Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Outubro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26112062


Edicão n° 184 de Outubro 2018


Como a saúde mental afeta o corpo
08/12/2017

A última edição do ano do Ciclo de Palestras da Associação Médica do Rio Grande do Sul
(AMRIGS) trouxe duas visões distintas para o desafio que médicos enfrentam ao
trabalhar a saúde mental da população. O encontro, realizado na noite de segunda-feira
(04/12), no auditório da AMRIGS, contou com dois painéis: um sobre comportamento
suicida e outro sobre psicodermatoses. Na primeira abordagem, a psiquiatra da infância
e adolescência, Berenice Rheinheimer, chamou a atenção para a necessidade de
melhoria no acompanhamento de casos de tentativas de suicídio no Brasil.

- Levando em consideração apenas esses casos já é um problema de saúde pública.
Sabe-se que são pessoas que estão em risco. O Brasil não possui um bom banco de
dados de tentativa de suicídio. Por isso, é urgente que essas informações sejam
registradas - disse.

Uma portaria de 2014 estabeleceu a notificação imediata das tentativas de suicídio, mas
a medida é ainda pouco conhecida. Outra estratégia é trabalhar na base da pirâmide que
ilustra os casos. De cada 100 habitantes, 17 tiveram o pensamento; 5 chegaram a
efetuar um plano; 3 realizaram a tentativa e 1 foi atendido em pronto socorro. Entre os
fatores principais para a incidência de casos estão: separação, perda de emprego, queda
de patamar econômico e perturbações familiares. Como fatores de proteção estão a
religiosidade, a gravidez, a presença de crianças no meio familiar, o suporte social e a
resiliência e boa habilidade social de se recuperar de um fato negativo. A preocupação
com o público adolescente também é muito presente. São 800 mil casos de suicídio por
ano no Brasil com predominância para idade entre 15 e 19 anos.

O mesmo tema, porém com um questionamento diferente, foi trazido pelo médico
dermatologista Paulo Ricardo Martins de Souza, mestre em Ciências Médicas pela
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutor em Saúde e
Comportamento pela Universidade Católica de Pelotas (UCPEL). O comportamento
repetitivo (compulsivo) foi lembrado pelo especialista como a síndrome mais comum.

- Todos os indivíduos desenvolvem mecanismos e técnicas para eliminar a ansiedade.
Isso pode ser aliviado na medida em que o paciente identifica o problema e busca o
médico que lhe dará o suporte necessário - disse.
Durante a palestra foram lembrados casos comuns de isolamento social de pessoas que
se recolhem por causa de olheiras, halitose, anorexia, odores nos pés ou axilas e outros.

O Ciclo de Palestras AMRIGS busca apresentar conteúdos presentes no dia a dia das
pessoas. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3014 2039.






Edicão n° 184 de Outubro 2018
19/10/2018 - Brigadianos ampliam conhecimentos em ferramentas de análise criminal
19/10/2018 - Governo entrega armas e viaturas para a Brigada Militar na Região Central
19/10/2018 - Seduc inaugura novo espaço para formação e atendimento em educação especial
19/10/2018 - Semana da Alimentação no RS termina neste domingo na Redenção
19/10/2018 - Outubro Rosa na AMRIGS ressalta a importância da mulher conhecer o próprio corpo
19/10/2018 - PRF prende homem e apreende agrotóxico em Eldorado do Sul
15/10/2018 - Secretaria da saúde reduz fila nos procedimento e consultas especializadas
15/10/2018 - SMEC divulga datas para matrículas e rematrículas para o ano de 2019
15/10/2018 - Por trás dos genes: entenda o que faz o médico especialista em genética
15/10/2018 - PRF recupera veículo, apreende droga e revólver e prende um homem em Tapes
15/10/2018 - Operação Viagem Segura do feriado fiscaliza mais de 14 mil veículos
15/10/2018 - Leilões do DetranRS ofertam 725 veículos e sucatas em Tramandaí
15/10/2018 - Corsan autoriza obra que vai reforçar abastecimento de Charqueadas e São Jerônimo
04/10/2018 - Operação Desmanche interdita estabelecimento em Montenegro
04/10/2018 - Definido o esquema de segurança para o final de semana das eleições
04/10/2018 - Fase inicia ações de prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa
04/10/2018 - Abertas inscrições para contratação de médicos reguladores
04/10/2018 - RS conquista nove medalhas na etapa regional dos Jogos da Juventude
04/10/2018 - Projeto de robótica beneficia alunos do turno integral da rede pública estadual
04/10/2018 - Hospital de Charqueadas reabre com leitos de saúde prisional, mental e geral
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo
04/10/2018 - Pequenos cuidados ao se barbear ajudam a proteger a pele
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte II
04/10/2018 - DNIT/RS inicia manutenção periódica na BR-116/RS (Vão móvel até Guaíba)
04/10/2018 - Urna Eletrônica, Fraude: Bolsonaro tem razâo - Parte I
04/10/2018 - Prefeitura e Corsan regularizam a água de mais quatro comunidades
04/10/2018 - Dois guaibenses voltaram do Chile com troféus e vagas para o mundial de Karatê.
04/10/2018 - Prefeito de Butiá e Secretário de Obras definem ações
01/10/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/10/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/10/2018 - Barbearia Roque
01/10/2018 - Serviços de Contabilidade
01/10/2018 - Farmácia no Parque Eldorado



Edição n° 184 - Outubro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183
  • Edição n° 182







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821