causa doença.

Transmissão:

- Compartilhamento de materiais no uso de drogas injetáveis, inaladas e pipetas

- Relação sexual sem o uso de preservativos

- Uso de materiais perfurocortantes não esterilizados (alicates de unha, aparelho de
barbear e depilar, instrumentos de tatuagem e piercings, materiais cirúrgicos ou
odontológicos)

- No parto, caso a mãe seja portadora (transmissão vertical)

Prevenção:

- Uso de preservativos em todas as relações sexuais

- Esterilização adequada e não compartilhamento de materiais perfurocortantes

Vacinação:

- Em crianças, são dadas quatro doses: ao nascer, 2, 4 e 6 meses. Para os adultos que
não se vacinaram na infância, são três doses, dependendo da situação vacinal. É
importante que todos que ainda não se vacinaram tomem as três doses da vacina.

- Pessoas que tenham algum tipo de imunodepressão ou que tenham o vírus HIV,
precisam de um esquema especial, orientado nos Centros de Imunobiológicos Especiais
(Crie).

Hepatite C

Casos diagnosticados em 2018 no RS: 5.853 (13% a mais que em 2017)

O vírus da hepatite C é transmitido por meio de sangue infectado. As transmissões
sexual e vertical (de mãe para o bebê) são menos frequentes. São considerados de
risco: indivíduos que receberam transfusão de sangue e/ou hemoderivados antes de
1993; usuários de drogas injetáveis (cocaína, anabolizantes, complexos vitamínicos),
inaláveis (cocaína) ou pipadas (crack); pessoas que compartilham ou utilizam
instrumentos não esterilizados para aplicação de piercings, tatuagem, manicure e
objetos para higiene pessoal (escovas de dente lâminas de barbear e depilar, entre
outros). Os casos ocorrem com maior frequência em pessoas de 40 a 59 anos,
responsável em 2018 por cerca de 50% dos casos confirmados no Estado.

Em 2016, foi firmado um compromisso internacional de eliminar a hepatite C como
ameaça à saúde pública até 2030. Os objetivos são a redução de novas infecções em
90% e a redução da mortalidade em 65%.

Transmissão:

- Compartilhamento de materiais no uso de drogas injetáveis, inaladas e pipadas

- Relação sexual desprotegida

- Uso de materiais perfurocortantes não esterilizados (alicates de unha, aparelho de
barbear e depilar, instrumentos de tatuagem e piercings, materiais cirúrgicos ou
odontológicos)

- Quem recebeu transfusão de sangue anterior a 1993 corre o risco de ter sido
contaminado

Prevenção:

- Uso de preservativos em todas as relações sexuais

- Esterilização adequada e não compartilhamento de materiais perfurocortantes

Vacinação:

- Não existe no momento vacina disponível contra a hepatite C

Testes rápidos

As Unidades Básicas de Saúde oferecem testes rápidos para a detecção de hepatites B e
C. Elas são o primeiro passo para o diagnóstico precoce da doença e sua prevenção, pois
possibilita interromper a cadeia de transmissão.

O diagnóstico permite um tratamento adequado e impacta diretamente a qualidade de
vida do indivíduo, sendo um instrumento de prevenção de complicações mais
frequentes, como cirrose avançada e câncer hepático.

O Rio Grande do Sul apresentou uma grande evolução no número de testes rápidos
realizados pelos municípios. Em 2018 foram mais de 645 mil exames, aumento de 28%
em relação ao ano anterior e mais de quatro vezes superior à quantidade realizada em
2014.

Série histórica da quantidade de testes rápidos no RS

Ano Hepatite B Hepatite C
2014 74,9 mil 73,2 mil
2015 81,2 mil 127,8 mil
2016 155,4 mil 165,3 mil
2017 253,4 mil 251,2 mil
2018 317,9 mil 327,4 mil
Texto: Ascom SES
Edição: Secom

O aumento nos casos é decorrente da falta de medicamentos. Assista o vídeo do link
abaixo:
https://globoplay.globo.com/v/7788888/






