Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 20 de Julho de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
23530480


Edicão n° 181 de Julho 2018


Desmatamento do Pantanal custa mais de R$ 19 milhões ao ano
08/11/2017

O desmatamento do Pantanal tem um preço: mais de R$24 mil por hectare ao ano*.
Considerando que 18% da planície já foi desmatada - por conta da expansão de commodities,
principalmente para produção extensiva de gado - o custo total é de R$19 milhões ao ano.
"Isso é terrível porque estamos reduzindo a quantidade das populações animais e vegetais
podendo haver um sério risco em extinções de espécies, com a perda da biodiversidade e
ainda afetando processos que garantem a disponibilidade de água para as populações ".

A afirmação foi feita por Júlio César Sampaio, coordenador do Programa Cerrado Pantanal do
WWF-Brasil, durante evento organizado pela ONG para comemorar o Dia do Pantanal 2017.
"Nossa intenção foi levar um pouco das principais características do bioma a um público que
ainda desconhece suas riquezas", disse. Durante mais de três horas, especialistas em
conservação ambiental falaram em São Paulo sobre turismo, conservação da fauna e da flora,
economia, cultura pantaneira. O público pôde ouvir canções típicas do Pantanal da voz da
cuiabana Ana Rafaela e ainda saborear comidinhas típicas elaboradas pela chef Ariani Malouf,
de Cuiabá. Mônica Sousa, diretora executiva da Maurício de Sousa Produções, esteve presente
para lançar o gibi inédito "Chico Bento vai ao Pantanal" com o propósito de levar ao leitor um
interação mais divertida porem recheada de informações sobre o Pantanal.

A doutora em Direitos Humanos e Meio Ambiente, Marli Deon Sette, assegurou que devem ser
criados mecanismos para frear o corte de vegetação nativa: "é necessário deter o
desmatamento no Pantanal por meio de mecanismos econômicos que inibam produções não
amigáveis ambientalmente, como por exemplo a monocultura da soja – que degrada as terras
pantaneiras - a construção de hidrelétricas e o uso de agrotóxicos". Para Marli, o Brasil
também precisa criar mecanismos para remunerar os proprietários que preservem as riquezas
naturais: "temos que demonstrar que é economicamente mais vantajoso para os proprietários
das terras manter a mata do que retirá-la. Um desses mecanismos deveria ser o Pagamento
por Serviços Ambientais (PSA), bem como incentivar o uso inteligente do Pantanal com
práticas como a pecuária tradicional, agricultura familiar não mecanizada e o turismo
ecológico e rural".

Para o coordenador do WWF-Brasil, é preciso entender que é mais rentável preservar que
destruir: "o Pantanal fornece aproximadamente R$ 560 bilhões ao ano em serviços
ambientais para todo o planeta. Isso seria o que o bioma provê de água, solos produtivos, ar
de qualidade, diversidade de peixes, regulação do clima para o globo", afirmou. "Esse valor
econômico do Pantanal não é considerado nas análises de viabilidade de grandes projetos de
infra-estrutura, como por exemplo hidrovias e Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCHs) que
podem causar impactos ainda não compreendidos a todo o ecossistema".

Segundo a doutora Marli Deon Sette, é urgente que haja uma legislação federal que proteja o
Pantanal. "Hoje temos convenções (RAMSAR), tratados, tratamento constitucional
diferenciado, mas não temos lei nacional específica. O PL750, que tramita no Congresso
desde 2011, ainda precisa de vários ajustes para que finalmente, ao ser aprovado, proteja o
Pantanal. "O PL deve, por exemplo, ser ajustado para conter o uso indiscriminado de
agrotóxicos, a construção de hidrelétricas, conter a monocultura da soja e a falta de proteção
expressa dos corixos, capões e brejos" afirmou Sette.

O professor José Sabino da Universidade Anhanguera de Mato Grosso do Sul (Uniderp) falou
do risco da implantação das PCHs no Pantanal: "Na Bacia do Alto Paraguai há planejamento
de se construir perto de 115 PCHs. Isoladamente elas causam pouco impacto, mas em
conjunto podem criar um impacto sem precedentes à hidrodinâmica do pulso de inundação do
Pantanal, vital para os ciclos naturais da planície pantaneira". Sabino também falou sobre a
importância da construção do aquário do pantanal, cujas obras estão paralisadas desde o
início de 2015. "É uma pena porque seria um equipamento de lazer, turismo, educação e
pesquisa, além de gerar divisas - estimativas chegam a falar de R$ 100 milhões/ano oriundas
de 300 mil visitantes/ano - e ser um efetivo instrumento de divulgação e proteção dos peixes
do Pantanal", disse.

