Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26109057


Edicão n° 184 de Outubro 2018


Executivos da CNI e Sesi falam sobre sustentabilidade do sistema de Saúde e responsabilidade dos envolvidos no 9º Seminário UNIDAS
02/04/2018

O gerente-executivo de Saúde e Segurança na Indústria do Sesi, Emmanuel de Souza Lacerda, e o gerente-executivo de Relacionamento com o Executivo da CNI, Pablo Silva Cesário, trazem para o 9º Seminário UNIDAS – Bem-estar, Qualidade e Acesso à Saúde: o papel das autogestões frente às complexidades do mercado, a palestra "Como minimizar o impacto e o custo da saúde nas empresas". Segundo Lacerda, diante dos custos crescentes da saúde suplementar – três vezes mais do que a inflação - é papel de todos os atores do sistema atuarem sinergicamente para buscar a sustentabilidade da saúde suplementar no país. "A hora é de construir pontes entre todos os envolvidos. A sustentabilidade do sistema é importante para todos".

O executivo ressalta que pelo seu peso no financiamento do sistema, os contratantes são protagonistas importantes na melhoria do sistema de saúde privado. "Eles têm grande potencial coletivo para induzir o mercado na direção de um sistema de saúde baseado em valor, com mais qualidade, mais foco em resultados e mais custo efetivo. Também tem uma condição privilegiada para fazer a gestão da saúde populacional, uma vez que possui relacionamento direto com os seus assegurados". Entretanto, Larceda lembra que o sistema de saúde suplementar precisa oferecer maior transparência e acesso aos dados e informações sobre a operação em toda a sua cadeia de valor.

O ideal, segundo o gerente do Sesi, é mudar o sistema atual fee-for-service, por um baseado em valor. "O aperfeiçoamento da regulação na Saúde Suplementar, com estruturação do processo de incorporação e gestão de tecnologias da saúde do Rol e a disponibilização de dados aos usuários e contratantes para a gestão da saúde populacional pelos empregadores são propostas iniciais voltadas à construção de sistema de saúde baseado em valor, que promova melhoria na qualidade do cuidado aos usuários com otimização da relação custo-efetividade".

Ele lembra, contudo, que os desafios são enormes. Levando em consideração que o sistema convive com um ambiente de má utilização por parte do beneficiário, desperdícios e denúncias de fraudes, o que impacta diretamente no aumento dos custos acima da inflação. "Todos os esforços devem ser feitos para que os atores do sistema, tanto da cadeia produtiva, quanto dos contratantes e beneficiários, estejam focados na sustentabilidade do setor. Para isso, é preciso superar a fragmentação e a desconfiança entre os atores", reforça.

Segundo ele, outros países que também sofrem com a pressão dos custos com saúde, já estão alterando os seus modelos para uma abordagem baseada em valor que combine qualidade da atenção, foco no beneficiário, e melhor controle de custos de atendimento. "O caminho que estamos enxergando está vinculado ao maior envolvimento dos contratantes/empregadores na busca de auto regulação do setor via mercado, produzindo conhecimento, estabelecendo critérios de qualidade, protocolos de atendimento que possam guiar sua atuação e a atuação dos beneficiários no uso racional e de qualidade do sistema".






Edicão n° 184 de Outubro 2018
15/10/2018 - Secretaria da saúde reduz fila nos procedimento e consultas especializadas
15/10/2018 - SMEC divulga datas para matrículas e rematrículas para o ano de 2019
15/10/2018 - Por trás dos genes: entenda o que faz o médico especialista em genética
15/10/2018 - PRF recupera veículo, apreende droga e revólver e prende um homem em Tapes
15/10/2018 - Operação Viagem Segura do feriado fiscaliza mais de 14 mil veículos
15/10/2018 - Leilões do DetranRS ofertam 725 veículos e sucatas em Tramandaí
15/10/2018 - Corsan autoriza obra que vai reforçar abastecimento de Charqueadas e São Jerônimo
04/10/2018 - Operação Desmanche interdita estabelecimento em Montenegro
04/10/2018 - Definido o esquema de segurança para o final de semana das eleições
04/10/2018 - Fase inicia ações de prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa
04/10/2018 - Abertas inscrições para contratação de médicos reguladores
04/10/2018 - RS conquista nove medalhas na etapa regional dos Jogos da Juventude
04/10/2018 - Projeto de robótica beneficia alunos do turno integral da rede pública estadual
04/10/2018 - Hospital de Charqueadas reabre com leitos de saúde prisional, mental e geral
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo
04/10/2018 - Pequenos cuidados ao se barbear ajudam a proteger a pele
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte II
04/10/2018 - DNIT/RS inicia manutenção periódica na BR-116/RS (Vão móvel até Guaíba)
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte I
04/10/2018 - Prefeitura e Corsan regularizam a água de mais quatro comunidades
04/10/2018 - Dois guaibenses voltaram do Chile com troféus e vagas para o mundial de Karatê.
04/10/2018 - Prefeito de Butiá e Secretário de Obras definem ações
01/10/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/10/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/10/2018 - Barbearia Roque
01/10/2018 - Serviços de Contabilidade
01/10/2018 - Farmácia no Parque Eldorado



Edição n° 184 - Outubro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821