Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Janeiro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
27463696


Edicão n° 187 de Janeiro de 2019


Disque Vigilância 150 esclarece dúvidas sobre a febre amarela
22/01/2018

A população que busca esclarecimentos sobre a febre amarela e a vacina que previne a
doença pode utilizar o Disque Vigilância 150. O serviço, vinculado ao Centro Estadual de
Vigilância em Saúde, orienta sobre sintomas, formas de transmissão da doença, quem
pode se vacinar e locais de vacinação. O atendimento com pessoal especializado ocorre
de segunda a sexta, das 8h30 às 22h, e nos sábados, domingos e feriados, das 8h às
20h.

No Rio Grande do Sul, a vacina está disponível em todos os municípios. A prioridade é
imunizar quem planeja viajar para áreas consideradas de maior risco de exposição,
como locais de matas, florestas, rios, cachoeiras, parques e o meio rural com circulação
do vírus. Atualmente, as áreas de risco no Brasil são: estados do Rio de Janeiro, São
Paulo, Bahia e da Região Norte. Nesses casos, a orientação é fazer a vacina dez dias
antes da viagem. A cobertura vacinal no RS atinge, hoje, cerca de 70% da população.

"Quem ainda não se vacinou pode procurar a unidade de saúde mais próxima da sua
residência, de forma tranquila e sem pânico", recomenda o secretário da Saúde, João
Gabbardo dos Reis. Quem já foi imunizado não precisa de dose de reforço. A vacina está
indicada a partir dos 9 meses de idade e faz parte do calendário de vacinação infantil.
Gestantes, idosos e imunodeprimidos devem avaliar com seu médico os riscos e
benefícios da imunização.

Sintomas

A febre amarela é uma doença febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido
por mosquitos). Os primeiros sintomas são inespecíficos, como febre, calafrios, cefaleia
(dor de cabeça), lombalgia (dor nas costas), mialgias (dores musculares) generalizadas,
prostração, náuseas e vômitos. Após esse período inicial, geralmente ocorre declínio da
temperatura e diminuição dos sintomas, provocando sensação de melhora no paciente.
Em poucas horas - no máximo, um ou dois dias - reaparece a febre, a diarreia e os
vômitos têm aspecto de borra de café.

Os casos de febre amarela no Brasil são classificados como silvestre ou urbana, sendo
que o vírus transmitido é o mesmo. A diferença entre elas é o mosquito vetor envolvido
na transmissão.
Na urbana, o vírus é transmitido ao homem pelo mosquito Aedes aegypti. Desde 1942
não é registrado nenhum caso no Brasil.

Na silvestre, os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes transmitem o vírus e os
macacos são os principais hospedeiros; nessa situação, os casos humanos ocorrem
quando uma pessoa não vacinada entra em uma área silvestre e é picada por mosquito
contaminado.

Na sazonalidade 2008/2009, o RS registrou 21 casos da febre amarela silvestre em
humanos. Desde 1999, é realizada a vigilância de mortes de macacos, com o objetivo de
verificar e antecipar a ocorrência da doença, pois a mortalidade destes animais pode
indicar a presença do vírus em determinada região. Dessa forma, é possível fazer a
intervenção oportuna para evitar casos humanos, por meio da vacinação das pessoas, e
também evitar a urbanização da doença, controlando os mosquitos transmissores nas
cidades.






