Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Novembro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26345902


Edicão n° 185 de Novembro 2018


29/06/2018

A Anvisa acaba de publicar a aprovação de Epclusa® (sofosbuvir 400mg/velpatasvir
100mg), medicamento da Gilead Sciences para tratamento pangenotípico (genótipos 1
ao 6) e panfibrótico do vírus da hepatite C em adultos. Epclusa® oferece taxas de cura
de 98% em apenas 12 semanas de tratamento para todos os perfis de pacientes.


"A aprovação do Epclusa® pela Anvisa significa mais um grande passo no tratamento da
hepatite C no Brasil, principalmente pela possibilidade de curar todos os genótipos do
vírus e todos os pacientes em diferentes fases da doença (desde casos com fibrose leve
até cirróticos e transplantados) de forma simples e eficiente com um único comprimido
ao dia por apenas 12 semanas, afirma Dra. Anita Campos, Diretora Médica da Gilead.


A eficácia de Epclusa® foi avaliada em cinco estudos que incluíram mais de 1200
pacientes com taxas de cura, também chamada de resposta virológica sustentada (RVS
global), de 98%. Os estudos também demonstraram resultados em pacientes que se
encontravam em diferentes situações, como aqueles que já foram previamente tratados;
pessoas com doença hepática avançada, como a cirrose; pacientes no período pré e pós
transplante de fígado e coinfectados com HIV.


O HCV


A hepatite C é uma infecção causada pelo vírus da hepatite C (HCV), que possui pelo
menos seis tipos (genótipos) distintos e que acomete preferencialmente o fígado,
provocando uma inflamação que leva a formação de cicatrizes (fibrose hepática) e que,
com o decorrer do tempo e sem um tratamento, pode levar à cirrose e ao câncer de
fígado. Além do fígado, outros órgãos também podem ser acometidos.


A hepatite crônica C afeta aproximadamente 71 milhões de pessoas no mundo. No
Brasil, há uma estimativa de 657 mil portadores da doença. Cerca de 155 mil foram
diagnosticados entre 1999 e 2016 e há indícios de que ainda faltam 502 mil pessoas
para serem diagnosticadas. Nesse período foram realizados 110 mil tratamentos, sendo
57 mil somente entre 2015 e 2017. Entre 2000 e 2015, foram identificados 46.314
óbitos relacionados à hepatite C; de cada quatro óbitos por hepatite viral no Brasil, três
(75,6%) são pelo HCV. O fato é que grande parte desconhece seu diagnóstico e poucos
sabem como ocorreu a transmissão ou que exista tratamento para a doença.


"A doença é assintomática em 80% dos casos e faz dela um sério problema de saúde
pública, podendo levar décadas para dar sinais, normalmente, manifestando-se já em
estágio avançado de comprometimento do fígado ou com quadros associados", finaliza
Dra Anita.


O HCV é transmitido pelo contato com sangue infectado, sendo que os principais meios
de transmissão são reutilização e esterilização inadequada de equipamentos médicos,
odontológicos e outros, compartilhamento de seringas e agulhas (como no uso de
drogas ilícitas), práticas sexuais de risco e transmissão vertical (da mãe para o filho).
Pessoas que receberam transfusão de sangue antes de 1993 também podem ter
contraído a infecção.


A Hepatite C é a maior causa de cirrose, câncer de fígado e transplante hepático no
mundo. Além das complicações relacionadas ao fígado, pode desencadear uma
verdadeira doença sistêmica. Estudos comprovam que o vírus da Hepatite C aumenta os
riscos do aparecimento de outras doenças como a Diabetes do tipo 2 e do Linfoma, por
exemplo.








Edicão n° 185 de Novembro 2018
07/11/2018 - Perfuração de Poço Artesiano
06/11/2018 - Global Med assume o Pronto-Atendimento
06/11/2018 - Praça da Matriz recebe iluminação mais eficiente e econômica.
05/11/2018 - Corsan regulariza abastecimento de água em Eldorado do Sul
05/11/2018 - Programa de Oportunidades e Direitos tem inscrições abertas para os primeiros cursos noturnos
05/11/2018 - Sartori e Leite dão início à transição nesta segunda-feira
05/11/2018 - Prova do Enem mobiliza estudantes do Rio Grande do Sul neste domingo
05/11/2018 - Substituição de geladeiras da CEEE alcança 87% do projeto no primeiro mês
05/11/2018 - Aumento de casos de sífilis preocupa médicos
05/11/2018 - Manuseio do recém-nascido exige cuidado e delicadeza
05/11/2018 - Para caminhar no ritmo certo
05/11/2018 - Coluna da OAB RS
05/11/2018 - Ponte do Guaíba: 1º mutirão encerra com 142 acordos
05/11/2018 - Polícia Rodoviária Federal prende 03 homens com cocaína em Rio Pardo
05/11/2018 - Programação - Festival
05/11/2018 - Festival der Cinema Estudantil de Guaíba começa nesta segunda-feira
05/11/2018 - Corsan regulariza abastecimento de água em Eldorado do Sul
05/11/2018 - Serviços de Guincho e Resgate
03/11/2018 - Acidente na Br 290 em Eldorado do Sul mata 03 pessoas
03/11/2018 - Prefeito Ernani recebe visita da Diretora e Professores da E.M.E.F. Luiza Maria
02/11/2018 - Seduc prepara avaliação do rendimento escolar do RS
01/11/2018 - Farmácia do Noel
01/11/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/11/2018 - Barbearia Roque
01/11/2018 - Serviços de Contabilidade em Eldorado do Sul
01/11/2018 - Fisioterapia no Parque Eldorado
01/11/2018 - FMP recebe Selo Instituição Socialmente Responsável
01/11/2018 - Guaíba tem 3 novas caminhonetes para usar nos postos de saúde.



Edição n° 185 - Novembro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 185
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821