Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 21 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26120973


Edicão n° 184 de Outubro 2018


Governo apresenta a prefeituras o plano de prevenção contra cheias
18/09/2018

Garantir a segurança de quem vive em municípios que sofrem com alagamentos e enchentes
é a meta de um projeto apresentado nesta terça-feira (18), no Palácio Piratini. O Plano
Metropolitano de Prevenção contra Cheias vai contemplar 32 municípios da Região
Metropolitana de Porto Alegre. Por isso, os estudos de concepção – que são a primeira etapa
do cronograma – foram entregues às prefeituras.

O plano se concentra em quatro grandes áreas, historicamente afetadas por cheias: Bacia do
Rio Gravataí, Bacia do Rio dos Sinos, Sub-bacia do Arroio Feijó e Delta do Jacuí. Os estudos
da Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) foram feitos
duraram três anos e apresentam alternativas, com seus respectivos custos, para reduzir os
efeitos dos desastres naturais.

Os mapeamentos foram possíveis porque o governo estadual buscou recursos junto à
Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental, do Ministério das Cidades. Até agora, foram
investidos cerca de R$ 17 milhões de um total de R$ 258 milhões. As verbas serão utilizadas
conforme o andamento das próximas etapas, que já seriam de intervenção estrutural, mas
que ainda não têm data definida para começar. Neste momento, as informações vão servir,
por exemplo, para saber onde pode e não pode haver expansão urbana, loteamentos, obras
de contenção e construção de diques.

As ações devem beneficiar cerca de três milhões de pessoas da Região Metropolitana. O
governador José Ivo Sartori destacou que é preciso haver gestão no serviço público para
beneficiar a população: “Os estudos mostram onde estão as carências das ações e o que
precisamos fazer para reduzir os danos. Quando não se planeja nada, o custo é muito alto
para remediar. Preparar o amanhã é muito mais barato. Então, quando a gente junta os
esforços dos governos federal, estadual e municipal, quem sai ganhando é o cidadão”.

Segundo o superintendente da Metroplan, Pedro Bisch Neto, é uma importante ferramenta
para que o estado e os municípios se preparem para prevenir catástrofes. “Mostram as zonas
de alagamento, a frequência e a intensidade das enchentes, as áreas que precisam ser
preservadas para evitar danos ao patrimônio e, principalmente, às pessoas. E o mais
importante é que, pela primeira vez, estamos dizendo qual é o custo de não fazer nada.
Calculamos que, se nada for feito, o prejuízo chegará a R$ 5 bilhões na Bacia do Gravataí e a
R$ 7 bilhões na Bacia dos Sinos nos próximos 30 anos. As obras que estamos sugerindo
custam muito menos do que isso”, explicou Bisch Neto.

Durante os três anos de estudos, houve mais de 160 reuniões com as prefeituras das cidades
impactadas. Para chegar ao diagnóstico, foram usadas técnicas como o aerofotogramétrico
(sequência de fotos aéreas para fins de mapeamento) e o levantamento topobatimétrico (que
avalia a profundidade dos cursos d’água). Para o prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, o
levantamento das informações é fundamental: “Temos que mapear os locais de risco, há
muitas pessoas morando em margens de arroios, por exemplo. Se isso tivesse sido feito há
20 ou 30 anos, teríamos muito menos problemas hoje”, afirmou.






Edicão n° 184 de Outubro 2018
19/10/2018 - Brigadianos ampliam conhecimentos em ferramentas de análise criminal
19/10/2018 - Governo entrega armas e viaturas para a Brigada Militar na Região Central
19/10/2018 - Seduc inaugura novo espaço para formação e atendimento em educação especial
19/10/2018 - Semana da Alimentação no RS termina neste domingo na Redenção
19/10/2018 - Outubro Rosa na AMRIGS ressalta a importância da mulher conhecer o próprio corpo
19/10/2018 - PRF prende homem e apreende agrotóxico em Eldorado do Sul
15/10/2018 - Secretaria da saúde reduz fila nos procedimento e consultas especializadas
15/10/2018 - SMEC divulga datas para matrículas e rematrículas para o ano de 2019
15/10/2018 - Por trás dos genes: entenda o que faz o médico especialista em genética
15/10/2018 - PRF recupera veículo, apreende droga e revólver e prende um homem em Tapes
15/10/2018 - Operação Viagem Segura do feriado fiscaliza mais de 14 mil veículos
15/10/2018 - Leilões do DetranRS ofertam 725 veículos e sucatas em Tramandaí
15/10/2018 - Corsan autoriza obra que vai reforçar abastecimento de Charqueadas e São Jerônimo
04/10/2018 - Operação Desmanche interdita estabelecimento em Montenegro
04/10/2018 - Definido o esquema de segurança para o final de semana das eleições
04/10/2018 - Fase inicia ações de prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa
04/10/2018 - Abertas inscrições para contratação de médicos reguladores
04/10/2018 - RS conquista nove medalhas na etapa regional dos Jogos da Juventude
04/10/2018 - Projeto de robótica beneficia alunos do turno integral da rede pública estadual
04/10/2018 - Hospital de Charqueadas reabre com leitos de saúde prisional, mental e geral
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo
04/10/2018 - Pequenos cuidados ao se barbear ajudam a proteger a pele
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte II
04/10/2018 - DNIT/RS inicia manutenção periódica na BR-116/RS (Vão móvel até Guaíba)
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte I
04/10/2018 - Prefeitura e Corsan regularizam a água de mais quatro comunidades
04/10/2018 - Dois guaibenses voltaram do Chile com troféus e vagas para o mundial de Karatê.
04/10/2018 - Prefeito de Butiá e Secretário de Obras definem ações
01/10/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/10/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/10/2018 - Barbearia Roque
01/10/2018 - Serviços de Contabilidade
01/10/2018 - Farmácia no Parque Eldorado



Edição n° 184 - Outubro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821