Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Janeiro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
13861217


Edicão n° 175 de Janeiro 2018


Contrabando de cigarros paraguaios aumenta e provoca prejuízos para sociedade
30/12/2017

O mercado ilegal de cigarros alcançou, recentemente, índices alarmantes, apesar dos
esforços das autoridades repressoras no combate a esse tipo de crime. O Brasil fecha
2017 com 48% do mercado de cigarros dominado por marcas ilegais, que entram pelas
fronteiras brasileiras e trazem, de carona, o tráfico de drogas e armas e a violência para
as cidades. Atacar o contrabando é uma medida extremamente efetiva para a
recuperação econômica e colabora duramente para o fim do tráfico e do crime nas
cidades.

As armas, drogas e os cigarros contrabandeados não nascem aqui. Eles atravessam
juntos a fronteira com o Paraguai e chegam à sociedade pelas mãos dos criminosos.
Quem ganha é o crime organizado e quem perde são os brasileiros. Além da
criminalidade, essas práticas ilegais também geram perda na arrecadação de impostos,
fomentam o desemprego, impactam a competitividade das empresas no Brasil e
prejudica a saúde dos consumidores.

Os cigarros contrabandeados oriundos do Paraguai possuem elevadas concentrações de
elementos tóxicos, com valores de até 11 vezes superiores aos encontrados em cigarros
legais brasileiro, segundo estudo da Universidade de Ponta Grossa. Ou seja, os cigarros
paraguaios não seguem as diretrizes estabelecidas pela Anvisa e pela Vigilância Sanitária
e, mesmo assim, são comercializados livremente por todo pais.

O aumento do contrabando tem acontecido por uma combinação de fatores: aumento de
impostos, crise econômica e fragilidade das fronteiras. A faixa de fronteira brasileira
corresponde a 27% do território nacional e o Brasil conta com mais de 1,7 milhão de
quilômetros de rodovias que dão acesso a praticamente todo território nacional e aos
países vizinhos, por isso, a necessidade de aumentar a fiscalização, inibir o ingresso e a
distribuição desses produtos.

O Brasil tem mais de 24 mil quilômetros de fronteiras, sendo que os 1,7 milhões de
quilômetros de rodovias dão acesso a praticamente todo território nacional e aos países
vizinhos e a estrutura para controle de fronteiras e rotas muito é precária. Relatório do
TCU de 2015 apontou a carência de agentes, frotas, infraestrutura, tecnologia e,
principalmente, inteligente para inibir o ingresso de armas, drogas e contrabando.

Outro fator é a alta carga tributária. Os impostos representam 80% do valor de um
maço de cigarros, enquanto no Paraguai, os impostos pagos pelos fabricantes de
cigarros são de apenas 16%. Sendo assim, é possível afirmar que a redução no
contrabando de cigarros se transformaria em um aumento significativo na arrecadação
de impostos.

Com isso, também verificamos que a estratégia tributária da Política Nacional de
Controle do Tabaco não está cumprindo seu principal objetivo, que seria o de diminuir o
consumo, mas sim está fomentando o comércio de cigarros ilegais no país, posto que a
indústria nacional, devido a política tributária instaurada, não consegue concorrer com o
mercado ilegal.

O presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e do Fórum Nacional
Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP), Edson Vismona, explica que as marcas
paraguaias chegam a custar menos da metade do preço mínimo estabelecido por lei no
Brasil. "O déficit causado pelo contrabando é altíssimo. A indústria legal é penalizada
com os altos impostos e os comerciantes não estão conseguindo sobreviver à
concorrência desleal. O país deixa de arrecadar recursos que poderiam ser investidos em
outras áreas, inclusive na segurança", explicou Vismona.

Qual o Brasil que nós queremos? Não podemos mais conviver com a ilegalidade como se
fosse parte normal de nossas vidas. O Brasil que nós queremos para o futuro não aceita
mais esta situação. É preciso que toda a sociedade se una em torno de um objetivo
comum: a restauração do país que nós queremos, respeitando a ética e a lei, hoje e
para as gerações que ainda estão por vir.

