Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Janeiro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
27463490


Edicão n° 187 de Janeiro de 2019


Quanto custa mudar de país?
05/07/2018

Diferente do que a esmagadora maioria pensa, acredita ou ouve falar não se sabe direito
onde, uma mudança de pais definitivamente não é uma receita pronta onde basta seguir
adicionando alguns elementos para dar certo. E não existe um valor exato e sim
necessário, porque um processo de imigração é traçado estrategicamente conforme as
características de cada solicitante. Mas sim, é preciso ter uma reserva de dinheiro.

Vamos usar os Estados Unidos como exemplo inicial. Se o requerente solicitar o visto
EB-5, além dos 500 mil dólares, é preciso dispor também de uma quantia que deverá
ser paga ao advogado e taxas administrativas, que varia em torno de 50 mil dólares.
Contabilize também o aluguel, outras despesas até efetivamente começar a trabalhar.
Podemos chegar facilmente a casa dos 600 mil.

Já o E2 e o L1, demandam um investimento em torno de 150 mil dólares. Tudo tem um
custo e é muito subjuntivo. Se alguém disser um valor fechado, afirmando que são
necessários exatos 50 mil dólares para se mudar, estará mentindo. Não existe um
numero, porque o lugar escolhido pode ser mais caro ou barato, outro fator que impacta
em todos os outros níveis.

O trabalho neste sentido é algo totalmente individualizado porque varia para cada
situação. Por exemplo, Jose e Manuel irão abrir uma padaria, em locais totalmente
distintos. Um vai solicitar o visto E2, porque é descendente de Italiano. Já o outro vem
de Portugal, que só e possível aplicar o L1. Um tem três filhos e o outro somente um. O
tipo de negocio é o mesmo, mas com vistos diferentes, e endereços comerciais também,
ou seja, são números que mudam muito por isso o certo é pensar de forma macro.

Mesmo citando todos esses cenários, a reunião sempre esbarra na pergunta clássica,
qual o mínimo para se mudar? Essa é sempre a preocupação inicial e, todas às vezes eu
corrijo: "pense no necessário, afinal, você não esta diante de uma feira de barganha e
sim de uma mudança de país e de vida, que envolvem novas atitudes onde
comportamentos antigos devem ser repensados.

Será preciso também se adaptar a uma série de novas regras, aliado a um planejamento
visando estruturar para preservar a família. Por isso, se deu aquela vontade de arrumar
as malas, primeiro converse com as pessoas que você ama, fale sobre os seus planos e
depois procure um especialista que possa oferecer todo o suporte necessário. Só ele vai
te programar para enfrentar uma série de situações.

O passo seguinte é traçar um plano de ação e cumpri-lo, de forma gradativa. Por ter
melhores condições, há quem consiga pular algumas etapas, já outros irão precisar de
mais tempo. Atendi clientes que demoraram três anos ate o dia da mudança definitiva,
conversava com eles a cada seis meses para ajustar algumas coisas e desenhar novas
etapas.

Há clientes que relatam histórias de pessoas que entram com o visto de turismo e
depois de um tempo arrumou emprego, conseguiu abrir empresa e por isso obteve a
permanecia. Ou quem entra no pais com visto de estudante e "foi levando". Isso é
querer acreditar demais em uma situação que fica agradável ao seu ouvido, mas que
esta longe do que é permitido. A realidade afasta do sonho, dá medo, mas ao mesmo
tempo é algo seguro porque faz com que as pessoas coloquem o pé no chão e analisem
a situação friamente.

Com base nos meus mais de dez anos neste mercado, posso afirmar que isso não dá
certo. Quem está se organizando desta forma, convido a pensar antes na família e nos
filhos. Sei que o Brasil está muito péssimo sem expectativas de melhoras, mas pior será
acordar com o DHS batendo a sua porta para prender todo mundo.

E todos esses cuidados servem em caso de mudança não só para os Estados Unidos mas
também para qualquer outra parte do mundo. Se a ideia é ir para Portugal, então
busque um profissional daquele pais que conhece o mercado e as leis. Ele vai orientar
sobre valores, documentações e as devidas inscrições nos órgãos.

Mas antes de qualquer mudança, é preciso entender o que é empreendedorismo, no
sentido de criar algo, do começo ao fim cuidando e revisando todos os detalhes. Em
muitos casos, não temos as melhores opções ou cartas na mão! Mas com estratégia,
orientação seguindo um planejamento de uma forma muito regrada, é possível ganhar o
jogo.

Daniel Toledo*

* Advogado especializado em direito internacional, sócio fundador da Loyalty Miami e
consultor de negócios.






