Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 24 de Maio de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
28657864


Edicão n° 191 de Maio 2019


Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte II
04/10/2018

URNA ELETRÔNICA, FRAUDE: BOLSONARO TEM RAZÃO

Entenda por que a urna eletrônica utilizada no Brasil não é aceita (nem de graça) em
lugar algum do mundo.
Há três tipos de urnas eletrônicas: primeira, segunda e terceira gerações. A de primeira
geração (utilizada no Brasil) funciona unicamente mediante registro digital, sendo
inauditável, isto é, não pode ser submetida à conferência no caso de suspeita de fraude
ou necessidade de fiscalização; a de segunda geração, além do registro digital, possui o
impresso (físico), que pode ser submetido à conferência no caso de suspeita de fraude
ou necessidade de fiscalização. A de terceira geração ainda está em fase de teste.
Dos países que adotaram a urna eletrônica de primeira geração, como Brasil, Holanda,
Índia, Canadá, Estados Unidos (alguns Estados) etc., exceto o Brasil, todos migraram
para a urna eletrônica de segunda geração. A Alemanha, que usou a urna de primeira
geração, retornou para a votação manual porque a Justiça, naquele país, a declarou
inconstitucional por falta de transparência. O Paraguai, que usava urnas eletrônicas
emprestadas do Brasil, as devolveu e voltou à votação manual. Assim, o único país que
ainda adota a urna eletrônica de primeira geração, que não pode ser submetida à
conferência no caso de suspeita de fraude ou necessidade de fiscalização, é o Brasil.
Pergunta-se: será que todos os países estão errados por não usarem a urna eletrônica
de primeira geração e só o Brasil está certo ou é o contrário?
É o Brasil que está errado. A escolha de governantes e representantes de um país não
pode restar ad eternum sob suspeição por falta de transparência e/ou impossibilidade
de fiscalização na contagem de votos. Na eleição presidencial de 2014, houve suspeita
de que Dilma Rousseff teria sido beneficiada por fraudes nas urnas eletrônicas.
Submetidas à auditoria, a apuração concluiu que as urnas eletrônicas utilizadas no
Brasil são inauditáveis, ou seja, é impossível fazer conferência voto a voto, como se faz
na votação manual, bem como nas urnas de segunda geração, que possuem, além do
registro digital, o impresso.
A partir dessa constatação, surgiu a ideia de elevar o Brasil ao patamar de outros países
que adotam a urna eletrônica, porém a de segunda geração, que, além do registro
eletrônico, possui o impresso. Foi do deputado federal Jair Bolsonaro o projeto de lei do
voto impresso, que restou aprovado pelo Congresso Nacional, porém a ex-presidente
Dilma Rousseff vetou (curioso, não?). Todavia, o veto foi derrubado e, assim, surgiu no
mundo jurídico a Lei 13.165/2015, conhecida por Lei do Voto Impresso, obrigando as
urnas eletrônicas brasileiras a adotarem o registro impresso nos moldes das urnas
eletrônicas de segunda geração, utilizadas pelos demais países do planeta.
Na votação da urna de primeira geração (urna adotada no Brasil), o eleitor digita o
número do candidato em quem deseja votar e a foto dele aparece no visor luminoso.
Após o acionamento da tecla “confirma”, só resta ao eleitor a lembrança na memória de
