Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Fevereiro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
15921142


Edicão n° 176 de Fevereiro 2018


Meu mundo caiu
11/10/2017

Já não bastasse a batalha perdida dos anúncios publicitários que implicou na redução do
jornal diário, que ficou tão murcho como as redações que tiveram que se adaptar ao
novo modelo de negócio, agora um novo susto fez com que muitos jornalistas caíssem
da cadeira: circula a notícia de que um robô já consegue fazer 30 mil matérias por mês.
Aí já é injustiça demais!

Agora, caro leitor, cabe a você decidir o que estará por trás das notícias que lemos. Em
tempos em que o ofício jornalístico tem sido tão massacrado, afinal, nossos diplomas já
não são exigidos e hoje basta saber escrever o mínimo e manipular ferramentas digitais
para disputar espaço com jornalistas graduados em coletivas e afins, esse texto é um
apelo e, por isso, vou contar o que significa o ato de escrever para os jornalistas.

Sentar-se à frente de um computador (caderno ou máquina de escrever, se você for
mais retrô) é quase sempre um ritual. Não! As palavras não são tiradas de uma gaveta
ou do bolso da calça. Elas são fruto de vivências, conversas, pesquisas e muito faro. É
um processo prazerosamente construído com o intuito de proporcionar a você, caro
leitor, um momento único de absorção de informação.

Conversar com pessoas nos corredores, ouvir, mesmo sem fazer parte da roda, uma
opinião no metrô, ler as sugestões de pautas enviadas pelas assessorias de imprensa e,
claro, contar com o que sempre deu uma forcinha extra: o valioso "feeling". Entender as
entrelinhas é uma arte. É isso que invocamos ao escrever.

Depois de entrevistar especialistas de diversas opiniões, pessoas que viveram ou
presenciaram o fato, ler pesquisas, relatórios e estatísticas para embasar o texto, o
jornalista pode ficar um bom tempo encasquetado com uma palavra que julga não ter
cumprido o papel que gostaria para transmitir a informação. E o título então? A luta
entre o espaço e as palavras é um jogo que se aprende com a prática. Mas a magia está
em pensar de que maneira as palavras podem se unir para formar um texto. O texto,
nosso produto final, que aliás quer dizer arte de tecer, de entrelaçar uma palavra na
outra como um tecido, por isso, têxtil, texto, textual. É um desafio diário e muito, mas
muito emocionante.

Já passamos por muitas transformações na maneira como nos comunicamos. Mas ler o
que um robô escreveu, acho um exagero. Gosto de saber que cada palavra usada ali
tem uma alma, o autor debruçou-se para descobri-las, esforçou-se para consegui-las e
isso agora não tem mais valor? Quem nunca se emocionou com a emoção de um
repórter ao relatar uma tragédia? Com o envolvimento de âncoras narrando fatos
tocantes? Quem nunca invejou um jornalista esportivo em campo acompanhando um
grande campeão? Para mim, nada substituirá o olhar crítico e sensível dos repórteres. Já
leram os artigos? Os editoriais? É preciso bagagem para ter opiniões, é preciso
conhecimento de várias causas para apontar uma direção. Jornalistas são formados para
falar em nome da população; é um papel civil.

E quando os jornalistas fazem perguntas ao entrevistado que eram a vontade de muitos,
inclusive, a sua? E quando eles se aposentam e escrevem livros contando os bastidores
da apuração de grandes acontecimentos? Como fica a história do nosso país sem a
participação da imprensa cumprindo o papel de investigar? Um robô não vai fazer
jornalismo literal, que coloca no texto os acontecimentos ordinários no momento exato
da entrevista como o som do relógio na sala, o tom firme da voz do entrevistado ou a
vista maravilhosa do escritório. Tudo isso faz a sua imaginação voar. Ou melhor, congela
o tempo e faz parecer que você está lá.

