Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Janeiro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
27463426


Edicão n° 187 de Janeiro de 2019


Mais da metade de quem tem diabetes não checa sua glicemia
12/12/2017

Todo mundo conhece alguém que têm diabetes. Também, pudera, de acordo com a
pesquisa Life Insights: Health Report1 conduzida pelo portal Minha Vida, cerca de 1 em
cada 10 pessoas possuem a doença. Isso vem ao encontro das estatísticas nacionais:
um estudo publicado recentemente pelo Ministério da Saúde2 aponta que 8,9% dos
brasileiros afirmam conviver com a condição, cuja incidência cresceu em 61,8% nos
últimos 10 anos.

Por ser uma condição crônica, o diabetes precisa ser controlado constantemente. E sim,
com esse cuidado é possível levar uma vida cheia de saúde. E isso depende,
principalmente, do monitoramento diário da glicemia.

E é aí que está o problema: a pesquisa do portal Minha Vida revela que 1 em cada 3
diabéticos acredita não ser necessário checar os níveis de açúcar no sangue. No entanto,
fazer um monitoramento mais próximo de sua glicemia ajuda a saber se o tratamento
está indo bem, entender melhor as oscilações ao longo do dia, ter controle dos
alimentos que se ingere, prevenir possíveis complicações e até mesmo a evitar a
hipoglicemia noturna.


Dificuldades de medição
Apesar de 62,8% dos entrevistados que possuem diabetes considerarem importante
checar a glicemia, apenas 47,6% o fazem diariamente. E, dentre os que checam, 60,6%
o fazem apenas uma vez ao dia.

Mas por que as pessoas não fazem esse monitoramento? Dentre as dificuldades
encontradas, a maior parte dos respondentes (37,6%) destacou o preço elevado das
fitas de medição. Este obstáculo foi seguido pelo incômodo físico causado pela agulha
(18,4%) e pela falta de acesso ao glicosímetro (13,4%), aparelho necessário para
realizar esta medição em casa.

O estudo aponta ainda outro dado preocupante: 1 em cada 5 portadores deste quadro
não sabe o tipo de diabetes que tem. Identificar se o diabetes é tipo 1 ou tipo 2 é
fundamental para a escolha do melhor tratamento, afinal enquanto o primeiro é uma
condição autoimune, o segundo é muito mais impactado por mudanças de hábito, como
alimentação e exercícios.

Veja infográfico aqui: infogram.com/life-insights-diabetes-1hkv2nj79e9o6x3


Uma questão de hábito
A grande maioria dos entrevistados afirma utilizar medicamentos para tratar dos
sintomas associados à condição (70,8%). Mas, além dos remédios, é comprovado que o
controle da alimentação e a prática constante de atividades físicas são fundamentais no
tratamento e, em casos iniciais, podem até reduzir a quantidade de medicação
necessária.

"O exercício auxilia no ajuste do controle glicêmico e reduz a dose necessária de insulina
e medicamentos orais, além de diminuir o percentual de gordura e aumentar a massa
magra", conta a educadora física Luciana Mendonça Arantes, do Centro Avançado de
Recuperação e Estética Rio Claro (CARE). Mesmo assim, a atividade física parece ser o
hábito mais difícil de ser adotado. Apenas 35% dos respondentes com diabetes praticam
atividade física regularmente.

No que diz respeito à alimentação, a maioria entende bem como evitar açúcar e doces é
um passo importante (63,9% deles evitam o consumo de alimentos açucarados). No
entanto, apenas um terço deles faz um controle mais próximo dos carboidratos ingeridos
de modo geral, o que inclui massas, pães e tubérculos. Sabia que o pão francês é um
dos alimentos com maior índice glicêmico?

"O índice glicêmico representa a velocidade com que a glicose é absorvida no intestino:
quanto maior o IG, mais rápida é esta absorção, o que é ruim para quem tem diabetes",
afirma o nutrólogo Roberto Navarro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia
(ABRAN). No entanto, apenas 45,9% observa esse índice na hora de escolher o que
comer, o que pode favorecer picos de insulina nas refeições (que, aliás, normalmente
são detectados com um monitoramento constante da glicose).

Por fim, 83,7% dos entrevistados afirmam não necessitar da aplicação de insulina.
Dentre aqueles que necessitam do medicamento, 66,7% o aplicam até 3 vezes ao dia.
Além disso, 8,9% sabem que precisam fazer a aplicação diária, mas preferem não fazê-
lo. Quanto ao método de aplicação do hormônio, a seringa é o mais frequente entre os
leitores (52,4%), seguida pela caneta de aplicação (40,5%) e pelo aparelho de aplicação
contínua (7,1%).



Sobre o Life Insights

O Life Insights é o departamento de pesquisas do Minha Vida, o maior portal de saúde e
bem-estar brasileiro, destinado a entender a fundo os hábitos e preferências dos leitores
do portal, identificando tendências de mercado. Os dados apresentados são da pesquisa
Life Insights: Health Report 2017, referentes a quem declarou possuir diabetes, base de
277 respostas.