O especialista em mudanças climáticas da Embrapa Pantanal, Iván Bergier, disse que as
chuvas estão ficando cada vez mais extremas no Pantanal. "Chove mais em menos dias desde
pelo menos 1926 até 2016. Isso pode ter relação com o aumento de temperatura do planeta
induzida pela emissão antrópica de gases estufa", afirmou durante o encontro. Segundo
Bergier, chuvas extremas podem acelerar processos naturais de formação de arrombados e
de avulsão, como o do Rio Taquari. Para o pesquisador da Embrapa, há forte relação entre o
desmatamento da Amazônia e a conservação do Pantanal. "Se se o desmatamento da
Amazônia superar um certo nível crítico, é possível que as chuvas de verão no Pantanal se
tornem mais escassas e ao mesmo tempo mais extremas, e isso sim pode acarretar em risco
hídrico para o Pantanal no médio e longo prazos. Portanto a conservação da Amazônia é
fundamental para manter a segurança hídrica do Pantanal, ou seja, a disponibilidade de água
para o Pantanal e, de certa forma, para toda América do Sul".

*Dados de André Steffens Moraes


Sobre o WWF

O WWF-Brasil é uma organização não governamental brasileira dedicada à conservação da
natureza, com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da
biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de
hoje e das futuras gerações. Criado em 1996, o WWF-Brasil desenvolve projetos em todo o
país e integra a Rede WWF, a maior rede mundial independente de conservação da natureza,
com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo
associados e voluntários.






