Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 18 de Fevereiro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
15793819


Edicão n° 176 de Fevereiro 2018


DPOC aumenta risco de doenças cardíacas
16/11/2017

Quando falamos em Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, ou DPOC, nos referimos a
duas condições juntas: bronquite crônica, uma inflamação dos brônquios geralmente
provocada pelo fumo; e o enfisema pulmonar, que é uma consequência da destruição
das células dos pulmões, órgãos responsáveis por realizar a troca de gases. A doença
provoca uma limitação do fluxo de ar pelas vias aéreas e destruição do tecido pulmonar
dos pacientes. Como resultado, a capacidade pulmonar do paciente é reduzida, tornando
a respiração mais difícil e dificultando a oxigenação do sangue. Essas características,
complicadas por si só, podem levar a problemas ainda mais sérios, como doenças
cardíacas e depressão. Por isso, é muito importante conscientizar a população sobre a
doença e a importância do diagnóstico precoce.

Os sintomas mais comuns da DPOC são tosse, pigarro, falta de ar, cansaço e catarro.
Sua principal causa é o tabagismo e, por isso, seus sintomas são frequentemente
negligenciados e interpretados como consequências naturais do fumo, e dificilmente
percebidos como indícios de uma doença mais grave. A Organização Mundial da Saúde
(OMS) estima que a DPOC se tornará a terceira maior causa de morte no mundo em
2020[i].

“Além dos seus sintomas tradicionais, a doença também tem outras consequências se
não for tratada da forma correta, como quadros de depressão, por conta da limitação
que os pacientes sofrem em suas atividades cotidianas, e problemas cardíacos, como o
infarto agudo do miocárdio e arritmia cardíaca”, explica o Dr. Mauro Gomes, diretor da
Comissão de Infecções Respiratórias da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia.
Um estudo feito nos Estados Unidos[ii] comprovou que o risco de morte por doenças
cardiovasculares em pacientes com DPOC é duas vezes maior do que em pessoas sem a
condição. Isso ocorre sobretudo porque o tabagismo reduz a capacidade respiratória do
indivíduo e, como resultado, a oxigenação do sangue – e, consequentemente, do
coração – diminui. Outras características que costumam aparecer nos portadores de
DPOC, como a obesidade e o sedentarismo, também podem aumentar o risco de
desenvolver doenças cardiovasculares[iii].

Apesar disso, com um diagnóstico precoce e um tratamento contínuo é possível prevenir
a maior parte das complicações da DPOC. Um dos exames mais simples e acessíveis
para o diagnóstico da DPOC é a espirometria[iv], popularmente chamada de teste do
sopro. O Dr. Mauro explica que “a partir dessa primeira triagem, o paciente deve fazer
outros exames para avaliar a função pulmonar e ter um diagnóstico mais preciso”.
Muitos pacientes ainda não têm conhecimento suficiente sobre os sintomas da doença
ou nunca fizeram o exame[v], o que atrasa o diagnóstico e pode dificultar o tratamento.

A GOLD (Iniciativa Global para DPOC)[vi] aponta o principal grupo de risco da doença:
pessoas com mais de 40 anos, fumantes ou ex-fumantes, que tenham tosse e catarro
constantes e sintam muito cansaço ao fazer esforços. Apesar de ser uma doença grave e
sem cura, a DPOC pode ter seus sintomas controlados com o tratamento adequado. Para
isso, é importante conscientizar a população sobre os sintomas, geralmente
negligenciados, e incentivar a população a realizar exames como a espirometria,
principalmente no caso de fumantes.

Por fim, é importante ressaltar que já existem tratamentos capazes de conter o
progresso da DPOC e controlar os sintomas, garantindo aos pacientes maior qualidade
de vida. “Existem medicamentos broncodilatadores inalatórios capazes de reduzir os
sintomas e as crises da doença. Um exemplo é o tiotrópio, que reduz em 16% o risco de
mortalidade dos pacientes”, ressalta o Dr. Mauro Gomes. O pneumologista também
aponta que “além dos medicamentos, existem algumas medidas muito importantes para
os pacientes, como a prática de atividade física regular com acompanhamento médico,
vacinação e o uso de suplementação de oxigênio quando for necessário”.



