Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Julho de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
29540232


Edicão n° 193 de Julho 2019


Empresa Simples de Crédito vai fortalecer a economia dos municípios
29/04/2019

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira, 24 de abril, a lei que cria a Empresa
Simples de Crédito (ESC). A iniciativa, que foi resultado de uma ação coordenada pela Frente
Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas, com o apoio do Sebrae, deve injetar cerca
de R$ 20 bilhões por ano nos pequenos negócios e aquecer a economia dos municípios
brasileiros.

Na solenidade, realizada no Palácio do Planalto, o presidente do Sebrae, Carlos Melles,
ressaltou que a ESC será um instrumento de grande importância para os pequenos negócios.
“Há ideias simples, mas que fazem toda a diferença; como aconteceu com a criação do MEI
(Microempreendedor Individual), que hoje já soma mais de 8 milhões pelo País”, observou
Melles. “Com a Empresa Simples de Crédito, esperamos que tenha início uma verdadeira
revolução, principalmente para a economia dos municípios que sofrem com a escassez de
agências bancárias ou com os juros exorbitantes exigidos pelos grandes bancos”, ressalta. O
presidente do Sebrae comenta que a expectativa da organização é de que, ao alcançar a
marca de 1 mil ESC em operação, seja possível perceber um crescimento de 10% no mercado
de concessão de financiamentos para os pequenos negócios – e isso a um custo mais barato e
sem burocracia. “Essa lei assinada hoje vai possibilitar aumento no faturamento das empresas,
geração de mais empregos e movimentação da economia do Brasil”, complementou Melles.

Segundo dados do Banco Central, no ano passado, os pequenos negócios receberam a
concessão de crédito de R$ 208 bilhões, o que corresponde a menos de 18% do total
repassado para donos de pequenos negócios no País. Apesar de as MPE representarem 95%
do total das empresas brasileiras, elas sofrem uma tarifação de 44.8% ao ano, enquanto que
a média praticada para todo o conjunto de empreendimentos é de uma taxa de 20,9%. “Nos
bancos, além do cadastro, é necessário a garantia, enquanto que na ESC, o crédito será
disponibilizado diretamente para o comerciante, para o dono da quitanda, onde se humaniza
os relacionamentos”, observou o presidente do Sebrae.

O assessor especial do Ministério da Economia, Guilherme Afif Domingos, explicou que a ESC
vai movimentar recursos de capital do próprio empresário e que sofrerá controle por parte da
Receita Federal. “Com a Empresa Simples de Crédito, haverá uma maior concorrência, já que
os empréstimos serão feitos a juros menores e nas comunidades”, disse Afif, ressaltando que o
processo já é realizado com sucesso nos Estados Unidos, onde existem 6 mil bancos com as
mesmas características e que ajudam na melhoria das economias locais.

Para o presidente da Frente Parlamentar Mista das MPE, Jorginho Mello, a ESC é uma
oportunidade que o Estado está dando aos pequenos negócios para continuar produzindo e
para que as taxas dos juros caiam. Além do presidente Jair Bolsonaro, participaram da
solenidade os ministros da Casa Civil, Onix Lorenzoni; da Economia, Paulo Guedes, e da
Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Marcos Pontes, além do presidente do Banco
Central, Roberto Campos Neto.

Tira-dúvidas

Como vai funcionar a ESC

Sua região de atuação está limitada ao munícipio sede e aos municípios limítrofes. A fonte de
receita é, exclusivamente, oriunda dos juros recebidos das operações realizadas. O volume de
operações da ESC está limitado ao seu capital social, ou seja, ela só pode emprestar com
recursos próprios.

Qualquer pessoa física pode abrir uma ESC?

Sim, mas cada pessoa física pode participar de apenas uma ESC e não são permitidas filiais. A
ESC pode ser uma empresa individual de responsabilidade limitada (EIRELI), empresário
individual ou sociedade limitada

Como será a tributação da ESC?

O regime de tributação será pelo Lucro Real ou Presumido, não podendo, portanto, enquadrar-
se no Simples. A receita bruta anual não pode ser superior a R$ 4,8 milhões, vedada a
cobrança de encargos e tarifas

E como vai funcionar na prática?

As partes farão um contrato, ficando uma cópia com cada parte interessada (a ESC e a
empresa tomadora do crédito). A movimentação do dinheiro deve ser feita apenas por débito
ou crédito em contas de depósito, em nome da ESC e da pessoa jurídica contratante. A ESC
poderá usar a alienação fiduciária (transferência feita por um devedor ao credor). As
operações precisam ser registradas numa entidade registradora autorizada pelo Banco Central
ou pela Comissão de Valores Mobiliários.

Quais serão os benefícios da ESC para os pequenos negócios?

