Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 22 de Fevereiro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
27636312


Edicão n° 188 de Fevereiro 2019


É verdade que primos, quando casam, podem enfrentar problemas ao gerar filhos?
25/07/2018

Primos que casam, ou pessoas que não sabiam que eram parentes, casam e têm filhos.
O medo de que a criança nasça com alguma deformação é grande, mas nem sempre
existe risco de que isso ocorra. O médico geneticista da Sociedade Brasileira de Genética
Médica (SBGM), Hector Yuri Conti Wanderley, explica que, se ambos pais tiverem o
mesmo gene defeituoso, há uma maior chance de ter um filho com uma condição
genética.

- A forma mais comum de relacionamento consanguíneo é entre primos e, em algumas
sociedades e culturas, pode representar uma proporção significativa dos casamentos.
Qual é o risco empírico de um casal consanguíneo ter um filho ou filha com alguma
doença genética? Se os pais não são aparentados, a chance de ter uma criança com
defeito congênito ou deficiência intelectual gira em torno de 2% e 3% a cada gestação.
Se os pais são primos, a chance é um pouco maior, gira em torno de 5% e 6%. Isto
ocorre devido ao aumento da chance de ambos terem uma mesma mutação
autossômica recessiva, presente na família – destaca.

Em geral, quando os pais são consanguíneos, eles não têm maiores chances de ter uma
criança com condições genéticas. No entanto, haverá uma maior probabilidade de uma
criança apresentar condições que são devidas a herança complexa, nessas situações
uma série de genes diferentes agem em conjunto ou há uma interação entre genes e o
meio ambiente. São exemplos de condições que podem se apresentar com padrão de
herança complexa a espinha bífida, a fenda labial e algumas formas de doença cardíaca
congênita.

O médico alerta que é importante que os casais consanguíneos, que estão planejando
um filho, busquem aconselhamento genético com um especialista em genética médica.

- Alguns relacionamentos são mais complexos, envolvendo várias gerações onde os pais
estão intimamente relacionados. O conhecimento especializado do médico geneticista ao
realizar o aconselhamento genético é fundamental para estimar qualquer possível
impacto no risco do casal e propor o manejo adequado – relata.

Conti Wanderley explica que a ferramenta mais simples e abrangente utilizada no
aconselhamento genético para casais consanguíneos é obter uma história familiar
médica por meio de um heredograma que cobre de três a quatro gerações. Quando uma
condição genética conhecida ou suspeita é identificada em um feto ou recém-nascido de
uma união consanguínea, a avaliação genética pode também ser aprimorada.






Edicão n° 188 de Fevereiro 2019
21/02/2019 - Coluna da OAB/RS
21/02/2019 - Segurança aprimorada: problemas novos, causas clássicas
21/02/2019 - Fugir de blitz de trânsito é infração que gera multa e suspensão do direito de dirigir
21/02/2019 - Atividades movimentam 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz
21/02/2019 - SEPLAN acompanha a execução das obras do Condomínio Península
21/02/2019 - Smec realiza manutenções preventivas e corretivas de toda a frota escolar
21/02/2019 - Guaíba já tem 5 médicos do Programa Federal Mais Médicos.
21/02/2019 - Prefeito de Butiá recebe comunidade escolar do Benjamin Constant
21/02/2019 - Domingo é a grande final do Campeonato Praiano 2019 em São Jerônimo
18/02/2019 - Charqueadense, servidor da Brigada Militar é bicampeão brasileiro de Parajiu-Jitsu
18/02/2019 - Começam quarta-feira as aulas para os 900 mil alunos das escolas estaduais
18/02/2019 - Leilão do Detran oferta mais de 300 veículos e sucatas em Lajeado na quarta-feira
18/02/2019 - SMAST participa de contratação no Parque Eldorado
18/02/2019 - Equipe da Juventus é campeã do 1º Torneio Municipal de Futebol 7, em Butiá
18/02/2019 - Carnaval de Butiá 2019 será realizado no dia 02 de março
18/02/2019 - Charqueadas terá Terminal Rodoviário
18/02/2019 - Hospital de Charqueadas inaugura ala de saúde mental
18/02/2019 - Vem aí o Rodeio de Charqueadas 2019
17/02/2019 - DNIT/RS realiza serviços de manutenção na BR 116 (Guaíba/Eldorado do Sul)
17/02/2019 - Horários de Içamento da ponte do Guaíba e manutenção da Freeway (BR-290/RS), passarão para concessionária
17/02/2019 - Butiá agora possui Centro de Videomonitoramento 24 horas
15/02/2019 - No Dia Internacional de Luta contra o Câncer Infantil, o diagnóstico precoce pode salvar vidas
15/02/2019 - Coluna da OAB/RS
01/02/2019 - Serviços de Contabilidade em Eldorado do Sul
01/02/2019 - Farmácia do Noel
17/01/2019 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
02/02/2018 - Nota Fiscal Gaúcha tem mais de R$ 124 mil em prêmios para serem resgatados
02/02/2015 - Interdição da FreeWay



Edição n° 188 - Fevereiro 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 188
  • Edição n° 187
  • Edição n° 186









  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821