que apareceu a foto do candidato no qual ele imagina ter votado. Fora a sua própria
memória, ele não tem nenhuma prova e nem fica consignado em registro físico algum
que o eleitor votou naquele candidato, ademais, sequer pode fotografar o voto porque a
lei proíbe.
Caso fosse cumprido o que determina a Lei do Voto Impresso, na hora da votação, além
de aparecer a foto, também apareceria um comprovante de votação no candidato
escolhido. Conferido a foto e o comprovante, o eleitor acionaria a tecla “confirma” e o
comprovante seria impresso e depositado na própria urna, ou seja, o eleitor não poderia
levar o comprovante consigo. O impresso seria uma prova física, que permaneceria na
urna, a ser consultada, caso fosse necessário.
Da forma que é registrado o voto na urna atual, não existe nenhuma prova de que o
eleitor votou neste ou naquele candidato, assim, é impossível fazer auditoria, no caso de
suspeita de fraude. Quando atuei como procurador eleitoral, certa vez fui procurado por
um candidato, acompanhado da esposa e filho. O candidato me disse que na seção onde
os dois votaram o BU (boletim de urna) registrou zero voto no seu nome, embora os
dois tenham jurado que votaram nele (reclamação desse tipo é comum no Brasil
inteiro).
Embora eu tenha entendido que a reclamação procedia, aconselhei o reclamante a
desistir, pois não haveria possibilidade alguma de verificar na urna eletrônica o motivo
de os votos dos dois eleitores não terem sido computados para ele, uma vez que o único
registro impresso que urna adotada no Brasil contém é o BU - só registrando o número
de eleitores votantes e a totalidade de votos obtidos por candidato. No caso em tela, no
registro do BU não aparecia nenhuma irregularidade, pois a soma do número de votos
de cada candidato era igual ao número de eleitores votantes. Tudo leva a crer que os
votos da esposa e do filho foram computados para outro candidato.
Caso houvesse o registro impresso do voto como determina a Lei do Voto Impresso,
bastaria conferir voto por voto o comprovante depositado na urna e o mistério seria
desvendado. O STF suspendeu a aplicação da Lei do Voto Impresso porque entendeu,
equivocadamente, que a impressão do voto viola o seu sigilo. Ora, o sigilo do voto existe
bem antes da adoção da urna eletrônica, quando a votação era manual, sendo que
nesse tipo de votação a apuração é feita voto por voto e nunca ninguém alegou violação
do sigilo, até porque o voto tinha que ser contado manualmente.
Assim, por que somente depois da existência da urna eletrônica é que a contagem voto
a voto passou a violar o sigilo? Na verdade, o STF confundiu votação com apuração. É
que o processo eleitoral é composto de várias fases, tais como alistamento eleitoral,
convenções partidárias, registro de candidaturas, propaganda eleitoral, votação,
apuração, proclamação dos resultados, prestação de contas da campanha eleitoral e
diplomação. Dessas fases, a única que deve ser mantida sob sigilo é a votação, as
demais não estão submetidas a sigilo, ao contrário, reclamam transparência, a fim de
que não pairam dúvida no resultado da eleição.
Prossigo amanhã com a terceira parte do artigo no qual mostro como é possível fraudar
a urna eletrônica utilizada no Brasil, bem como é possível o eleitor votar em lebre,
pensando que está votando em coelho.

