Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 18 de Novembro de 2018. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
26343162


Edicão n° 185 de Novembro 2018


Jovens não estão isentos de doenças do coração
29/09/2017

A saúde do coração não está diretamente ligada à idade. Apesar da menor probabilidade
ao problema, os jovens não estão imunes às doenças cardíacas. De acordo com o
cardiologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Renato Arnoni, até os 30
anos os diagnósticos mais comuns não estão atrelados apenas aos maus hábitos.

Nesta faixa etária, uma das principais causas de problemas no coração são as alterações
congênitas, adquiridas antes do nascimento. Arnoni explica que, quando o diagnóstico é
feito em adultos jovens, a possibilidade de ser uma doença benigna torna-se maior.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgados em 2016, apontam que
cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem todos os anos vítimas de doenças
cardiovasculares (como ataques cardíacos e derrames) – causa número um de morte em
todo o planeta.

Além das doenças congênitas, outros problemas cardíacos podem aparecer de maneira
silenciosa. O médico reforça que, por não apresentarem sintomas claros, fatores de risco
como antecedente familiar de doença cardíaca, estresse e histórico de colesterol alto
desde a infância não devem passar despercebidos.

Esses quadros clínicos podem evoluir para outras consequências, como o infarto. O
cardiologista esclarece que, nesta fase da vida, como ainda não há a circulação colateral,
a lesão na artéria tende a ser mais grave. "O organismo dos mais jovens tem dificuldade
em desenvolver outras formas do sangue passar após a obstrução", explica Arnoni.

As arritmias, caracterizadas pelos batimentos irregulares do coração, estão também
entre as preocupações. Os casos mais graves necessitam de cirurgia, porém, na maioria
das vezes, é possível controlar com medicamentos.

Para evitar situações mais críticas e ter um diagnóstico precoce, é recomendado o
acompanhamento médico desde a infância, principalmente quando há fatores de risco. O
cardiologista salienta que, algumas destas doenças do coração podem estar ligadas aos
maus hábitos, sendo importante ter uma vida saudável.

"É fundamental começar a se cuidar desde cedo para evitar problemas futuros, como as
doenças coronárias. Por isso deve-se controlar os fatores de risco, como tabagismo,
colesterol alterado, obesidade e histórico familiar", pontua o especialista.

A atividade física está também entre as práticas de prevenção. Arnoni aconselha
exercícios regrados, como caminhadas, com acompanhamento clínico ...






Edicão n° 185 de Novembro 2018
07/11/2018 - Perfuração de Poço Artesiano
06/11/2018 - Global Med assume o Pronto-Atendimento
06/11/2018 - Praça da Matriz recebe iluminação mais eficiente e econômica.
05/11/2018 - Corsan regulariza abastecimento de água em Eldorado do Sul
05/11/2018 - Programa de Oportunidades e Direitos tem inscrições abertas para os primeiros cursos noturnos
05/11/2018 - Sartori e Leite dão início à transição nesta segunda-feira
05/11/2018 - Prova do Enem mobiliza estudantes do Rio Grande do Sul neste domingo
05/11/2018 - Substituição de geladeiras da CEEE alcança 87% do projeto no primeiro mês
05/11/2018 - Aumento de casos de sífilis preocupa médicos
05/11/2018 - Manuseio do recém-nascido exige cuidado e delicadeza
05/11/2018 - Para caminhar no ritmo certo
05/11/2018 - Coluna da OAB RS
05/11/2018 - Ponte do Guaíba: 1º mutirão encerra com 142 acordos
05/11/2018 - Polícia Rodoviária Federal prende 03 homens com cocaína em Rio Pardo
05/11/2018 - Programação - Festival
05/11/2018 - Festival der Cinema Estudantil de Guaíba começa nesta segunda-feira
05/11/2018 - Corsan regulariza abastecimento de água em Eldorado do Sul
05/11/2018 - Serviços de Guincho e Resgate
03/11/2018 - Acidente na Br 290 em Eldorado do Sul mata 03 pessoas
03/11/2018 - Prefeito Ernani recebe visita da Diretora e Professores da E.M.E.F. Luiza Maria
02/11/2018 - Seduc prepara avaliação do rendimento escolar do RS
01/11/2018 - Farmácia do Noel
01/11/2018 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/11/2018 - Barbearia Roque
01/11/2018 - Serviços de Contabilidade em Eldorado do Sul
01/11/2018 - Fisioterapia no Parque Eldorado
01/11/2018 - FMP recebe Selo Instituição Socialmente Responsável
01/11/2018 - Guaíba tem 3 novas caminhonetes para usar nos postos de saúde.



Edição n° 185 - Novembro 2018

Selecionar Edição
  • Edição n° 185
  • Edição n° 184
  • Edição n° 183







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821