Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 11 de Dezembro de 2017. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
8842873


Edicão n° 174 de Dezembro 2017


Percentual de famílias gaúchas endividadas permanece superior aos níveis de 2016, confirma pesquisa da Fecomércio-RS
10/10/2017

O nível de endividamento das famílias no Rio Grande do Sul atingiu 77,4% em
setembro, resultado que mostra avanço em relação ao mesmo mês de 2016 (62,5%) e
também no confronto com agosto deste ano (74,4%). Os dados evidenciam um cenário
em que a situação do endividamento e da inadimplência permanece em uma trajetória
de crescimento. Os indicadores fazem parte da Pesquisa de Endividamento e
Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgada nesta segunda-feira (9) pela
Fecomércio-RS.

Para o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, parte desse cenário pode ser
atribuído ao retorno das famílias ao mercado de crédito, motivadas pela redução dos
juros e uma maior confiança na permanência do emprego. “Percebe-se uma tomada de
crédito destinada ao consumo e não apenas para o saneamento de dívidas já
existentes”, afirma Bohn. Para o dirigente, apesar de uma certa melhora no mercado de
trabalho e na renda, a retomada da atividade econômica ainda levará algum tempo para
gerar efeitos positivos à população.

A PEIC mostra estabilidade no indicador que avalia a parcela da renda comprometida
com dívidas. Em setembro, na média em 12 meses, ficou em 33,1% e o tempo de
comprometimento da dívida, também no período de 12 meses, elevou-se para 8,0
meses. O cartão de crédito ainda é o principal meio de endividamento dos gaúchos
(84,1%), seguido por carnês (31,3%), financiamento de veículos (19,7%) e crédito
pessoal (11,0%).

Mais uma vez, o indicador de inadimplência voltou a registrar alta, no entanto, o nível de
dívidas em atraso não alcançou o patamar mais elevado já registrado. No mês de
setembro, o percentual de famílias com contas em atraso (38,1%) foi superior ao
mesmo período de 2016 (26,5%) e também frente a agosto/2017 (34,8%). De acordo
com a PEIC, os gaúchos já sentem no bolso os efeitos da redução da inflação e, em
menor escala, dos juros, mas a queda na geração líquida de postos de trabalho nos
últimos meses no Rio Grande do Sul segue pressionando a renda familiar e dificultando o
pagamento das dívidas.

O índice de gaúchos sem condições de honrar suas dívidas vencidas no prazo de 30 dias
saiu de 15,1% em setembro/2016 para 11,9% em setembro/2017. Embora tenha
registrado recuo, o indicador continua elevado e assim deve persistir caso não haja uma
recuperação mais consistente do mercado de trabalho.






Edicão n° 174 de Dezembro 2017
08/12/2017 - Como a saúde mental afeta o corpo
07/12/2017 - Impactos da gravidez cada vez mais tarde
07/12/2017 - Prefeitura de Guaíba instala Wi-Fi gratuito e qualifica sistema de telefonia em escola no morro Santana
07/12/2017 - Entenda a relação do glúten com a sua saúde
07/12/2017 - Prefeitura dialoga com comunidade sobre escola da vila Primavera
07/12/2017 - Conta da CEEE Distribuição está adequada a Lei Estadual 48.118
07/12/2017 - Projeto “Verão Vivo” iniciou nesta quarta-feira em Butiá
07/12/2017 - Secretaria Municipal de Saúde recebe reforço de novos profissionais
07/12/2017 - Governo prorroga prazo para o MEI se regularizar
07/12/2017 - Câmara aumenta para oito anos prisão para bêbado que dirige e mata
07/12/2017 - Tripolina: a cadeira que te acompanha
07/12/2017 - Movimentos entregam petição da transparência para Gilmar Mendes
07/12/2017 - Corsan participa de seminário de saneamento promovido pela Famurs em Guaíba
07/12/2017 - "Imprima o conteúdo"CEEE reforça sistema de energia para qualificar atendimento aos clientes no verão
02/12/2017 - Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) terá salas de videoaudiência
02/12/2017 - Fepam promove operação de fiscalização em empreendimentos da Serra
02/12/2017 - Curso sobre poda de árvores ocorre no Parque de Itapuã
02/12/2017 - Eldorado do Sul fará obra de R$ 2,8 milhões com recursos do Badesul
02/12/2017 - Junta Digital é o foco do 2º Seminário Brasil Mais Simples/RS
02/12/2017 - Daer está distribuindo cartilha sobre conservação ambiental da Rota do Sol nas escolas da região
02/12/2017 - Governo reforça Polícia Civil com mais 112 inspetores e escrivães
02/12/2017 - Parceria entre Saúde e Novartis beneficia mais de 23 mil pacientes
02/12/2017 - Governo do Estado e Famurs discutem repasses para a Saúde
02/12/2017 - Sartori sanciona lei que cria o Polo Carboquímico do RS em evento internacional
02/12/2017 - Operação Blindado combate negociação de armas e drogas pela internet
02/12/2017 - Butiá lança o Programa “Nota Fiscal Legal
02/12/2017 - Secretaria de Agricultura da destinação correta às pilhas, baterias e lâmpadas, em Butiá
02/12/2017 - Dezembro Laranja aborda doenças de pele e comportamento suicida
02/12/2017 - Você sabe o que são doenças oportunistas e porque elas atacam o imunodeprimido?
02/12/2017 - 5 passos para prevenir o Alzheimer
02/12/2017 - Justa reconhecimento à dedicação no trabalho
02/12/2017 - Agricultores dos Assentamentos do Parque Eldorado são auxiliados pela Prefeitura de Eldorado do Sul e Emater
01/12/2017 - Lavagem automotiva
01/12/2017 - Mercado e Açougue
01/12/2017 - Artesanato João das Cuias
01/12/2017 - Farmácia do Noel
01/12/2017 - Estalagem Bom Samaritano
01/12/2017 - Serviços de Contabilidade
01/12/2017 - Playgrounds de madeira
01/12/2017 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/12/2017 - Padaria e Confeitaria
01/12/2017 - Mecânica e Retífica de Motores
01/12/2017 - Barbearia Roque



Edição n° 174 - Dezembro 2017

Selecionar Edição
  • Edição n° 174
  • Edição n° 173
  • Edição n° 172













  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821