A ESC deve reduzir a taxa de juros para os pequenos negócios. Atualmente a média é de 40%
a.a. Também deve injetar R$ 20 bilhões de crédito por ano para as pequenas empresas,
considerando o surgimento de 1.000 ESCs. Isso representa 10% de aumento do mercado de
crédito para MPE, que recebeu, em 2018, o montante de R$ 208 bilhões em crédito, segundo
o BCB. Por fim, por ser um mecanismo de financiamento de caráter local/regional, a ESC
poderá esti






Edicão n° 193 de Julho 2019
18/07/2019 - Agricultura familiar terá mais expositores na Expointer 2019
18/07/2019 - Agentes educacionais começam a trabalhar em escolas no Estado
18/07/2019 - Flagrantes de embriaguez na Balada Segura em Porto Alegre reduzem 36% no primeiro semestre
18/07/2019 - Estudante da Fundação Liberato, representa o Brasil na maior feira de ciências da China
18/07/2019 - SMTT realiza manutenção do sistema de iluminação da Praça Vó Delminda
12/07/2019 - Confira a programação do Seminário de Educação de Guaíba
12/07/2019 - Mais médicos para as USFs em Charqueadas
11/07/2019 - A hora do amanhã
11/07/2019 - Troca-Troca de Sementes beneficia agricultores familiares de 391 municípios gaúchos
11/07/2019 - Estudantes de Santa Cruz exercem a cidadania em projeto de comunicação comunitária
11/07/2019 - Motoristas profissionais das categorias C, D e E já podem fazer reciclagem preventiva
11/07/2019 - Quem compra em Butiá também pode concorrer a prêmios na Nota Fiscal Gaúcha (NFG)
11/07/2019 - Terceira Copinha de Futsal está com inscrições abertas, em Butiá
11/07/2019 - Mulher é flagrada tentando entrar na Modulada de Charqueadas com drogas nas partes íntimas
11/07/2019 - “A Educação de Jovens e Adultos: Possibilidades e Desafios.”
11/07/2019 - “A Educação de Jovens e Adultos: Possibilidades e Desafios.”
10/07/2019 - Guaíba recebe centenas de turistas durante a Copa América
09/07/2019 - RS encerra 1º semestre com menos de mil homicídios depois de nove anos
08/07/2019 - Quatro grupos habilitados para as obras do Trecho 3 da Orla
08/07/2019 - PRF retoma carro roubado usando tecnologia cedida pela prefeitura
08/07/2019 - Cobertaço da Campanha do Agasalho recebe quase 10 doações por minuto no final de semana
08/07/2019 - Alunos de Escola Municipal de Guaíba são premiados na Olímpiada Nacional de Matemática
05/07/2019 - SMAM promove apresentação para diretoria da rede municipal de ensino
05/07/2019 - Mais de 200 pessoas participam da 31ª Rústica de Eldorado do Sul
05/07/2019 - Reformada escola da Zona Sul.
05/07/2019 - Governador sanciona projetos de privatização da CEEE, CRM e Sulgás
05/07/2019 - Daer informatiza autorização para trânsito de cegonheiros
05/07/2019 - Operação Contundência desarticula organização criminosa e prende 12 pessoas
05/07/2019 - Seduc oferece cursos online gratuitos para professores e comunidade escolar
04/07/2019 - Nova placa não será obrigatória para transferência de proprietário dentro do mesmo município.
03/07/2019 - Scaranto Autopeças em novo endereço em Guaíba
03/07/2019 - Mobilização para doações à Campanha do Agasalho se intensifica com a chegada do frio
03/07/2019 - “Essa vitória é um ponto de partida para a modernização da economia”, afirma Leite após a aprovação das privatizações
03/07/2019 - SMTTI amplia rede elétrica no Parque Eldorado
03/07/2019 - Dia 31 é o último prazo para o licenciamento de veículos 2019 com placas finais 9 e zero.
03/07/2019 - Aprovação em Canoas viabiliza PPP do Saneamento na Região Metropolitana
03/07/2019 - Coleta Seletiva de Porto Alegre celebra 29 anos
03/07/2019 - É só o começo do reencontro com a orla
01/07/2019 - Farmácia do Noel
01/07/2019 - Serviço de Contabilidade
01/07/2019 - Barbearia Roque
01/07/2019 - Penitenciária Modulada de Charqueadas intercepta arremesso de material ilícito
01/07/2019 - Novas regras para placas padrão Mercosul começam a valer em 27 de agosto
01/07/2019 - Cursos gratuitos estão com inscrições abertas no Vida Centro Humanístico
01/07/2019 - Estado paga R$ 110 milhões a municípios e hospitais na área da saúde
01/07/2019 - Bombeiros realizam simulado de emergência aquática no Guaíba
01/07/2019 - Detetive Cidadão ajuda a recuperar seis carros no mês de junho em Porto Alegre
01/07/2019 - Jogos Rurais de São Jerônimo
01/07/2019 - Confira o cronograma 2019 da Farmácia Municipal
28/06/2019 - Susepe recebe nova remessa de armamentos
28/06/2019 - Prefeito de Charqueadas visita obra de escola em construção
28/06/2019 - Festa Junina na Cohab
27/06/2019 - Agentes penitenciários executam Operação Pente Fino na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas
26/06/2019 - Gincana Movimenta RS está com inscrições abertas para escolas municipais e estaduais
26/06/2019 - Doação do IR em Porto Alegre bate recorde e é modelo para sete capitais
25/06/2019 - Secretaria de Saúde de Eldorado do Sul informa
06/06/2019 - Parcerias, concessões e o futuro do Rio Grande



Edição n° 193 - Julho 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 193
  • Edição n° 192
  • Edição n° 191







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821