Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 12 de Dezembro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26653284


Edicão n° 186 de Dezembro 2018


Greve dos caminhoneiros: Vem Pra Rua defende corte de impostos e custo menor do Estado
24/05/2018

Quase 30% do preço do óleo diesel é composto por impostos federais do governo Michel Temer (MDB) e do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) estadual. O preço da Petrobrás, estatal dilapidada pelos governos anteriores e que a Operação Lava Jato comprovou ter sofrido um rombo de pelo menos R$ 6 bilhões nas dobradinhas dos governos PT e MDB, compõe outros 55% do custo do combustível dos caminhões.

Nesta quinta-feira, completam-se cinco dias da paralisação de um setor que alega a impossibilidade de atuação por conta do alto custo do óleo diesel. Soma-se a isso o fato de que nos últimos 50 anos o Brasil privilegiou apenas o transporte rodoviário, não construiu ferrovias, deixando o brasileiro virtualmente refém de uma paralisação do setor de frete.

O Vem Pra Rua lembra que além da corrupção sistêmica na estatal, a Petrobrás também foi destruída pela a armadilha que os próprios governos embarcaram: conter os preços internacionais fixando os valores na moeda nacional. O movimento acredita que, em qualquer setor, é impossível impor preços como instrumento de política econômica.

Os antecessores do atual presidente também quebraram o setor enérgico ao impor tarifas que não se sustentavam. Os caminhoneiros têm razão quanto ao alto custo do combustível e suas consequências em seu dia-a-dia, mas forçar a Petrobrás a diminuir o preço do óleo diesel não é a solução.

Os combustíveis, assim como outros produtos básicos consumidos diariamente pelos brasileiros, são caros porque bancam Estado inflado de privilégios, cargos comissionados e ineficiente nos serviços essenciais para a população.

Não podemos aceitar a resposta do presidente Temer para solucionar o problema de desabastecimento que atinge as cidades, que pretende colocar a faca no pescoço dos pequenos e médios empresários, além dos trabalhadores: reduzir o preço do diesel e onerar 30 setores da economia, arrecadando mais R$ 3 bilhões em taxas.

O Congresso Nacional não deu a devida prioridade às Reformas necessárias e agora o povo brasileiro se vê diante desta situação crítica.

O Vem Pra Rua acredita que é necessário reduzir os impostos, equilibrar o custo do Estado e cortar os privilégios daqueles que ocupam cargos públicos e comissionados nos municípios, estados e União, nos três poderes.

O movimento acredita que a Operação Lava Jato avançou no combate à corrupção, mas para o país se desenvolver também é necessário cortar os privilégios bancados com os impostos que o brasileiro paga.

É importante esclarecer que o Vem Pra Rua não endossa nem aceita pautas defendidas por uma parcela de manifestantes, principalmente e dentre as quais está uma intervenção militar.

O movimento é a favor da Lei, da República e da Democracia.

Movimento Vem Pra Rua

O Vem Pra Rua é a favor da democracia, da ética na política e de um Estado eficiente e desinchado. É contra qualquer tipo de violência, condena todos os tipos de extremismo (separatismo, intervenção militar, golpe de Estado), e não compactua com governos autoritários. Não está associado nem é patrocinado por nenhum partido político e trabalha por um Brasil ético, justo, próspero e com oportunidades iguais para todos.






Edicão n° 186 de Dezembro 2018
06/12/2018 - Encontro debate qualificação da gestão das escolas agrícolas
06/12/2018 - Servidores participam de Roda de Conversa pelo fim da violência contra mulheres
06/12/2018 - Operação Avante Papai Noel garante mais segurança nas compras de Natal
06/12/2018 - Prefeitura convida a comunidade a participar do Seminário do Plano Diretor
06/12/2018 - Prefeitura recebe banda musical do PROJARI
06/12/2018 - Rede de ensino municipal recebe novos computadores
06/12/2018 - Guaíba passa a ter vários CEPs.
06/12/2018 - Prefeitura de Butiá concede desconto e da prêmios para o pagamento do IPTU
06/12/2018 - Primeira Infância Melhor (PIM) realiza evento “Semana do Bebê”, em Butiá
06/12/2018 - Depósito de pães com fezes de roedores em supermercado é interditado
06/12/2018 - Saúde na Escola é abordado em seminário no Centro Administrativo
06/12/2018 - Selo do Inmetro será obrigatório para veículos movidos a GNV no RS
06/12/2018 - Homicídios e latrocínios têm queda no estado conforme dados da SSP
06/12/2018 - Operação desbarata organização criminosa que desviou milhões da saúde de Canoas
05/12/2018 - Bobinas de aço aumentam transporte de cargas no Porto de Porto Alegre
05/12/2018 - Viatura doada pela PRF à BM ajudará em ações de combate às drogas nas escolas
05/12/2018 - Cem mil gaúchos já têm a Carteira Nacional de Habilitação no celular
05/12/2018 - Bandidos são mortos ao tentarem assaltar a Caixa Federal em Arroio dos Ratos.
05/12/2018 - Kits de irrigação serão entregues a pequenos produtores rurais em 346 municípios
01/12/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/12/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/12/2018 - Farmácia no Parque Eldorado
01/12/2018 - Prazo para placas do Mercosul no RS será 17 de dezembro
01/12/2018 - Secretaria da Educação conclui processo eleitoral de diretores nas escolas estaduais
01/12/2018 - Casos de Aids registram redução progressiva nos últimos dez anos no RS
01/12/2018 - Zero discriminação às pessoas vivendo com HIV/Aids é tema de campanha publicitária e seminário no RS
01/12/2018 - Receita Estadual e MP desbaratam fraude milionária no ramo de alumínio
01/12/2018 - Levantamento alerta para infestação do Aedes aegypti em 93 cidades do RS
01/12/2018 - Dono de mercado é preso em fiscalização
01/12/2018 - Decreto prorroga prazo para convocação de professores em regime especial
01/12/2018 - Governo contrata 40 médicos reguladores para atuar no Samu estadual
01/12/2018 - Operação Primeiro Comando resulta em 18 prisões no combate a homicídios em Porto Alegre
01/12/2018 - A Vero, rede de adquirência do Banrisul, está lançando um plano com máquina de cartão gratuita. Ao aderir ao Plano Free, o credenciado pode ter a máqu
01/12/2018 - DNIT/RS conclui reforma da Ponte do Fandango em Cachoeira do Sul-RS
01/12/2018 - Último mutirão para desapropriações na BR-116/RS termina com 96% de acordo
01/12/2018 - Dermatologistas visitam escolas de Porto Alegre e incentivam fotoproteção das crianças
01/12/2018 - Plano Nacional Diabólico
01/12/2018 - Coluna da OAB/RS
01/12/2018 - Rematrículas e matrículas da Rede Municipal de Ensino iniciaram nesta segunda-feira (26), em Butiá
01/12/2018 - Atenção para a lista dos contemplados com vaga para a creche e outras informações importantes:
01/12/2018 - Prefeito garante dinheiro para a saúde, em Brasília.
28/11/2018 - Transporte escolar de Eldorado do Sul contará com inspetores escolares
28/11/2018 - Decreto torna área privada em espaço público no bairro Sans Souci



Edição n° 186 - Dezembro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 186
  • Edição n° 185
  • Edição n° 184







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821