"Combater o contrabando que tanto afeta e traz prejuízos para todo país é lutar a favor
da vida e da dignidade do cidadão brasileiro, do desenvolvimento, de novos empregos
para sociedade e mais segurança", concluiu Vismona.






Edicão n° 175 de Janeiro 2018
22/01/2018 - Disque Vigilância 150 esclarece dúvidas sobre a febre amarela
22/01/2018 - Governo reorganiza número de escolas em função da redução na procura por vagas
22/01/2018 - Mais de sete mil motoristas já utilizam a CNH Digital
21/01/2018 - Hospital Regional de Santa Maria terá atendimento 100% SUS
19/01/2018 - Escolha da Corte do Carnaval de Butiá será dia 27 de janeiro
19/01/2018 - BR-290 terá bloqueios para obra da nova ponte do Guaíba
19/01/2018 - Vamos falar a verdade sobre o agro?
19/01/2018 - Águas-vivas no mar: saiba como lidar com as queimaduras na beira da praia
19/01/2018 - Plataforma online conecta médicos e pacientes e barateia serviços de saúde
19/01/2018 - Cáries: precisamos falar dessa questão de saúde pública
19/01/2018 - BM lança operação para reduzir o número de furtos e roubos de veículos em Porto Alegre
19/01/2018 - Susepe desencadeia operação na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas
19/01/2018 - Ação de conscientização alerta para o câncer de pele no litoral norte
19/01/2018 - Banrisul lança maior programa gaúcho de crédito para micro e pequenas empresas
19/01/2018 - Atenção com alimentação e saúde das crianças
19/01/2018 - Assinada a transferência de área para o presídio federal em Charqueadas
18/01/2018 - Nota: Clínicas particulares só receberão vacinas contra febre amarela no final de Fevereiro
17/01/2018 - Nota sobre Projeto Comunidade em Ação
17/01/2018 - Governo do Estado investe em obras emergenciais beneficiando 13 municípios
17/01/2018 - BM não registra ocorrências nos 81 dias de Natal Luz em Gramado
17/01/2018 - Portos gaúchos registram recorde de movimentação em 2017
16/01/2018 - Campanha Nota Fiscal Legal supera expectativas da Prefeitura de Butiá e já tem data de novo sorteio
16/01/2018 - Educação e Polícia Civil ampliam parceria contra violência nas escolas
15/01/2018 - Últimas semanas para parcelar o IPVA 2018 em até três vezes
15/01/2018 - Cadoda Santos será o prefeito em exercício nas próximas duas semanas
15/01/2018 - Construtivismo Lógico na Alfabetização
15/01/2018 - RS fiscaliza 5,2 mil veículos na Mobilização Nacional da Lei Seca
15/01/2018 - Batalhão de Aviação remove criança de Porto Alegre a Uruguaiana
15/01/2018 - RS é o primeiro estado a fornecer medicamento no SUS para prevenção do HIV
13/01/2018 - Acidente na BR 290 mata três pessoas em Eldorado do Sul
12/01/2018 - Esteio é o primeiro município a aderir à PPP do Saneamento proposta pelo Governo do Estado
12/01/2018 - Obras de adaptação para novo aparelho de Raio-X estão em andamento no Hospital de Butiá
12/01/2018 - Ecoponto da Colina registra números positivos após primeiro mês de atividade
12/01/2018 - Autopeças
12/01/2018 - Estalagem Bom Samaritano
12/01/2018 - Materiais de Construção
12/01/2018 - Artesanato João das Cuias
12/01/2018 - Quer melhorar suas vendas ?
12/01/2018 - Farmácia do Noel
12/01/2018 - Lavagem de automóveis
12/01/2018 - Playgrounds e casinhas
12/01/2018 - Padaria e Confeitaria no Guaíba Country Clube
12/01/2018 - Oficina Mecânica no Parque Eldorado
12/01/2018 - Eldorado do Sul lança projeto que comemora 30 anos do município
11/01/2018 - Triunfo Concepa realiza melhorias no pavimento do trecho concedido
