Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 16 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26091821


Edicão n° 184 de Outubro 2018


Operação Luz na Infância 2 combate crimes de exploração sexual infanto-juvenil
17/05/2018

A Polícia Civil (PC), por meio dos departamentos Estadual da Criança e do Adolescente e de Investigações Criminais, em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), deflagrou, no início da manhã desta quinta-feira (17), uma ação integrada denominada Operação Luz na Infância 2, com o objetivo de apurar crimes de exploração sexual contra crianças. Foram cumpridos 43 mandados de busca e apreensão em 23 cidades do Rio Grande do Sul. Aproximadamente 200 policiais civis participaram da operação.

Além de 21 pessoas presas, também foi identificada uma criança com material com conteúdo de exploração sexual infanto-juvenil. Foram oito prisões em Porto Alegre, duas em Santa Maria, duas em Cachoeirinha e duas em Novo Hamburgo, além de detenções também em Alvorada, Pelotas, Panambi, Taquara, Canoas, Sapucaia, São Leopoldo e Viamão.

Foram apreendidos diversos computadores, notebooks, HDs externos, pen drives e outros dispositivos de armazenamento que continham material referente a crimes de abuso e exploração sexual infanto-juvenil, além de armas, munições e drogas.

Os alvos da Operação Luz na Infância 2 foram identificados a partir de levantamento de informações pela Senasp e pela Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil. Com base em informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, a Polícia Civil, por meio da Delegacia para a Criança e Adolescente Vítima (DPCAV/Deca), instaurou inquéritos policiais e representou buscas e apreensões junto ao Poder Judiciário, visando a apreender computadores e dispositivos que poderiam armazenar conteúdos de pedofilia, e, a partir da constatação do crime, indiciar e prender os criminosos.

As investigações vinham sendo feitas há seis meses e são resultado do aprimoramento do trabalho de inteligência de segurança pública e atuação em modelo de força-tarefa, que reúnem em um mesmo ambiente de trabalho policiais com expertise e capacitação na repressão aos crimes virtuais e de pedofilia, um cenário ideal para coletar e preservar evidências criminosas, garantindo identificação e posterior condenação dos criminosos pela Justiça.

O presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), delegado Emerson Wendt, destacou que essa foi a maior "operação de investigação de pedofilia e combate aos crimes contra dignidade sexual de crianças e adolescentes no Brasil, especialmente porque usa a tecnologia e integração de informações".

A pedofilia é classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma doença de transtorno da preferência sexual. Pedófilos normalmente são pessoas adultas que têm preferência sexual por crianças pré-púberes ou no início da puberdade. O complexo ambiente da internet e a ausência de fronteiras no mundo virtual são elementos que propiciam terreno fértil à atuação de criminosos.

A operação foi intitulada Luz na Infância por serem bárbaros e nefastos os crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. “Luz na Infância significa propiciar às crianças e adolescentes vítimas de abuso e violência sexual o resgate da dignidade, bem como, tirar criminosos da escuridão, para que sejam julgados à luz da Justiça”, disse a diretora do Deca, delegada Adriana Regina da Costa.






Edicão n° 184 de Outubro 2018
15/10/2018 - Secretaria da saúde reduz fila nos procedimento e consultas especializadas
15/10/2018 - SMEC divulga datas para matrículas e rematrículas para o ano de 2019
15/10/2018 - Por trás dos genes: entenda o que faz o médico especialista em genética
15/10/2018 - PRF recupera veículo, apreende droga e revólver e prende um homem em Tapes
15/10/2018 - Operação Viagem Segura do feriado fiscaliza mais de 14 mil veículos
15/10/2018 - Leilões do DetranRS ofertam 725 veículos e sucatas em Tramandaí
15/10/2018 - Corsan autoriza obra que vai reforçar abastecimento de Charqueadas e São Jerônimo
04/10/2018 - Operação Desmanche interdita estabelecimento em Montenegro
04/10/2018 - Definido o esquema de segurança para o final de semana das eleições
04/10/2018 - Fase inicia ações de prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa
04/10/2018 - Abertas inscrições para contratação de médicos reguladores
04/10/2018 - RS conquista nove medalhas na etapa regional dos Jogos da Juventude
04/10/2018 - Projeto de robótica beneficia alunos do turno integral da rede pública estadual
04/10/2018 - Hospital de Charqueadas reabre com leitos de saúde prisional, mental e geral
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo
04/10/2018 - Pequenos cuidados ao se barbear ajudam a proteger a pele
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte II
04/10/2018 - DNIT/RS inicia manutenção periódica na BR-116/RS (Vão móvel até Guaíba)
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte I
04/10/2018 - Prefeitura e Corsan regularizam a água de mais quatro comunidades
04/10/2018 - Dois guaibenses voltaram do Chile com troféus e vagas para o mundial de Karatê.
04/10/2018 - Prefeito de Butiá e Secretário de Obras definem ações
01/10/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/10/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/10/2018 - Barbearia Roque
01/10/2018 - Serviços de Contabilidade
01/10/2018 - Farmácia no Parque Eldorado



Edição n° 184 - Outubro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821