Edicão n° 187 de Janeiro de 2019
21/01/2019 - Segundo período de matrículas começa em 28 de janeiro
21/01/2019 - Processos de cassação do direito de dirigir cresceram em 2018 no RS
21/01/2019 - DNIT/RS realiza serviços de manutenção na BR 116, de segunda-feira a sábado (21/01/19 a 26/01/19).
21/01/2019 - Diagnóstico tardio da hanseníase pode impossibilitar cura da doença
21/01/2019 - Coluna da OAB/RS
21/01/2019 - Primeiro da América Latina, Hospital Moinhos de Vento adquire nova tecnologia que agiliza tratamento de AVC
21/01/2019 - Por que a hanseníase não pode mais ser um tabu
21/01/2019 - Prefeitura recebe os representantes do projeto Mina Guaíba
21/01/2019 - Butiá receberá circuito SESC Lazer
21/01/2019 - Definidos os campeões do torneio de bocha da Ponte de Arame
21/01/2019 - Vem aí o 29° Rodeio Estadual e 14° Internacional de Charqueadas.
21/01/2019 - 7ª Conferência Municipal de Saúde de São Jerônimo
21/01/2019 - Vereador deve responder por cobrar parte de salário de assessora
17/01/2019 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
17/01/2019 - Eldorado do Sul sedia etapa do Circuito de Verão Sesc
17/01/2019 - CFT do Grêmio em Eldorado do Sul é sede do IberCup Brasil 2019
17/01/2019 - Posto de Saúde recebe nova cadeira odontológica
17/01/2019 - Obra da Rotatória do Parcão em Charqueadas começará em breve.
17/01/2019 - Prefeito de Charqueadas recebe o Presidente da Câmara Municipal
17/01/2019 - Prainha de São Jerônimo recebe campeonato de Motonáutica
17/01/2019 - Inscrições para Torneio Municipal de Futebol Sete de Butiá iniciam nesta quinta-feira (17)
17/01/2019 - Governador recebe prefeito de Guaíba para tratar de possíveis parcerias e investimentos
17/01/2019 - Tropa de elite da Brigada Militar vira Bope para ampliar eficácia no estado
17/01/2019 - Uergs recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
17/01/2019 - AMRIGS atenta para debate sobre abertura de novos cursos de medicina
17/01/2019 - Curso de Engenharia de Computação da Uergs em Guaíba oferece 40 vagas pelo Sisu
17/01/2019 - Saiba quais os erros mais comuns na aplicação do protetor solar
17/01/2019 - Interdição da freeway com finalidade de lançamento de vigas Gerber, para a construção da Nova Ponte do Guaíba
16/01/2019 - Novos comandantes da BM assumem com meta de ampliar combate ao crime
16/01/2019 - Programa que investe em reformas de escolas da rede pública será intensificado
16/01/2019 - DetranRS inicia reciclagem de 500 sucatas de veículos em Gravataí
16/01/2019 - Cavalgada percorrerá 300 quilômetros de Barra do Ribeiro até Pelotas
16/01/2019 - Secretário Faisal Karam busca cooperação com Conselho de Alimentação Escolar
15/01/2019 - Barbearia Roque
10/01/2019 - Operação Antártica prende três pessoas por tráfico de drogas em Capão da Canoa
10/01/2019 - Balada Segura registra queda no percentual de motoristas alcoolizados
10/01/2019 - Ampliar agilidade em alvarás de incêndio é meta de novo comandante dos Bombeiros
10/01/2019 - Médica explica as diferenças entre intolerância e alergia alimentar
10/01/2019 - Porto Alegre tem recorde de arrecadação antecipada do IPTU e Taxa de Coleta de Lixo (TCL)
08/01/2019 - Site da Educação dispõe de Cardápio de Alimentação Escolar 2019
08/01/2019 - Primeira mulher a assumir Polícia garante integração no combate ao crime
08/01/2019 - Pesquisa registra envelhecimento e redução de crescimento da frota gaúcha
08/01/2019 - Abertas inscrições em programa que busca melhorar eficiência da máquina pública
02/01/2019 - Serviços de Contabilidade
01/01/2019 - Farmácia do Noel
01/01/2019 - CEEE reforça equipes de funcionários para atender demandas da virada do ano
01/01/2019 - Combate à sonegação supera R$ 10 bilhões nos últimos quatro anos
01/01/2019 - Fepam indica 13 pontos impróprios para banho no RS
01/01/2019 - Foi prorrogado prazo de adesão ao Programa de Regularização Ambiental
01/01/2019 - PMs recebem instrução para atuar em Bases Móveis Comunitárias nas praias
01/01/2019 - Empossados novos diretores das escolas estaduais de Porto Alegre
01/01/2019 - Fepam bate novo recorde em arrecadação de multas ambientais
01/01/2019 - Fraude na Saúde de Canoas: MP denuncia oito pessoas por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro
01/01/2019 - PRF prende homem com motocicleta utilizando placa adulterada em Butiá
01/01/2019 - Coluna da OAB/RS
01/01/2019 - Travessia Urbana de Santa Maria/RS: Viaduto da BR158/Duque de Caxias está com trânsito liberado desde a manhã do dia 27/12
01/01/2019 - A saúde precisa ser prioridade
01/01/2019 - Regularização fundiária: Prefeito entrega 85 títulos de propriedade aos moradores do Loteamento Botafogo
01/01/2019 - Secretaria de Saúde abre UBS Chácara
01/01/2019 - Butiá é o segundo município da Região Carbonífera a gerar mais empregos em 2018
01/01/2019 - Câmara de Vereadores devolve mais de R$ 500 mil à Prefeitura.
01/01/2019 - Município recebe micro-ônibus para as crianças dos CRAS.
30/12/2018 - Nota de esclarecimento Dnit/RS
18/01/2018 - Motoristas de Eldorado do Sul foram os que mais aderiram à CNH Digital
17/01/2018 - Coordenador de esportes entrega doação para Defesa Civil de São Jerônimo



Edição n° 187 - Janeiro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 187
  • Edição n° 186
  • Edição n° 185







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821