A Boehringer Ingelheim

Medicamentos inovadores para pessoas e animais têm sido, há mais de 130 anos, o foco
da empresa farmacêutica Boehringer Ingelheim. A Boehringer Ingelheim é uma das 20
principais farmacêuticas do mundo e até hoje permanece como uma empresa familiar.
Dia a dia, cerca de 50.000 funcionários criam valor pela inovação para as três áreas de
negócios: saúde humana, saúde animal e fabricação de biofármacos. Em 2016, a
Boehringer Ingelheim obteve vendas líquidas de cerca de € 15.9 bilhões. Os
investimentos em pesquisa e desenvolvimento correspondem a 19,6% do faturamento
líquido (mais de € 3 bilhões).

A responsabilidade social é um elemento importante da cultura empresarial da
Boehringer Ingelheim, o que inclui o envolvimento global em projetos sociais como o
“Mais Saúde” e a preocupação com seus colaboradores em todo o mundo. Respeito,
oportunidades iguais e o equilíbrio entre carreira e vida familiar formam a base da
gestão da empresa, que busca a proteção e a sustentabilidade ambiental em tudo o que
faz.

No Brasil, a Boehringer Ingelheim possui escritórios em São Paulo e Campinas, e
fábricas em Itapecerica da Serra e Paulínia. Há mais de 60 anos no país, a companhia
estabelece parcerias com instituições locais e internacionais que promovem o
desenvolvimento educacional, social e profissional da população. A empresa recebeu, em
2017, a certificação Top Employers, que a elege como uma das melhores empregadoras
do país por seu diferencial nas iniciativas de recursos humanos. Para mais informações,
visite www.boehringer-ingelheim.com.bre www.facebook.com/BoehringerIngelheimBrasil