Os estudantes de jornalismo são antes de mais nada corajosos, desbravadores. Virão
para o mercado com muitos desafios e com propósitos bem definidos: denunciar,
informar, contar, relatar, emocionar. Lutar contra as injustiças, contra o quase
rebaixamento da classe, comprometer-se com um jornalismo sério e avesso às "fake
news". Mais que isso, fazer com que as palavras ganhem significados e construam
narrativas que serão inseridas nos relatos históricos de uma nação. Fazer com que as
letras ganhem sons, cores, sabores. Que os textos escritos sejam reais, transmitam
emoções e sentimentos.

Eu não sou um robô.

Danielle Mendonça
Comunicação e Conteúdo






Edicão n° 176 de Fevereiro 2018
14/02/2018 - Bloqueador de anúncios vai exigir ações de marketing nas empresas
14/02/2018 - Fuja da descamação da pele após exposição ao sol
14/02/2018 - 80 mil veículos devem usar a Free Way rumo ao litoral neste final de semana
14/02/2018 - Nova vacina para HPV amplia para 90% a proteção contra câncer da área genital
14/02/2018 - Balada Segura no Litoral autua 46 motoristas por embriaguez no Carnaval
14/02/2018 - Reativação de lombadas eletrônicas nas rodovias estaduais está em fase final
13/02/2018 - Segundo sorteio da Nota Fiscal Legal de Butiá foi realizado na sexta-feira (9)
13/02/2018 - Brigada Militar é destaque na formação de pilotos e instrutores
13/02/2018 - Brigada Militar executa Operação Avante Rodoviárias em diversas cidades gaúchas
12/02/2018 - Secretaria de Educação de Butiá oferece capacitação às merendeiras da Rede Municipal
09/02/2018 - Praia das mulatas em Barra do Ribeiro está entre os pontos impróprios para banho no RS.
08/02/2018 - Administração Municipal e comunidade escolar trabalham unidas em prol de melhorias de escolas, em Butiá
08/02/2018 - SMEC divulga calendário letivo 2018
08/02/2018 - Eldorado do Sul divulga locais de vacina contra febre amarela
08/02/2018 - Farmácia municipal está com novo horário de funcionamento
07/02/2018 - Marketing digital em 2018: saiba quais são as tendências
07/02/2018 - Teste de intolerância alimentar pode ajudar no emagrecimento
07/02/2018 - Plágio no Enem mostra que precisamos melhorar o ensino da escrita - e a correção da prova
07/02/2018 - OIT pede que governo revise pontos da reforma trabalhista
07/02/2018 - Segundo sorteio da Nota Fiscal Legal de Butiá é nesta sexta-feira, 09
07/02/2018 - Segundo sorteio da Nota Fiscal Legal de Butiá é nesta sexta-feira, 09
07/02/2018 - Pacientes com Mieloma Múltiplo ganham nova opção de tratamento, após oito anos de espera
07/02/2018 - Senac EAD lança pós-graduação Avaliação de Impactos Ambientais e Processos de Licenciamento Ambiental
07/02/2018 - Unidade Sesc/Senac Guaíba promove o curso de Gestão de Pessoas e Relacionamento Interpessoal
07/02/2018 - Região Central vai ganhar unidade exclusiva para reabilitação de pacientes
07/02/2018 - Inscrições para contratação de professores se iniciam nesta quinta-feira
07/02/2018 - Programa de combate à violência escolar recebe prêmio da Alap em setembro
07/02/2018 - Carnaval terá seis dias de fiscalização intensa com a Operação Viagem Segura
06/02/2018 - Mais de R$ 350 mil já foram repassados pela Prefeitura ao Hospital de Butiá
06/02/2018 - Secretaria de Obras do estado recebe demandas do município de Eldorado do Sul
06/02/2018 - Secretaria de Obras está trabalhando na limpeza de ruas e espaços públicos em Butiá
