Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 10 de Dezembro de 2017. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
8841933


Edicão n° 174 de Dezembro 2017


Sartori sanciona lei que cria o Polo Carboquímico do RS em evento internacional
02/12/2017

O governador José Ivo Sartori sancionou, na manhã desta quarta-feira (29), a lei que
cria a Política Estadual do Carvão Mineral e institui o Polo Carboquímico do Rio Grande
do Sul. O ato ocorreu durante a abertura do evento internacional 'Alternativas
Sustentáveis do Uso do Carvão: Oportunidades do Complexo Carboquímico no Brasil -
Marco regulatório para atração de investimentos', que acontece até quinta-feira (30), na
Federação das Indústrias do RS (Fiergs).

“Diante de toda a caminhada, iniciada em 2015, nada mais oportuno do que sancionar
aqui, diante de tantos apoiadores, a lei que regula a política estadual do carvão mineral
e o Polo Carboquímico gaúcho, aprovada em outubro pela Assembleia Legislativa”,
afirmou Sartori.

O governador enfatizou que o evento é uma “excelente oportunidade para demonstrar o
potencial do carvão gaúcho, atrair investidores e ampliar relacionamentos com fundos
de investimentos internacionais e agentes do setor”. Sartori disse que o carvão
desempenha um papel importante na geração de energia em todo o mundo. O Rio
Grande do Sul tem “90% das reservas do Brasil e, desde o início da nossa gestão,
estamos buscando soluções para diversificar sua utilização”.

A implantação de um Polo Carboquímico vai incrementar, no mínimo, em 80% a
produção de carvão no estado. “Já vislumbramos o nascimento de um mercado
carboquímico, com investimentos estimados em US$ 4,4 bilhões. Com isso, vamos
reduzir a dependência externa de insumos para a agropecuária e a indústria, além de
promover o desenvolvimento econômico sustentável a partir do uso do carvão mineral”,
explicou Sartori.

Política de Estado

No encontro, o secretário de Minas e Energia, Artur Lemos, apresentou aos fundos de
investimento, bancos, investidores e proprietários de tecnologia existente no mercado o
que o Estado pensa sobre a utilização do carvão. “A política do governo tem foco no
desenvolvimento econômico, social e, principalmente, ambiental, pois o trabalho será
voltado à recuperação de danos que vão existir e os já existentes”, destacou.
Em sua palestra, Lemos demonstrou aos investidores que o Rio Grande do Sul é um
ambiente seguro juridicamente para o aporte de recursos. “A gente sabe que o volume
de investimentos é de grande monta, ultrapassa os R$ 15 bilhões”, disse o secretário.
Lemos informou, ainda, que o projeto é estratégico para recuperar a economia gaúcha.
“O retorno de ICMS na produção de gás natural de síntese (GNS), amônia e ureia - que
importamos 100% do que utilizamos -, será significativo para os cofres públicos. Sem
falar no impacto socioeconômico, com a geração de milhares de empregos diretos e
indiretos”, considerou.

Oportunidade de mercado

Entre as vantagens do Rio Grande do Sul para a indústria carboquímica - além das
reservas próprias de carvão, em locais bem servidos de infraestrutura logística -, está a
cadeia diversificada, com boa estrutura de fornecimento nos segmentos metalmecânico,
de plásticos e borracha e equipamentos de óleo e gás (que, adaptados, podem servir
para a gaseificação do carvão). Pesam, também, um mercado consumidor dependente
do gás natural e mercados relacionados, como o de fertilizantes (utilizados como insumo
para a cadeia agrícola gaúcha, assim como do restante do Brasil e dos países do
Mercosul).
Além disso, a rede de pesquisa do Rio Grande do Sul é responsável por um ambiente de
conhecimento no segmento petroquímico, propício também para pesquisas relacionadas
ao carboquímico. Da mesma forma, a mão de obra ligada ao setor petroquímico pode
ser preparada para atuação na nova área.
Programas de atração de investimentos (Invest RS) e de qualificação de fornecedores
(Desenvolve RS), um robusto sistema de financiamento, com três bancos públicos
atuantes em projetos de longo prazo, e uma política de incentivos fiscais adequada a
cada empreendimento completam o cenário do RS para o desenvolvimento da indústria
carboquímica.