Manoel Pastana
Escritor e membro do Ministério Público Federal
Autor do livro autobiográfico De Faxineiro a Procurador da República






Edicão n° 191 de Maio 2019
24/05/2019 - Conferência Estadual de Saúde começa nesta sexta-feira em Porto Alegre
24/05/2019 - Secretária Arita recebe nova direção do Grupo Hospitalar Conceição
24/05/2019 - Um alerta contra o abuso e exploração sexual de crianças
24/05/2019 - Inovação na construção civil japonesa será exibida em evento no Brasil
23/05/2019 - Coluna da OAB/RS
23/05/2019 - Acidentes com patinetes podem causar fraturas graves
23/05/2019 - Grupo de médicos geneticistas gaúchos é premiado em Congresso Latino Americano
23/05/2019 - Doenças tropicais serão tema de evento em Porto Alegre
23/05/2019 - Registro automático de empresas entra em funcionamento
23/05/2019 - Check-up da Memória auxilia no diagnóstico e tratamento precoce de doenças neurodegenerativas
23/05/2019 - DetranRS e municípios discutem fortalecimento da Balada Segura
23/05/2019 - Prefeitura lança a Campanha do Agasalho Esquenta Porto Alegre
23/05/2019 - Novo sistema reduz em 75% espera na emergência do Vila Nova
23/05/2019 - Encontro destaca trabalho de escolas que diminuíram índices de violência no RS
22/05/2019 - Hemocentro de Porto Alegre precisa de doações de sangue tipo O positivo e negativo
22/05/2019 - Boletim meteorológico indica que Estado segue com chuva e rajadas de vento
22/05/2019 - Exposição de Artes abre programação de aniversário de seis anos do CAPS em Butiá
22/05/2019 - Canabidiol: cada vez mais famoso, mas sem eficácia comprovada no Brasil
22/05/2019 - Guaiba sedia etapa do Campeonato Gaúcho de Jetski
22/05/2019 - Vacinação de cães e gatos no Parque Eldorado
22/05/2019 - Ijuí recebe palestra sobre cuidados paliativos
22/05/2019 - Tempo segue instável em todo o Estado, com previsão de avanço de massa de ar polar sábado
22/05/2019 - Mais de 800 jovens da Fase participam da Olimpíada Brasileira de Matemática
20/05/2019 - E os presídios, ministro Moro?
20/05/2019 - Prefeitura de Butiá inicia obras de pavimentação
20/05/2019 - Exposição de Viaturas Militares Históricas movimenta o Centro de Butiá
20/05/2019 - Caravana Cultural Arte & Sustentabilidade chega à Butiá nos dias 31 de maio e 1° de junho com entrada franca
20/05/2019 - Estudantes gaúchos desenvolvem aplicativo voltado à sustentabilidade
20/05/2019 - Alunas gaúchas são premiadas em Feira Internacional de Ciências e Engenharia, realizada desde 1950 nos Estados Unidos.
20/05/2019 - Brigada Militar forma 33 instrutores para prevenir drogas e violência entre estudantes
16/05/2019 - Festerê Fest 2019
16/05/2019 - Estado terá mais R$ 7,4 milhões para investir em serviços de saúde mental
16/05/2019 - Estudantes produzem documentário para alertar sobre bullying
16/05/2019 - Guaíba sedia mais uma etapa do Campeonato Gaúcho de jetski
15/05/2019 - Comunicado
15/05/2019 - Coluna da OAB/RS
15/05/2019 - Parceria entre Prefeitura de Butiá, Sesc e Grupo Renner foi tema de reunião nesta quarta-feira (15)
15/05/2019 - Fibromialgia será tema de palestra na AMRIGS
15/05/2019 - Fórum Permanente da Inclusão acontecerá em Guaíba
15/05/2019 - Vem aí, a Semana Maio Amarelo.
14/05/2019 - Venha participar da “Tarde de Outono” promovida pelo CRAS
14/05/2019 - DNIT/RS realiza obras de manutenção nas BRs 116 e 290
14/05/2019 - Ações preventivas da Prefeitura de Butiá mostram resultados positivos
14/05/2019 - Secretaria de Obras e Saneamento está concentrada em ações preventivas e de recuperação após chuvas em Butiá
14/05/2019 - Prefeitura de Butiá realiza seminário de governo
14/05/2019 - Sociedade de Engenharia realiza seminário que analisa potencial alternativo do carvão
14/05/2019 - Subprefeitura e CMPC iniciam obras no distrito Bom Retiro.
10/05/2019 - Para antecipar doações, governo do RS lança Campanha do Agasalho 2019
10/05/2019 - Municípios das Missões têm maior cobertura da vacina contra gripe
10/05/2019 - PIM reúne 44 municípios para formar novas equipes
10/05/2019 - Jovens pesquisadores gaúchos participam da maior feira de ciência e engenharia do mundo
10/05/2019 - Projeto Autor Presente abre inscrições na próxima semana
10/05/2019 - Executivo Municipal acompanha obras de expansão da rede elétrica em Eldorado do Sul
10/05/2019 - Brigada Militar de Eldorado do Sul recebe reforço para o Parque Eldorado
10/05/2019 - Confira a programação da Semana de Luta Antimanicomial 2019 em guaíba
10/05/2019 - Acidente bloqueia parcialmente a BR 290 em Arroio dos Ratos