11/01/2018 - Primeiro sorteio do Nota Fiscal Legal de Butiá será nesta sexta-feira (12)
11/01/2018 - Parque Eldorado ganha placas indicativas nas ruas
11/01/2018 - Bairro Picada ganha passeio público
10/01/2018 - Entenda como doenças respiratórias prejudicam a qualidade do sono
10/01/2018 - Gramado do Coelhão recebe reparos
10/01/2018 - Cresce a inadimplência entre as famílias com renda até 10 salários mínimos, apura a Fecomércio-RS
10/01/2018 - MPEs precisam renegociar dívidas junto à Receita Federal
10/01/2018 - Saiba como diagnosticar alergias ao calor e os testes de dermatoses disponíveis
10/01/2018 - Prazo para entrega de projetos e documentação do Auxilio Subvenção termina na sexta-feira (12)
10/01/2018 - A custo zero, Parque da Juventude em Guaíba ganha novas mesas, bancos e brinquedos
10/01/2018 - Prefeito e secretário de Saúde iniciam nova série de visitas aos postos de saúde
08/01/2018 - Como cuidar da psoríase no verão?
08/01/2018 - Tratamento de melanoma é incluído na cobertura mínima dos planos de saúde
08/01/2018 - Checklist do Detran RS ajuda na preparação da viagem de férias
08/01/2018 - Aplicativo informa condições de banho nos balneários gaúchos
06/01/2018 - A importância da Fisioterapia na sua saúde
04/01/2018 - Terra de Ninguém
04/01/2018 - Prefeito de Butiá lança projeto Prefeitura no Bairro
04/01/2018 - Prefeitura de Guaíba economiza quase R$ 8 milhões em licitações em 2017
04/01/2018 - Free Way tem novo recorde de tráfego em um único dia
04/01/2018 - Tratamento contra a celulite inclui hábitos saudáveis de vida
04/01/2018 - Administração Municipal anuncia mudanças no secretariado de Butiá
04/01/2018 - Projeto com aulas de vôlei terá continuação em Butiá
04/01/2018 - Nova empresa está pronta para iniciar atividades em Butiá
02/01/2018 - Contrabando bate recorde
02/01/2018 - Aeroporto Salgado Filho tem nova administração
02/01/2018 - Ação educativa na rodoviária explica uso do cinto em ônibus
01/01/2018 - Restaurante Kolyna
01/01/2018 - Madeira Tratada
01/01/2018 - Pizzaria
30/12/2017 - Novos diretores das escolas municipais de Guaíba tomam posse
30/12/2017 - Jazidas de argila destinadas às obras de duplicação da BR-116/RS são recuperadas
30/12/2017 - Simulador mostra impacto de mudanças no Simples Gaúch
30/12/2017 - A conclusão da Duplicação da BR 116 e a necessidade de unidade regional
30/12/2017 - Estado entrega viaturas para reforçar policiamento no Litoral Norte
30/12/2017 - Contrabando de cigarros paraguaios aumenta e provoca prejuízos para sociedade
30/12/2017 - Pagamento antecipado do IPTU aumenta chances de ganhar prêmios no Notal Fiscal Legal em Butiá
30/12/2017 - Secretaria de Obras está trabalhando nos preparativos de espaço públicos para festividades de Natal
30/12/2017 - 2017: o ano da fibra óptica no Mercado de Provedores de Internet
30/12/2017 - Dicas de hidratação e proteção completa para o verão
27/12/2017 - Novas viaturas fortalecem segurança na Região Metropolitana
27/12/2017 - Escolas estaduais reduzem índices de violência por três semestres seguidos
27/12/2017 - Saúde de Eldorado do Sul ganha novas viaturas
21/01/2017 - Vida Class e Mapfre Seguros criam apólice para internação
02/01/2017 - Renovada permanência da Força Nacional no RS por mais 180 dias



Edição n° 175 - Janeiro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 175
  • Edição n° 174
  • Edição n° 173













  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821