Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 18 de Novembro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26343486


Edicão n° 185 de Novembro 2018


Daltonismo: um distúrbio que exige atenção e cuidado
23/08/2018

Apesar de não ser considerado um problema de risco, o daltonismo é uma alteração no
funcionamento da visão que exige cuidado e muita atenção.

Segundo a médica associada da Sociedade Brasileira de Genética Médica – SBGM, Juliana M
Ferraz Sallum, o padrão de herança é ligado ao X recessivo e causa alteração na visão das
cores, principalmente entre o vermelho e verde e dos tons terra da mistura destas duas cores.

- Como os homens só tem um cromossomo X, se esse tiver uma mutação a doença aparece.

As mulheres têm dois cromossomos X, então se tiver apenas um mutado será portadora do
gene alterado, mas não apresenta a doença. Entretanto poderá passar para seus filhos com
risco de 50%.

Os filhos homens que receberem o gene serão daltônicos. As filhas terão visão de cores
normal, mas serão portadoras do gene, com risco de transmitir para seus filhos - explica a
oftalmogeneticista associada da SBGM, Juliana M Ferraz Sallum

A identificação é possível, geralmente, a partir de cinco anos de idade nas consultas
oftalmológicas. É comum que aos 5 anos seja possível fazer um teste de Ishihara, que
apresenta pontos coloridos que formam números. A percepção dos números por um daltônico
é diferente do indivíduo normal. A médica explica que não há indicação de avaliações no pré-
netal pois o problema não é grave ou debilitante. O diagnóstico pode ser feito pelo teste de
cores nos primeiros anos de vida.

- O sequenciamento do gene relacionado ao daltonismo é possível mas só tem uso para
pesquisa. Não há mudança na conduta clínica, por isso o teste genético não tem indicação -
completa.

Todo daltonismo é genético, mas não há indicação de tratamento. Hoje, existem lentes de
óculos que ressaltam as tonalidades vermelhas. Alguns daltônicos tem curiosidade de
experimentar essas lentes para ter uma percepção mais próxima dos indivíduos com visão de
cores normais. Em estudos experimentais já se inseriu o gene da opsina por Terapia Gênica
em primatas. Mas como se trata se problema que não causa limitação na capacidade visual,
não há indicação da aplicação desta terapia em homens daltônicos.






Edicão n° 185 de Novembro 2018
07/11/2018 - Perfuração de Poço Artesiano
06/11/2018 - Global Med assume o Pronto-Atendimento
06/11/2018 - Praça da Matriz recebe iluminação mais eficiente e econômica.
05/11/2018 - Corsan regulariza abastecimento de água em Eldorado do Sul
05/11/2018 - Programa de Oportunidades e Direitos tem inscrições abertas para os primeiros cursos noturnos
05/11/2018 - Sartori e Leite dão início à transição nesta segunda-feira
05/11/2018 - Prova do Enem mobiliza estudantes do Rio Grande do Sul neste domingo
05/11/2018 - Substituição de geladeiras da CEEE alcança 87% do projeto no primeiro mês
05/11/2018 - Aumento de casos de sífilis preocupa médicos
05/11/2018 - Manuseio do recém-nascido exige cuidado e delicadeza
05/11/2018 - Para caminhar no ritmo certo
05/11/2018 - Coluna da OAB RS
05/11/2018 - Ponte do Guaíba: 1º mutirão encerra com 142 acordos
05/11/2018 - Polícia Rodoviária Federal prende 03 homens com cocaína em Rio Pardo
05/11/2018 - Programação - Festival
05/11/2018 - Festival der Cinema Estudantil de Guaíba começa nesta segunda-feira
05/11/2018 - Corsan regulariza abastecimento de água em Eldorado do Sul
05/11/2018 - Serviços de Guincho e Resgate
03/11/2018 - Acidente na Br 290 em Eldorado do Sul mata 03 pessoas
03/11/2018 - Prefeito Ernani recebe visita da Diretora e Professores da E.M.E.F. Luiza Maria
02/11/2018 - Seduc prepara avaliação do rendimento escolar do RS
01/11/2018 - Farmácia do Noel
01/11/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/11/2018 - Barbearia Roque
01/11/2018 - Serviços de Contabilidade em Eldorado do Sul
01/11/2018 - Fisioterapia no Parque Eldorado
01/11/2018 - FMP recebe Selo Instituição Socialmente Responsável
01/11/2018 - Guaíba tem 3 novas caminhonetes para usar nos postos de saúde.



Edição n° 185 - Novembro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 185
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821