Edicão n° 187 de Janeiro de 2019
21/01/2019 - Segundo período de matrículas começa em 28 de janeiro
21/01/2019 - Processos de cassação do direito de dirigir cresceram em 2018 no RS
21/01/2019 - DNIT/RS realiza serviços de manutenção na BR 116, de segunda-feira a sábado (21/01/19 a 26/01/19).
21/01/2019 - Diagnóstico tardio da hanseníase pode impossibilitar cura da doença
21/01/2019 - Coluna da OAB/RS
21/01/2019 - Primeiro da América Latina, Hospital Moinhos de Vento adquire nova tecnologia que agiliza tratamento de AVC
21/01/2019 - Por que a hanseníase não pode mais ser um tabu
21/01/2019 - Prefeitura recebe os representantes do projeto Mina Guaíba
21/01/2019 - Butiá receberá circuito SESC Lazer
21/01/2019 - Definidos os campeões do torneio de bocha da Ponte de Arame
21/01/2019 - Vem aí o 29° Rodeio Estadual e 14° Internacional de Charqueadas.
21/01/2019 - 7ª Conferência Municipal de Saúde de São Jerônimo
21/01/2019 - Vereador deve responder por cobrar parte de salário de assessora
17/01/2019 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
17/01/2019 - Eldorado do Sul sedia etapa do Circuito de Verão Sesc
17/01/2019 - CFT do Grêmio em Eldorado do Sul é sede do IberCup Brasil 2019
17/01/2019 - Posto de Saúde recebe nova cadeira odontológica
17/01/2019 - Obra da Rotatória do Parcão em Charqueadas começará em breve.
17/01/2019 - Prefeito de Charqueadas recebe o Presidente da Câmara Municipal
17/01/2019 - Prainha de São Jerônimo recebe campeonato de Motonáutica
17/01/2019 - Inscrições para Torneio Municipal de Futebol Sete de Butiá iniciam nesta quinta-feira (17)
17/01/2019 - Governador recebe prefeito de Guaíba para tratar de possíveis parcerias e investimentos
17/01/2019 - Tropa de elite da Brigada Militar vira Bope para ampliar eficácia no estado
17/01/2019 - Uergs recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
17/01/2019 - AMRIGS atenta para debate sobre abertura de novos cursos de medicina
17/01/2019 - Curso de Engenharia de Computação da Uergs em Guaíba oferece 40 vagas pelo Sisu
17/01/2019 - Saiba quais os erros mais comuns na aplicação do protetor solar
17/01/2019 - Interdição da freeway com finalidade de lançamento de vigas Gerber, para a construção da Nova Ponte do Guaíba
16/01/2019 - Novos comandantes da BM assumem com meta de ampliar combate ao crime
16/01/2019 - Programa que investe em reformas de escolas da rede pública será intensificado
16/01/2019 - DetranRS inicia reciclagem de 500 sucatas de veículos em Gravataí
16/01/2019 - Cavalgada percorrerá 300 quilômetros de Barra do Ribeiro até Pelotas
16/01/2019 - Secretário Faisal Karam busca cooperação com Conselho de Alimentação Escolar
15/01/2019 - Barbearia Roque
10/01/2019 - Operação Antártica prende três pessoas por tráfico de drogas em Capão da Canoa
10/01/2019 - Balada Segura registra queda no percentual de motoristas alcoolizados
10/01/2019 - Ampliar agilidade em alvarás de incêndio é meta de novo comandante dos Bombeiros
10/01/2019 - Médica explica as diferenças entre intolerância e alergia alimentar
10/01/2019 - Porto Alegre tem recorde de arrecadação antecipada do IPTU e Taxa de Coleta de Lixo (TCL)
08/01/2019 - Site da Educação dispõe de Cardápio de Alimentação Escolar 2019
08/01/2019 - Primeira mulher a assumir Polícia garante integração no combate ao crime
08/01/2019 - Pesquisa registra envelhecimento e redução de crescimento da frota gaúcha
08/01/2019 - Abertas inscrições em programa que busca melhorar eficiência da máquina pública
02/01/2019 - Serviços de Contabilidade
01/01/2019 - Farmácia do Noel
01/01/2019 - CEEE reforça equipes de funcionários para atender demandas da virada do ano
01/01/2019 - Combate à sonegação supera R$ 10 bilhões nos últimos quatro anos
01/01/2019 - Fepam indica 13 pontos impróprios para banho no RS
01/01/2019 - Foi prorrogado prazo de adesão ao Programa de Regularização Ambiental
01/01/2019 - PMs recebem instrução para atuar em Bases Móveis Comunitárias nas praias
01/01/2019 - Empossados novos diretores das escolas estaduais de Porto Alegre
01/01/2019 - Fepam bate novo recorde em arrecadação de multas ambientais
01/01/2019 - Fraude na Saúde de Canoas: MP denuncia oito pessoas por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro
01/01/2019 - PRF prende homem com motocicleta utilizando placa adulterada em Butiá
01/01/2019 - Coluna da OAB/RS
01/01/2019 - Travessia Urbana de Santa Maria/RS: Viaduto da BR158/Duque de Caxias está com trânsito liberado desde a manhã do dia 27/12
01/01/2019 - A saúde precisa ser prioridade
01/01/2019 - Regularização fundiária: Prefeito entrega 85 títulos de propriedade aos moradores do Loteamento Botafogo
01/01/2019 - Secretaria de Saúde abre UBS Chácara
01/01/2019 - Butiá é o segundo município da Região Carbonífera a gerar mais empregos em 2018
01/01/2019 - Câmara de Vereadores devolve mais de R$ 500 mil à Prefeitura.
01/01/2019 - Município recebe micro-ônibus para as crianças dos CRAS.
30/12/2018 - Nota de esclarecimento Dnit/RS
18/01/2018 - Motoristas de Eldorado do Sul foram os que mais aderiram à CNH Digital
17/01/2018 - Coordenador de esportes entrega doação para Defesa Civil de São Jerônimo



Edição n° 187 - Janeiro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 187
  • Edição n° 186
  • Edição n° 185







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821