10/05/2019 - Prefeitura de Arroio dos Ratos lança edital para venda de floresta de eucalipto
10/05/2019 - DNIT/RS alerta para estreitamento de pista na freeway (BR-290/RS), a partir de segunda-feira (13)
10/05/2019 - Coluna da OAB/RS
10/05/2019 - Comunicação que aproxima
09/05/2019 - Em Brasília, governadores entregam demandas ao presidente Bolsonaro
09/05/2019 - Estudo dos fatores que causam Deficiência Intelectual desafia médicos
09/05/2019 - Médicos alertam para cuidados especiais com idosos para prevenção de atropelamentos
09/05/2019 - Dia D contra gripe ocorreu no último sábado (04) em Butiá
09/05/2019 - Espaço Cultural está com exposição de fotografo butiaense
08/05/2019 - Secretária da Saúde anuncia criação de Departamento de Assistência Farmacêutica
08/05/2019 - Exposição de viaturas do exército será realizada em Butiá
08/05/2019 - Desafio Bike Butiá recebe ciclistas de 23 cidades gaúchas
08/05/2019 - Prefeitura de Porto Alegre realiza evento-teste na Arena para a Copa América
07/05/2019 - Prorrogada até dia 17 de maio a seleção para Coordenadores Regionais de Educação
07/05/2019 - Roberto Barbuti assume presidência da Corsan
07/05/2019 - Porto Alegre já registra 162 casos de Dengue
07/05/2019 - Simpósio na capital debate estatísticas sobre pessoas com deficiência
07/05/2019 - Maio Amarelo: DNIT/RS promove ações de educação para trânsito em escolas da rede municipal de ensino
07/05/2019 - Um chamado à razão
07/05/2019 - Hospital Moinhos de Vento inaugura nova Emergência Pediátrica
07/05/2019 - DNIT/RS realiza obras de manutenção nas BRs 116 e 290
06/05/2019 - Contribuintes que não quitaram IPVA 2019 até o fim de abril serão inscritos em dívida ativa
05/05/2019 - Integrado à campanha de doação de sangue, veja endereços do Hemocentro na capital e interior
05/05/2019 - Realizada operação de combate a fraudes de combustíveis no município de Encruzilhada do Sul
04/05/2019 - Centro da Juventude Alvorada forma 63 jovens para o mercado de trabalho
04/05/2019 - Proporção de idosos na população do RS irá duplicar em quatro décadas
04/05/2019 - Bota-Fora recolhe 119 toneladas de resíduos em abril
03/05/2019 - Chuva forte deve retornar ao Estado na próxima semana, informa Boletim Meteorológico
02/05/2019 - Coluna da OAB/RS
02/05/2019 - Acesso à comunidade da Pacheca será bloqueado por aproximadamente 30 dias
02/05/2019 - 6ª Operação Integrada Metropolitana combate delitos no transporte coletivo
02/05/2019 - Dia D de vacinação contra a gripe será sábado, dia 4, com 1,8 mil postos de saúde abertos
02/05/2019 - Leilões do Detran ofertam 1,4 mil veículos com documentação e sucatas em maio
01/05/2019 - Farmácia do Noel
01/05/2019 - Serviço de Contabilidade
01/05/2019 - Jornalismo investigativo
01/05/2019 - Pena mais dura para criminoso violento
01/05/2019 - Departamento de trânsito participa do Projeto Resgate
01/05/2019 - PA 24hs facilita contato
01/05/2019 - SMEC faz aquisição de brinquedos para a Educação Infanti
01/05/2019 - Programa "Meu Bairro Melhor" inicia neste final de semana
01/05/2019 - Atletas de Guaíba conquistam medalhas no Campeonato Sul-Americano de Patinação
01/05/2019 - Presidente da Havan visita Guaíba
01/05/2019 - Dia Mundial da Espondilite Anquilosante chama atenção para doença reumatológica pouco conhecida
01/05/2019 - Prefeitura de São Jerônimo realiza mutirão de obras na Vila Porto do Conde
01/05/2019 - 6ª Edição das Olimpíadas de Língua Portuguesa em São Jerônimo
01/05/2019 - Município de Charqueadas está contratando médicos
01/05/2019 - Butiá promoveu 1ª Copa de Handebol com presença de equipes reconhecidas no Estado
01/05/2019 - “É simbólico celebrar o Dia do Trabalhador em uma feira que é exemplo de vocação gaúcha”, diz Leite na Festimalha
01/05/2019 - Programa abre as portas do mercado de trabalho a centenas de jovens
01/05/2019 - Polícia prende integrantes de facção criminosa envolvidos em execução
01/05/2019 - Governador anuncia revisão de substituição tributária da vitivinicultura
01/05/2019 - Programa britânico que incentiva energias renováveis analisa investir no RS
01/05/2019 - Mexatchê: Semana das Lutas começa neste domingo
29/04/2019 - Empresa Simples de Crédito vai fortalecer a economia dos municípios
31/12/1969 - Treinamento de assistentes sociais terá 2.200 vagas em quatro cursos do CapacitaSuas até setembro



Edição n° 191 - Maio 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 191
  • Edição n° 190
  • Edição n° 189







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821