Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 17 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26094127


Edicão n° 184 de Outubro 2018


Apendicite aguda e doença de Crohn têm sintomas similares e tratamentos completamente diferentes
29/03/2018

Uma é bem conhecida, e até temida. A outra, não tão famosa, mas igualmente perigosa. Ambas possuem sintomas similares, porém, os tratamentos são totalmente diferentes. Estamos falando da apendicite e da doença de Crohn, duas condições facilmente confundidas.

Enquanto a apendicite é solucionada por meio de procedimento cirúrgico a doença de Crohn possui intervenção medicamentosa. A Dra. Elizabeth Ayub, professora do Cetrus - Centro de ensino que oferece curso em Diagnóstico por Imagem - , explica os sintomas e esclarece as principais dúvidas tanto de médicos quanto de pacientes com relação as duas enfermidades.

A apendicite aguda é uma inflamação do apêndice — pequeno segmento rudimentar do intestino grosso. Os primeiros sintomas podem ser facilmente confundidos com gastrite, pois, o paciente começa a sentir um incômodo na parte alta do abdômen ou "na boca do estômago" como é popularmente conhecido. Neste primeiro momento é possível ter febre baixa, que vai aumentando gradativamente. Depois a dor migra para a região do umbigo e finalmente se posiciona no abdômen inferior mais à direita, onde está localizado o apêndice. Também é comum a perda de apetite, vômito, prisão de ventre, além da progressão da dor.

"Os sintomas evoluem em questão de horas. Há muitos pacientes que sentem sintomas que não são muito específicos dependendo da localização da apendicite. Por esta razão, o diagnóstico pode ser confundido com infecção urinária ou uma inflamação da vesícula biliar. Por isso, é tão importante que os médicos tenham mais conhecimento na análise da ultrassonografia do trato intestinal para conseguir fazer o diagnóstico correto", explica Elizabeth.

"Apendicite é uma das doenças mais frequentes no pronto socorro no hospital onde trabalho, inclusive, casos em crianças são os mais frequentes. O procedimento é cirúrgico e não há fatores externos que impliquem no surgimento da doença como alimentação, estresse, dentre outros", conta.

Já a doença de Crohn é uma inflamação séria do trato gastrointestinal, que afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon), mas pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal. A doença compromete todas as camadas da parede intestinal: mucosa, submucosa, muscular e serosa. Tem início com maior frequência na segunda e terceira décadas de vida, mas pode afetar qualquer faixa etária.

A especialista explica que a doença aparece na ultrassonografia com certa facilidade, o que ajuda no diagnóstico. "O paciente pode ter um episódio da doença e nunca mais voltar a sentir os sintomas, que se assemelham a apendicite aguda como dor no abdômen inferior à direita, lugar onde o apêndice também provoca dor. A ultrassonografia é um recurso que o médico pode utilizar como primeira avaliação para o diagnóstico da doença", reforça.

Os sintomas da doença de Crohn são dores abdominais associadas à diarreia, que pode ter ou não sinais de muco e sangue; febre; feridas na boca, aftas; perda de peso e de apetite; sintomas oculares, os olhos ficam avermelhados e sensíveis à luz; artrite: as articulações (joelhos e tornozelos) correm o risco de inchar, causando dor e endurecimento.

A doença de Crohn é tratada com medicamentos fortes para retroceder o processo inflamatório, aliviar os sintomas, prevenir que a doença volte, corrigir as deficiências nutricionais. A intervenção cirúrgica pode ocorrer para os casos mais graves de obstrução intestinal, hemorragias e fístulas.

A Dra. Elizabeth Ayub aconselha a estarem atentos aos primeiros sintomas para que as doenças intestinais não cheguem ao estágio mais grave, levando em consideração que ambas podem ser fatais se não forem tratadas de forma adequada.

Para os médicos que conhecem o método ultrassonográfico e desejam ampliar a sua área de atuação ou aprimorar a técnica ultrassonográfica do trato gastrointestinal, o Cetrus está com inscrições abertas para o curso à distância de Ultrassonografia do Trato Gastrointestinal. Confira o conteúdo programático e as condições para participar da próxima turma.

*******

Breve currículo da Dra. Elizabeth

» Graduada pela Universidade Nacional de Assunción
» Residência em Coloproctologia na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
» Título de especialista em Ultrassonografia Geral pelo CBR
» Coordenadora da Pós-Graduação em US do Hospital Mater Dei - BH

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA

Oribá – Soluções Criativas ...






Edicão n° 184 de Outubro 2018
15/10/2018 - Secretaria da saúde reduz fila nos procedimento e consultas especializadas
15/10/2018 - SMEC divulga datas para matrículas e rematrículas para o ano de 2019
15/10/2018 - Por trás dos genes: entenda o que faz o médico especialista em genética
15/10/2018 - PRF recupera veículo, apreende droga e revólver e prende um homem em Tapes
15/10/2018 - Operação Viagem Segura do feriado fiscaliza mais de 14 mil veículos
15/10/2018 - Leilões do DetranRS ofertam 725 veículos e sucatas em Tramandaí
15/10/2018 - Corsan autoriza obra que vai reforçar abastecimento de Charqueadas e São Jerônimo
04/10/2018 - Operação Desmanche interdita estabelecimento em Montenegro
04/10/2018 - Definido o esquema de segurança para o final de semana das eleições
04/10/2018 - Fase inicia ações de prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa
04/10/2018 - Abertas inscrições para contratação de médicos reguladores
04/10/2018 - RS conquista nove medalhas na etapa regional dos Jogos da Juventude
04/10/2018 - Projeto de robótica beneficia alunos do turno integral da rede pública estadual
04/10/2018 - Hospital de Charqueadas reabre com leitos de saúde prisional, mental e geral
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo
04/10/2018 - Pequenos cuidados ao se barbear ajudam a proteger a pele
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte II
04/10/2018 - DNIT/RS inicia manutenção periódica na BR-116/RS (Vão móvel até Guaíba)
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte I
04/10/2018 - Prefeitura e Corsan regularizam a água de mais quatro comunidades
04/10/2018 - Dois guaibenses voltaram do Chile com troféus e vagas para o mundial de Karatê.
04/10/2018 - Prefeito de Butiá e Secretário de Obras definem ações
01/10/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/10/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/10/2018 - Barbearia Roque
01/10/2018 - Serviços de Contabilidade
01/10/2018 - Farmácia no Parque Eldorado



Edição n° 184 - Outubro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821