Edicão n° 174 de Dezembro 2017
08/12/2017 - Como a saúde mental afeta o corpo
07/12/2017 - Impactos da gravidez cada vez mais tarde
07/12/2017 - Prefeitura de Guaíba instala Wi-Fi gratuito e qualifica sistema de telefonia em escola no morro Santana
07/12/2017 - Entenda a relação do glúten com a sua saúde
07/12/2017 - Prefeitura dialoga com comunidade sobre escola da vila Primavera
07/12/2017 - Conta da CEEE Distribuição está adequada a Lei Estadual 48.118
07/12/2017 - Projeto “Verão Vivo” iniciou nesta quarta-feira em Butiá
07/12/2017 - Secretaria Municipal de Saúde recebe reforço de novos profissionais
07/12/2017 - Governo prorroga prazo para o MEI se regularizar
07/12/2017 - Câmara aumenta para oito anos prisão para bêbado que dirige e mata
07/12/2017 - Tripolina: a cadeira que te acompanha
07/12/2017 - Movimentos entregam petição da transparência para Gilmar Mendes
07/12/2017 - Corsan participa de seminário de saneamento promovido pela Famurs em Guaíba
07/12/2017 - "Imprima o conteúdo"CEEE reforça sistema de energia para qualificar atendimento aos clientes no verão
02/12/2017 - Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) terá salas de videoaudiência
02/12/2017 - Fepam promove operação de fiscalização em empreendimentos da Serra
02/12/2017 - Curso sobre poda de árvores ocorre no Parque de Itapuã
02/12/2017 - Eldorado do Sul fará obra de R$ 2,8 milhões com recursos do Badesul
02/12/2017 - Junta Digital é o foco do 2º Seminário Brasil Mais Simples/RS
02/12/2017 - Daer está distribuindo cartilha sobre conservação ambiental da Rota do Sol nas escolas da região
02/12/2017 - Governo reforça Polícia Civil com mais 112 inspetores e escrivães
02/12/2017 - Parceria entre Saúde e Novartis beneficia mais de 23 mil pacientes
02/12/2017 - Governo do Estado e Famurs discutem repasses para a Saúde
02/12/2017 - Sartori sanciona lei que cria o Polo Carboquímico do RS em evento internacional
02/12/2017 - Operação Blindado combate negociação de armas e drogas pela internet
02/12/2017 - Butiá lança o Programa “Nota Fiscal Legal
02/12/2017 - Secretaria de Agricultura da destinação correta às pilhas, baterias e lâmpadas, em Butiá
02/12/2017 - Dezembro Laranja aborda doenças de pele e comportamento suicida
02/12/2017 - Você sabe o que são doenças oportunistas e porque elas atacam o imunodeprimido?
02/12/2017 - 5 passos para prevenir o Alzheimer
02/12/2017 - Justa reconhecimento à dedicação no trabalho
02/12/2017 - Agricultores dos Assentamentos do Parque Eldorado são auxiliados pela Prefeitura de Eldorado do Sul e Emater
01/12/2017 - Lavagem automotiva
01/12/2017 - Mercado e Açougue
01/12/2017 - Artesanato João das Cuias
01/12/2017 - Farmácia do Noel
01/12/2017 - Estalagem Bom Samaritano
01/12/2017 - Serviços de Contabilidade
01/12/2017 - Playgrounds de madeira
01/12/2017 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/12/2017 - Padaria e Confeitaria
01/12/2017 - Mecânica e Retífica de Motores
01/12/2017 - Barbearia Roque



Edição n° 174 - Dezembro 2017

Selecionar Edição
  • Edição n° 174
  • Edição n° 173
  • Edição n° 172













  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821