06/02/2018 - 95% das mulheres utilizam a internet como fonte de informação sobre saúde e bem-estar
06/02/2018 - Torneio de Vôlei de Dupla de Butiá será disputado no Balneário Ponte de Arame
06/02/2018 - Os riscos da atual alienação social e política
04/02/2018 - Barbearia Roque
03/02/2018 - Febre Amarela: saiba quem pode e não pode fazer a vacina
03/02/2018 - Equipe está trabalhando na limpeza do Cemitério Municipal de Butiá
03/02/2018 - Ar condicionado e calor: dicas para evitar que a conta de luz aumente muito no verão
03/02/2018 - Fevereiro Roxo: mal de Alzheimer pode ser tratado com Medicina Nuclear
02/02/2018 - Prefeito vistoria obras no Parque Eldorado
02/02/2018 - Charqueadas recebe etapa do Circuito Verão SESC
01/02/2018 - Agropecuária em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Aluguel e Conserto de Ferramentas
01/02/2018 - Escritorio de Advocacia
01/02/2018 - Auto Elétrica em Arroio dos Ratos
01/02/2018 - Serviços de Contabilidade em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Marmores e Granitos em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos
01/02/2018 - Farmácia do Noel
01/02/2018 - Materiais de Construção
01/02/2018 - HV Concretos
01/02/2018 - Informática - Computadores - Acessórios- Serviços
01/02/2018 - Festas - locações
01/02/2018 - Imobiliária em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Moda Masculina e Feminina - Lojas Davi
01/02/2018 - Dentista Urgência e Emergência
01/02/2018 - Produtos gráficos em Eldorado do Sul
01/02/2018 - Quer ter seu próprio negócio?
01/02/2018 - Mecânica e Retífica de Motores
01/02/2018 - A importância da Fisioterapia na sua saúde
01/02/2018 - Autopeças
01/02/2018 - Viagem Segura de Navegantes terá quatro dias de fiscalização intensa
01/02/2018 - Assembleia escreve página triste da história do Rio Grande do Sul, diz Sartori
01/02/2018 - Procedimento inédito e inovador é realizado no Hospital da Brigada Militar
31/01/2018 - Pracinhas de Madeira Tratada
31/01/2018 - Casas de Acolhimento de Guaíba recebem melhorias e ganham novos nomes
31/01/2018 - Quatro hábitos evitáveis que contribuem para o aumento na incidência de câncer entre jovens
31/01/2018 - Percentual de famílias endividadas volta a crescer e atinge 72,2% em janeiro
31/01/2018 - Campanha de Monitoramento da Qualidade da Água no entorno das obras de duplicação da BR-116/RS
31/01/2018 - Ser empresário é arriscar para realizar
31/01/2018 - O excesso de confiança dos consumidores contribui para o aumento de crimes virtuais
31/01/2018 - Soluções online e gratuitas para o MEI
31/01/2018 - SINDIHOSPA alerta para golpe contra familiares de pacientes
31/01/2018 - Eldorado do Sul confirma adesão à PPP do Saneamento
30/01/2018 - Torneio de Canastra foi realizado no Balneário Ponte de Arame
30/01/2018 - Butiá conquista novas viaturas e equipamentos para Brigada Militar e Polícia Civil
30/01/2018 - Unidade Sesc/Senac Guaíba promove o curso Preparando-se para o Primeiro Emprego
30/01/2018 - Psicoterapia Breve: a terapia dos tempos contemporâneos
30/01/2018 - Secretaria disponibiliza Cardápio de Alimentação Escolar 2018
11/01/2018 - Parque Eldorado ganha placas indicativas nas ruas
27/12/2017 - Saúde de Eldorado do Sul ganha novas viaturas
01/02/2017 - Lavagem automotiva
01/02/2017 - Estalagem Bom Samaritano



Edição n° 176 - Fevereiro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 176
  • Edição n° 175
  • Edição n° 174













  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821