Edicão n° 194 de Setembro de 2019
22/08/2019 - Câmeras de monitoramento trarão mais segurança para Eldorado do Sul.
20/08/2019 - Distrito Parque Eldorado tem novo subprefeito
15/08/2019 - Polícia Civil lança campanha para estimular uso da Delegacia Online
15/08/2019 - Prefeitura de Butiá instala câmeras de segurança em todas as escolas municipais
15/08/2019 - Juntos para Competir terá programação especial na 42ª Expointer
15/08/2019 - Prova AMRIGS conta com parceria da Associação de Psiquiatria do RS
15/08/2019 - Carvão: O perigo escuro e silencioso
14/08/2019 - Especialista aponta requisitos necessários para que Acordos Extrajudiciais tenham sucesso
14/08/2019 - O cumprimento de exigências da Previdência no processo de aposentadoria
14/08/2019 - Conhecidos os campeões da superfinal entre Jergs x Cergs nas modalidades futsal, basquete e handebol
14/08/2019 - Prevenção ao suicídio é tema do Setembro Amarelo, com eventos que já começam neste mês
14/08/2019 - Educação bilíngue de surdos é tema de encontro promovido pela Seduc
14/08/2019 - Prefeitura leva jovens para aula de educação ambiental nos ecopontos da Cidade.
14/08/2019 - GPS para 100% da frota de ônibus será apresentado nesta quarta na capital
14/08/2019 - Charqueadas apresenta Projeto de Saneamento nas Estações de Tratamento de Efluentes no complexo prisional do município.
14/08/2019 - Ministério Público denuncia homem responsável por execução filmada em saída de casa noturna
13/08/2019 - Enfrentamento à tuberculose será debatido em encontro no Hospital Sanatório Partenon
12/08/2019 - Cachoeira do Sul recebe palestra sobre Responsabilidade Civil e Ética do Médico
12/08/2019 - Leite materno: a primeira escolha para auxiliar na prevenção da alergia à proteína do leite de vaca
12/08/2019 - Curso da Granpal qualifica equipes de prefeituras da Região Metropolitana
12/08/2019 - VI Simpósio de Processo Civil
12/08/2019 - Audiência de conciliação sobre remoção de famílias da Vila Nazaré acaba sem acordo
12/08/2019 - Porto Alegre inaugura Estação Cidadania da Restinga
12/08/2019 - Novas turmas da capacitação Gestão Ambiental Municipal e Fiscalização estão com inscrições abertas
12/08/2019 - Programa busca corrigir distorção idade-série dos Anos Finais do Ensino Fundamental
10/08/2019 - Prefeitura de Butiá busca ampliar a geração de renda através de projeto realizado no município
10/08/2019 - abinete Itinerante da SMS estará na UBS Chácara nesta segunda (12)
10/08/2019 - Feira de Adoção em Eldorado do Sul
10/08/2019 - CMPC apoia o IV Curso de Formação de Promotoras Legais Populares de Guaíba
10/08/2019 - São Jerônimo comemora os 42 anos do decreto da Escola João Cernicchiaro
10/08/2019 - Prefeitura de São Jerônimo adere ao Programa Criança Feliz
09/08/2019 - Rio Grande do Sul tem queda de 22,7% nos homicídios
09/08/2019 - Novas regras para habilitação de condutores valerão para todos os serviços ativos em 16 de setembro
09/08/2019 - Imama busca apoio da Secretaria da Saúde para colocar Mamamóvel na estrada
09/08/2019 - Final de semana do dia dos pais terá Operação Viagem Segura
09/08/2019 - DescomplicaRS eliminará excesso de burocracia nos serviços públicos
09/08/2019 - Novos talentos têm até sexta para inscrição no Festival de Música
09/08/2019 - Ex-presidente de Câmara de Vereadores tem bens bloqueados
08/08/2019 - Falta de planejamento em obra causa congestionamento gigantesco na Br 290
07/08/2019 - DNIT libera mais 12 quilômetros de pista duplicada no trecho Guaíba - Pelotas da BR 116
06/08/2019 - Eldorado do Sul realizará o Projeto Cultura nos Bairros
05/08/2019 - Projeto leva literatura para mulheres do meio rural em Charqueadas
05/08/2019 - Sine oferece 176 oportunidades de emprego nesta segunda
05/08/2019 - Prefeitura de Charqueadas realiza ações no Bairro Guaíba City.
05/08/2019 - Pesquisa descobre como aproveitar resíduos vegetais para extrair substância para produtos diet
03/08/2019 - Campeonato de Futsal começa neste domingo em Minas do Leão
02/08/2019 - Secretarias da Agricultura e do Meio Ambiente se unem para controlar expansão do javali no Estado
02/08/2019 - Centros da juventude de Viamão e da Restinga formam mais 290 jovens em cursos profissionalizantes
02/08/2019 - Redução da mortalidade infantil avança no Rio Grande do Sul
02/08/2019 - Sine da Capital disponibiliza 154 vagas de emprego nesta sexta
02/08/2019 - Formação para as Equipes Diretivas das Escolas Municipais de Charqueadas
02/08/2019 - Nota de Repúdio ao vandalismo em Charqueadas
02/08/2019 - Novas façanhas na área ambiental
02/08/2019 - Mais segurança para os gaúchos
02/08/2019 - Ministério Público denuncia ex-vereador por apropriação de valores pagos por mais de 5 mil associados de cooperativas habitacionais
01/08/2019 - Farmácia do Noel
01/08/2019 - Quer vender mais?
01/08/2019 - Tecnologia voltada ao setor da construção civil ganha força na 22ª Construsul
01/08/2019 - Prefeitura de Butiá promove 1º Handebol Acamp
01/08/2019 - Butiá terá “Hip Hop na Verde” neste domingo
01/08/2019 - Dnit vai instalar 245 controladores de velocidade em rodovias federais no RS. Eldorado do Sul mais uma vez ficará de fora.
01/08/2019 - Alergia a proteína do leite: o que fazer?
01/08/2019 - Reuniões com a comunidade sobre a liberação de trechos da BR 116
01/08/2019 - Novas perspectivas para o Brasil
01/08/2019 - Intenção de Consumo das Famílias cai pela terceira vez no RS
01/08/2019 - Ministério Público Federal e Estadual determinam a realização de Audiência Pública em Porto Alegre a cerca do projeto Mina Guaíba
01/08/2019 - Concluída a fase de recursos da licitação para o Trecho 3 da Orla
01/08/2019 - Roda de conversa debate a inclusão no ensino fundamental
01/08/2019 - Porto Alegre adere a programa de incentivo ao turismo
01/08/2019 - Mais de 600 pessoas participam do Seminário de Educação de Guaíba
01/08/2019 - Circuito Sesc de Corridas reúne 600 atletas em Guaíba
01/08/2019 - Minas do Leão lança programa que prevê R$ 10 milhões em investimento
01/08/2019 - Operação do Gaeco cumpre mandados em investigação de corrupção no Semae em São Leopoldo
29/07/2019 - Gestão da Saúde implanta Gabinete Itinerante para ouvir as demandas da população
29/07/2019 - RS tem 85 cidades com alto risco de transmissão de dengue, zika e chikungunya
01/07/2019 - Barbearia Roque



Edição n° 194 - Setembro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 194
  • Edição n° 193
  • Edição n° 192







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821