Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 11 de Dezembro de 2017. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
8845475


Edicão n° 174 de Dezembro 2017


Cuidar do sono é a melhor saída para se acostumar com o horário de verão
13/10/2017

Começa neste domingo (15), à meia noite, o horário brasileiro de verão, que se
estenderá até o dia 17 de fevereiro. Com a chegada do período – marcado pelos dias
mais longos – alguns cuidados com a saúde devem ser tomados para amenizar o
impacto da mudança de horário no organismo, que normalmente sofre com a alteração
por pelo menos uma semana.

Dentre as precauções que devem ser tomadas, a médica Aliciane Mota, do Instituto
Brasiliense de Otorrinolaringologia (IBORL) defende que o ideal é que a adaptação
comece uma semana antes, mas caso não haja tempo suficiente, a recomendação é
tentar manter a regularidade na hora de dormir e até mesmo de comer, mesmo que não
haja apetite.

A médica também sugere que a alimentação se baseie em refeições leves com alimentos
de elevada carga hídrica e grande ingestão de líquidos. "Devemos optar sempre por uma
alimentação mais leve e caprichar na ingestão de líquido. Pois com os dias mais longos e
a alta exposição à luz solar, nosso corpo sofre mais com a desidratação e acaba nos
deixando bem mais cansados".

Aliciane alerta para o uso de medicamentos para dormir durante o período, pois
impedem que a fase profunda do sono ocorra, deixando o usuário mais cansado no dia
seguinte. "Certas medicações fazem com que a pessoa durma com maior facilidade e por
mais tempo durante a noite, mas é neste momento em que ocorrem os picos de sono
que acabam sendo reprimidos pelo medicamento, atrapalhando a fase profunda do
sono", alerta a médica.

Outros cuidados que devem ser tomados antes de dormir incluem evitar alimentos
estimulantes como refrigerantes, chocolates, comidas pesadas e que contenham cafeína,
e procurar não praticar exercícios físicos nas três horas que antecedem o sono, pois eles
retardam sua chegada e estimulam o organismo.

Cuidados com as crianças

É normal que os efeitos do horário de verão afetem mais as crianças que tendem a
sofrer mais no processo de adaptação. Segundo a Aliciane Mota, uma saída é que os
pais tentem ser mais firmes na regularidade dos hábitos dos filhos.

Já sobre a alimentação, a médica defende que é normal que elas tenham problemas no
início. "É interessante deixar que a criança coma até um pouco mais do que o normal ou
do que gosta. Isso evita que ela fique tanto tempo sem comer", sugere a médica.




Aliciane Mota *
* Especialista em sono






Edicão n° 174 de Dezembro 2017
08/12/2017 - Como a saúde mental afeta o corpo
07/12/2017 - Impactos da gravidez cada vez mais tarde
07/12/2017 - Prefeitura de Guaíba instala Wi-Fi gratuito e qualifica sistema de telefonia em escola no morro Santana
07/12/2017 - Entenda a relação do glúten com a sua saúde
07/12/2017 - Prefeitura dialoga com comunidade sobre escola da vila Primavera
07/12/2017 - Conta da CEEE Distribuição está adequada a Lei Estadual 48.118
07/12/2017 - Projeto “Verão Vivo” iniciou nesta quarta-feira em Butiá
07/12/2017 - Secretaria Municipal de Saúde recebe reforço de novos profissionais
07/12/2017 - Governo prorroga prazo para o MEI se regularizar
07/12/2017 - Câmara aumenta para oito anos prisão para bêbado que dirige e mata
07/12/2017 - Tripolina: a cadeira que te acompanha
07/12/2017 - Movimentos entregam petição da transparência para Gilmar Mendes
07/12/2017 - Corsan participa de seminário de saneamento promovido pela Famurs em Guaíba
07/12/2017 - "Imprima o conteúdo"CEEE reforça sistema de energia para qualificar atendimento aos clientes no verão
02/12/2017 - Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) terá salas de videoaudiência
02/12/2017 - Fepam promove operação de fiscalização em empreendimentos da Serra
02/12/2017 - Curso sobre poda de árvores ocorre no Parque de Itapuã
02/12/2017 - Eldorado do Sul fará obra de R$ 2,8 milhões com recursos do Badesul
02/12/2017 - Junta Digital é o foco do 2º Seminário Brasil Mais Simples/RS
02/12/2017 - Daer está distribuindo cartilha sobre conservação ambiental da Rota do Sol nas escolas da região
02/12/2017 - Governo reforça Polícia Civil com mais 112 inspetores e escrivães
02/12/2017 - Parceria entre Saúde e Novartis beneficia mais de 23 mil pacientes
02/12/2017 - Governo do Estado e Famurs discutem repasses para a Saúde
02/12/2017 - Sartori sanciona lei que cria o Polo Carboquímico do RS em evento internacional
02/12/2017 - Operação Blindado combate negociação de armas e drogas pela internet
02/12/2017 - Butiá lança o Programa “Nota Fiscal Legal
02/12/2017 - Secretaria de Agricultura da destinação correta às pilhas, baterias e lâmpadas, em Butiá
02/12/2017 - Dezembro Laranja aborda doenças de pele e comportamento suicida
02/12/2017 - Você sabe o que são doenças oportunistas e porque elas atacam o imunodeprimido?
02/12/2017 - 5 passos para prevenir o Alzheimer
02/12/2017 - Justa reconhecimento à dedicação no trabalho
02/12/2017 - Agricultores dos Assentamentos do Parque Eldorado são auxiliados pela Prefeitura de Eldorado do Sul e Emater
01/12/2017 - Lavagem automotiva
01/12/2017 - Mercado e Açougue
01/12/2017 - Artesanato João das Cuias
01/12/2017 - Farmácia do Noel
01/12/2017 - Estalagem Bom Samaritano
01/12/2017 - Serviços de Contabilidade
01/12/2017 - Playgrounds de madeira
01/12/2017 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/12/2017 - Padaria e Confeitaria
01/12/2017 - Mecânica e Retífica de Motores
01/12/2017 - Barbearia Roque



Edição n° 174 - Dezembro 2017

Selecionar Edição
  • Edição n° 174
  • Edição n° 173
  • Edição n° 172













  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821