Edicão n° 176 de Fevereiro 2018
14/02/2018 - Bloqueador de anúncios vai exigir ações de marketing nas empresas
14/02/2018 - Fuja da descamação da pele após exposição ao sol
14/02/2018 - 80 mil veículos devem usar a Free Way rumo ao litoral neste final de semana
14/02/2018 - Nova vacina para HPV amplia para 90% a proteção contra câncer da área genital
14/02/2018 - Balada Segura no Litoral autua 46 motoristas por embriaguez no Carnaval
14/02/2018 - Reativação de lombadas eletrônicas nas rodovias estaduais está em fase final
13/02/2018 - Segundo sorteio da Nota Fiscal Legal de Butiá foi realizado na sexta-feira (9)
13/02/2018 - Brigada Militar é destaque na formação de pilotos e instrutores
13/02/2018 - Brigada Militar executa Operação Avante Rodoviárias em diversas cidades gaúchas
12/02/2018 - Secretaria de Educação de Butiá oferece capacitação às merendeiras da Rede Municipal
09/02/2018 - Praia das mulatas em Barra do Ribeiro está entre os pontos impróprios para banho no RS.
08/02/2018 - Administração Municipal e comunidade escolar trabalham unidas em prol de melhorias de escolas, em Butiá
08/02/2018 - SMEC divulga calendário letivo 2018
08/02/2018 - Eldorado do Sul divulga locais de vacina contra febre amarela
08/02/2018 - Farmácia municipal está com novo horário de funcionamento
07/02/2018 - Marketing digital em 2018: saiba quais são as tendências
07/02/2018 - Teste de intolerância alimentar pode ajudar no emagrecimento
07/02/2018 - Plágio no Enem mostra que precisamos melhorar o ensino da escrita - e a correção da prova
07/02/2018 - OIT pede que governo revise pontos da reforma trabalhista
07/02/2018 - Segundo sorteio da Nota Fiscal Legal de Butiá é nesta sexta-feira, 09
07/02/2018 - Segundo sorteio da Nota Fiscal Legal de Butiá é nesta sexta-feira, 09
07/02/2018 - Pacientes com Mieloma Múltiplo ganham nova opção de tratamento, após oito anos de espera
07/02/2018 - Senac EAD lança pós-graduação Avaliação de Impactos Ambientais e Processos de Licenciamento Ambiental
07/02/2018 - Unidade Sesc/Senac Guaíba promove o curso de Gestão de Pessoas e Relacionamento Interpessoal
07/02/2018 - Região Central vai ganhar unidade exclusiva para reabilitação de pacientes
07/02/2018 - Inscrições para contratação de professores se iniciam nesta quinta-feira
07/02/2018 - Programa de combate à violência escolar recebe prêmio da Alap em setembro
07/02/2018 - Carnaval terá seis dias de fiscalização intensa com a Operação Viagem Segura
06/02/2018 - Mais de R$ 350 mil já foram repassados pela Prefeitura ao Hospital de Butiá
06/02/2018 - Secretaria de Obras do estado recebe demandas do município de Eldorado do Sul
06/02/2018 - Secretaria de Obras está trabalhando na limpeza de ruas e espaços públicos em Butiá
06/02/2018 - 95% das mulheres utilizam a internet como fonte de informação sobre saúde e bem-estar
06/02/2018 - Torneio de Vôlei de Dupla de Butiá será disputado no Balneário Ponte de Arame
06/02/2018 - Os riscos da atual alienação social e política
04/02/2018 - Barbearia Roque
03/02/2018 - Febre Amarela: saiba quem pode e não pode fazer a vacina
03/02/2018 - Equipe está trabalhando na limpeza do Cemitério Municipal de Butiá
03/02/2018 - Ar condicionado e calor: dicas para evitar que a conta de luz aumente muito no verão
03/02/2018 - Fevereiro Roxo: mal de Alzheimer pode ser tratado com Medicina Nuclear
02/02/2018 - Prefeito vistoria obras no Parque Eldorado
02/02/2018 - Charqueadas recebe etapa do Circuito Verão SESC
01/02/2018 - Agropecuária em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Aluguel e Conserto de Ferramentas
01/02/2018 - Escritorio de Advocacia
01/02/2018 - Auto Elétrica em Arroio dos Ratos
01/02/2018 - Serviços de Contabilidade em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Marmores e Granitos em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos
01/02/2018 - Farmácia do Noel
01/02/2018 - Materiais de Construção
01/02/2018 - HV Concretos
01/02/2018 - Informática - Computadores - Acessórios- Serviços
01/02/2018 - Festas - locações
01/02/2018 - Imobiliária em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Moda Masculina e Feminina - Lojas Davi
01/02/2018 - Dentista Urgência e Emergência
01/02/2018 - Produtos gráficos em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Quer ter seu próprio negócio?
01/02/2018 - Mecânica e Retífica de Motores
01/02/2018 - A importância da Fisioterapia na sua saúde
01/02/2018 - Autopeças
01/02/2018 - Viagem Segura de Navegantes terá quatro dias de fiscalização intensa
01/02/2018 - Assembleia escreve página triste da história do Rio Grande do Sul, diz Sartori
01/02/2018 - Procedimento inédito e inovador é realizado no Hospital da Brigada Militar
31/01/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
31/01/2018 - Casas de Acolhimento de Guaíba recebem melhorias e ganham novos nomes
31/01/2018 - Quatro hábitos evitáveis que contribuem para o aumento na incidência de câncer entre jovens
31/01/2018 - Percentual de famílias endividadas volta a crescer e atinge 72,2% em janeiro
31/01/2018 - Campanha de Monitoramento da Qualidade da Água no entorno das obras de duplicação da BR-116/RS
31/01/2018 - Ser empresário é arriscar para realizar
31/01/2018 - O excesso de confiança dos consumidores contribui para o aumento de crimes virtuais
31/01/2018 - Soluções online e gratuitas para o MEI
31/01/2018 - SINDIHOSPA alerta para golpe contra familiares de pacientes
31/01/2018 - Eldorado do Sul confirma adesão à PPP do Saneamento
30/01/2018 - Torneio de Canastra foi realizado no Balneário Ponte de Arame
30/01/2018 - Butiá conquista novas viaturas e equipamentos para Brigada Militar e Polícia Civil
30/01/2018 - Unidade Sesc/Senac Guaíba promove o curso Preparando-se para o Primeiro Emprego
30/01/2018 - Psicoterapia Breve: a terapia dos tempos contemporâneos
30/01/2018 - Secretaria disponibiliza Cardápio de Alimentação Escolar 2018
11/01/2018 - Parque Eldorado ganha placas indicativas nas ruas
27/12/2017 - Saúde de Eldorado do Sul ganha novas viaturas
01/02/2017 - Lavagem automotiva
01/02/2017 - Estalagem Bom Samaritano



Edição n° 176 - Fevereiro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 176
  • Edição n° 175
  • Edição n° 174













  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821