Edicão n° 187 de Janeiro de 2019
21/01/2019 - Segundo período de matrículas começa em 28 de janeiro
21/01/2019 - Processos de cassação do direito de dirigir cresceram em 2018 no RS
21/01/2019 - DNIT/RS realiza serviços de manutenção na BR 116, de segunda-feira a sábado (21/01/19 a 26/01/19).
21/01/2019 - Diagnóstico tardio da hanseníase pode impossibilitar cura da doença
21/01/2019 - Coluna da OAB/RS
21/01/2019 - Primeiro da América Latina, Hospital Moinhos de Vento adquire nova tecnologia que agiliza tratamento de AVC
21/01/2019 - Por que a hanseníase não pode mais ser um tabu
21/01/2019 - Prefeitura recebe os representantes do projeto Mina Guaíba
21/01/2019 - Butiá receberá circuito SESC Lazer
21/01/2019 - Definidos os campeões do torneio de bocha da Ponte de Arame
21/01/2019 - Vem aí o 29° Rodeio Estadual e 14° Internacional de Charqueadas.
21/01/2019 - 7ª Conferência Municipal de Saúde de São Jerônimo
21/01/2019 - Vereador deve responder por cobrar parte de salário de assessora
17/01/2019 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
17/01/2019 - Eldorado do Sul sedia etapa do Circuito de Verão Sesc
17/01/2019 - CFT do Grêmio em Eldorado do Sul é sede do IberCup Brasil 2019
17/01/2019 - Posto de Saúde recebe nova cadeira odontológica
17/01/2019 - Obra da Rotatória do Parcão em Charqueadas começará em breve.
17/01/2019 - Prefeito de Charqueadas recebe o Presidente da Câmara Municipal
17/01/2019 - Prainha de São Jerônimo recebe campeonato de Motonáutica
17/01/2019 - Inscrições para Torneio Municipal de Futebol Sete de Butiá iniciam nesta quinta-feira (17)
17/01/2019 - Governador recebe prefeito de Guaíba para tratar de possíveis parcerias e investimentos
17/01/2019 - Tropa de elite da Brigada Militar vira Bope para ampliar eficácia no estado
17/01/2019 - Uergs recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
17/01/2019 - AMRIGS atenta para debate sobre abertura de novos cursos de medicina
17/01/2019 - Curso de Engenharia de Computação da Uergs em Guaíba oferece 40 vagas pelo Sisu
17/01/2019 - Saiba quais os erros mais comuns na aplicação do protetor solar
17/01/2019 - Interdição da freeway com finalidade de lançamento de vigas Gerber, para a construção da Nova Ponte do Guaíba
16/01/2019 - Novos comandantes da BM assumem com meta de ampliar combate ao crime
16/01/2019 - Programa que investe em reformas de escolas da rede pública será intensificado
16/01/2019 - DetranRS inicia reciclagem de 500 sucatas de veículos em Gravataí
16/01/2019 - Cavalgada percorrerá 300 quilômetros de Barra do Ribeiro até Pelotas
16/01/2019 - Secretário Faisal Karam busca cooperação com Conselho de Alimentação Escolar
15/01/2019 - Barbearia Roque
10/01/2019 - Operação Antártica prende três pessoas por tráfico de drogas em Capão da Canoa
10/01/2019 - Balada Segura registra queda no percentual de motoristas alcoolizados
10/01/2019 - Ampliar agilidade em alvarás de incêndio é meta de novo comandante dos Bombeiros
10/01/2019 - Médica explica as diferenças entre intolerância e alergia alimentar
10/01/2019 - Porto Alegre tem recorde de arrecadação antecipada do IPTU e Taxa de Coleta de Lixo (TCL)
08/01/2019 - Site da Educação dispõe de Cardápio de Alimentação Escolar 2019
08/01/2019 - Primeira mulher a assumir Polícia garante integração no combate ao crime
08/01/2019 - Pesquisa registra envelhecimento e redução de crescimento da frota gaúcha
08/01/2019 - Abertas inscrições em programa que busca melhorar eficiência da máquina pública
02/01/2019 - Serviços de Contabilidade
01/01/2019 - Farmácia do Noel
01/01/2019 - CEEE reforça equipes de funcionários para atender demandas da virada do ano
01/01/2019 - Combate à sonegação supera R$ 10 bilhões nos últimos quatro anos
01/01/2019 - Fepam indica 13 pontos impróprios para banho no RS
01/01/2019 - Foi prorrogado prazo de adesão ao Programa de Regularização Ambiental
01/01/2019 - PMs recebem instrução para atuar em Bases Móveis Comunitárias nas praias
01/01/2019 - Empossados novos diretores das escolas estaduais de Porto Alegre
01/01/2019 - Fepam bate novo recorde em arrecadação de multas ambientais
01/01/2019 - Fraude na Saúde de Canoas: MP denuncia oito pessoas por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro
01/01/2019 - PRF prende homem com motocicleta utilizando placa adulterada em Butiá
01/01/2019 - Coluna da OAB/RS
01/01/2019 - Travessia Urbana de Santa Maria/RS: Viaduto da BR158/Duque de Caxias está com trânsito liberado desde a manhã do dia 27/12
01/01/2019 - A saúde precisa ser prioridade
01/01/2019 - Regularização fundiária: Prefeito entrega 85 títulos de propriedade aos moradores do Loteamento Botafogo
01/01/2019 - Secretaria de Saúde abre UBS Chácara
01/01/2019 - Butiá é o segundo município da Região Carbonífera a gerar mais empregos em 2018
01/01/2019 - Câmara de Vereadores devolve mais de R$ 500 mil à Prefeitura.
01/01/2019 - Município recebe micro-ônibus para as crianças dos CRAS.
30/12/2018 - Nota de esclarecimento Dnit/RS
18/01/2018 - Motoristas de Eldorado do Sul foram os que mais aderiram à CNH Digital
17/01/2018 - Coordenador de esportes entrega doação para Defesa Civil de São Jerônimo



Edição n° 187 - Janeiro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 187
  • Edição n° 186
  • Edição n° 185







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821