Edicão n° 181 de Julho 2018
11/08/2018 - Copa Mabilde de Futsal promove integração das escolas das ilhasCopa Mabilde de Futsal promove integração das escolas das ilhas
19/07/2018 - DNIT desenvolve ações contínuas com escolas próximas à BR-116/RS
19/07/2018 - Sociedade de Pediatria defende direito da criança ser atendida pelo médico pediatra
19/07/2018 - Evento debate reutilização da água e tratamento de esgoto em empreendimentos
19/07/2018 - Por que é tão importante estar atento aos atrasos no desenvolvimento da criança?
19/07/2018 - Coluna da OAB/RS
19/07/2018 - Câmara de vereadores de Butiá homenageia a Escola Estadual de Ensino Médio Visconde de Mauá
19/07/2018 - "Promessas no G1" recebe grandes nomes da cena musical cristã
18/07/2018 - Servidores da Sema recebem habilitação da Marinha para condução de embarcações
16/07/2018 - Prefeitos consideram inviável assumirem a Freeway
16/07/2018 - Unidade Sesc/Senac Guaíba promove curso de Gestão de Pessoas e Relacionamento Interpessoal
16/07/2018 - Em Butiá Nota Fiscal Legal atinge 122 mil cupons trocados em sete meses
16/07/2018 - Ministério Público faz doações de agasalhos para campanha do estado
16/07/2018 - Fepam fiscaliza transporte de produtos perigosos
12/07/2018 - Prefeitura de Butiá cria núcleo para auxiliar entidades do município
12/07/2018 - PRF prendeu um casal de idosos transitando como uma motocicleta roubada em Eldorado do Sul
12/07/2018 - PRF prendeu um homem e aprendeu uma motocicleta que circulava com placa clonada em Butiá
12/07/2018 - Procon RS alerta para novas medidas na área de telefonia móvel
12/07/2018 - Onça parda é flagrada no Parque Itapuã após 16 anos
12/07/2018 - Coluna da OAB/RS
12/07/2018 - DNIT/RS realiza serviços de manutenção na BR 116, sexta, sábado e domingo (13,14,15/07)
12/07/2018 - SBGM defende uso de ácido fólico no primeiro trimestre de gestação
11/07/2018 - Assinado contrato de R$ 50 mil que beneficia produtores da Agricultura Familiar em Butiá
11/07/2018 - Reduzidas tarifas de ônibus que trafegam pela BR-290 e Freeway
11/07/2018 - Mortes por Aids caem no RS, mas autoridades insistem na prevenção
10/07/2018 - PRF prende pela segunda vez um motorista de caminhão por dirigir embriagado
10/07/2018 - Prefeito de Butiá toma posse na diretoria da Famurs
10/07/2018 - Plataforma inteligente monitora segurança e detecta situações de risco
10/07/2018 - Toyota confirma intenção de ampliar investimentos e operações em Guaíba
10/07/2018 - Inscrições para Feira da Agricultura Familiar na Expointer terminam sexta
09/07/2018 - Polícia Rodoviária Federal prende homem transportando carga sem procedência em Guaíba
09/07/2018 - Coordenadoria de Educação qualifica professores em primeiros socorros
09/07/2018 - Hemocentro precisa de doadores de sangue ao longo de todo o ano
09/07/2018 - Ex-prefeito de Bagé deve devolver valor pago para publicação em ranking nacional de melhores cidades
07/07/2018 - Polícia apreende armas de brinquedo e Viagra falsificado em Eldorado do Sul
06/07/2018 - CIB realiza doação de 1.600 peças de roupas a Secretaria Municipal de Assistência Social de Butiá
06/07/2018 - BR-153/RS - Ponte do Fandango é interditada a partir de hoje (06/07), em Cachoeira do Sul
06/07/2018 - Asilo Padre Cacique recebe doação do Ministério do Desenvolvimento Social
06/07/2018 - DNIT libera trecho duplicado da BR-116, em Pelotas/RS
06/07/2018 - Não vacinar é um ato irresponsável
06/07/2018 - Edinho em Guaíba
06/07/2018 - Guaíba implantará sistema de conteinerização de lixo
05/07/2018 - Quanto custa mudar de país?
05/07/2018 - Corsan autoriza início de obras e coloca em operação sistema de esgotos em Guaíba
05/07/2018 - Operação interdita desmanche e apreende 20 toneladas de sucata em Novo Hamburgo
05/07/2018 - Governo do Estado contrata 949 servidores para a Segurança Pública
05/07/2018 - Assinado o edital para Concurso Público da Prefeitura de Eldorado do Sul
05/07/2018 - Firmado protocolo de intenções para combate à discriminação étnico-racial
04/07/2018 - Nota oficial do DNIT referente à BR-290/RS:
03/07/2018 - DNIT/RS restringirá tráfego de caminhões sobre a Ponte do Fandango, em Cachoeira do Sul
03/07/2018 - Parlamento gaúcho reconhece e legitima Programa LIDER
03/07/2018 - Câncer de mama: qual a importância do diagnóstico precoce?
03/07/2018 - A tecnologia na transformação dos motoristas e do trânsito
03/07/2018 - Makro participa de Campanha do Agasalho da Cruz Vermelha
03/07/2018 - Unidade Sesc/Senac Guaíba promove aula experimental do curso de Cuidador de Idosos
03/07/2018 - Como otimizar sua loja virtual no ambiente físico na era das compras sem barreiras
03/07/2018 - Alimentação pode amenizar os efeitos da menopausa
03/07/2018 - Genética cumpre papel importante no diagnóstico do autismo
03/07/2018 - Badesul financia R$ 3,1 milhões para municípios investirem em infraestrutura
03/07/2018 - Operações integradas têm melhores resultados no RS com 97 prisões
03/07/2018 - Eldorado do Sul realiza o II Festival Municipal de Danças
02/07/2018 - Regulamentada a lei que cria política do carvão e polo carboquímico
02/07/2018 - Leilões do DetranRS ofertam mais de 3 mil veículos e sucatas neste mês de julho
02/07/2018 - Estudantes da Fundação Liberato participam de feira no Chile
01/07/2018 - Lavagem automotiva
01/07/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
01/07/2018 - Farmácia do Noel
01/07/2018 - Barbearia Roque
01/07/2018 - Fisioterapia no Parque Eldorado
01/07/2018 - Educadores de Eldorado do Sul recebem treinamento de primeiros socorros
29/06/2018 - Butiá é o segundo município mais desenvolvido da região carbonífera, revela pesquisa
01/06/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/06/2018 - Mecânica e Retífica de Motores
01/06/2018 - Serviços de Contabilidade
07/02/2009 - Homem é preso com 36 kg de drogas e 1,6 mil munições em Alvorada



Edição n° 181 - Julho 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 181
  • Edição n° 180
  • Edição n° 179







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821